1. Spirit Fanfics >
  2. O que seria de mim sem vc >
  3. Aluna Nova - Cap 11

História O que seria de mim sem vc - Capítulo 11


Escrita por:


Notas do Autor


Desculpe se o desenho ta ruim ^^

Capítulo 11 - Aluna Nova - Cap 11


Fanfic / Fanfiction O que seria de mim sem vc - Capítulo 11 - Aluna Nova - Cap 11

Medo

Era isso que a pequena Mono sentia ao ver tantas pessoas a olhando, ela olhava para sua mãe e seu olhar era de irritação, um olhar que ela só via quando elas assistiam televisão e Endevor aparecia. Quando ela olhou para o seu pai ele tinha a mesmas expressão.

Após chegarem na delegacia eles se surpreenderam ao verem ñ só os policias/herois como repórteres querendo faze-lhes Perguntas. Eles passaram direto e entraram na delegacia, lá um policial para que ele os seguissem para uma sala.

Todoroki On

Um policial tinha pedido para que eu e Izuku os seguisse. Um homem-cão e alguns policiais apareceu querendo conversar.

- Todoroki Shoto, é muito bom ve-la novamente, mas ñ é isso que irei conversar com vc au - Levanto uma sombrancelha - Nós queriamos conversar com vc sobre o que aconteceu no local onde vc estava.

- Alguns vilões tremeram quando viram vc, eles disseram que vc lutou contra eles - Polícial.

- Sim, eu acabei lutando contra eles.

- Vc violou as regras au, ninguém pode agir sem ser uma licença de herói, isso que vc fez fo-

- Vc acha que eu iria deixar as pessoas lá feridas enquanto os vilões atacavam?! Seu cachorro!- Todoroki se levanta.

- Shouchan - Ele sevira meus ombros.

- Ñ Izuku ele está errado, mesmo que eu ñ tivesse permissão eu ñ podia deixar as pessoas se machucarem, ñ tinha ninguém lá e eu ñ podia deixar as pessoas se ferirem, eu ñ estava fazendo isso só pela minha filha e sim por todos que estavam lá, afinal é isso que heróis fazem, salvar as pessoas mesmo que isso significa arriscar a sua própria vida.

- Eu sei que o que eu fiz foi errado, mas eu ñ tive escolha, era isso ou deixar as pessoas morrerem - Digo e ele olha diretamente para Mono que esconde seu rosto em meu peito com medo.

- Vc e a criança iram para o hospital, Midoriya venha conosco au - Eles saiem e Izuku foi com eles.

Midoriya On

Eles me levaram para uma outra sala, as pessoas me olhavam incrédulas para mim, mas eu ñ liguei. Quando chegamos na sala eu me sentei e o chefe da Polícia, Kenji Tsuragamae pegou um papel e me olhou.

- Por que vc escondeu Shoto Todoroki esse tempo todo? - A primeira pergunta dele já estava me encomodando.

- Eu ñ posso dizer - Viro meu rosto, sei que eu podia falar que ela fugiu por abusos domésticos mas eu... . O silêncio já encomodava, um policial aparece e entrega um bloco de papel para o Senhor, ele coloca os papéis na mesa e me olha.

- Shoto Todoroki fugiu por está esperando um filho seu?

- Ñ!, a Mono nasceu 1 ano depois do desaparecimento dela - Ele cochicha com o homem que tinha trago os papéis e me olham novamente.

- O que vc estava fazendo no local, jovem au - Ele muda de assunto.

- Eu estava lá porque eu queria salvar o meu amigo, ñ só eu como os meus colegas.

- Vcs e seus amigos poderiam ter sidos machucados estando lá, mas graças ao All might vcs estavam bem, isso está sendo um viral até mesmo o vídeo.

- Vídeo?

- Uma repórter estava passando a folga com a família quando o ataque aconteceu perto do local onde o vilão apareceu, e quando a jovem Todoroki ajudou eles, ela começou a gravar, au. Ela gravou tudo, quando vc apareceu, quando ela lutou contra os Nomus e quando vc chorou com a mensagem do All might, au.

Dou um pulo na cadeira com o que ele falou, a repórter gravou tudo até o meu choro!

- Esse vídeo está sendo reproduzido em todos os canais da tv au, o que me impressionou foi como ela lutou com os vilões e os Nomus, que foram um dos alvos mais pesados pro All might derrotar, ela derrotou um deles com uma cabeçada - Ele coloca o dedo em minha frente - Com aquela voz ela fez os Nomus a obedecerem, e o que ela me disse na sala: Eu ñ poderia deixar que as pessoas se ferisse, afinal é isso que heróis fazem, salvar as pessoas.

