História O que fazer com essa raiva que me consome ? - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Visualizações 25
Palavras 612
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Drama (Tragédia)

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 1 - 1


Fanfic / Fanfiction O que fazer com essa raiva que me consome ? - Capítulo 1 - 1

Sinto muita raiva o tempo todo , é como se a maldade me consumisse ... Eu não consigo controlar essa raiva que eu tenho de mim mesma ,as vezes eu queria sumir ... Ir pra um lugar onde só existissem nada além de mim .


As vezes eu acho que estou caindo num poço sem fundo , a minha raiva me consome ,não me dixa em paz ... Minha vida é um lixo , a maioria das pessoas que convivem comigo não me suporta , o pior de tudo é que eu gosto disso , eu sou uma pessoa malvada que acha gosto em qualquer fracasso alheio, eu sou sarcástica e ao mesmo tempo tento ajudar as pessoas ,me sinto a pessoa mais falsa do mundo , minha vida é tão estressante que as vezes eu própria me multilava ,por causa das influências eu me cortava me batia ... Tudo o que eu sentia era vontade de amenizar cada gota de raiva que derramava sobre minha consciência , era muito doloroso quem eu achava que se importava comigo fas a mesma coisa se multila , me induzia a fazer coisas erradas que me arrependo até hoje , eu era normal ,era inocente demais pra distinguir o certo do errado ,me deixava levar pelas influências ,mais ainda bem que eu cai na real ,percebi que ninguém ,ninguém mesmo se importava comigo de verdade ,que não valia a pena andar com mas influências , me corta só pra discontar toda raiva que eu sentia ,na real era muito doloroso as pessoas que se multilam e falam pra você se corta que não doi nada mente e muito ,por que além da dor física vem a mental , pra mim já que minha vida nunca prestou nem fazia diferença o que acontecia .

Mais um dia eu vi o mal que eu estava fazendo a mim mesma , vi que não valia a pena sofrer por coisas absurdas , eu vi que se eu continuasse naquelas influências não ia termina bem pra mim , que eu ia se só mais uma fracassada da família , e que eu tinha dois caminhos : segui o lado das más influências ou ser eu mesma ,insuportável ,chata ,briguenta e falsa é claro que escolhi ser eu e pra fala a verdade eu gosto assim ,não tenho mais nenhuma cicatriz de mutilação graças a deus e eu ainda sinto muita ,muita raiva de tudo e todos ,na real eu não sei o que eu sou mais tenho certeza que não sou doente mental e nem psicopata ,talvez teria sido um tempo atrás mais essa minha fase rebelde passou ,e a minha personalidade vem de família ,então já da pra saber que não me dou muito bem com isso .

Quanto as influências ?, ainda continuam se multilando ,e eu não pude fazer nada ,mais eu fis por mim ,e cá entre nós eu amo ser insuportável e cada confusão que eu arrumo ...kkkk mil vezes prefiro descabela algem do que a mim mesma ,por que é menos doloroso só dói pra quem não leva a boa (não é meu caso ) então um conselho de uma troxa ,quando ficar com raiva sai gritando ,pulando e só se tiver motivo (só com motivo) bate na pessoa não em você só pra fazer com que gostem de você porque não funciona ,nem deus conseguiu agradar a todos não sou eu e nem ninguém que vai conseguir.


Eu sei que vocês saberiam lidar melhor com a raiva ,no meu caso eu nasci assim então tô de boa ,a melhor coisa é irritar pessoas chatas ou que fazem ceninha ,eu já queimo o filme de uma vez


Notas Finais


Eu acho que ficou muito ruim ,mais é isso eu não sou escritora nata então tá bom 💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...