História O que todo mundo quer - Príncipe Jin - Capítulo 15


Escrita por:

Visualizações 204
Palavras 2.599
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Poesias, Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


OOOOOOI! TO ANIMADONA PRA POSTAR! obg gente pelos favoritos! confesso que não esperava passar de mais ou menos 30 para a casa dos 50 não "risos" HOHOHO e sim, sou meio carente assim mesmo! mais to feliz pra caramba que estão gostando da historia! *-*
OBRIGADA POR FAVORITAR POR COMENTAR AAAA! Obg obg obg obg msm <3

Capítulo 15 - O que eu deveria pensar em não fazer


Fanfic / Fanfiction O que todo mundo quer - Príncipe Jin - Capítulo 15 - O que eu deveria pensar em não fazer

 

Eu não ficaria sem dormir hoje por causa daquela vontade.
Vontade que me matava de curiosidade para continuar aquele beijo sem Olívia por perto.

Eu percebia um medo em seu olhar apesar de ainda continuar me encarando e voltar a olhar meus lábios.

Mais minha coragem não era tão grande como antes, eu não tinha nenhum motivo racional para fazer aquilo.

Eu desistia da idéia? Ou o beijava?!

Há! Eu lembro o quanto me arrependi antes.

Então não! Esse era um motivo meu e bem racional! Não vou ficar sem dormir por que não fiz oque queria.
Espero que isso seja racional..

Aproximei meus lábios dos seus e percebi seu corpo reagir, ele pareceu se assustar com a minha aproximação.

Havia um pé meu no alto e o abaixei enquanto me aproximava dos seus lábios.

Eu sentia de repente que não seria correspondida por seu último olhar assustado, mais ele fechou os olhos e correspondeu o meu beijo.

Senti seus lábios molharem os meus e os encaixamos perfeitamente como naquele dia..
Não estávamos confiante, fazíamos e mostrávamos um grande medo por fazermos.

Ao sentir seus lábios mais presentes me senti totalmente confiante agora, sentir a delicadeza e cuidado que ele tinha comigo como se eu fosse algo fácil de quebrar, mas me fazia querer agir totalmente o contrário com ele, ELE ME FAZIA QUERER ACELERAR AS COISAS!

Ele deu seus passos a frente e eu dei os meus atrás caminhando como ele queria enquanto nos beijávamos.

Eu não sabia onde ele queria ir até sentir minhas costas encostarem na parede.

Eu me sentia agitada de repente enquanto percebia que ele estava calmo, eu tinha que agir daquela maneira também! Como ele conseguia?!

"Calma Sana! Calma!" Pensei.

Me afastei um pouco da parede e puxei para estar em meu lugar e ele mal prestou atenção parecendo concentrado em nosso beijo.

Eu estava surpresa com as idéias absurdas que de repente iam e vinham na minha cabeça!

Eram de envergonhar!
Pareciam ruins aos olhos de todos, bom, algumas semanas atrás para mim seria, mais agora parecia que minha cabeça não tinha noção nenhuma do que era errado!

e sim que poderia ser muito bom por causa de Seokjin.

Ouvi nossa respiração ofegante ecoar pela sala e o pressionei um pouco para me aproximar e ele levantou as mãos de repente parecendo não querer te-la perto de mim.

E eu as peguei lentamente enquanto beijamos e coloquei em minha cintura novamente.

E ele não pareceu mais querer continuar.

Parou nosso beijo lentamente.
Encostou sua testa na minha e de olhos fechados suspirou.

Eu estava realmente surpresa com oque fizemos mais no momento me esquecia de tudo que éramos, da vergonha, do que pensaríamos, tudo! Tudo foi esquecido por aquele momento.

Ao vê-lo de olhos fechamos fechei os meus lentamente outra vez e deslizei a língua sobre os meus lábios sentindo o gosto dos seus nos meus.

SEOKJIN REALMENTE TINHA UM BEIJO MUUITO MAIS MUUUITO VICIANTE! Onde ele aprendeu?!

De olhos fechados seus movimentos me fizeram sentir que ele havia indagado.
Seokjin parecia que mesmo que talvez quisesse não continuaria ou tomaria uma atitude.

Seu pensamento parece que voava dali.
Será que ele também pensava em alguma coisa absurda que eu nem tive coragem de citar aqui?!

