1. Spirit Fanfics >
  2. O que faltava em mim >
  3. Capítulo 19

História O que faltava em mim - Capítulo 19


Escrita por:


Capítulo 19 - Capítulo 19


Fanfic / Fanfiction O que faltava em mim - Capítulo 19 - Capítulo 19

Pov's Camila Cabello

Eu queria ter algo a mais com Lauren, de verdade, acho que estou me envolvendo demais. Seria um erro? Talvez, mas eu queria ver até onde isso parece ser errado.

Sei que ela não se ver capaz de amar alguém de novo após tudo o que aconteceu com ela. É uma história bem desagradável, até de se ouvir, como simplesmente pode um amor acabar do dia pra noite? Isso não faz o menor sentido e na verdade, essa mulher que destruiu Lauren não a amava, apenas supria seus desejos.

Lauren é delicada, sensível e uma pessoa adorável com quem a faz bem. O que mais reparei nela é que ela sabe ganhar alguém rapidamente apenas com olhares, pois ela tem uma facilidade de se expressar pelos olhos, sendo fácil de desvendá-la, acho que ela nem percebe quando transmite sentimentos com um simples olhar.

Além dela ter um corpo bem desenhado, o que a deixa ainda mais perfeita. Eu estou no começo de uma paixão por Lauren, sinto isso, ou talvez eu nem perceba quando me apaixonei. Que confuso!

Saio do meu quarto depois de fazer minha higiene matinal e encontro Lauren no corredor mexendo em seu celular, Ela vestia um short jeans azul e uma regata branca simples, seus cabelos caíam em seus ombros. Linda! Incrivelmente linda!

-Bom dia!- Desejo enquanto caminho em sua direção atraindo sua atenção. Ela me olha com uma expressão assustada, levando uma mão em seu peito.

-Nossa!- Lauren ri.- Bom dia, Camz.

-Desculpe, assustei você?- Abraço sua cintura, Lauren guarda o celular em seu bolso e abraça meu pescoço.

-Talvez.

-Sei que sim.- Encaixo meu rosto na curva do seu pescoço, inalando seu cheiro adocicado. Sinto suas mãos em minhas costas, fazendo um carinho alí.

Volto a olhá-la novamente, Lauren tinha um sorriso discreto no canto dos lábios.

-Com fome?- Pergunto e ela assente.- O que quer comer?

Lauren sorri maliciosa e se pronuncia.

-Você.

Oh porra! Será que essa mulher só pensa em sexo?

-Por Deus, Lauren!- Digo séria.- Parece uma gata no cio.

Ouço a mulher gargalhar jogando a cabeça pra trás.

-Camila...- Ela vai controlando sua risada.- Não tenho culpa se você é uma latina gostosa.

Ouço o lado esquerdo da minha bunda arder e um estalo ecoar pelo corredor me fazendo grunir de dor.

-Lauren!- Semicerro os olhos.- Estou falando sério.

-Estou séria, Cabello.- Lauren me encara fixamente pressionando os lábios como se quisesse rir a qualquer momento.

-Quer saber? Vou tomar café, seu pedido está em falta.- Me viro para sair de perto dela mas sou puxada pelo braço.

-Como está em falta se o vejo em minha frente?- Lauren sussurra perto do meu ouvido, sinto ela mordiscar o lóbulo da minha orelha e sugá-lo em seguida, meu corpo inteiro arrepia com esse contato.

-Você é uma idiota, sabia?- Digo segurando em seus ombros.- Estúpida!- Empurro-a levemente, ouço a mulher rir.

-Eu gosto de provocar você, Camz.- Ela pisca um olho.

-Não deveria, Jauregui.- Bufo irritada para depois sair dalí.

(...)

Depois do almoço, Lauren me ajudou a arrumar a cozinha e agora estamos jogadas no sofá assistindo um jogo de basquete. Confesso que nem estava prestando atenção, o dia esfriou de repente e começou a chover, Lauren está vestindo uma calça moletom cinza e uma blusa de mangas longas na cor preta, em seus pés, um par de meias brancas. Eu não estava tão diferente.

Estou sentada entre suas pernas, aproveitando o carinho que ela fazia em minha barriga e, vez ou outra, em minha coxa.

-Ah que droga!- Lauren diz frustrada enquanto presta atenção no jogo.

Inclino minha cabeça para trás e beijo seu maxilar, Ela rapidamente desvia o olhar para mim. Sorrio com a língua entre os dentes, Lauren sorri retribuindo.

Acaricio sua coxa por cima da calça.

-Está tão frio, Lo.- Me encolho em seus braços.

-Mas você está tão agasalhada, Camz.- Ela franze o cenho, faço bico e encaro-a com uma cara de cachorrinho sem dono.- Camz...- Lauren acaricia minha bochecha.- Tudo bem, vou buscar algumas cobertas.

Sorrio largo.

-Vai, Lolo.

