História O que eu ganho por me apaixonar - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Vocaloid
Personagens 96Neko, Aoki Lapis, Avanna, Clara, CUL, CYBER DIVA, DAINA, DEX, Flower, Fukase, Gakupo Kamui, Galaco, Gumi Megpoid, Hibiki Lui, Hiyama Kiyoteru, IA, Kaiko, Kaito, Kanon, Kohaku Otori (Unity-Chan), Kokone, Len Kagamine, Leon, Lily, LOLA, Luka Megurine, Luo Tiany, MAIKA, MAYU, Meiko, Miku Hatsune, Mikuo Hatsune, Miriam, Oliver, Prima, Rin Kagamine, Ring Suzune, RUBY, Ruko Yokune, Ryuto, SeeU, SF-A2 Miki, Sonika, Sweet Ann, Tohoku Zunko, Tonio, Uta Utane (Defoko), Utatane Piko, VY2 Yuma, Xin Hua, Yan He, YANHE, YOHIOloid, Yuezheng Ling, Yuezheng Longya, Yuzuki Yukari, Zhanying Lorra
Tags Arco-íris, Fukase X Oliver, Gakuluka, Gakupo X Luka, Gumi, Hatsune Miku, Kagamine Len, Kagamine Rin, Kaseoli, Len X Miku, Lenku, Lenmiku, Ling X Luo, Lingluo, Linluo, Longya X Yan, Longya X Yan He, Longyan, Maylaco, Mayu X Galaco, Megpoid, Megpoid Gumi, Multishipps, Olikase, Romance, Shipps, Vocaloid, Vy2 X Ia, Vy2 X Yukari, Vy2ia, Yuma X Yukari, Yumari, Yuuia, Yuuma X Ia, Yuuma X Yukari, Yuumia, Yuumyuka, Yuuyuka, Yuzuki Yukari
Visualizações 36
Palavras 1.210
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Ecchi, Festa, Fluffy, Hentai, Lemon, Orange, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


OLÁ, PRA VC Q É NOVO NAS MINHA FICS DE MERDA. OI PRA VC Q JÁ É FAMILIARIZADO.

POIS É... AHEM! Pois é ;-;
Eu já escrevi Len x Miku, ou melhor, coloquei em algumas fics, umas duas, eu acho... mas nunca tinha me focado nesse shipp. Por que?

Bem, na verdade eu não sou exatamente uma shippadora de LenKu, eu confesso que adoro LenRin, e pretendo escrever fics para esse shipp mais futuramente. Mas até que estou gostando de escrever LenKu, e acho que não vou parar por aí.
Eu já vi muitas fics desse shipp, e é bem claro pra mim que ele e bem querido no site, inclusive muitos escritores nos quais eu adimiro são LenKu shippers. Uma delas é a minha abiguinha GarotaBolada, e ela e um dos principais motivos dr eu olver escrever fics com desse shipp, além de outras amigas.

Lembrando que e a primeira vez que escrevo LenKu, ent n sei se td mundo vai gostar, mas espero que sim. Nessa fanfic eu tmb vou escrever hentai, mas é apenas para deixar "mais emocionante", ou seja, será romântico mesmo que seja sexy. Implícito.

Por fim, boa leitura, miina!! ~♡

Capítulo 1 - Uma, duas... Três semanas atrás!


Fanfic / Fanfiction O que eu ganho por me apaixonar - Capítulo 1 - Uma, duas... Três semanas atrás!

Miku POV's ON

As férias de verão acabaram de começar, as mais esperadas do ano. Passaram-se uma, duas... três semanas! É claro que, a esse ponto, a maioria dos meus colegas devem estar viajando com a família, eu só vi a minha no natal, que aliás, foi semana passada. Os mais "largadões" devem estar fazendo coisas do tipo ir a festas ilegais, bebendo... bem, qualquer coisa mais interessante que esta Hatsune aqui. Mas esta Hatsune não é como as outras em sua família, ela decidiu passar as férias jogando em seu PS4...

