História O Reencontro - Capítulo 18


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amor, Família, Gorda, Plus Size, Reencontro, Romance, Suspense, Tatuados
Visualizações 3
Palavras 4.445
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Mistério, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Olá bebês da Miih

Espero que gostem

Boa leitura

Capítulo 18 - Capítulo 17


Isabelly Whinchester


Chegamos do enterro da Mia e Milly grudou em mim, em nenhum momento ela chorou só está tristonha afinal ela perdeu a mãe dela

A recepção pós enterro está lotada onde agora todos estão conversando pelos cantos e comendo os lanchinhos servidos

Ainda não me acostumei com o luto Americano, quem ja se viu fazer uma festa após um ente querido morre? Vejo as gêmeas correrem pra mim e Pattie acenou de longe e percebi que está acompanhada de um homem alto e muito bonito

-Oi meus amores, estão com fome?
-Quero bligadeio
-Brigadeiro Julie
-É o doce de chocolate do seu pais - revirei os olhos
-Acho muito bom você tirar a Soraya de perto daquele moleque - Gab esbravejou com Marta rindo
-Deixa a menina Noah Gabriel
-Quê?
-Deixa ela
-O moleque tem dezenove anos
-E eu com isso? Eles só estão conversando
-Eu vou lá - agarrei seu braço - Solta
-Se fizer isso ela vai te odiar pro resto das férias se controla porra - Como é bom falar português aqui ninguém entendi
-Te odeio
-Mentira você me ama - mostrei  a língua e todos paramos ao ver o estado de Charles sendo amparado por Leon

-Papai - Milly saiu do meu colo e ele caiu ajoelhado chorando aos berros agarrados com ela e assim fez ela chorar também - Mamãe pediu pra cuidar de você - acariciou o rosto dele - Disse que você iria ficar igual um bebê chorão
-Eu.te.amo.princesa - soluçou - Eu te amo tanto
-Vou pegar um docinho pra você - ele sorriu fraco - Já volto - secou o rostinho e correu pra grande mesa de comidas
-Charles - mesmo com corpo tremendo me aproximei - Meus pêsames
-Ai Isabelly - ele me agarrou e travei - Me perdoa por tudo, me arrependo muito por tudo que fiz e disse no passado
-Charles solta ela - Leon falou e logo ele me soltou e não tive reação a não ser sair de perto sem dizer nada

Fiquei algumas horas no quarto olhando a neve cair lá fora sem piedade e senti um abraço e as lágrimas desceram mais ainda

-Mãe  - Soraya me olhou - Senhora precisa comer
-Estou sem fome
-Trouxe uma bandeja - olhei pra cama - Sei que não vai descer e enfrentar a todos sem a Tia Mia aqui - solucei - Mãe tudo bem...

Nos abraçamos, palavras e atitudes me confortaram... Minha menininha as vezes age com mais maturidade que eu aos meus trinta anos

-Vou preparar um banho pra nós duas e depois jantamos - sorriu fazendo suas caretas - Oh consegui um sorriso
-Obrigado - ela beijou minha testa
-Vou por a banheira pra encher - concordei - As meninas também vão subir já já
-MAMÃE - os gritos histéricos invadiram o quarto e sorri - VAMOS VIAJAR - franzi o cenho logo vendo Cait e Marta entraram com sorrisos no rosto
-Viajar?
-Isso mesmo - apontou um envelope azul - Os presentes da Mia - senti as lágrimas voltarem - Ela nos queria juntos por mais um tempo
-Qual destino? - Soraya apareceu impolgada - Sabe se o Jayden vai?
-Vai sim - sorriu - Mia Sullivan planejava tudo direitinho
-Como assim?
-Acha mesmo que ela convidou o primo dela de dezenove anos a toa? - Cait falou - Ela sentiu que rolaria uma química
-Bruxa - começamos a rir e vi as meninas correndo somente de calcinha pelo quarto - Que isso?
-Vamos tomar banho na banheira
-Vamos deixar vocês - apontou Marta
-Só viemos avisar que Loren entrou em trabalho de parto e essas horas já deve estar ganhando
-Porque não me avisaram?
-Sabiamos que queria um tempo sozinha - revirei os olhos
-Tambem não adiantaria muito,  a neve está muito alta e o perigo de ficarmos presos la fora era grande
-Quem foi?
-Charles, Alfredo e Leon
-Ok - elas sairam fechando a porta e ouvi as gargalhadas no banheiro e vi Soraya de biquini e as meninas de calcinha - Não me esperaram?
-Olha mamãe ta fazendo bolha igual a do papai
-Sério? - tirei minha roupa ficando de langerie e entrei também e ficamos nos cinco conversando e rindo até a água esfriar

Soraya deu banho nas meninas e jantamos enquanto as meninas escolheram Lilo e stitch pra assistirmos

Amo esse desenho!

