História O que faltava em mim - Capítulo 54


Escrita por:

Postado
Categorias Fifth Harmony, Glee, Pretty Little Liars
Personagens Alison DiLaurentis, Ally Brooke, Brittany S. Pierce, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Diretor Figgins, Emily Fields, Emma Pillsbury, Finn Hudson, Kitty Wilde, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais, Quinn Fabray, Rachel Berry, Santana Lopez, Sue Sylvester, Tina Cohen-Chang
Tags Cabello, Camally, Camila Cabello, Camren, Fifth Harmony, Jauregui, Lauren Jauregui, Laurinah, Laurmila, Normila, Norminah
Visualizações 45
Palavras 1.294
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror, Violência, Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Eu sinceramente, não sei nem por onde começar. Sinto muito pela minha ausência aqui meus leitores, foi uma completa falta de consideração a minha e quero explicar.

Eu estava muito mal e sexta passada tentei me matar. Minha mente esses meses todo estava super travada, e eu só conseguia pensar besteiras. Irei começar minha terapia e também irei voltar a escrever. Eu sei que paciência é o que vocês mais tem não é mesmo? Obrigada por não desistirem de mim S2

Esse capítulo peço a todos que leiam ouvindo "I Have Questions" da nossa bebê. Querem sentir todo o impacto do cap.? Então não deixe de ler ouvindo essa música.

Capítulo 54 - I have Questions


Fanfic / Fanfiction O que faltava em mim - Capítulo 54 - I have Questions

Camila's POV

Porque você me deixou aqui para queimar?

Sou muito jovem para estar tão machucada

Me sinto presa no meu quarto

Olhando sem piscar para as paredes

Contando as feridas e estou tentando não sentir todas elas

Você se importa Lauren, se importa?

Por que você não se importa?

Eu te dei tudo de mim

Meu sangue, meu suor, meu coração e minhas lágrimas

Por que não se importa, porque não se importa?

Eu estava lá, eu estava lá, quando ninguém estava

Agora você se foi Lauren e eu estou aqui

Eu tenho perguntas para você

Primeiro mês

Uma semana depois que você foi embora, eu já não saia de casa, não comia, só sentia vontade de morrer. O que eu devo ter sido pra você Lauren? O que será que eu fiz para esta com meu coração despedaçado, você não tinha o direito. E sabe o engraçado? Eu não consigo ter raiva de você, eu não consigo sentir ódio e era o que eu mais queria agora, poder rasgar todas as nossas fotos, jogar suas camisas que você deixava aqui em casa para eu sempre dormir com um pedaço de você sentindo seu cheiro, você foi horrível.

Eu tenho perguntas para você?

Segundo mês

O primeiro mês não foi fácil, mas posso dizer que o segundo mês foi ainda pior, eu já não ia ao colégio, me afastei da Normani e da Ally, eu não queria ver ninguém. Meus pais eu não deixava entrar no meu quarto e Sofi, eu já não conseguia ser aquele exemplo de irmã para ela. Eu queria tentar entender o que você ganhou com isso tudo Lauren. Será que deixa você feliz? Sabe que eu tenho pesadelos a noite, pensadelos com você? E sabe o mais irônico disso tudo? É que eu gosto disso, eu gosto da merda de ver você chegando na minha vida, destruindo as minhas muralhas e ganhando minha confiança, gosto de sentir você beijando meus lábios, me amando tão intensamente e depois no final me usando, deixando-me abandonada, usada que nem uma vadia qualquer, que nem você fez não é?

Em uma noite, mamãe batia na porta do meu quarto levando o meu jantar, um dos tantos jantarem intocáveis por mim, só que nesse dia foi diferente, quando mamãe me chamou eu não respondi e ela continuou me chamando, quando notou que não tinha resposta, chamou meu pai que arrombou a porta do meu quarto e me pegou caída no chão com varias caixas de remédios vazias ao meu redor. Não era como se eu quisesse morrer nesse momento Lauren, mais de alguma maneira eu apenas queria que toda a dor não existisse mais, então falsifiquei uma receita de um garoto que tomava antidepressivos, passei a tomar os mesmos remédios que ele e por algumas horas, passava, quando eu estava dormindo passava, porque era a hora que eu sonhava com você, então comecei a te ver acordada, e era como se você realmente estivesse ali comigo, como se não tivesse me deixado.