⎯ E com certeza ela vai se tornar mestra até o próximo semestre se iniciar ⎯ falei em voz alta como se narasse minha própria história, parecendo uma louca enquanto forçava os dedos nos botões do controle. ⎯ Aaah! Isso se ela já não nasceu com esse talento ⎯ vangloriei-me ao vencer o jogo. ⎯ parece que o mundo não está preparado para mim!!

Enquanto eu comemorava cruzando os braços e me levantando em pose gloriosa, ouvi alguns passos se aproximando até entrarem pela porta do meu quarto.

⎯ Tá, ok... Se cuida. ⎯ Era Rin no telefone, ela desligou e deu um longo suspiro.

⎯ Ei, Rin-chan, consegui! Esmurrei a cara de satan saquele chefão. Transformei ele em farofa e ainda comi na frente de seus olhos!

⎯ Aah, tá. ⎯ A loira pareceu nem ligar, aparentava estar um pouco séria.Caminhou de um lado para o outro no quarto até que começasse a me dar nos nervos e eu me forçasse a perguntar.

⎯ Tá tudo bem, Rin-chan?

⎯ Ãhn!? Comigo? Tá, tá sim. Mas com você e... o Len?

⎯ O que tem?

⎯ Ele me falou que você está evitando ele.

Nessa hora eu gelei. Eu não podia contar pra ela o que estava acontecendo... Aquele filho de uma puta do Len! Tinha que recorrer a irmã, justo ela que é uma amiga tão próxima. As chances de eu conseguir driblá-la são mínimas, mas mesmo assim acho que vale tentar.

⎯ Quem, eu? Pff, nada a ver.

Rin me deu uma rasteira me derrubando no chão e ficando sobre mim, me pressionando enquanto eu gemia de dor. Ela é pequenininha e meio loli, mas às vezes parece uma "cavala" quando fica nervosa.

⎯ Não mente pra mim, sua vaca! Eu sou tua melhor amiga.

⎯ Ai, ai! Tá bom! ⎯ Com isso a garota me deu espaço para me levantar. Passei a mão na nuca e olhei para ela por um tempo.

⎯ É, mais ou menos...

⎯ COMO "MAIS OU MENOS"? TÁ ME TROCANDO, É, VIADA?

⎯ Não, poha! Fica calma!

⎯ Tá, mas só se tu me contar tudinho o que tá rolando.

⎯ Ah, n-não dá não... ⎯ Desviei o olhar.

⎯ E POSSO SABER POR QUE NÃO?

⎯ É ALGO QUE EU QUERO GURDAR PRA MIM AGORA, TÁ!? E PARA DE GRITAR, CACETE, TÁ ME DEIXANDO NERVOSA! ⎯ Gritei apoiando as mãos na mesinha de centro na qusl a loira estava atrás, e agora me olhava falsamente brava e um pouco intimidada.

⎯ Hnf, tá, ok. ⎯ Ela se levantpu deixando o quarto. ⎯ Cedo ou tarde eu vou saber. Len é meu gêmeo, e você também vai ter que ceder uma hora ou outra. ⎯ Falou em um tom slto ao passar pelo corredor.

Rin é minha amiga, mas também é irmã do Len, GÊMEA. Droga! Aí, eu voltei mais ou menos... três semanas... Até o último dia de aula...

(Flashback)

Estávamos naquela festa boba de encerramento, onde os funcionários nos tratam como criancinhas. Mas o Len resolveu que não estava afim de ficar ali no meio do resto da turma, que estava toda reunida no pátio, e foi para a sala ficar só de boas sozinho. Não só eu, como também a Luka comentou que ele estava meio estranho... Eu resolvi ir atrás dele. Ele estava sentado numa mesa olhando o crepúsculo pela janela.

"Yoo, shota" brinquei golpeando a cabeça dele com uma lata de refrigerante.