Logo as quatro dormiram e ouvi batidas na porta e franzi o cenho colocando um hobbie e abri minimamente a porta e o garoto loiro todo acanhado estava na porta

-Pois não?
-Oh perdão - suas bochechas ficarão vermelhas - Pensei que esse era o quarto da Soraya
-É também
-Mãe - ouvi um sussurro e ela apontou pro banheiro

Como ela acordou tão rápido?  Ou ela nem estava dormindo.

-Ela está no banheiro quer entrar?
-Não quero atrapalhar senhora
-Senhora está no céu menino - abri a porta - Pode entrar
-Licença - Soraya saiu do banheiro apertando os dedos e franzi a testa
-Vocês estão se pegando de madrugada?
-Mãe - ela falou baixo e dei risada
-Tem camisinha no banheiro caso precisem - os dois arregalaram os olhos - Brincadeira - me deitei de novo ajeitando as meninas na cama e fiquei quietinha ouvindo os estalinhos de beijo

Minha menina cresceu!

Acordei com a claridade e gritos altos e pulei da cama reconhecendo as vozes

Gabriel e Soraya

Desci correndo e tive o desprazer de ver Gabriel socando a cara do garoto

-PAI PARA - gritou Soraya desesperada
-NOAH GABRIEL MONTENEGRO - gritei assustando a todos - QUE PORRA É ESSA?
-Peguei esse sujeitinho passando a mão na bunda da minha filha
-VOCÊ ENLOQUECEU PORRA - gritei e todos nos olham estranho - ELE É UM GAROTO SEU DOENTE
-ELE ESTAVA ABUSANDO DA MINHA FILHA
-NÃO ESTAVA NÃO - gritou Soraya - Meu Deus que vergonha - abaixou ajoelhando - Você está bem Jayden?
-Estou boneca - sorri e ela começou limpar sua boca e nariz sangrando - Estou bem, não chora pequena
-OLHA A MERDA QUE VOCÊ FEZ - gritei o empurrando que caiu sentando no sofá - Você está proibido de chegar perto da minha filha e garoto, eu juro por Deus Gabriel que esqueço tudo que tivemos e nosso carinho e respeito e meto o processo em você
-Sou obrigado aceitar um marmajo desse apalpando minha filha pelos cantos da casa?
-Você sabia que ela iria crescer um dia - bufei - Que merda você tem na cabeça cara, e se ele fosse um adolescente também? Certo que pelas leis daqui ele ainda é menor de idade - respirei fundo - Fica longe

Me abaixei ajudando o menino se sentar e verifiquei seu nariz e graças a Deus não quebrou, seu olho esquerdo está ficando inchado e logo ficará roxo, um pequeno corte no canto da boca

-Filha calma - sorri - Ele está bem, alguns hematomas mas ficará bem - ele concordou
-Tira a mão da minha filha - fuzilei Gabriel que foi arrastado por Marta e percebi os olhos dos homens em mim
-Mãe? Acho que deveria trocar de roupa, mesmo de hobbie está mostrando bastante
-Quem liga - bufei - Se lembra do curso de primeiros socorros?
-Sim
-Faça os curativos nele e fiquem longe do seu pai
-Ok - olhei pra ele
-Controle essas mãos em público
-Senhora juro por Deus no céu que não estava fazendo nada demais só estavamos abraçados e dei um selinho nela
-É mãe, ele não me tocou ou faltou com respeito papai ta vendo coisa
-Francamente - neguei saindo pisando duro e senti os olhares em mim

Christian, Ryan e Leon estão bandando e dei um sorrisinho malicioso

Babem seus idiotas, cuspiram pra cima pra cair na testa!