Eu não sei se as dosagens estavam sendo poucas, mas, só sei que do nada parei de ver você, parei de sonhar e eu já não aguentava mais esse fato da sua rejeição, aí nem nas minhas imaginações poder te sentir, era demais para mim. Tomar uma caixa inteira de remédios me pareceu a melhor solução de poder ter você por perto de novo, parecia que dessa vez você tinha voltado para ficar comigo. Você sorria para mim, Ah aquele sorriso.. e seus olhos? Aqueles verdes tão incrívelmente lindos me fitavam, sua pele tão clarinha que eu necessitava tocar, eu só não entendia uma coisa, por que dessa vez você não conseguia chegar perto de mim? E do nada uma luz forte invade meu quarto, todas as suas roupas estavam brancas e o anjo que eu sabia que você era abre suas asas, era tudo tão lindo, você fez sinal para que eu olhasse para o chão e não sei como aquela garota tinha ido parar no chão do meu quarto, ela estava caída com caixas ao seu redor e um vidro de remédios em sua mão, volto meu olhar para Lauren sem entender, faço uma cara confusa e ao voltar meu olhar para a garota noto que eu a conhecia, estão caminho lentamente até ela e ao olhar para seu rosto me assusto.. Era eu, como assim? Você estava ao meu lado agora, gritando o meu nome, olho para você e pergunto o que estava acontecendo e você não parava de gritar meu nome e então correr para socorrer a menina no chão e quando me dou conta de tudo o que estava acontecendo, vejo meu pai agarrado ao corpo da menina.

- Camila, Camila, Camila por favor não.. meu amor olhar pra mim. - Meu pai agonizava agarrado ao corpo daquela menina que parecia muito eu.

- Papai essa não sou eu, eu estou bem aqui.. - Corro ao seu lado. - Papai olhar pra mim...

- Minha filhinha por favor não. - Chora ele tentando acordar a garota que parecia comigo. - Abre os olhos, Camila...

Eu não estava entendendo porque ele não me ouvia, eu estava bem ao seu lado e quando encosto minhas maos no seu ombro, eu não consegui toca-lo , minha mão passou direto. Olho a todo meu redor e me levanto, eu estava me vendo, vendo meu corpo sendo quase esmagado pelo desespero do meu pai, era eu ali. Vejo minha mãe agora chorando compulsivamente, ligando para emergência e Sofi entrando no quarto, correndo para me abraçar junto de meu pai.

- Seja forte minha pequena kakki, papai tá aqui eu estou com você.. não nos deixa por favor. - Sinto um pingo da sua lágrima molhar meu rosto, mais a lágrima não tinha caído em mim e sim no meu corpo no chão, toco no lugar onde sentir e meus dedos molham, fecho meus olhos e aos abri-los , parecia que minha alma tinha voltado para meu corpo, eu estava muito sonolenta apenas via todo ao meu redor girar e derrepente apago.

Acordei no hospital, ao abrir meus olhos vejo meu pai dormindo na poltrona ao lado da maca que eu estava. Seu rosto estava tão cansado. Tento me levantar e assim que forço, meu corpo automaticamente cai, meu braço direito estava com uma agulha enfiada nele onde o soro passava. Minha mente não fazia a mínima ideia de como eu havia parado ali. Flores e mais flores enfeitavam o quarto, tinha uma janela e dela fazia entra uma luz fraca no quarto o que me fez pensar que era de dia, eu só não sabia o horário ainda. Mais uma vez tento me levantar e faço um leve barulho na cama, papai que dormia, abri seus olhos lentamente e ao me ver acordada, dar um pulo da cadeira que estava. 

- Graças a Deus.. - Diz ele, ficando ao meu lado e tocando em minha mão. - Minha pequenina, como se senti? - Pergunta, tocando em meus cabelos.

Olho para papai e sentia minha cabeça muito pesada. 

- Eu não sei.. - Falo confusa. - Por que estou aqui? O que aconteceu? 

- Não importa por agora o que aconteceu Camila. Eu só estou tão feliz que acordou minha filha. - Beija minha testa. - Agora sim podemos ir para a casa.

...

Fiquei em coma por 4 dias, tive convulsões pela força dos remédios, o que ocasionou os médicos me amarrem para eu não lascar com o meu braço que já estava todo roxo. Depois do dia que acordei, a noite fui liberada para ir pra casa, fui recebida pelas minhas amigas e alguns amigos da escola, vovó também estava lá e me partiu o coração vê-lo chorar ao me abraçar. Eu deveria está feliz não é Lauren? Eu estou viva, sobrevivi, mas você não está ao meu lado.


Notas Finais


O que acharam?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...