- A Shouchan tem esperança de se tornar uma heroína - Penso alto

- Vcs jovens estão cheios de esperanças, obrigado pelas suas respostas, há! eu tinha me esquecido, os herois e o governo ficaram imprecionados pelo o vídeo e querem falar com a jovem Todoroki - Ele se levanta e começa a saí

- Mas assim tão rapido?! - Eu o sigo.

- As notícias correm rapido jovem au, venha, um carro ira lhe levar para o hospital onde a Jovem Todoroki está - Nós andamos pelo corredor da Polícia até a saída, foi quando eu vir o Kaachan.

- Kaachan, vc está bem? - Me aproximo dele, ele para de andar e me olha, o olhar dele era de raiva mas tinha um sentimento de triqueza neles. Ele ñ responde nada e entra na delegacia.

- Kaachan

- Midoriya-kun - Esculto a voz do Kirishima correndo até mim junto com Yaoyorozu, Daybreak e Iida.

- Pessoal, o-oi

- Midoriya-kun, está bem nós ficamos preocupados quando vc pulou - Kirishima

- Vc poderia ter morrido naquela altura - Daybreak.

- Que bom que está a salvo - Yaoyorozu. Eles começam a falar sobre o quanto eles estavam preocupados comigo.

- Midoriya-kun - Iida, que estava um pouco longe chama minha atenção - Vc realmente escondeu Shoto Todoroki e tem uma filha com ela?!

- Iida-san, concordamos em ñ falar sobre isso - Yaoyorozu. O silêncio permaneceu por um tempo até eu quevra-lo.

- Sim, mas eu ñ tive escolha, é um assunto delicado - Coço minha nuca, eu estava nevorso.

- Jovem Midoriya, vamos, au - O senhor Kenji me chama.

- Aaa claro, desculpa pessoal mas eu tenho que ir - Vou até ele que segurava a porta do carro.

Quando chegamos no hospital vir uma certa pessoa que eu ñ queria ver naquele momento. Endervor gritava com uma enfermeira dizendo que queria entrar no quarto, provavelmente ele queria ver a Shouchan, eu me aproximo e ele se vira.

- Vc! - Ele se aproxima de mim.

- Eai Sogrão - Tiro onda com a cara dele que ñ gostou e se estressou ainda mais, ele me pega pelo colarin da camisa e grita.

- Como vc ousa esconder a Shoto todo esse tempo!! - Ele range os dentes

- Vc sabe muito bem o motivo dela ter fugido, eu ñ queria que ela voltasse para um monstro como vc - Me solto dele e abro a porta sem antes dizer:"Fique longe dela e da minha filha". Entro no quarto fechando a porta na cara do Herói número 2.

- Izuku - Shouchan vem em minha direção me abraçando e eu a retribuir, sinceramente eu ñ queria sair do abraço dela.

- Izuku, o que aconteceu? - Ela se afasta mas com as mãos em meus ombros.

- Depois eu falo, Mono - Olho para Mono que estava sentada na cama do hospital, ela tinha um curativo no joelho direito e outro no braço esquerdo.

- Papai~ - Seus olhos começam a brilhar de choro, eu e a Shouchan vamos para perto dela e a abraçamos.

- Está tudo bem Mono, o Papai e a Mamãe estão aqui com vc - Ela chora, aquele choro foi como uma pontada no meu coração, Mono nunca chorava assim, ela apertou minha blusa ainda chorando muito.

Narradora On

Alguns dias se passaram e a notícia de que Shoto Todoroki estava viva e com uma filha com um dos alunos da UA, ficou em primeiro lugar nos jornais e na Tv. Os colegas de Midoriya ficaram felizes que Bakugou estava a salvo e surpreendidos com a notícia. O governo viram o vídeo e souberam que Shoto possuía um QI de 210, eles foram até ao diretor Nezo para colocar Shoto Todoroki como uma nova aluna da UA, eles sabiam que estava no meio do ano mas ñ podiam deixar uma prodígio para trás.

Kaguya recebeu próteses mecânicas no seu braço direito e na perna esquerda, as demônios também receberam, Daybreak na para dianteira direita e Nightmare Moon na pata traseira esquerda.

Endevor ainda estava processando tudo que tinha acontecido, sua Obra-prima estava viva e com uma filha. Ele até ficou bem feliz com o que o governo queria com Shoto. Fuyumi e Nastou ainda ñ conseguiam processar o que tinha acontecido, agora, tudo o que elea queriam era ver a sua Irmãzinha caçula, e sua sobrinha. Enquanto Dabi, bem...

Shoto pensava sobre o que o governo disse a ela:" Vc tem abilidades incriveis e nos empressionamos o modo como vc ordenou os Nomus a obedecerem, porfavor aceite a nossa proposta de entra para a UA". Ela conversava isso com o Izuku, ele achava a proposta incrível, Afinal ela sempre quis se tornasse uma heroína. Mono se mantia muito quieta nos últimos dias.

