História O RECOMEÇO (SasuSaku) - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Hinata Hyuuga, Kakashi Hatake, Naruto Uzumaki, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha
Tags Mangá Naruto: Sasusaku
Visualizações 21
Palavras 1.246
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Ficção Científica, Hentai, Luta, Romance e Novela, Violência
Avisos: Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Como minha primeira fanfic, espero que alcance o mínimo da satisfação desejada!

Este capítulo marca o fim e um novo começo para o último sobrevivente do clã Uchiha.

Capítulo 1 - Capítulo 1: De volta ao Lar


Fanfic / Fanfiction O RECOMEÇO (SasuSaku) - Capítulo 1 - Capítulo 1: De volta ao Lar

_______     Sasuke Uchiha    ________


Sento-me a margem do lago de águas cristalinas, que em sua nascente deságua uma fina cachoeira de ritimo quente e acelerado. Tiro minhas sandálias para sentir a grama em meus pés, o primeiro contato é um pouco gelado me causa arrepios, mas aos pouco consigo apreciar a sensação de liberdade e leveza. Deito-me com as costas na grama e ponho meu unico braço embaixo da nuca e admiro o movimento das nuvens no ceu. Sinto o vento brincar com meus cabelos, enquanto dança sobre as copas das árvores ao redor do lago. Meus pensamentos parecem se acalmar um pouco meio a essa sensação de paz que me encontro. 

Nesses 3 anos viajando pelo mundo, sem muito ter onde chegar, penso sempre em meu irmão Itachi, a vida que ele escolheu para proteger a vila e a mim, suas últimas palavras no fim daquele Edo Tensei, e seu sorriso... por mais que tenha sofrido, seu último sorriso era sincero, feliz e pra mim, seu amado irmão mais novo! Lembro muito de quando eu e Naruto lutamos nossa ultima batalha após a guerra, as palavras que o Itathi dirigiu a ele, a resposta do Naruto, que me considerava um "irmão". - Aquele baka... - quase que sem perceber, ao lembrar de Naruto um pequeno sorriso no canto da lábios se forma, aquele sorriso exagerado de orelha à orelha, sempre gritando e me irritando... hoje percebo, que ele nunca deixou de me proteger, sempre indo atrás de mim querendo me levar de volta para casa. Sempre querendo me ajudar a carregar o peso de meus sofrimentos, até mesmo queria se encarregar de ser o receptáculo do meu ódio e dor, para assim poder me ajudar mais ainda... eu não poderia fazer isso com ele, ele não tinha culpa das ambições de meu clã, das dores em meu irmão, das escolhas erradas da vila. Ele era alguém especial para mim, meu único "amigo".

A verdade que mais admito hoje é que, Itathi e Naruto, cada um ao seu modo, me protegiam e me amavam, mesmo eu ter sido tomado pelo ódio, vingança e escuridão. Esses sentimentos me cegaram e me conduziram por caminhos fracassados. Mesmo assim, eles nem se quer me julgaram ou me abandonaram. Havia matado itathi, e descobri através de Tobi a verdade sobre o herói que era meu irmão. Só me amou, me protegeu, a mim e a vila. Com raiva da política da vila, do mundo shinobi, sentindo então a dor e o arrependimento de ter sido tão cego, tão ingênuo e ter matado meu irmão. O irmão que sacrificou tudo por mim, minha ira se virou para konoha, queria destruir a vila que ordenou tal masacre, a vila que fez tanto a mim e meu irmão sofrer. Mas Naruto conseguiu entender os desejos de meu irmão antes mesmo de mim, e sem dúvidas ou ressentimento conseguiu chegar na minha alma, consefuiu me tirar das trevas, me fez ver que tinha outros caminhos, e finalmente eu o aceitei do fundo do coração, finalmente eu o enxerguei como meu único e verdadeiro amigo, mais que isso, Naruto é meu irmão.

