1. Spirit Fanfics >
  2. O que o verão levou >
  3. Os seus sonhos irão te lembrar

História O que o verão levou - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Olá! Como estão?

IMPORTANTE DESDE JÁ: coloquei AVISO DE GATILHO, pois essa fic citará coisas como suicídio, violência física, agressão verbal e psicológica, automutilação, entre outras coisas. Tentarei ser o mínimo descritiva possível, afinal, todo cuidado é pouco. Se você estiver se sentindo muito TRISTE, estiver em um DIA muito RUIM ou de muita SENSIBILIDADE, recomendo que não leia ainda. Eu não tenho problema, pra mim não faz muita diferença o dia, sei lidar com coisas muito piores na ficção (sendo que essa definitivamente não é a fic mais pesada ou triste do site, nem da categoria nem nada ksdnfsnd), mas... como eu disse, todo cuidado é pouco.

Apesar disso, isso também é coisa mais "do passado" das personagens, e aqui as questões da superação e da autoaceitação também serão abordadas no "presente". Espero que gostem! Os capítulos não serão tão grandes quanto os que costumo escrever, ao menos no início. Mas esse não é um capítulo, é um prólogo, então é bem menor do que o normal skdfnsdnfknsdfksd. Não se preocupem.

PS: E eu não vou abandonar minhas fics não, viu? Scarlatti tá parada porque estou bastante insegura e por isso com dificuldade e OFDR voltou com uma versão melhorada! Link no final. Esperem por fics postadas no HU também XD

Capítulo 1 - Os seus sonhos irão te lembrar


Ele estava perto demais da fogueira. O calor fazia sua pele arder, seus olhos mal se mantinham abertos, feridos pela luz das chamas. Ele estava perto demais, realmente. Ouvia o crepitar da fogueira claramente dali, abafando tudo à sua volta. Um som suave e gostoso que ao se tornar seu objeto de foco conseguiu deixá-lo surdo para todo o resto. Ele gostava da sensação. Gostava da ardência em sua pele. Gostava da luz machucando seus olhos. Gostava do crepitar se infiltrando em seus ouvidos. Gostava, principalmente, de não ouvir mais nada além daquilo. Não escutava mais as brincadeiras de seus hyungs. Não escutava mais as risadas altas que eles davam. Não escutava. 

Era como estar sozinho. 

Ele gostava de estar sozinho. Gostava porque era muito melhor do que estar ali e se sentir tão deslocado e mal. Ele não pertencia mais àquele grupo. Não pertencia a lugar nenhum. Era como se sentia, era o que sua mente dizia todo dia, era do que não conseguia mais escapar. Mesmo que fossem mentiras contadas por sua mente traiçoeira. 

Um toque em seu ombro trouxe tudo de volta. As brincadeiras, as risadas, os cheiros, a presença de outros.  Não estava sozinho. Olhou para o lado, surpreso ao ver o corpo magro se sentar no chão ao seu lado. Seu coração respondeu imediatamente, acelerando-se com a aproximação repentina. 

— Hyung — falou ele com os olhos ainda meio arregalados —, não, o fogo vai te machucar. Sua pele não é como a minha! Vai se machucar!

Seu hyung sorriu tranquilo, olhando para ele como se nada tivesse sido dito. Ainda não tinha soltado seu ombro e ele gostava disso. Era quente, mas não machucava. Na verdade, era bom, o que se tornava muito importante ao se aliar ao fato de que sentir algo positivo se tornara extremamente raro. 

— São onze horas e cinquenta minutos. Dez minutos para o seu aniversário. Eu prometi que ia estar ao seu lado quando completasse seus catorze anos, não prometi?

Ele sorriu fraco, olhando para as próprias mãos enquanto essas mexiam nas folhas pegas do chão. De novo, seu coração acelerou, não demorando um segundo a mais para tornar-se apertado. Imediatamente, olhou para o lado oposto de seu hyung, observando os outros. Observando outra pessoa, especificamente. Outra sorrindo de maneira tão doce que fazia seu mundo parar, e a sensação piorar. 

Você é horrível, dizia sua cabeça, Você é o pior. E ele não conseguia contradizê-la.

— Não precisa, hyung — murmurou, voltando a olhar para as próprias mãos. 

O hyung deslizou a mão em seu ombro esquerdo pela parte de trás de suas costas, abraçando-o de lado, e encostou a cabeça na dele. Foi impossível não olhá-lo. E ele viu como seu hyung sorria. Grande, doce, tão lindo quanto um anjo que ainda conseguia fazer seu coração gelado se aquecer. 

— Eu não vou te deixar, Jeonggukkie. Nem adianta tentar me convencer.

Ofegante, Jeongguk acordou, sentindo o coração doer como há muito tempo não fazia. Colocou a mão sobre o peito, sem ar. Não conseguia respirar. Não conseguia pensar em mais nada além daquilo. Daquela cena. Do toque de seu hyung em sua pele, do cheiro característico de sua pele e de seus cabelos, de seu olhar cheio de calor e amor, de seu sorriso sincero e transbordando todo o carinho do mundo direcionado a si. Sentiu as lágrimas grossas escorrerem por suas bochechas, sem conseguir se conter, os soluços vindo com força de forma que a única reação que conseguiu ter foi tapar a boca com as mãos.

Depois de anos, sua mente trouxera aquela lembrança em forma de sonho: a última vez que vira o sorriso de Min Yoongi.


Notas Finais


Teve TANTA gente que me ajudou com essa fic que, sinceramente, complicado. Mas obrigada, como sempre, minhas amadas Tay, Nanda e Daisy. Obrigada, Miyu, também, por se interessar nas MPs sdnfknsdkfnsknfjdsk. Obrigada, Kaju, pela capa e ME DESCULPE por mudar tanto de ideia kdsnfkdsn. Te amo, maravilhosa <3. Obrigada, Bruna, por existir. Obrigada, Stephanie, por ter opinado sobre muitas coisas minhas e ter me deixado mais segura pra postar qualquer coisa XD.

=> Fic com Taegi, com Jihope e também casal hétero que eu indico muito hihi (OFDR IS MY BABY):

https://www.spiritfanfiction.com/historia/os-filhos-do-rei-15794931

=> Uma femmeslash (fem!Yoongi) fofinha pra suavizar a tristeza do encerramento com "o que aconteceu com o Guinho?":

https://www.spiritfanfiction.com/historia/signal-16654242

=> Pra quem também gosta de "somente" hétero, "aleatoriamente", fics do Joon para o setembro amarelo:

https://www.spiritfanfiction.com/listas/5-yellow-joon-5137759

=> Também vão ler minhas fics mais levinhas com o Kook:

https://www.spiritfanfiction.com/historia/make-it-rain- (Oneshot Jungri)

https://www.spiritfanfiction.com/historia/scarlatti-15920970 (Long-fic JK x O.C.)

Indicando só elas porque eu sou cheia do drama sdnfdsnfksd.

E fim. Obrigada por terem lido e até o próximo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...