História O que faltava em mim (imagine bts) - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias 100%
Tags Aventura, Bts, Força, Rainhas, Romance
Visualizações 38
Palavras 1.436
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Fantasia, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - O universo não está ao meu favor


Fanfic / Fanfiction O que faltava em mim (imagine bts) - Capítulo 2 - O universo não está ao meu favor


Depois de um tempo ainda dava pra escutar ela correndo nas escadas.

Encarei minha roupa na cama.

S/n - hoje vai ser diferente... eu vou sair um pouco. - digo levando em consideração o que ela disse. - Vou até um café e quem sabe até em uma biblioteca.

Volto pro banheiro e preparo minha banheira com água e espuma.

Tiro meu pijama e entro na banheira, fecho os olhos relaxando.

De repente começo a lembrar do senhor dos bosques. Ou melhor " pai" se é que posso chamar alguém que me viu e criou apenas como uma rainha que tinha que manter-se bem para governar, e nunca me viu como filha, Nem eu nem minhas irmãs. Termino de me esfregar com a esponja e saio em direção ao chuveiro para tirar a espuma.

Saio do banheiro e coloco minha roupa. Era uma calça jeans e uma camiseta de regata. Colo um tênis e pego um casaco estava frio. Desembaraço meu cabelo, pego minha bolsa e saio do quarto.

Desço os degrau de dois em dois. Vou a até a cozinha pego uma maçã e as chaves dos carros junto com a de casa.

Saio depressa sentindo a brisa gelada no meu rosto. Seul estava muito frio esses dias de inverno. Era uma época maravilhosa pra mim. Desisti de ir de carro e fui a pé para desfrutar do clima.

Estava andando distraída quando esbarro em alguém.

XXX - olha por onde anda. - fala se abaixando para pegar uma máscara que caiu no chão.

S/n - me desculpe... - falo me curvando. - Mas foi você que esbarrou em mim.


XXX - que seja! - fala firme me encarando. - garota estúpida...

Ele diz e sai andando depressa.

S/n - nossa que grosso! - grito mas ele faz de conta que não ouve.

Esqueci isso e entrei na cafetaria.

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Fui até a biblioteca depois que tomei café comprei uns livros e fui pra casa.

Chegando lá me dei conta de que já era de tarde. Mas as meninas ainda não tinham chegado.

- " eu mato elas hoje! " - pensei. Zangada.

Deito no sofá da sala e começo a ler um livro.

Minutos depois a porta se abre e risadas melodiosas ecoam no ar. Olho em direção a porta que não era muito distante.

Todas as garotas que nem pareciam ser minhas irmãs entram alegres. Alane a irmã do meio se assusta ao me ver.

S/n - vocês são tão irresponsáveis ao ponto de nem dar notícias?! - grito e elas abaixam a cabeça. - vocês acham o que?! Que estamos de férias nesse mundo?!...

Lisa - praticamente estamos... - sussurrou lisa baixinho mas eu escutei.

S/n - ah é! Suas mundanas! Nem parece que você Lisa era a mais responsável quando estávamos em nosso reino. - digo baixando a cara com desprezo. - não estou dizendo para ficarem presas em casa de uma vez. mas por favor! saiam menos...

Miranda - nossa s/n tu é muito certinha mana. - diz Miranda rindo do meu chilique.

S/n - cala tua boca disgrassa. - diga vermelha de raiva. - Miranda, Alane, Lisa, Anne e Helen. Eu quero apenas que sejam responsáveis, é pedir demais?!... - digo me jogando de volta no sofá e colocando a almofada na cara.

Elas - mais é claro! - dizem juntas e Helen completa - Já pensou a gente perder nossos rolêzim?!

Miranda - você também devia sair as vezes. - diz me derrubando do sofá e sentando no meu lugar.

S/n - ai peste! Bati a cabeça. - me levanto zonza com dor na cabeça. - e jamais iria pra esses lugares insanos que vocês frequentam.

Elas as cinco subiram pra tomar um banho e eu fiquei no sofá deitada com a cabeça no colo de Miranda. Depois fui me trocar e volto rapido deitando de novo no colo dela. Fecho meus olhos já estava sonolenta, estava ficando de noite quando a porta se abre e a Miranda da um grito de alegria muito fino que eu caio assustada no chão.

S/n - eita peste de novo... - digo me levantando e ela continua com seus gritos e sai do sofá indo alegremente até a porta. - que merda é essa Adrina? ! - digo ao ver ela entrando na sala com uns meninos. Não qualquer meninos mas "os meninos".