Perdido em meus devaneios, não percebo que já está anoitecendo. Me levanto, e vejo ao longe uma montanha, certamente encontrarei uma caverna onde possa me abrigar essa noite. Tem sido assim, me abrigo e passo as noites em cavernas ou troncos de arvores, quando em minhas caminhadas encontro alguma pousada, aproveito o maximo o conforto de uma cama e uma comida mais quente e nutritiva. Mas hoje, estou proximo a fronteira entre o pais do fogo e a aldeia da areia. A floresta é mais densa e longa, no ponto em que me encontro requer mais ou menos meio dia de viagem para sair dela para qualquer lado que eu vá.

Enquanto caminho pela floresta, lembro novamente da época na academia, quando foi formado os times, o time 7... achava totalmente desnecessário um time de 3 pessoas, eu tinha que ficar forte e ter poder, outros só iriam me atrapalhar. Por sorte do destino, sim naquela época via como azar, mas hoje de fato sorte, fiquei no time liderado pelo kakashi (o ninja que copia); Naruto (ninja número 1 imperativo e cabeça oca) e Sakura (a kunoichi com maior controle de chakra, gentil e "Irritante") deixo escapar mais um sorriso, fraco, mas que mostro um pouco de diversão ao se referir nela como irritante. Não que ela seja, mas uso esse termo para impor o carinho que sinto por ela... em meus maus momentos, consumido pela escuridão, quis a matar 2 vezes, e por último a coloquei em um genjutsu antes de lutar com o Naruto. Não posso negar, desde que deixei a vila, ela não sai da minha cabeça. No início eu achava que ela era mais uma daquelas fangirls que viviam gritando por mim, aquilo me irritava e sempre me atrapalhava. Mas a Sakura era diferente, no início ela era igual as outras, mas com a formação do time 7, pude perceber que ela realmente se preocupava comigo, queria cuidar de mim, sempre brigando e berrando com Naruto, mas comigo ela sempre era gentil e carinhosa. Era atenta a tudo que eu fazia, e tinha aquele sorriso, que faria qualquer um querer à proreger ou ser o motivo para ele. Naquele tempo eu reparava nela, mas só para almentar minha vaidade pessoal. Mas com o tempo, pude perceber que tinha um carinho por ela. Mas quando decidir deixar a vila, e ela me pediu para ir junto, eu que quis protege-la, não poderia leva-la junto. Eu já imaginava os caminhos que iria seguir, ela era boa demais, gentil e tinha uma vida feliz, não poderia destruir toda a vida dela desse jeito... - sakura...- involuntariamente pronunciei seu nome quase como um sussurro. Ultimamente tem sido assim, penso nela, a mulher forte que se se tornou e ao mesmo tempo tão gentil e carinhosa. Ela me surpreendeu com seu crecimento durante a guerra. Mas me fez mais feliz seus cuidados enquanto fiquei no hospital. Ela sem dúvida mudou muito. 

Será que ela ainda me ama? Como será que está hoje? Não tenho como saber, e nem por que penso nesse tipo de pergunta... Não vejo sentido nisso, até por que eu não tenho interesse em saber essas respostas, ela é apenas uma ex companheira do time 7, só isso...

Será que assim como Naruto, ela se casou? 

Balanço a cabeça em sinal de desaprovação, quando penso nessa pergunta, tentando me libertar desse tipo de pensamento, sinto-me traído por meus próprios pensamentos. Apesar de hoje ser mais compreensivo, mais pacífico, mais livre de dor ou qualquer sentimento de vingança, ainda não consigo sentir ou expressar sentimentos maiores como amor por uma mulher, ou desejo de ter uma família com alguém, e por isso não penso nesse tipo de coisa. Ou melhor dizer, quando penso na Sakura, não entendo, mas sempre penso se ela me ama ou quer ter uma família comigo... mas não que eu queira isso, é somente que eu não sei por que, mas parece que minha mente associou o nome dela com esse tipo de pensamento, mas acho que não tem nada haver uma coisa com outra, ou tem?

- tsc... que droga -  mais uma vez balanço a cabeça em desaprovação, mais uma vez meus pensamentos me traíram.

Saindo de meus devaneios e pensamentos confusos, a frente vejo a entrada entre duas rochas de uma pequena caverna, por hoje vou passar a noite por aqui mesmo.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...