1. Spirit Fanfics >
  2. O que você vê? Omori (Sunny X Basil) >
  3. Podemos mesmo ficar junto?

História O que você vê? Omori (Sunny X Basil) - Capítulo 32


Escrita por: MangakaPudim

Notas do Autor


Olaaa pessoal, dsclp por não postar o cap ontem, tive uns problemas entao hj e amanhã lançarei o cap wue voltará tido ao normal ok?
Sem mais nada a comentar, vamos ler.
P.s- A música aqui é Rewrite de stars do The greasted showman

Capítulo 32 - Podemos mesmo ficar junto?


Fanfic / Fanfiction O que você vê? Omori (Sunny X Basil) - Capítulo 32 - Podemos mesmo ficar junto?

Acordei assustado esta noite e vou pagar o Pato amanhã na escola com certeza; Omori puxou um assunto muito estranho comigo e disse que Basil estava escondendo algo de mim porque ele conseguiu invadir o sonho do meu namorado e um cara super estranho sabia o nome dele e parecia uma versão sombria, mó noia mas fazer o que?

Era de manhã e tinha aula então tive que ir com uma cara de zumbi, sorte que o Basil não co segue cer meu rosto se não ele com certeza levaria um susto daqueles. Fiz as coisas que eu tinha que fazer como sempre é segui o caminho da roça para a escola morrendo de sono. Andei mas me custou um bocado que tô me arrastando até a escola, literalmente, nem me arrumei direito e já fui assim, ah também quem vai notar?

Quando cheguei no colégio já sou quase derrubado por ninguém mais e ninguém menos que a porta do encosto humano da Rebecca:

- Sun~ você chegou~

- Desencosta- empurrei ela para o lado- Da pata parar com isso? Vai se tratar garota me erra.

- Não seja tão grosso comigo Sunny, afinal, nós somos o casal da escola.

- Correção- eu disse- Eu e BASIL somos o casal da escola, não melhor, de toda a Tao Distante.

- Afff que que ele tem que eu não tenho?!

- É uma lista grande, tá com tempo de ouvir?

- Sunny!

Escutei a voz de Basil no fundo e o vi correndo na minha direção e parecia assustado, ele me aglbraca com força e eu não entendo o que aconteceu para o mesmo estra tão assustado foi quando ouvi uma voz familiar dizendo:

- Moleque loiro volta aqui que a gente não acabou ainda!

- Mari?

-...- ela me olha sorridente- E aí irmãozinho? Se preparando para o recital?

- Infelizmente, mas que isso tem haver com o Basil?

- Bem- ela começou- Nossos pais estão voltando para a cidade e acho que eles não vão gostar de saber que o filho deles tem um namorado não é? Eu te dei cobertura dizendo que você é a Rebecca estavam juntos e eles amaram a notícia. Viu? Eu me importo com você.

- Você... fez... O QUE?!

Gritei puto da vida e vi um grupo de pessoas me olhando enquanto Basil ainda escondia seu rosto no meu ombro, eu estava ardendo de raiva por dentro e por fora e como não havia dormido direito a paciência foi parar na casa do caralho. De repente notei que Basil estava chorando e não valia a pena gastar saliva con aquelas duas, carreguei ele no colo e apenas disse:

- Essa conversa não acabou!

Sai correndo dali mesmo da escola e foda-se, matar um dia de aula não é algo assim tão mal né? Por sorte Basil é bem leve então era fácil de eu carregar ele, corri até o parque Tao Distante e entrei no local secreto meu e dos meus amigos, e me sentei perto do lago com ele ainda escondendo o rosto. Acariciei seu cabelo e disse:

- Meu anjo o que aconteceu com você?

- Sunny...- ele fala com uma voz de choro- Você... namoraria a... Rebecca?

- Aquela chata ignorante? Nem por mil anos!

- Mas... acha que... estamos fazendo do o certo? De... ficarmos juntos?

- Basil o que está acontecendo?

- Eu não quero ver você sofrendo Sunny... ei realmente não quero é acho que estou sendo o motivo de toda a sua desgraça...

- Não meu amor pelo contrario, você abriu meus olhos para  cousas que eu não enchergava antes.

- Mas se as coisas caminharem desse jeito... podemos mesmo ficar juntos?

Ele se levantou e ficou de costas para animar meio afastado, eu me levantei, respirei fundo e comecei a andar até ele enquanto cantava:

[Sunny]

You know I want you

It's not a secret I try to hide

I know you want me

So don't keep saying our hands are tied

You claim it's not in the cards

But fate is pulling you miles away

And out of reach from me

But you're here in my heart

So who can stop me if I decide

That you're my destiny?

Virei ele para mim, segurei suas delicadas mãos e as coloquei em meu pescoço, enquanto as minhas, seguraram sua cintura:

[Sunny]

What if we rewrite the stars?

Say you were made to be mine

Nothing could keep us apart

You'd be the one I was meant to find

It's up to you, and it's up to me

No one can say what we get to be

So why don't we rewrite the stars?

Maybe the world could be ours

Tonight

Ele se afasta de mim, mas não por que ele queria, olhei para ele e perguntei mais uma vez:

- Basil o que está acontecendo?

E ele me respondeu:

[Basil]

You think it's easy

You think I don't want to run to you

But there are mountains

And there are doors that we can't walk through

I know you're wondering why

Because we're able to be

Just you and me

Within these walls

But when we go outside

You're going to wake up

And see that it was hopeless after all

Ele faz os seus próprios movimentos para que eu nao chega-se perto dele, mas ele me conhece e sabe que não vou desistiria tão fácil assim:

[Basil]

No one can rewrite the stars

How can we say you'll be mine?

Everything keeps us apart

And I'm not the one you were meant to find

It's not up to you

It's not up to me

When everyone tells us what we can be

How can we rewrite the stars?

Say that the world can't be ours

Tonight

Consegui achar uma brexa e o levantei pela cintura o rodopiando pelo ar e depois direto para o chão ainda o segurando:

[Os dois]

All I want is to fly with you

All I want is to fall with you

So just give me all of you

[Basil]

If it's impossible?

[Sunny]

It's not impossible

[Basil]

Is it impossible?

[Os dois]

Say that it's possible

Continuamos a dançar ali mesmo cantando em conjunto, já que ninguém conhecia o lugar além da gente e todos estavam tendo aula:

[Os dois]

How do we rewrite the stars?

Say you were meant to be mine?

Nothing can keep us apart

Cause you are the one I was meant to find

It's up to you

And it's up to me

No one can say what we get to be

Why don't we rewrite the stars?

Changing the world to be ours

Eu o Abracei mo fim da música e disse olhando para ele:

- Basil tudo é possível! Elas que estão erradas por não quererem que a gente fique junto e isso é a coisa mais sem noção que poderiam fazer com a gente então eu NAO VOU deixar que separem a gente ok?

- Obrigado Sunny- ele me abraçou com força mais uma vez- Obrigado.

"Mari está com algum dedo nisso tudo e com certeza não estou gostando do rumo dessa história, mais tarde, vou ver com o pessoal o que literalmente está acontevenso", pensei, mas por hora irão acalmar meu pobre girassol.


Notas Finais


Ooowwwnnnn que fofo né gente? Mas é agr? Qual ser ao ano? Dará certo?
Veremos no prox cap
Até laaaa😚😘😚😘😚😘😚😘😚😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...