Seokjin! De volta para terra!

Volta e mostra que VOCÊ QUER ME BEIJAR!

Ele indagou novamente e ainda de olhos fechados sussurrou.
- sabe que estamos confundindo tudo..

Af! Porque é que você não ficou quieto?! Tinha que me lembrar disso?! Af!

Ele suspirou e senti seu ar próximo ao meu rosto e ele pronunciou rouco.
- não devemos fazer isso se você não quiser..

Retruquei de olhos fechados.

- e você quer?

Ele ficou em silêncio e eu esperei sua resposta.
Sentia novamente cede dos seus lábios e indaguei percebendo que ele não responderia.

E aí percebi que era muito egoísta da minha parte o que estava fazendo.

Ele era homem, é fácil sentir atraído pelo que estava fazendo..

Mais, fazê-lo mentir para sua família por mim e ainda usá-lo dessa forma?! De repente fez me sentir péssima e toda a vontade que eu AÍNDA estava foi desfeita e o soltei abrindo meus olhos e dei meus passos atrás sem olhá-lo.

É claro que ele não queria..

Eu não sei como ele tinha reagido ao meu afastamento, mais depois de vê-lo não confirmar nada me senti sem jeito para continuar ali e sai apressada.

Meus olhos encheram-se de lágrimas meio abalada por sentir uma leve rejeição.

Seokjin parecia uma pessoa muito doce difícil de dizer "não" para alguém e provavelmente ele queria dizer isso mais eu não me liguei.

Eu fui caminhando segurando as lágrimas para não demostrar a vergonha que agora eu estava de mim mesma.

Senti meus olhos arderem e mexi neles enquanto caminhava.
Eu não estava perto de chorar, mais ainda assim arderam.

Ouvi passos ao lado assim que me virei e vi Carmen e uma garota que ao me ver abriu um sorriso e a olhei e percebi que parecia uma modelo asiática!

Ela era mais alta que eu, seu sorriso era muito confiante para mim.
Ela andava toda reta. Parecia fazer baller.

Eu estava meio lesada e olhei para os outros corredores próximos tentando me lembrar de onde saímos e como voltava para o quarto dali.

- Sana?

Olhei para Carmen meio lerda e ela soltou um ar.
- aconteceu alguma coisa?
Neguei e controlei meus olhos para não demostrar a ardência que estava.

Ela meio desconfiada me olhou mais procurou mudar o assunto.
Colocou a mão sobre o ombro da menina que era mais alta que ela e sorriu.

- essa é a Lara..
Estiquei os lábios rapidamente.

- Lara está é a Sana a futura esposa de Seokjin!

- ah.. A reconheci pelas fotos.. Ela parece muito mais bonita pessoalmente!

Eu estava com a minha mente em outro lugar e mal prestei atenção nelas.

Eu não sabia o que aquela menina estava fazendo ali mais provavelmente era outra idéia maluca da Carmen para me ensinar alguma coisa.

Andar daquele jeito elegante talvez? Eu me senti uma criancinha perto dela, ela tinha um jeito muito maduro e sexy.
- Sana?

Perguntou Carmen e eu me despertei. E ela perguntou.
- você se alimentou bem? Parece pálida..

- sim sim.. Estou bem.
Estiquei os lábios e as duas trocaram olhares desconfiados.

Aaa elas nem me conhecem de verdade porque elas descobririam que eu não estava?!

- você viu Seokjin?
Perguntou Carmen.

Confirmei com a cabeça e a garota disse.
- há! Já ia me esquecendo.. Me desculpe não ter vindo ao noivado.. Estive na Europa fazendo um trabalho voluntário e ficou difícil de sair.

Estiquei os lábios agradecida pela satisfação e lembrei de Olívia dizer de alguma garota que não tinha comparecido no dia da festa e que ela era como se fosse a líder das que me odiavam.

 

E que em vez de um olhar daqueles que levei na festa eu deveria me preocupar com o sorriso dela.

Aah! A Mais a Olívia é doida, é muito exagerada, a menina parecia ser muito gente boa.

Mais espere, ela tinha interesse por Seokjin, foi isso que Olivia disse, né?!

Ah.. Sei também que ela foi a única que ele era amiga. Por que foi o que ela disse.

