1. Spirit Fanfics >
  2. O que mais amava >
  3. Capítulo 7 Momento perfeito

História O que mais amava - Capítulo 7


Escrita por:


Notas do Autor


Boa noite , e espero que todos estejam bem ,e que tenham um ótimo fim de semana ,e bora para mais um capítulo.

Capítulo 7 - Capítulo 7 Momento perfeito


- o que foi ? Quis saber Camus- fica me olhando desse jeito .

- qual jeito ? Milo ficou preocupado 

Deveria dedicar a sua atenção para o prato ,já estava tarde e não poderia ficar ali por muito tempo .e decidiu parar de olhar para Camus com um olhar apaixonado. Camus tinha as bochechas coradas e começou a olhar para baixo , por que começou a sorrir timidamente. e ficou esperando Milo terminar de jantar, assim que Milo terminou foi descendo da cadeira e queria ir para a sua cama, sentia - se muito cansado. 

Mais Camus lhe disse que isso poderia lhe fazer mal, e Milo ficou parado no mesmo lugar , não sabia o que faria até a hora de pode finalmente ir para a cama .ficou em silêncio por um bom tempo, e Camus também olhava para os próprios pés. o que poderia fazer para que Milo voltasse a falar? não gostava quando ele ficava quieto ,mais não tinha nada em mente ,e tinha medo que Milo pudesse ir dormir e passar mal depois .

Foi então que lhe ocorreu uma ideia, Milo gostava de assistir desenho a noite ,e Camus agora tinha algo para mantê- lo mais próximo, para te - lo do seu lado ,e dessa vez não seria como da última vez ,em que acabou rejeitando a aproximação de Milo .e ele acabou doente por ficar do lado de fora na noite fria .

- Milo !Chamou Ele ,sem jeito- será que podemos ver desenho ? 

- juntos ? Ofegou Milo ,voltando a sorrir - sim eu quero muito .

E passou correndo na frente , mesmo com Camus lhe pedindo para não correr ,se o mestre escutasse algum barulho, conserteza iria deixa - Los de castigo .seguiu para a sala da televisão, e sentou - se no chão, deixando Milo escolher o desenho que iria assistir ,Camus afastou - se um pouco por causa da luz da televisão. Milo foi se sentar do seu lado .

Esperava que essa noite fosse tudo diferente ,decidiu ficar quieto para não incomodar Camus ,mais não ficou em silêncio só para não incomodar , e sim por que sentia a sua testa suada novamente .tentou manter seus olhos  sonolento abertos e fixos no desenho .olhou para Camus , e aproveitou que Camus estava concentrado na televisão. deitou no chão tranquilamente .e quando pensou em fechar os olhos .

- Milo !A voz de Camus ,o fez levantar 

- estou com soninho !Disse Ele , esfregando os olhos 

- gosto quando fala assim !Falou Camus , sem olha - lo - fica mais fofo .mais você não pode deitar ainda .

- mais tenho certeza que não vou vomitar !Disse Milo , calmamente 

- você bebeu mais de dois copo de suco !Fez questão de lembra - lo , e Milo suspirou desanimado 

- não estou aquentando mais ficar sentado, estou com sono !E Milo abaixou a cabeça com tristeza - não vou dormi ainda , por que quero continuar perto de você. 

Mesmo que Camus fosse reclamar, Milo voltou a deitar no chão e prometeu que não dormiria ,e já não parecia mais se importar com mais nada . o que deixou Camus preocupado ,e ficou olhando para o rostinho de Milo , que parecia ter adormecido , Camus não queria vê- lo triste daquela forma , resolvel deitar do seu lado .e segurou a mãozinha de Milo com carinho .

Mais soltou no instante, em que Milo deitou de lado e ficou de frente para ele ,os olhos de Camus ficou fixos no lábio muito pequeno de Milo , mais desviou seu olhar .Milo se mexeu e abriu os olhos e tornou a fecha - los ,um pensamento começou a perturbar sua cabeça, e ao mesmo tempo que queria, não poderia por que ainda era muito pequeno , mais Camus amava tanto Milo ,e sentia que queria saber como era fazer aquilo ? colocou sua mãozinha no rostinho de Milo .

E tentaria acorda - lo ,o seu lábio estava chegando mais perto e chamou por Milo .

- Camus...Camus ..

A sua voz quase não saiu ,e achou que seu coração morreria , Camus estava muito perto e Milo queria muito dizer o seus sentimentos, aquele era o momento perfeito para se declarar .se Camus estava ali, e aquele olhar parecia demonstrar os mesmo sentimentos. as lágrimas começou a percorrer com rapidez o seu rostinho, Milo tinha os olhos fixos no seus .

Tudo poderia mudar agora na sua vida ,se disesse o quanto o ama .poderia ser mais que amigos , mesmo que depois a distância os separasse .Camus seria o seu companheiro, o coração e o amor dele seria somente seu . não conseguia nem falar ,tinha que tentar falar ou como Camus saberia ? 

Como queria pode dizer todos os dias para Camus o quanto o ama ,e ouvi -lo corresponder era tudo que queria .

- Camus ..eu .. eu .

- Milo fale !Pediu Camus ,sorrindo ,enquanto suas bochechas ardia furiosamente 

Mais Milo não conseguiu falar , e Camus afastou- se preocupado , quando os dois ouviu a voz de quem menos queriam ver .

- vou falar para o mestre Shion !Disse Máscara da morte ,e saiu correndo ,e no caminho tombou com Afrodite .

Camus e Milo trocou um breve olhar ,e sabia o que poderia acontecer e não demorou muito , Afrodite tocava a testa e começou a chorar muito alto , e Máscara da morte apenas tornou tudo mais pior .

- você estava no caminho!Disse Ele , em voz alta e zangada .

- você veio correndo !Soluçou Afrodite ,limpando os olhos .

- Afrodite , está doendo muito ? Perguntou Camus, aproximando - se 

- você sempre fica perto dele!Rugiu Máscara da morte , e segurou o braço de Camus- o que você quer com ele ? sai de perto dele .

- Camus !Chamou Milo , ficando de pé, mais sem forças para defende- lo .

- parem agora com isso !Disse Aiolos ,afastando os menores 

E Camus voltou correndo para perto de Milo , explicando para Aiolos que Máscara da morte foi o causador de toda confusão. logo as outras crianças entraram na sala ,por que tinham ouvido o choro de Afrodite ,e os gritos de Máscara da morte. 








Notas Finais


tinha tudo para dar certo ,mais aí estragaram o clima .espero que tenham gostado .


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...