1. Spirit Fanfics >
  2. O que trás boas notícias >
  3. Völuspá

História O que trás boas notícias - Capítulo 21


Escrita por:


Notas do Autor


Continuando!

Capítulo 21 - Völuspá


Fanfic / Fanfiction O que trás boas notícias - Capítulo 21 - Völuspá

Sal sér hon standa sólu fegra(Eu vejo um salão erguido ali, mais lindo que a luz do sol)

gulli þakðan á Gimléi(Chapeado com ouro, em Gimle)

þar skulu dyggvar dróttir byggja(Ali homens corajosos vão morar)

ok um aldrdaga ynðis njóta(E aproveitar as alegrias de suas vidas)

Völuspá - Einar Selvik

 

Os comensais seguiram Nashira e George, que embrenharam-se no meio da floresta. Mas, em determinado momento, a ruiva começou a sentir seu ouvido zumbir.

Sua visão turvou e ela perdeu o controle, fazendo os cair. Ambos rolaram pelo chão e Nashira olhou para o céu, vendo os comensais passarem reto sobre a cabeça deles.

Segundos dois, uma luz rosada e densa começou a se aproximar dela. Quando finalmente atingiu seu corpo, Nashira deu um gritos estrangulado e se encolheu.

Quando acordou, estava claro. Ela coçou os olhos e viu um corpo caído perto de si.

-Caramba, George! - ela exclamou e correu até ele, vendo o grave ferimento em sua orelha esquerda.

Ela limpou o mesmo e cortou a palma de sua mão, despejando seu sangue escuro no ferimento, fazendo o mesmo se cicatrizar.

-Precisamos ir para a Toca, devem estar surtando - ela foi até onde sua vassoura estava caída e se abaixou para pegá-la, mas, duas palavras estavam gravadas em seu pulso - Maximus Potens? - ela perguntou a si mesma confusa, e a tatuagem emitiu um brilho dourado, antes de desaparecer sob a sua pele. Pegou sua vassoura e aproximou-se novamente de George. Tinha mais coisas para se preocupar no momento do que uma tatuagem nova.

[...]

Ultrapassaram a barreira da Toca, Nashira carregando George. Viu Remo, Tonks e Arthur apontando as varinhas para eles, conforme avançavam.

-29 de agosto - ela disse alto e os três bruxos abaixaram as varinhas. Arthur correu até a dupla e ajudou a ruiva a carregar o filho para dentro da casa.

-O que aconteceu? - Remo perguntou assim que colocaram o corpo de George sobre o sofá.

-Mudamos a rota e nos embrenhamos em uma floresta, mas, perdi o controle em determinado momento e caímos da vassoura - Nashira respondeu, omitindo a parte da nova tatuagem misteriosa.

-George! - Fred exclamou, aparecendo na sala e correndo até o irmão no sofá. Gui aproximou-se da namorada e a abraçou - O aconteceu com ele?

-Feitiço estuporante na orelha - Nashira respondeu e mostrou a mão, onde havia cortado - Fiz o melhor que podia.

-Engraçado como Nashira só utiliza o sangue pra curar membros da família Weasley - Sirius comentou, entrando na casa.

-Eu estou bem, pai, obrigada pela preocupação - ela debochou e Sirius abraçou a filha.

-Fiquei preocupado - sussurrou no ouvido dela e a ruiva sorriu brevemente.

-Vaso ruim não quebra - ela brincou quando Sirius a soltou.

Gui observou a cena dos dois Black, principalmente a namorada. Não sabia ao certo como ela poderia estar namorando alguém como ele. Para o filho mais velho dos Weasley, Nashira era incrível, não apenas por sua espécie, mas, por seu todo. Ela havia o ajudado com o ataque de Greyback, e não o olhava torto como muitos faziam. Ela lhe ajudava na lua cheia, com as poções que acaba fazendo para ele, Alexandre e Lupin.

Assim que Sirius se afastou, Nashira olhou para Gui e viu que o mesmo a encarava. O olhou desconfiada e ele sorriu, abraçando-lhe pelos ombros e lhe dando um selinho.

-Vamos almoçar! - Molly chamou. 

Fred ajudou George, que já estava acordado e relativamente mais forte pela influência do sangue escuro de Nashira em seu organismo. Foram até a parte de fora da Toca, onde vários membros da Ordem estavam reunidos em uma grande mesa.

 

 


Notas Finais


Continua...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...