História O Que Falta Em Mim? - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Baseado Em Fatos Reais, Biografia, Ninfomaníaca, O Que Eu Estou Fazendo, Revelaçoes
Visualizações 7
Palavras 1.650
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishoujo, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, FemmeSlash, Festa, Harem, Hentai, Lemon, LGBT, Luta, Mistério, Misticismo, Orange, Romance e Novela, Sci-Fi, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Mais uma vez desculpem pela demora como eu disse tenho uma vida muito corrida mas espero que gostem

Capítulo 6 - Vida Nova?(2014)


Fanfic / Fanfiction O Que Falta Em Mim? - Capítulo 6 - Vida Nova?(2014)

Daphne levanta atorduada e ao mesmo tempo assustada com meu grito 

   -Des...desculpe, nao tinha ter visto ai 

   Ele sorri pra ela uma sorriso tao bonito que a derrete 

      -Mas voce esta bem? Se machucou?

    Ela acena a cabeça querendo dize que nao, sem pensa duas vezes corre e entra no banheiro 

      -Agora voce ja pode me explicar que historia e essa!!

    Eu passo as maos pelos meu cabelos 

     -E... complicado

    Ela olha para o espelho com uma cara de raiva mas logo sorri quando umas meninas passam pela gente, Daphne cruza os braço e quando elas passam de volta ela acena, eu falo em tom de deboche

     -Voce e pessima em desfaça!!

   Novamente ela olha bruscamente para o espelho furiosa 

    -Sabe de uma coisa não vou perder meu tempo com você por enquanto mas depois eu quero essa história a limpo!!

   Eu cruzo os braços e faço um biquinho depois de um tempo vou para o quarto é me tranco no meu esconderijo secreto, dou voltas pelo quarto falando sozinho até que escuto a porta abrir, vejo Dulce entrando é me olhando com uma cara de supresa ela aponta pra mim quando olho pra baixo vejo um volume inconveniente.

   -Haaa denovo não

   Olho pra Dulce quando eu percebo que ela vai grita, me aproximo dela é boto a mão na sua boca olho prós dois lado de fora do quarto é boto ela pra dentro é fecho a porta 

   -Calma, Calma, eu vou tirar a mão da sua boca por favor não grite

   Eu tiro é ela grita novamente coloco

    -Eu disse pra você não grita DULCE!!

    Ela olha pra mim depois por volume 

   -Des...cul...pa emfnfajsbfbdna

    Olho pra ela com um olha de desentendida

   -Calma não entendi nada, vou tirar novamente mas dessa vez não grite por favor 

    Lentamente tirei a mão

  -O que é isso sua pervertida?

   Cruzei os braços e fiz um biquinho 

  -Eu não tenho culpa acontece do nada é além disso não foi por causa de você 

  -Quando foi que isso aconteceu?

  Boto os dois braços pra trás com as mãos na nuca e dou um sorriso malicioso

  -Digamos que desmaiar não foi a única coisa que aconteceu na minha tentativa de suicídio

   Ela me olha com uma cara dúvida 

  -É como você vai esconder? Você sabe como Daphne ficar quando ver esse tipo de coisa

  Uma das minhas mãos foi pra meu queixo 

 -Bem, em relação a isso você pode me ajudar 

  Me aproximo dela é comecei a alisa sua cabeça

 -Você vai me ajudar né Dulce 

 Ela me olhou é sorriu 

 -Como eu possa ter ajudar Donna?