A coordenação da UA decidiu que queriam fazer os dormitórios para que os alunos, claro, com as permissão dos pais dos alunos, Aizawa e All might magrela foram para as casas nos alunos.

Por último All might magrela falou com Inko a respeito sobre Izuku, mesmo ele estando morando sozinho ele ainda tinha sua mãe como responsável dele, de primeira ela ñ conseguiu aceita mas logo que Midoriya mostro a carta de Kouta e das palavras de All might ela muda de opinião. Antes de All might ir embora ele decidi falar com Midoriya.

- Jovem Midoriya, eu estou surpreso com o que aconteceu, por isso que quando eu toque no assunto da Jovem Todoroki vc mudava de assunto.

- Sim, sinto muito por isso - O esverdeado coça a nuca.

- Bem, pelo menos vc é pai, invejo vc - Ele dá um tapinha no ombro do jovem, antes dele saí eles escutam uma voz.

- Otousan - Mono aparece do lado de seu pai esfregando seus olhinhos, indicando que ela acabará de acordar, All might aregala seus olhos ainda mais por ver a pequena, era como se ele estivesse olhando para o Jovem Midoriya criança.

- Então vc deve ser a tão famosa Mono - Ele se abaixa para ficar no tamanho da pequena - É um prazer em conhece-lá - Ele sorrir, ao contrário dela se esconde nas pernas de seus pai.

- Está tudo bem Mono - Midoriya fala para a pequena e se aproxima de All might.

- O-o-olá All m-might - Yagi abri mais um sorriso e esfrega a cabecinha da pequena.

- Ela é a sua cópia, tirando a franja, bom eu tenho que ir, até amanhã - Ele sai do apartamanto.

- Até - Midoriya fecha a porta e pega a pequena - quer fazer alguma coisa legal?

- Eu quelo a Mamãe - Ela deita sua cabeça em seu peito que o faz suspirar, Shoto ainda ñ tinha voltado da delegacia.

Do dia seguinte os alunos da UA foram chamados para conhecer os dormitórios mas sem antes da bronca de Aizawa.

- Midoriya, Iida, Kirishima, Yaoyorozu e Kaguya o que vcs fizeram ñ só foi estúpido mas também por irresponsabilidade de vcs. Vcs poderiam ser expulso agora mesmo, principalmente vc Midoriya, por ter escondido Shoto Todoroki com vc e por ter uma filha com ela. - Deku abaixa sua cabeça franzio o cenho, Os colegas dele o olharam tristes principalmente a Uraraka.

- Mas, graças ao pedido do All might, vcs permaneceram, só espero que isso ñ se repita novamente - Todos ficaram felizes com a noticia - Todos entrem no dormitório, mas estejam na sala quando eu voltar e Midoriya, venha comigo tem uma suprezinha na sala do diretor pra vc.

- H-hai - Izuku segue Aizawa enquanto os alunos andavam para dentro do dormitório, mas sem antes ouvirem:

- E-ei o que v- - Bakugou puxa Denki atrás de abustos e saí um monte de raio elétricos e um Denki retardado.

- Kirishima, toma - Katsuki entrega um pequeno bloco de dinheiro para Eijirou - Ñ gaste seu dinheiro comigo - Ele e começa a anda em direção aos dormitório enquanto os alunos riam do retardado Kaminari.

- Kaguya-chan, vc consegui se mover assim com essas próteses, ñ senti peso? gero.

- Deve ter sido muito doloroso - Mina

- Ñ ñ, eles fizeram com que as próteses ficassem leves para mim e para as demonias, consigo me mexer bem - Ela balança o braço direito mecânico - Só doeu quando eles ligaram os nervos - Ela se estremesse só de lembrar da tortura.

- Bem vamos entrar, vamos Urara-- Toru.

Uraraka olhava para Midoriya que se afastava do pessoal, com a mão em seu peito, as meninas a olhavam tristes pois elas sabiam que ela sentia algo especial em Izuku. Kaguya se aproximou, colocou o braço em volta de seu pescoço e disse.

- Ei relaxa, é melhor isso do que nunca mais ser amiga dele - Uraraka franzio o cenho para Kaguya - Olha é assim mesmo, quando vc estiver no seu quarto, se olha no espelho e vc vai dizer uma parada pra tu mesmo, Supera.

- Isso ñ foi muito convissente - Jirou.

- Eu sei, bem vamos entrar - Elas entram no dormitório e admiram o local eram bem grande, Yaoyorozu dizia que era quase do tamanho da sua casa.

- Vou dar uma olhada nos quartos.

no mesmo momento

- O que o diretor quer falar comigo, Aizawa-sensei?

