História O que o amor não faz (Gaamatsu) - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


Boa leitura babys

Capítulo 4 - Poder supremo de Matsuri


Fanfic / Fanfiction O que o amor não faz (Gaamatsu) - Capítulo 4 - Poder supremo de Matsuri

Eu arrumo minha mochila para a viagem pois alguns dias, eu voltarei para Suna, Vila Oculta da Areia, há muito tempo, Shukaku criou uma areia, areia de ferro um poder incrível e raro mas não sabia que havia criado vida, Kibō, a nome-o. Ela foi selada em mim, ainda na barriga de minha mãe

— Matsuri-san - falou Temari e a olho

— Temari? O que foi?

— Você viu Gaara?

— Não o vejo desde de manhã...

— Acho que ele viu você e Naruto tomando café juntos...

— E Hinata também viu, expliquei para ela que ele só me fez uma gentileza pois não havia tomado café da manhã

— E acho que foi por isso também que Gaara perdeu o controle

— Ele perdeu o controle do Shukaku?

— Sim...

— Fique aqui, vou impedi-lo!

— Ok...

Sinto o chakra de Gaara, droga, sinto também o chakra de Shukaku. Quando chego, ele tenta matar Sasuke-kun, mas Sakura fica em sua frente e protegendo Sasuke

— Saia do meu caminho! - Ele prende Sakura numa árvore, a esmagando

— Sakura-chan! - grito Naruto

Fico ao lado de Naruto que me olha assustado

— Naruto...

— Eu posso liberar Kurama...

— Você não pode, isso entre mim e ele!

— Têm certeza?

— Naruto, deixe comigo e saia daqui...

— Isso deixe Kurama sair garoto - falou Shukaku

— Já chega Shukaku! - falei/Kibō é uma cão-guaxinim também e que têm o dom da areia de ferro que Shukaku crio a séculos e a nome-o o nome , e foi selada em minha mãe, e herdei os poderes dela também.

— Kibō? - falou Shukaku, meus olhos ficam azul e preto ao redor, ele tomou quase praticamente o controle de Gaara. — Por que os protege?

— Eu sempre acreditei em você, Shikaku e no seu portador, Gaara

— Kibō, cale a boca! - Shukaku solta Sakura e Sasuke a pega e Naruto os acompanha e vão indo embora — Eu irei destruir esse país

— Você foi muitas coisas Shukaku - Sinto Gaara lutar mas não conseguia, Shukaku era forte demais — Mas nunca foi cruel, seu ódio pelos humanos corrompeu o propósito de Hagomoro

— Calada!

— Venha fazer idiota!

Shukaku joga a areia em mim e desvio facilmente, minha garra pegou no rosto de Shukaku, e ele rosna, batemos um no outro

Kibō: “Precisamos afetar Shukaku e Gaara ao mesmo tempo!”

Eu: “Fisicamente ou sentimentalmente?”

Kibō: “Sentimentalmente, Shukaku e Gaara são mais parecidos do que pensa, e quando estiver perto suficiente de Gaara, dê um soco nele e quando ele voltar, estará sem chakra”

Eu:“Então vamos afetar eles profundamente mais do que agente conseguir!”

— Está conversando com a tal Matsuri? - perguntou Shukaku já gigante, Kibō também ficou, enorme. Uma bola gigante de areia negra.

— Ainda bem que Hagomoro não está aqui - falou Kibō

— Não fale do meu pai...

— Você envergonha a memória dele, ele morreu acreditando em você!

Kibō fica perto na sua frente, eu não acreditei que ela conseguiria fazer isso, ele confia demais em Kibō

— Sabe muito bem que eu sempre honrei a memória do meu criador

— Eu sei Shukaku, você me crio, sabe que nunca lhe abandonaria

— O que está dizendo?

— Não vou desistir de você e nem do garoto

— Por que se interessa por esse garoto?

— Ele se parece mais com você do que imagina Shukaku!

Ela ficou perto suficiente para eu atacar Gaara, só consegui da um soco na sua testa mas foi o suficiente para Gaara ter o controle novamente de Shukaku e de seu próprio corpo. E Kibō deixa eu voltar aspara mim mesma, caímos numas árvores que eram próximas

— Você acha mesmo que pode me salvar? - falou Gaara/Shukaku

— Você não se lembra? - perguntei, deitando minha cabeça nas flores e o olho, ele poderia me atacar já que não estou em modo defesa mas não o fez, só me olha

Kibō: “Mesmo sendo meu criador, é um idiota cabeça dura teimoso, dá vontade de bater nele, tenho pena do Gaara por aguentar ele, Matsuri-sama”

Eu: “Me ajude, Kibō-kun”

— Eu te salvei uma vez, nunca te vi como um monstro Gaara-kun! Nem você... Shukaku! - eu/Kibō falamos

Eu vi o ódio de Shukaku desaparecer e só ter o Gaara, ele me olha ameaçadoramente como sempre, sabendo que era ele e não Shukaku, deixo Kibō dormir, pois eu a acordei... Kkkk. Mas os galhos da árvore que me seguram sede e eu cair no chão

— Mat-Matsuri? - ele cai de joelhos diante de mim, vejo Sakura-chan, Sasuke-san, Naruto-kun e Kakashi-kun estavam perto de nós, Kakashi-kun cuidava dos ferimentos de seus alunos, me lembra minha amiga Seina-chan e nossa sensei Hanare

— Bem que a Kibō falou que Shukaku era barra pesada! - falei rindo

— Por que fez isso? Poderia ter te matado! - falou Shukaku — Por que se arriscou?

— Por que... mesmo não os conhecendo totalmente, eles são importantes pra mim - Vejo que isso os afeta e olho Gaara, coloco a minha mão na sua e ele me olha — Você é importante pra mim, meu amigo!