Eu também era amiga e olha o que acabei de fazer um minutos atrás! ELE TINHA UMA AMIGA BONITA DAQUELE JEITO?!

Dei um sorriso desconfortável por causa desses pensamentos.
Era só curiosidade mesmo.

 Será que eram muito amigos?
 

- bom, Seokjin me ligou só que eu não estava em meu escritório então dei uma passada aqui para saber.. Sabe onde ele está?!
Perguntou ela.

Olhei para Carmen tipo "num olhar surpreso enquanto Lara esperava minha resposta"

Minha mente me enchia de perguntas!

Ele a ligou? Pra que? Ih, desde quando ele tem amiga? Por que ninguém me avisou isso?

Ah! Mais se avisasse o que ia adiantar?!

Af! Cancela, cancela, cancela esses pensamentos! Grr! Seokjin você está me incomodando! Por que tem que ficar na minha cabeça!?

Aaf!

A olhei diretamente.
E agora eu já tinha reparado a garota toda!

Ela usava um body preto com perolas brancas  próximo ao busto, ele era bem colado dando forma ao seus bustos, por cima do body estava com uma saia longa preta cheia de flores espalhadas, fazia o body parecer uma blusa bem apertada e confortável.

Um jeito de garota de capa de revista que eu fiquei até sem jeito de me imaginar com a roupa dela.

Em mim acho que ficaria ridículo! Sua bolsa preta no ombro e seus cabelos longos estavam amarrados.
 

Via sua elegância e confiança de longe.

Sua pele era muito lisa, como a de Seokjin, será que isso era um creme de seu país?

- Sana?!
Perguntou Carmen me despertando novamente e ao olhá-las notei o olhar torto como se perguntassem "você está aí!?"

Pisquei duas vezes.
- está mesmo bem?!

- estou, vou para o meu quarto.


Falei e olhei para baixo e completei.
- ele está na sala da TV grande.

Carmen me corrigiu.
- é a terceira sala real.

- há!
Fiz dando um passo para sair e ouvi ela resmungar de mim.

- é isso que temos que aturar, você não imagina como eu preferia!

Parei de andar e me virei com um olhar raivoso e ela parou de dizer e as duas me olharam e Lara sorria apenas observando.

Levantei uma sobrancelha.
- fala na cara Carmen!

Carmen estalou a língua.
- vamos! Ignore Lara! Vamos procurar o Jin.

Resmunguei comigo mesma.
- bruxa..

E me virei para voltar ao quarto, mais nem tinha idéia se era para aquele lado.

Fui caminhando e me encontrei!
Ao entrar no quarto me lembrei do que aconteceu..

E do nada veio a voz de Olívia dizendo sobre aquela menina que era a única garota de todas aquelas que Seokjin falava e isso levantou boatos de que era a única que conseguia chamar sua atenção, Grr!

Vou virar piada aqui não né?!
Só isso que eu estou preocupada!

Me joguei na cama e bufei.
Tadinho do Seokjin, eu não vou mais usá-lo dessa maneira..
Eu fui tão malvada e egoísta..

Eu tinha que prometer para mim que não ia beijar mais ele!
Por mais que eu sinta muita mais muita vontade.

Mais agora era só pensar em outra coisa para distrair minha cabeça,

Como por exemplo Tyler!
Eu até estava com saudades de casa, mais queria muito que eles estivessem aqui para conhecer o palácio..

Há! Agora me lembrei! Eu ganhei de Seokjin no jogo! Eu peço as minhas coisas e aí eu conseguiria falar com eles!

Há... Se bem que agora não era uma boa hora para pedir alguns coisa a ele né...

Bufei chateada com Aquela situação.
Se eu pudesse voltar no tempo, tinha me afastado antes de beija-lo.
Mais aí EU FICARIA NA VONTADE!

Aaaaa
Oque eu estava fazendo hem?! EEEU AQUI PENSANDO NELE DE NOVO! Que droga!

Eu não vou criar botãozinho nenhum para ele! Eu não gosto dele como gosto do Tyler!

- - -
Eu queria muito um celular com créditos para o exterior..
Queria poder pelo menos falar um minuto com cada um deles..

Assim que eu tivesse oportunidade eu iria falar sobre querer telefonar.

Foi chegando a noite e Carmen bateu na porta me chamando para jantar.

