História O quinto ano de Adriane Petrichor. - Capítulo 2


Postado
Categorias Harry Potter
Visualizações 4
Palavras 261
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Luta, Magia, Saga, Suspense, Violência
Avisos: Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Mutilação, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 2 - La vou eu NOVE TRÊS QUARTOS.


Fanfic / Fanfiction O quinto ano de Adriane Petrichor. - Capítulo 2 - La vou eu NOVE TRÊS QUARTOS.

Eu estou na Estação KingCross, logo avisto   Abigail Spornes, Alex Pieter e Chopp Chang, meus amigos sonserinos e o pequeno e perigoso Agouro Malfoy, as vezes fico pensando, quem diabos coloca o nome do filho de Agouro? Mas isso não importa, do outro lado estava Arthur e Austin Lovegod, típico mas até me senti um pouco nostálgica por otem, e de repente me peguei pensando em certas coisas que não deveria, eu mordo o lábio inferior e Agouro percebe.                    - Hum, quem aqui te excita Petrichor? -falou ele olhando em direção à Arthur, por um instante fiquei tensa - Vai dizer que é o Lovegod?Ei Pieter cornão!

 - Te cala adotado!- chamamos Agouro assim pois ele é o único que não e loiro e sim moreno.

- Vamos lá Alexandre! Repita na minha frente. - quase sacando a varinha.

Nessa hora Alex parou, ele parou pois tinha medo de Agouro assim como todos, nessa hora os trouxas olhavam para nós assim como Arthur que olhava-me reprovando, ele estava indo para a 9¾ aproveitando a distração dos trouxas.

- Agouro, pare com isso! - falei no ouvido dele segurando seu pulso - Não faça besteira!

- Fique no seu canto Petrichor, não queira se meter no meio.- ele me olhou de um jeito que seus olhos ficaram vermelhos, despiu-se da minha mão e correu para a plataforma, e sumiu.

Nessa hora eu fiquei paralisada, olhei para o relógio na Estação que marcava 10:58, eu tinha apenas dois minutos antes do Expresso partir, então fui, atravessei a plataforma e subi no trem.






Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...