- Vc vai ver - Quando eles entram na sala, Midoriya se espanta por ver Shoto na sala.

- S-Shouchan! o que-

- Porfavor venha Midoriya - Deku se aproxima e a bicolor sorrir para ele - Vc sabe que o governo pediu para que Todoroki-san entrasse na UA e ela aceitou.

- Eu eu ia falar pra vc hoje mas vc já tinha saído - Shoto.

- Ela irá estudar na classe 1-A, e ñ se preocupe com a sua filha, Sua mãe irar cuidar dela e ela poderar visitar vcs no fim de semana.

- "Que bom" - Pensou Midoriya.

- Podem ir, espero que faça amigos Todoroki-san.

- Obrigada - Quando eles estavam na porta.

- Ah! mais uma coisa - Eles se viram.

- Vcs vão dormir em quartos separados - Ele diz em meio de um sorriso. Midoriya e Todoroki arregalam.

- O que? - Shoto diz indignada.

No dormitório

- Aizawa-sensei - Iida.

- Escutem todos, o que eu vou dizer é muito importante - Todos se aproximam - O que vcs perceberam de diferente aqui?

- Particularmente nada - Ojirou

- Eu percebi enquanto olhava os dormitórios, tem um quarto a mais. - Kaguya.

- Pois é, Vcs devem ter visto que o Governo queria coloca na UA. Shoto Todoroki será a nova colega de vcs - Todos, exerto Bakugou, se espantaram com a notícia, A filha desaparecida do "Herói número 1" agora, e Namorada de Midoriya irar estudar com eles - tem uma coisa que o Midoriya me pediu pra falar, Aaaa, o que era mesmo.

Aizawa levanta a cabeça tentando lembrar o que era.

- Nunca perguntem sobre a cicatriz dela - Bakugou

- Isso mesm- - Aizawa parou para olhar o estressado, ele olhava para baixo mas com um olhar irritado.

- Bakugou, vc sabia? - Iida

- Sempre soube, só ñ esperava que ela se revelasse assim - Bakugou começa a se afastar, Kirishima coloca a mão em seu ombro.

- Bakugou!

- Eu só quero ficar um pouco sozinho - Ele tira a mão de Kirishima de seu ombro e se afasta.

- Bakugou~

- Bem, Midoriya e Todoroki iram entrar, sejam gentis com ela - Aizawa saí da sala.

No lado de fora

- Vai ficar tudo bem Shouchan, eles são legal - Midoriya segurava a mão de Shoto que a apertava, Fazia muito tempo dês que ela ñ falava com outras pessoas, sem ser Izuku ou Katsuki, ela estava nervosa mas ela tinha o Izuku para dar-lá força.

- Podem entrar - Aizawa os manda entrar e eles obedecem.

Midoriya e Todoroki entram na sala e todos os olham, Shoto ficou emcomodada e se escondeu um pouco atrás de Izuku que percebeu e começou a falar.

- Oi pessoal, bem essa aqui é a Todoroki Shoto, minha namorada - Midoriya dizia em meio a um sorriso.

- Olá - Kaguya a olha e pecebe que o olhar dela estava diferente, Na televisão era um olhar sem expressão mas com muito odio e agora era um olhar nervoso e triste. Iida e Yaoyorozu se aproximam

- Olá, eu sou Iida tenya, sou o representante da Clase - Ele diz enchendo os braços como um robô.

- Sou Yaoyorozu Momo, sou a vice-representante, É um prazer em conhece-lá - Shoto acena e eles começam a se apresentar, Todoroki apenas acenava sem mostrar nenhuma emoção.

- Olá Sou Kirishima Eijirou prazer em conhece-lá.

- Kirishima Eijirou?

- Sim, ñ quero me gabar mais eu me considero o aluno mais másculo da Classe - Shoto o olha e deu-lhe um sorriso.

- Fico honrada em conhece-lo, o Katsuki fala muito de vc~ - Kirishima ficou repetindo para si mesmo"Hã! Hã! Hã! Hã!", ñ só ele como todos os garotos estavam corados pelo sorriso de Shoto, as meninas até ficaram com um leve tom rodado em suas bochechas, Shoto fecha seus olhos mostrando ainda mais a beleza narural que tinha.

- A-a-a-a b-b-b-Bem, o-o A-Aoyoma-kun quer f-falar com vc - O Dente de tubarão pega Aoyama e coloco em frente da Bicolor, ele fica sem jeito e começa a gaguejar. Shoto apenas mantinha sem sorriso e olhos fechados. 


Notas Finais


#Kbô

Próximo Cap: Classe 1-A vs Shoto Todoroki e reencontro.

Palavras:2822

Dia: 28/06/20


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...