Quando desci as escadas e chegava próximo a sala de estar ouvi risadas espalhafatosas de Lara e Seokjin e enruguei a testa estranhando tanta animação.

Assim que iria entrar fiz uma expressão tentando ser serena para não mostrar o quanto estava surpresa por aquelas risadas.

Seokjin tinha risada muito engraçada, eu nunca o tinha visto assim e ao me ver continuou rindo oque pensei que não faria.

Mais nem olhei e os cumprimentei timidamente e percebi que meu pai, nem o rei e nem os pais de Olívia estavam ali e Olivia estava calada mexendo no prato.

Carmen acabava de chegar e foi se sentar do lado de Olívia e eu fiquei parada pensando onde poderia sentar porque Lara estava no lugar que costumei sentar e Olivia me olhou e sorriu pedindo que eu se sentasse no lugar da sua mãe, que bem do seu lado e Carmen era do outro então ficamos as três de frente para os dois.

Eles começavam a ri e contar algum acontecimento que tiveram com um amigo incomum.
Na verdade eu até desisti de acompanhar porque façam risadas mais do que contavam.

Olívia mostrava o quanto não entendia nada desde o começo que estava ali.

O garçom chegou com a minha comida e a da Carmen porque eles já estavam com comida porém não paravam de tagarelar.

Olívia bufou e voltou a comer.
- Carmen não posso comer no quarto? Aqui não dá, essa risada de limpa vidro é insuportável!

Seokjin. Parou de rir e a encarou.
- e você que ri feito hiena!

Ela arregalou os olhos surpresa dele ter prestado atenção e respondeu irritada.

- não interessa mais eu não fico incomodando ninguém com a minha risada! Você é chato!

Ele deu de ombros e deu língua.

Continuei em silêncio e comecei a comer prestando atenção no que contavam.

E Olívia dava algumas respostazinhas baixas para que eu escutasse.

E eu a olhei do tipo "para!" E ela continuou.

A garota falava sobre algum acampamento.
Achei estranho Seokjin no meio do mato? Se bem que ele não ligava muito para eletrônicos então poderia ser isso.

Atenta estive ao que ela contava, mais fingindo está concentrada em meu prato e ela deu a entender que Seokjin a conheceu lá no acampamento quando tinham treze anos de idade e aí eu percebi que eles eram amigos da mesma idade e a muito tempo!

Olívia toda hora jogava o olhar para o alto quando ela falava e tocava a mão dele na mesa risonha.

Até quando ela fazia isso eu me atentava junto a Olivia, até porque comigo não era ciúmes.

Era estranho vê-la fazendo isso.

E no país deles ainda, era um afeto exagerado e forçado.

Eu estava mais concentrada na Olívia do que nos dois, ela parecia está bastante enciumada, eu não conhecia esse lado dela ciumento até com o primo que ela vivia brigando.

Eu nem prestava atenção no que a Lara estava falando mais, só fiquei olhando torto para a Olívia com vontade de ri e não aguentei ao vê-la jogar os olhos para o alto fingindo imitar ela falando e Soltei um ar e um sorriso que o som foi alto e todos eles me olharam, até Seokjin com aquele olhar receoso de sempre.

- oque foi? Me desculpem eu estava... Eu..
Olhei para Olívia e ela riu colocando a mão na boca e desisti.

- continue Lara.

Ela olhou para Seokjin que rapidamente a olhou e desviou o olhar para baixo e percebi seu rosto corar.

Oque ela tinha dito?!

Agora fiquei atenta ao que ela começaria a falar mais Carmen cortou.
- não vamos falar do passado, não é mesmo?!

Ops! Passado?! Eu quero saber!
Me atentei.

 

Seokjin indagou e deu um sorriso sem graça.

Ela disse.

- A Ópá! Não fica assim, hahaha o que que tem?

Meu rosto rapidamente levantou.

Primeiro porque não entendi bolufas do que tinham dito antes! Segundo que ela chamou ele daquele jeito que ele não queria que eu o chamasse?!

Ele me olhou e rapidamente jogou o olhar para frente sem graça e deu um meio sorriso.

Há, Seokjin. Olhe pra mim e veja o sorrriso irônico que estou prestes a dar a você.


Notas Finais


Ela não ta com ciumes, só acho. hahahah


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...