Lágrimas saem de Gaara e ele me abraçou, vejo o Time 7, se juntam a nós, nos separamos e limpo suas lágrimas

— Como pode ser amiga dele? - perguntou Naruto-kun

— Você nunca sentiu a dor do Bijū dentro de você, não sabe o que é ver pelos olhos e não poder fazer nada pois perdeu o controle! - falei olhando Gaara — Mas algo em comum entre vocês Naruto-kun, até eu já sentir

— E qual seria Matsuri-san?

— A dor da solidão - falei mais aliviada de dizer, sinto todos me olharem — As pessoas te olhando com ódio mesmo não ter feito nada, mas pelo simples de ter Bijūs dentro de si. A dor de está sozinho, é uma droga!, não é?

Naruto-kun baixar a cabeça assim como todos, mesmo com medo de Gaara, Sakura-chan veio até mim e me cura, pois eu estava toda machucada

— Matsuri-san...

— Você precisa descansar Matsuri-san! - falou Kakashi-kun — Até os médicos chegarem!

— Não, eu entendo tão bem os sentimentos de vocês, pois eu já sentir isso e às vezes, contínuo sentindo! - Vejo todos me olharem pois eu cuspi sangue, Sakura se afasta — Desculpe...

— Me desculpe Matsuri-san - Eu olho espantada e surpresa pela atitude de Gaara — Eu não queria te machucar!

— Matsuri! - Era voz de Seina-chan, ela quer ser médica ninja e vejo ela, Temari e Kankūro chegando e nossa sensei, Hanare. O time 7 fica espantado ao vê-la, será que eles conhecem Hanare-sensei faz curativo em Gaara e em mim, enquanto Seina-chan nos curou

— Hanare-sensei - falou Gaara-kun

— Fale nada Gaara, eu e Seina vamos cuidar de vocês!

— Preciso mesmo dormir! - Eu fecho os olhos cansada, Seina cura todos os machucados de Gaara e Matsuri

— É normal ela dormir Seina?

Seina o olha, ela também não tinha medo de Gaara

— Sim Gaara-kun. Vocês lutaram?

— Sim... Ela disse que sou amiga dela!

— É raro Matsuri falar isso - Falou Seina e ela sorrir para Gaara que estranha — Eu posso ser sua amiga também?

— É claro...

— Que bom, Hanare-sensei - Seina olha Hanare que olha Kakashi que não desvia o olhar e o jovens genins pensava que ela estava morta, Hanare a ouviu e ela a olha — Nós já vamos?

— Espere um pouquinho, todos precisamos descansar antes de começarmos viagem novamente

— Sim Sensei - falou Seina e Gaara

— Temari, Kankūro - Hanare os olha — Por favor, os ajude a ficarem deitados em algum lugar, seguro

— Ok Hanare

Levam Matsuri e Gaara para outro lugar, e Hanare se aproxima do Time 7

— Olá gente!

— O que está fazendo em Konoha? - perguntou Kakashi

— Atrás de meus discípulos!

— Nós.. Vamos esperar perto da entrada da Vila sensei - falou Sakura arrasta Naruto junto com Sasuke

— Você é a sensei deles?

— Sim... É bom vê-lo Kakashi mas tenho que ir!

— Hanare - Kakashi pega pelo braço e seu rosto fica quase calado no rosto de Hanare, ele tira sua máscara e a beija que retribui (Quem não queria beijar Hatake Kakashi). Eles se separam sem fôlego, Kakashi põe a máscara novamente e Hanare cora um pouco e vai até seus alunos

· · • • • ✤ • • • · ·

A viagem estava muito quieta e todos atento, chegamos perto de um riacho. Eu me sento e encosto numa árvore, um pouco longe e tento dormir

— Matsuri? - me viro para quem me chama, Gaara

— Oi...

— Posso lhe perguntar uma coisa?

— É claro

— Você ficou interessada em Naruto?

— Naruto? Não... Porque perguntou isso?

— Por que você e ele estavam se despedindo animadamente

Eu fiz amizade com todos, com Naruto, Sakura, Hinata e até com Sasuke

— Naruto é meu amigo, não é por ele que tenho sentimentos

— Não foi isso que vi! - A cara de Gaara fica com cara de desconfiado, mas fui salva por Kankūro, quem diria pois o descanso acabou, voltamos andar novamente e chegamos na Vila da Areia, eu vou pra minha casa, eu a abro a minha casa e começo a limpar, após um tempo eu terminei, tirei o pó como sempre faço. Vejo a foto minha e de minha mãe, da minha avó e do meu pai.

— Matsuri-san - Eu me viro e vejo Seina, ela uma kunoichi de nível Genin na janela

— Seina-chan, está bem depois da viagem? - perguntei animadamente

— Sim, e você, sente alguma coisa?

— Não Seina-chan, eu estou bem

— Tenho uma novidade

— Novidade? Qual?

— Os superiores da Vila me fizeram médica!

— Médica? Finalmente, eu sabia que conseguiria!

Eu a abraço e pulamos juntas de alegria, fico feliz que minha melhor amiga

— Matsuri... - Eu me viro e era Gaara, um monte de gente correu, que ridículo isso e Seina saiu andando com um sorriso malicioso, essa pervertida!

— Gaara-kun... - falei sorrindo e ele só me olha

— Desculpe por ser grosseiro com você!

— Você quer entrar? - Eu entro, me sento e ele se senta ao meu lado

— Não vai te causar problemas?

— Não se preocupe comigo!

— Matsuri-san... Eu... Eu...

— Hey! - Coloquei a mão na sua e me ajoelho em sua frente e ele me olha — Você está bem?

— Sim, só tenho que encontrar as palavras


Notas Finais


Deixe seu comentário se gostou, obrigada por ler


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...