Troquei de roupa e resolvi arrumar minhas malas afinal não tem mais porque ficarmos aqui sem Mia

*Flashblack on*


-Charles está em negação, ele acha que serei curada, mas eu sinto que chegou minha hora pequenininha - solucei - Cuida da Milly pra mim? - me entregou um envelope - Ai dentro tem papéis autorizando você e Leon como padrinhos cuidarem dela, caso Charles não aguente, ele me ama e sei que isso será a ruina dele - secou a poucas lágrimas
-O que está dizendo?
-Caso ele se afunde no luto, a guarda temporária da Milly é de vocês dois, terão que cuidar e criar ela juntos
-Me recuso - neguei - Não, ele é pai dela - abriu o envelope apontando
-Ele assinou consciente disso - engoli seco - Ele pode aguentar mais também pode ir a ruina e afundar na depressão
-Mia não - me joguei em seus braços - Porque você?
-Deus me quer ao seu lado minha amiga - solucei e abafei meus gritos em sua perna - Desabafa, chora, grita, surta só me prometa estar bem quando eu partir.
-Não posso
-Você pode e esse documento te obriga ser responsável ou ela vai ficar com conselho tutelar
-Não pode
-Infelizmente pode, pois se ele ficar no estado que imagino - suspirou - Será abandono de incapaz
-Meu Deus - estendeu o envelope - Mia - choraminguei
-Eu te amo - ela beijou minha testa saindo - Quase todos souberam ontem, como vocês dois não estavam aqui ficaram sem notícias pois proibi contarem pra vocês
-Quem sabia?
-Charles, Caitlin e meus pais
-Ela sabia?
-Não a julgue, ela prometeu segredo e sabe que ela é fiel a suas promessas
-Eu sei

*Flashblack off*


Milly! Tenho que leva - lá se eu for embora, tenho que conversar com Charles e Leon ao mesmo tempo

Pego o enlevope que Mia me entregou e desco entrando na cozinha vendo o garoto com uma bolsa de gelo no olho esquerdo enquanto Soraya está dando salada de frutas na boca dele e sorri pra eles

-Bom dia - cumprimentei chamando atenção
-Bom dia - Me sentei no lugar vago ao lado de Marta
-Leon e Charles podemos conversar ao término do café?
-Sim - desviei meu olhar vendo Alfredo e franzi o cenho
-Que merda ta fazendo aqui?
-Lorena me expulsou do hospital - fiz um bico torcendo a boca
-O bebê nasceu?
-Sim a pequena Mia é perfeita - sorriu
-Meus parabéns - ele assentiu - Caso queira trocar o enxoval do bebê tenho as notas ainda
-Não está ótimo - revirei os olhos

Orgulhoso de merda! - pensei

-Aposto que a Loren vai querer - ele concordou baixinho - Você não deveria ter mentido pra ela
-Eu sei - todos olham pra ele e dei de ombros - Acho melhor falar com todos
-O que houve cara? - Ryan falou de boca cheia e fuzilei ela que sorriu sem graça
-Estou falido - o choque em todos ficou visível - Fui demitido da gravadora a quase um ano e os serviços particulares não estavam tão frequentes - deu um gole no suco - Ela fez o último trabalho aos seis meses quando a barriga ainda era pequena e nosso dinheiro se foi, estava devendo a hipoteca, empréstimos do banco - engoliu seco
-Cara porque não pediu ajuda?  - Christian falou preocupado
-Orgulho, sempre me gabei sobre ser controlado com dinheiro e ser o foda
-Conta a verdade - falei sem paciência pra enrolação
-Alfredo? - Charles falou
-Estava tendo um caso - em segundo Cait voou em cima dele sendo segurada por Charles que tem o rosto vermelho - Ela tirou umas fotos e gravou uns vídeos intimos e estava me ameaçando - abaixou a cabeça - Eu não tinha saída
-VOCÊ ACABOU COM O PATRIMÔNIO DA MINHA AMIGA PRA PAGAR PROSTITUTA SEU FUDIDO - Cait se debateu tentando sair do aperto de Charles - ME SOLTA VOU ARREBENTAR A CARA DELE
-Caitlin calma - Charles falou - Por favor Cait - e ela sossegou e ele suspirou aliviado, arqueei a sobrancelha

Que porra foi essa? Espera, ele ta de pau duro? Puta merda! Pela Caitlin! Puta merda três vezes