-Como você é birrenta.- Lauren rouba um selinho em meus lábios. Cruzo os braços embaixo dos seios.

-Não sou birrenta, você que é chata!- Faço bico. Ouço Lauren rir e nega com a cabeça para logo se levantar para ir pegar os cobertores.

(...)

-Sabe que preciso dessas folhas prontas, não é?

Lauren falava ao celular encostada no balcão da cozinha.

-Certo, estou preparando tudo para que eu possa voltar.

-Ok, Ok, nos falamos depois.

Ela desliga o telefone e suspira.

-O que houve?- Pergunto encarando-a atenta.

-Ah, eu... estou resolvendo umas coisas do meu trabalho.- Lauren dá de ombros e caminha em minha direção, abraçando minha cintura e apoiando seu queixo em meu ombro.

-E você trabalha com o quê, afinal?

Lauren me olha e abre um sorriso muito fofo, diga-se de passagem. Que sorriso lindo!

-Eu dou aulas de música.

Como eu já esperava, Lauren é muito boa cantando e tocando, isso é um talento maravilhoso nela.

-Sério? E você gosta de dar aulas?- Pergunto envolvendo meus braços em seu pescoço.

-Muito.- Ela sorri largo, um sorriso orgulhoso. Ela parece gostar mesmo do que faz.

-Além de piano e violão, você toca mais algum instrumento?

Lauren finge pensar um pouco.

-Toco guitarra, ukulele, digamos que também toco clarinete ás vezes, sei tocar teclado, oboé e um pouco de gaita.- Ela diz tudo tranquilamente enquanto a encaro boquiaberta.

Se essa mulher não é a personificação da perfeição, eu não sei mais o que é perfeito.

-O que mais você sabe fazer de tão incrível?- Pergunto ainda impressionada com seus talentos.

-Ah...- Ela suspira e sorri.- Eu... escrevo algumas poesias breves nos tempos livres, na verdade, são só rabiscos.

Ah meu Deus! Ela escreve poesias, foi isso que ouvi?

-Lauren...- Sorrio largo e dou vários selinhos em seus lábios, Lauren sorri.- Tem como ser menos perfeita?- Seguro seu rosto com as duas mãos e olho fixamente em seus olhos.

-Eu sou imperfeita, Camz, Apenas entendo de algumas coisas. Aliás, você também tem talentos.

Ah claro, com certeza, no máximo eu sei servir café.

-Lauren, não tenho tantas habilidades quanto você...- Suspiro.- Eu sou bem impotente, sabe?

Lauren analisa meu rosto por alguns segundos com o cenho franzido.

-Camz, Pare com isso! Você é maravilhosa, puta merda! Você me faz bem, me deixa leve, como agora, além de ser uma ótima leitora de romance e poesia.

Solto uma risada nasal e nego com a cabeça.

-Eu sou uma zero a esquerda perto de você, Lo, minha família nem tem tantas condições assim e eu nem tenho faculdade.- Desvio o olhar para baixo.

-Camila, pelo amor de Deus! Pare de dizer essas coisas, quem disse que me importo com meros detalhes como esse?

-Você nunca vai querer ter uma mulher de classe média que nunca nem fez alguma formação!- Exclamo com os olhos marejados.

Ela é melhor do que eu, bem melhor do que eu, como posso sonhar em ter uma mulher dessas em minhas mãos? Em um dia casar com ela?

-Camila,- Lauren suspira.- Eu sou uma pessoa diferente da minha mãe, sabe... eu tenho toda a certeza que ela só está com meu pai por causa do dinheiro, ainda mais que agora ele está doente, desenvolveu um câncer e ela nem parece se importar, a empresa vai ficar para ela e todo seu dinheiro.- Ela faz uma pausa e limpa o canto dos meus olhos que teimavam em derramar algumas lágrimas.- Eu quero você por que algo dentro de mim me diz isso, entende? Não importa se você é de classe média, Por Deus! Nem cojite a idéia de ser inferior a mim, por que você é ainda mais do que eu. 

Ouví-la falar tudo isso me acalmou e acendeu uma luzinha de esperança em meu coração.

-Você gostaria que eu fosse sua, Lo?- Pergunto encarando-a fixamente, em desespero por uma resposta positiva. Lauren abre e fecha a boca algumas vezes mas nada diz.

-E-eu...- Lauren solta minha cintura e passa as mãos em seus cabelos, deixando visível seu nervosismo.- Vamos assistir algum filme, tudo bem?

Ela não iria responder, suspiro frustada. Ela não tem certeza.

Meu peito doía ao saber disso, achei que ela quisesse aprender a me amar, como disse ontem. 

Sua confusão me entristece.





Notas Finais


Poxa Lolo!
O que acharam? Sei que esse capítulo foi um pouco chatinho e pequeno, mas prometo trazer a emoção nos próximos, esse foi bem importante para o seguimento da estória.

Me esperem!
Amo vcs❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...