"Ai! Caralho, Miku!" Ele pegou a lata abrindo-a me olhando mei irritado.

"Denada" sentei ao lado dele tomando um gole do meu refri com uma cara irônica. Ele me olhou meio sem entender. "Além de eu te pagar uma bebida. A Luka achou você estranho."

"Você me acha estranho?" Me lançou um olhar de apreensão.

"É-é... um pouco. Hoje, eu quero dizer."

"Ah" suspirou voltando seu olhar para fora "então está tudo bem"

"Hm...?" Eu o observei confusa por um tempo.

"Você vai para casa agora?"

"É, acho que sim."

"Então vamos." Ele se levantou e indicou a direção da porta com a cabeça.

Me levantei e segui ele, e por algum motivo que eu não notei na hora, saímos pelos fundos, ou seja ninguém viu que fomos embora. A minha casa não fica muito longe, então não demoramos muito mesmo caminhando como tartarugas, e o caminho todo eu fuium pouco atrás do Len, e não falamos nada. Na verdade, eu estava mesmo estranhando aquele dia.

Quando chegamos na frente do apartamento, fui abrir o portão e depois me virei para me despedir dele antes que as férias começassem.

"Então, tchau" Me virei para ele sorrindo naturalmente. "Tenha boas férias, Le..." fui surpreendida por uma instantânea proximidade que nem vi direito como aconteceu.

"Miku..." ele segurou minha mão me puxando um pouco. Estava muito próximo do meu rosto, no qual aliás, apresentei uma expressão estatelada de surpresa sem querer. Vi suas bochechas corarem de leve, quando ele se separou de mim andando de ré lentamente com a cabeça um pouco baixa até aponta da calçada. "N-nas férias... ainda vamos nos ver?" Perguntou um pouco sério.

"É... acho que sim... Você e a Rin não vão viajar? Eu não tenho nada para fazer."

"Ah, então eu venho te ver." Sortiu parecendo um pouco empolgado.

Dessa vez fui eu quem corou, radicalmente, enquanto o loiro apenas me olhava sorrindo como um anjo. Me afastei de ré quase tropeçando e gritei um "t-tchau, tenha um ótimo natal!" Depois disso bati o pequeno portão de ferro, até assustando-o um pouco por um momento, e corri até a porta, quando olhei, Len apenas acenou dizendo "boas festas", e foi embora. AINDA COM AQUELE SORRISO!

Eu entrei em casa e tranquei a porta me encostando na mesma. Suspirei sentindo o rosto queimar e deslizei até me sentar ali mesmo no chão. Fiquei ali olhando para o nada por um tempo, spenas "flashbacks" do final daquela festa até agora passavam na minha mente. Meus batimentos estavam acelerados, eu me senti boba por isso e corei mais ainda.

Na verdade, ele veio me ver sim, no final de semana tentou me chamar para sair! Eu fingi ter uma consulta. Depois, me mandou mensagem no outro dia, e eu menti sobre estar doente, mesmo assim passei praticamente o dia inteiro debaixo das cobertas. Na véspera de natal, ele deixou um presente no qual a minha mãe recebeu, pois eu me escondi e disse para ela dizer que eu não estava. Era um embrulho muito bonito, numa forma que eu nem olhei direito na verdade, apenas guardei no fundo da gaveta, onde está até hoje.

Eu sei que posso estar detonando uma amizade de longa data. MAS CARALHO, PORQUE EU ME SINTO ASSIM?








Notas Finais


Chegamos ao final do primeiro capítulo! O que acharam? Acham que foi direto demais? Faltou detalhes? TÁ CHEIO DE ERROS? Q------Q Por favor, digam pra mim para q eu possa melhorar.

Se gostaram da fic, não se esqueçam de favoritar, onegay, isso faz uma diferença enorme. Aqui ó, no meu kokoro ~♡

Agr tchauzinho, até o próximo capítulo! E KISSUS '3'


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...