História O Rancho - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Visualizações 6
Palavras 796
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi mores, se vocês gostarem mostrem para os migos!
Espero que gostem e comentem se estão gostando!
Beijos

Capítulo 1 - A raposa visita o galinheiro


A terra fria que desprendeu da minha mão e caiu na cova parecia pesar um tonelada ao invés de miseras gramas, eu não tinha mais lágrimas para deixar correr, apenas permiti que aquele momento ocorresse no modo automático e as coisas fluíssem.

As dezenas de condolências soavam como pequenos ruídos ao fundo do zumbido que ecoava dentro de minha cabeça, meu corpo parecia amortecido, eu não era capaz de sentir e assimilar o que acontecia ao meu redor, apenas existia num contexto bagunçado.

~Dois anos depois~

Você já sentiu alguma vez o cheiro do orvalho na pastagem pela manhã? É maravilhoso e revigorante, crescer e trabalhar na mesma fazenda a vida toda fez com que pequenas coisas se tornassem importantes e memoráveis.

Seis meses se passaram depois da minha graduação em veterinária e administrar uma fazenda não é tarefa fácil, basicamente eu trabalho 24 horas por dia, 7 dias por semana, mas devo admitir que gosto bastante. Eu cresci nessa propriedade, meu pai era o antigo administrador, durante sua gestão o local foi vendido e passou na mão de diversos magnatas que no final sempre desprezavam a vida no campo e acabavam preferindo comprar um shopping.

-Para de ensaiar o seu discurso de apresentação na frente do espelho, os compradores vão adorar o lugar e finalmente vamos poder expandir! – a voz de Miguel me tirou de meus devaneios.

-Estou nervosa, é a primeira vez que um comprador vem e eu sou a responsável, meu pai que era bom nesse tipo de coisa. - ainda doía.

Caminhamos até a entrada da sede administrativa e deparamos com uma enorme limusine preta no local, os vidros estavam fechados e as portas também, ninguém ousou sair do veículo.

-Eles não vão sair? Será que esperam que um de nós abra a porta? – sussurrei.

Um estrondo enorme fez com que pulássemos e logo saiu do carro um jovem asiático de seus 30 e poucos e uma pequena senhora de olhos puxados. Ambos usavam vestes sociais e pareciam ter saído de uma reunião de executivos. Aproximamos-nos das figuras imponentes e eu prontamente estendi a mão para a senhora, ela ignorou meu gesto categoricamente.

- A Senhora Kim prefere não ter esse tipo de toque, sou o representante da família Kim e os acompanharei na visita a propriedade.

Enquanto encarava a senhora e tentava entender a situação não percebi a terceira figura que deixou o carro, um homem na casa dos 26 anos, cabelos negros, lábios carnudos e ombros largos, com certeza era uma das visões mais belas que já tive. Os olhos escuros que me encaravam de volta chegaram a tirar meu ar e fazer com que minha cabeça inclinasse para o lado levemente em fascinação.

- O Senhor Kim irá permanecer na propriedade coletando dados por 4 meses á fim de avaliar a viabilidade do investimento, caso contrário o atual local receberá outra função.

-Espera, quatro meses para avaliar toda a propriedade? Muitas famílias dependem que esse lugar funcione, não pode simplesmente transformar isso numa rede de fast food.

- Minha família faz o que bem entender com o local! – a voz masculina ecoou e aquela decepção fez o encanto anterior sumir como mágica.

Meu olhar de admiração deu local ao puro ódio, meus dentes estavam tão cerrados que minha mandíbula chegou a doer, mas os dedos de Miguel entrelaçados aos meus me acalmaram e trouxera-me de volta a terra, o jovem observava tal ação de meu amigo com desprezo nos olhos.

-Nós faremos nosso melhor para mostrar para os senhores de que esse é o melhor investimento que já fizeram em suas vidas, agora, por favor, me sigam para a visita.

A senhora cochichou algo para o homem mais velho e ele traduziu:

- A senhorita pode apresentar o local para o senhor Kim, a senhora deseja voltar para o hotel e tratar de assuntos mais importantes. – dito isso ambos entraram no carro e saíram rompendo a estrada deixando apenas duas grandes malas no local antes ocupado pelo carro.

-Miguel pegue as malas do Senhor Kim e as leve para a casa sede, eu irei mostrar o local enquanto isso.

Toda a visita foi em completo silencio da parte do senhor Kim, apenas a minha boca jorrava palavras, eu ansiava por provar que a fazenda era o melhor lugar do mundo e que aquela família nunca se arrependeria desse investimento.

O tour terminou no mesmo local em que começou, tensão era pouco para o que sentia, eu estava completamente nervosa, será que impressionei?

-Eu irei acompanhar a sua rotina todos os dias da semana, além de dar uma boa olhada em todos os papéis e documentos referentes à propriedade, amanhã você começa em que horário, 8 horas? 9?

-Senhor Kim, isso é uma  fazenda, nós começamos as 5 da manhã!


Notas Finais


Desculpem algum erro de português! <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...