História O que eu chamo de vida. - Capítulo 17


Escrita por:

Postado
Categorias The Seven Deadly Sins (Nanatsu no Taizai)
Personagens Ban, Diane, Elaine, Elizabeth Liones, Escanor, Gowther, Hawk, Helbram, King, Meliodas, Merlin, Oslo
Tags Baine, Escarlin, Kiane, Melizabeth, Zelda
Visualizações 23
Palavras 616
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Fantasia, Hentai, Luta, Magia, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 17 - DAEMONIUM - parte dois


     CAPÍTULO VI - PAZ? OU GUERRA?

APÓS DA AVASALADORA GUERRA, OS REINOS ESTAVA DESTRUÍDOS, EXCETO FLORESTA DAS FADAS E DANAFOR, OS OUTROS, LIONES, MEGADOZER, EDINBURGH, ARRASADOS, ENQUANTO FORAM QUASE COMPLETAMENTE DESTRUÍDOS STIGMA E PURGATÓRIO.

OS REINOS TENTARAM SE RECONSTRUIR QUASE DO ZERO, OCASIONANDO QUE STIGMA E PURGATÓRIO OS MENOS DESENVOLVIDOS ATUALMENTE.

O GRANDE DESENTENDIMENTO ENTRE OS DAEMONIUMS E OS DEAMS DURA ATÉ A ATUALIDADE, SEM ALGUM ACORDO DE PAZ.

- Maluquice ! - exclamou Matrona quando terminamos de ler.

- Realmente - falamos em uníssono.

- Por que essa rixa entre a tua família biológica e a do Capitão? - questiona Diane pra Elizabeth.

- Sei lá - responde a mesma pensativa - poder político ou sobre as impressas.

- Pode ser - completa Capitão.

- Tenho uma ideia pra uma plano pra pegarmos essa fita - afirma Merlin - mas antes vamos ver os poderes de vocês.

Todos saimos pro quintal, sentamos no gramado, e continuamos comverdando sobre o tal do plano da Merlin, e .... Meu Deus, o que essa Merlin fumou? Algo muito forte, mas o plano é bom.

- Gente eu não to muito vem, já volto - fapa Diane se levantando.

- Espera - falo levantando também, correndo atrás da Diane.

- Tá bom - responde, e continua caminhando, mas quando ela vira o canto da casa pra chegar na porta, ela cai no chão.

- Diane!!! - chegando perto de e ajudando a levantar.

- Aiii, não sei o que eu tenho - falou Diane ficando de pé, e Jesus!!!! Ela tava com, sem mentira, ums dois metros e meio de altura, e aumentando - que porra é essa?

- Di-Diane - gaguejo, mas agora Diane estva com três metros, e o uniforme esticado ao máximo.

- Chama ajuda - fala ela, sentando no chão estava agora com quatro metros.

- Beleza - afirmo e saiu correndo até onde estavam os outros - a Diane esta com uns quatros metros de altura, Merlin ajuda.

- Vamos!!!! - grita Merlin correndo e atrás todo mundo, corremos até onde a Diane estava, ela estava com uns oito metros de altura.

- MERLIN QUE PORRA ACONTECEU COMIGO ???? - grita Diane lá de cima, quando eu reparo na Diane, ela estava nua, eu simplesmente desmaio.

KING OFF

MERLIN ON

Diane estava com nove metros, nua, e o King desmaiou, normal, acontece sempre.

- Os meninos, levem o King daqui, pra dentro da casa, as meninas fiquem aqui - ordeno, e ninguém se mexe, todos estavam estáticos.

- AGORA RETARDADOS - berra Capitão, fazendo todos acordarem, e o Ban pega o King, que estava estirado no chão levando pra dentro.

- Beleza - falo olhando pras meninas - Elaine tem alguma cortina, ou pano bem grande?

- Tem, espera um pouco - responde Elaine correndo pra dentro de casa.

- Diane você continua crescendo ou já parou? - pergunto pra gigante sentada na minha frente.

- Acho que já parei - ela responde.

- Que bom - ergo a mão direita estralando os dedos, e apareceu um frasco com algumas pílulas rosas - toma uma e vê se você encolhe.

- Com licença - fala Matrona - acho que não estou bem - ela estava mais alta uns dois metros e meio.

- Toma isso agora - jogo pra ela, o frasco com as pílulas e ela toma rodas, na verdade era só três, mas foi todas, e depois de uns quinze segundos retorna ao tamanho normal.

- Desculpa mana - fala Matrona pra irmã.

- Depois faço mais - falo pra Diane, que assente.

- Achei - aparece Elaine com quatro cortinas de uns três metros laranjas.

- Diane se enrola - falei jogando as cortinas pra ela.




Continua...









Notas Finais


Espero que gostem, desculpe a demora, e desculpa, esqueci de fazer o Bônus.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...