 Depois de escutar sua voz doce uma arrepio sobe pela minha espinha é sinto meu membro se mexer 

  -Bem agora é por causa de você, vem cá que eu te ensino o que fazer

  Eu me sento na cama e direciono ela pra ficar de joelhos na minha frente, pego a mão dela é percebo que é muito pequena é pego a outra também coloco as duas em volta do meu membro é mostro a ela como se faz, já estava sentindo prazer só em senti o seu toque 

   -Fa..iz assim Dul...ce 

   A passar do tempo ela fazendo mais rápido não consigo conte meus gemidos 

   -Dul...ce eu não tô aguentando mais 

  Quando eu sinto que já estou no ponto extremo da meu prazer acabar sendo no rosto dela

   -Desculpa Dulce eu não queria 

  Ela passa a língua no lábios

   -Tudo bem até que é gostoso, mas porque ainda está duro?

   Arregalo os olhos com a reação dela 

   -Você é bem esquisita menina. Você quer que eu fique satisfeita?

    Ela olha pra mim e me dá um sorriso tão Angélical 

    -Assim fica difícil dele amolecer, mas tive uma ideia posso tira sua virgindade?

    Ela se levantar botando a braço nas costas o indicador no queixo olhando para cima 

   -A Daphne já fez isso 

  Me adimiro elas fizeram isso sem mim. Chego perto dela boto minha mão esquerda na cintura dela é sussurro 

   -Então agora não tem nada que me empata 

  Antes que ela responda pego ela nos braços é a coloco de quatro na cama e começo a estoca forte e delírio em escutar seus gemidos

   -DO...NNA CAL...MA AAA!!

  Em um único movimento a coloco sentada em cima de mim, enquanto sugo seus pequenos e delicados seios, puxo seu seus cabelos e mais rápido depois de um bom tempo assim

   -Dul...ce eu vou Go...zar!! 

   Depois que acabamos ela desmaiar no em cima de mim eu fico um tempo lá descansando é deixar Dulce ainda domindo.

    Escuto ruídos e me levanto pra ver, quando chego perto da tela vejo Daphne perto de Lucy e de Emylia junto delas estava os meninos que vimos mais cedo e outras pessoas todos estavam rindo me dando a entender que estavam se divertindo chamei a atenção de Daphne é a perdi pra sair ela me concedeu com a condição de eu me comportar acenei com a cabeça em votação a "sim".

   Ao saí vi que Lucy estava no meu lado esquerdo e do direito um menino moreno, gordo e certamente maior que eu, usava roupas da escola olhei ele de cima para baixo e sorri pra ele

  -Oi, como é seu nome?

   Ele correspondeu meu sorriso é em seguida fez uma cara confusa 

  -Meu nome é Luyde, mas a gente não já se apresentou?

  Passei a mão pelos meus cabelos 

  -Foi? Talvez eu tenha esquecido

  Virei minha atenção o menino a minha fente e primeira vez puder ver seu rosto me aproximo dele impressionada com sua beleza

   -Oi, como é seu nome?

   Ele me olhou sorrindo sem eu perceber estava a poucos centímetros da sua boca ele se afastou me tirando do transe 

   -Meu nome é Reyze e você já me fez essa pergunta 

    Eu me afastei com vergonha da sua resposta mas me recompus afinal não tinha motivos para esta reagindo daquela maneira eu cocei a cabeça novamente e levei meu indicador ao meu queixo 

    -Há é verdade mais talvez eu também tenha esquecido 

    Cheguei perto do ouvido dele é sussurrei 

    -Ei você quer ir para uma festa de gala comigo? Kkkk

     Ele me olhou com os olhos arregalados com cara é desentendido botei minha mão na barriga é me inclinei para frente não pude cante a risada só fui interrompida ao ouvir o grito de Daphne

    -DONNA!! QUE PORRA VOCÊ FEZ COM DULCE!!??

