História O que não fazer quando se estiver bêbado - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias The Seven Deadly Sins (Nanatsu no Taizai)
Personagens Elizabeth Liones, Meliodas
Visualizações 99
Palavras 751
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Ecchi, Famí­lia, Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 2 - Adeus!


Meliodas tinha acabado de acordar quando olhou para o outro lado da sua cama, ficou confuso quando não viu Elizabeth ao seu lado.

Parou um tempo para pensar onde ela estaria, até que sentiu um cheiro forte de café pela casa.

Se levantou então para olhar, enquanto descia as escadas, vou algumas coisas fora do lugar, caídas no chão. 

Começou a rir ao lembrar da noite louca que teve com sua melhor amiga.

Ao chegar na cozinha,  se deparou com o café da manhã na mesa, e Elizabeth pegando o recipiente de vidro de onde vinha aquele maravilhoso cheiro de café. 

 

Elizabeth não precisa ficar fazendo comida, eu já te disse - falou o loiro sentando na mesa para o dejejum 

Que isso, eu faço questão! - respondeu Elizabeth

 

Um silêncio tomou conta da casa, enquanto os dois evitavam se olhar.

Mas a curiosidade acabou tomando conta de Meliodas, e ele se encheu de coragem para falar

 

Elizabeth, sobre ontem...

Estávamos bêbados, não tem mais nada para falar - respondeu Elizabeth cortando o loiro

Então,  você não quer conversar sobre o assunto? - perguntou Meliodas um tanto decepcionado com a resposta da Elizabeth

Nós não temos nada para falar, temos? 

Você tem razão, estou sendo ridículo -respondeu o loiro voltando a comer as torradas que estavam em seu prato

Meliodas?

Oi?

Eu estou indo embora

O que? Por que?

Eu consegui um emprego,  vou trabalhar em uma escola 

Que notícia ótima Ellie,  mas você pode continuar aqui se quiser - respondeu Meliodas

Está na hora de tomar um rumo na minha vida, preciso esquecer Gil, o mesmo vale para você 

E para onde você vai?

Não precisa se preocupar, encontrei um lugar maravilhoso para ficar por enquanto, e quero que você vá me visitar - respondeu Elizabeth 

Eu vou sim, mas é quanto ao seu sonho de ser mãe?   - perguntou Meliodas

Eu posso ser mãe,  e sem precisar de um traste na minha vida - respondeu Elizabeth levantando da mesa

Minha Elizabeth,  já tão crescida!

 

Meliodas e Elizabeth tinham crescido juntos, eles eram melhores amigos, estavam sempre um do lado do outro para tudo.

E apesar de Meliodas se orgulhar disso, ele não conseguia esquecer o que tivera acontecido na noite passada.

Tantos sentimentos misturados, estava óbvio que não era mais uma simples amizade.

Mas se Elizabeth não queria tocar no assunto o que ele poderia fazer?

Tudo que lhe restava elena fingir que nada tinha acontecido, e tentar esquecer, mantendo a aparência de que Elizabeth ainda era sua melhor amiga.

 

Elizabeth!

O que?

Você não me contou que tinham te contralado - falou Meliodas acreditando que Elizabeth poderia estar inventando essa desculpa para ir embora

Me ligaram hoje

De madrugada? - ele perguntou de forma irônica 

O que quer dizer? Não acredita em mim?

Só estou achando tudo muito rápido 

Me ligaram hoje de manhã,  achei que ficaria feliz por mim, já que agora você vai poder trazer mulheres para sua casa - falou Elizabeth zoando seu amigo

Você sabe que eu tava bêbado quando falei isso ontem né? - respondeu Meliodas

 

Elizabeth deu com os ombros e subiu as escadas até seu quarto.

Ela arrumou suas coisas para colocar dentro da mala, enquanto Meliodas tomava banho para ir ao trabalho.

 

Precisa de auda? -perguntou Meliodas ao ver Elizabeth descendo com as malas

Não,  eu já chamei o útero - respondeu Elizabeth 

Não sabia que você já tinha alugado uma casa - respOnde Meliodas 

Você não achou que eu ia morar aqui para sempre né?  Eu estou com um dinheiro no banco, e estava vendo essa casa faz um tem inho

Vou sentir saudades! - respondeu Meliodas

Eu também vou! - Falou Elizabeth abraçando seu amigo

Não vá fica levando garotos de programa para dentro de casa! -falou Meliodas

O mesmo serve pra você! 

Não sou chegado a homens, só em mulheres - respondeu o loiro

 

Ele esperou o carro chegar junto com Elizabeth. 

Ajudou a colocar as malas da garota dentro do carro, e mais uma vez a abraçou,  pois ambos se davam muito bem juntos, e sentiriam saudades um do outro.

 

Você sabe que pode voltar né? - falou Meliodas

Idiota! - respondeu Elizabeth

Adeus Elizabeth! - falou o loiro tirando suas mãos de Elizabeth

 

Elizabeth entrou no carro e o motorista acelerou no rumo que deveria tomar.

Deixando Meliodas cada vez mais longe do campo de visão de Elizabeth.

Enquanto em seu coração permanecia a frase que a mesma não teve coragem de dizer

 

Adeus Meliodas!


Notas Finais


Demorou mais saiu rs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...