XXX - BTS!! - gritam minhas irmãs das escadas. Correndo até eles.

- " que maravilha..." - penso e suspiro.

Anne - o que vocês estão fazendo aqui! - ela diz feliz.

S/n - veio comprar alface e erraram o caminho?! - digo esperando que fosse isso. Não gosto de visitas em casa.

Adrina - na verdade é um assunto muito sério que só nós podemos resolver. Mas depois, agora os meninos tem que descansar.

Miranda - devíamos nos apresentar?... - diz ela com um sentimento que consigo destinguir enquanto flertava com um deles.

Adrina - tudo bem. Mas sejam breves. - fala apressando com as mãos. - na ordem de nascimento.

Miranda - ok! Eu sou Miranda e nasci depois da Adri. Tenho 24 anos.

Alane - eu sou Alane. Tenho 23. - fala sorrindo gentil.

Lisa - bom... Oi meu nome é lisa e tenho 22 anos. - ela acena.

Anne - Anne. Tenho 21 anos. - sorri.

Helen - meu nome é Helen tenho 20 anos. - diz sorrindo.

S/n - sou s/n tenho 19 anos. A mais nova. - digo revirando os olhos.

Eles sorriem e acenam.

XXX - é um prazer conhecer as irmãs da nossa amiga. Meu nome é J-hope. E esses são. Taehyung, Jimin, Jin, Namjoo, Yoongi e o mais novo Jungkook.

Todos sorriem e eu volto pro sofá fazendo pouco caso de BTS está na minha casa.

Me jogo com de bruços feito uma morta e só sinto um enorme tapa na Bunda. 

S/n - AI CASSETE! - grito me levantando no sofá massageando minhas nádegas. - vocês só podem está do contra hoje! - digo olhando pra Lisa que me deu um tapa.

Lisa - respeita os meninos e vai vestir um roupa descente que cubra esse teu rabo! - diz ela apontando pra mim.

S/n - o que tem demais com meu....ai merda! - grito ao ver que estava com meu vestido de ceda curtinho. Com certeza mostrou tudo quando me joguei no sofá com tudo.

Me sento no sofá colocando a almofada no meu colo.

Adrina - já que você gosta tanto desse sofá assim. apartir de hoje ele será sua cama...

S/n - o que?! - me levanto incrédula.

Adrina - Isso mesmo que você ouviu. - diz sorrindo. - como só temos seis quartos vazios nessa enorme casa um dos meninos vai ficar sem ter onde dormir então não é justo com nossos convidados.

S/n - então porque ele não fico com o da Anne ou com o seu?! - digo choramingando.

Anne - eu?! A Helen! - diz apontando pra mesma.

Helen - eu não... a Adri e a Miranda que são as mais velhas. - diz se defendendo.

Adrina - chega! S/n vai ser o seu mesmo que é o mais arrumado. - diz olhando com um olhar mortal para as outras por o quarto delas serem uma bagunça.

S/n - Aish! - grito. E subo as escadas.

Os meninos apenas observa tudo divertios

Miranda - onde você vai?! - pergunta quando eu estou terminando de subir as escadas entrando no corredor.

Eu volto e olho pra ela. - o que?! Vai querer que eu dê meus lençóis também?!

Alane - até que não é uma má idéia. - diz brincalhona.

S/n - sua vaca! - grito da porta do quarto. Entro depressa pego meus lençóis e volto. - mas é só para dormir. seja quem for que vai ocupar meu quarto se quiser usar o banheiro vai ter que vim pro daqui de baixo. Não quero ninguém invadindo minha privacidade a esse ponto.

Fuzilo todos com o olhar e me jogo no sofá dessa vez enrolada dos pés à cabeça.

Taehyung - mas você já vai dormir? Nem escureceu direito. - fala apontando pra Janela que mostrava o por do sol.

S/n - já perdi o meu dia mesmo... - digo e a voz sai abafada por causa dos lençóis.

Alguém me descobre o que me faz dar um gritinho de descontente.

Anne - eu pedi uma pizza. - eu me levanto na hora e abro um sorriso

S/n - sério?! - ela acente - Ieeeee!

Das coisa que gosto desse mundo uma delas é a comida.

Vou até a cozinha e o restante do pessoal me acompanha. Cada um ocupa uma cadeira e a Adrina começa a falar.

Adrina - então gente agora é sério. - diz ela nos encarando.

com certeza algo aconteceu e eu precinto que não é nada bom.


Notas Finais


E aí? Façam suas apostas o que será que aconteceu?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...