    Botei a mão na boca é enche as bochechas sussurrando 

     -Fudeu!! Eu devia te limpado ela antes de sair, há fazer o que? Já era 

     Decidi volta. Fiquei na sala sentada no sofá enquanto Daphne não parava de encher meu saco com reclamações quando finalmente ela decidiu saí, escutei ela falar com Reyse

     -Calma estava brincando, festas de gala são festas chique que as pessoas geralmente vão de branco kkk

     Ela coloca a mão esquerda no queixo com braço direito abaixo do peitos e a mão debaixo do cotovelo 

      -Deve ser por isso que se chama assim

         

~~~~~Uma Semana Depois~~~~~~

 ~~~~~~~~A Noite~~~~~~~~~~~



   Daphne estava na casa da filha da namorada da minha mãe. Bem lá tinha internet ela estava muito feliz diga-se de passagem ela ligou o fescobuck e fiquei surpresa com uma mensagem de Reyze 

      -Oi 

      -Oi, como vai?

      -Tô bem, tenho uma caisa pra falar mas tô um pouco sem jeito

      -O que foi? Aconteceu algo?

      -Não, só queria saber se você quer namorar comigo. 

       -Bem, eu posso pensar?

       -Pode.

     Ela voltou pra casa e só e foi correndo dormir, sua empolgação para vê-lo era tão grande que eu podia sentir. De vaga ela adormeceu. Quando ela voltou já estava esperando por ela 

        -VOCÊ ESTÁ MALUCA??? POR ESTA FELIZ ASSIM!! O QUE ESTÁ PASSANDO PELA SUA CABEÇA???

         Ela olhou assustada pra mim depois fez uma cara de deboche 

         -Pra que toda essa gritaria?

        Eu olhei seria para ela como se não fosse óbvio

         -Claramente esse tau de Reyze e o menino da estação de trem!!

    Ela se levantou com uma cara de raiva

      -Eu não posso deixar de ser feliz por causa da sua imaginação, me poupe Donna pelo menos uma vez me deixe se feliz 

         Eu dei uma tapa na cara dela que fez seu rosto vira 

       -Isso não é felicidade é suicídio!!

      Ela colocou a mão no locou onde eu bati e me olhou de baixo para cima até para nos meus olhos

       -SUICÍDIO?? VOCÊ VEM ME FALAR DE SUICÍDIO ALGUMAS SEMANAS ATRÁS NADA DISSO ERA IMPORTANTE PARA VOCÊ, VOCÊ NÃO TEM DIREITO NENHUM DE FALAR DAS MINHAS ESCOLHAS!!

          Depois de escutar suas palavras por pior das hipóteses eram verdadeiras abaixei minha cabeça é fui para meu quarto 


  ~~~~~~~~De Tarde~~~~~~~~~


     Já estava na hora de ir para escola e a cada vez que o tempo passava a importação de Daphne aumentava como meu incomodor por ela tá assim no entanto não podia fazer nada só o que me restava era Assisti. Logo que ela chegou viu Lucy, Emylia e Luyde, ela sentou ao lado deles e não parava de olhar os redo obviamente procurando aquele idiota. Luyde falar com ela, ela responde mas sem olhar pra ele 

        -Posso falar com você?

       Só depois de ele falar isso ela olha 

        -Pode 

       Ele faz uma cara sério que me preocupar nestes últimos dias Luyde tem sido bastante atencioso com a gente 

        -A conversa é particular, vamos para a biblioteca

        Devo admitir mas biblioteca na é o melhor lugar para se conversar, eles entro a biblioteca e é colorida com várias capas de livros penduradas no teto envolta era cheia de estantes com livros, mesas redondas com cadeiras brancas, uma parede só de janelas com algumas quebradas, sentamos na mesa que nosso grupo sempre sentava perto das janelas, ela sentou na frente dele para ouvi-lo melhor 

        -O que foi? Você já está começando a me deixar preocupada

         Ele olha atentamente pra ela 

       -Nesses últimos dias eu vinho me interessado bastante por você, você quer namorar comigo?

        




                                                    Continuar...

 

        



           

    

    

  

 

 

     

   


Notas Finais


Gente não sei quando vai sai capítulo novo mas espero que tenho gostado adicione aos favoritos é cometem que eu quero saber o que você estão achando da minha história😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...