-Eu me arrependo Caitlin, eu... Eu fui um babaca
-Você faltou com caráter cara - Charles a manteve precionada nele - Jamais traia a pessoa que ama
-Eu sei cara
-Por isso ela está com raiva? - Leon questionou
-Não, o cartão foi recusado e ela atendeu a ligação do banco - suspirou parecendo cansado - Também estava estranhando não termos comprado nada do bebê ainda
-Como assim? - Christian franziu o cenho
-Eles não tinham nada pro bebê, Mia deu o berço e roupas que estavam na garagem - Charles falou
-Cara deveria ter pedido ajuda, somos amigos pra isso um ajudar o outro - Ryan se irritou
-Eu sei, mas já temos tudo e resolvemos voltar pra cá
-Mas e a casa de vocês em Londres?
-Vendi e depositei na conta dela
-Como vendeu a casa sendo que estava devendo a hipoteca
-Ele procurou um agiota - todos me olharam assustados - Calma, eu sou o agiota - sorri forçado - Paguei as dívidas e comprei a coisas pro bebê
-Tenho um apartamento vazio em NY cara - Ryan falou - Depois que comprei a mansão não uso mais com tanta frequência
-Ou seja ap de fodas - Cait falou
-Melhor que nada gatinha - deu de ombros
-Nesse questão Mia nos ofereceu a casa de vocês em NY ou Los Angeles - Charles concordou
-Coitada da minha amiga - deu um tapa - Espero que ela nunca te perdoe
-Cait... - ela mostrou o dedo saindo do cômodo pisando duro - Satisfeita?
-Com certeza - sorri sem mostrar os dentes - Jamais deixaria minha amiga sair por ruim ou louca sendo que a merda do erro está em você não nela

Terminei meu café e aguardei os dois bonitos terminar e logo Charles me chamou pra vir até seu escritório

-Qual motivo dessa reunião?
-Milly - joguei o envelope desconfortável - Você está saudável mentalmente ou devo leva - lá comigo?
-Você vai embora? - Leon me encarou
-Não achou que ficaria aqui pra sempre né?
-Achei - torceu a boca
-Errado - cruzei os braços - E ai?
-Você poderia cuidar dela por um tempo? Minha cabeça está longe e não consigo me concentrar nela agora
-Iremos ficar um mês em Hong Kong
-Como? - falei assustada - Quem definiu isso?
-Mia - Leon cruzou os braços desafiador - Ela fechou uma mansão pra todos nos ficarmos lá - engoli seco - O jatinho está fechado para sair dia trinta as oito da manhã chegaremos lá meia noite e dez
-Porra dezesseis horas de vôo?
-Olha a boca mocinha - to chocada
-Vai se fuder Leon - olhei pro Charles - Você tem até o próximo dia vinte e oito pra saber se pode ou não cuidar da sua filha
-Obrigado Isabelly - dei de ombros
-Não estou fazendo por você e sim por ela e pela Mia - senti a garganta secar - Ela me pediu em suas últimas horas e não vou decepciona - lá
-Achei mesmo que não iria - franzi o cenho - Mia me fez perceber o quanto errei com você após sua crise a seis anos - engoli seco - Ficamos desesperados sem saber o que fazer e ali eu vi que era grave e irreversível o que fizemos você sofrer
-Não estou aqui pra falar do passado - fui grossa - Estams falando da sua filha e nossa afilhada, pelos próximos meses irei ficar por perto, mas ao ver melhoras sua, irei voltar ao meu país
-Obrigado novamente - peguei o envelope saindo do escritório e voltei pro quarto

🌻🌻🌻🌻🌻🌻🌻🌻🌻🌻🌻


Hong Kong

Dois dias depois....


Finalmente chegamos e pra minha surpresa Lorena resolveu vim junto com a minúscula Mia e ainda está de cara virada para Alfredo que literalmente virou seu burro de carga

-Deixa as mulheres escolherem os quartos - Charles falou - Isabelly pode ficar em uma das suítes que tem acesso a outro quarto assim você fica com as meninas
-Ótimo - peguei minha mala que logo foi tirada por Rick - Obrigado
-De nada chefe - subiu e vi sua namorada toda tímida
-Muito Prazer sou Isabelly Whinchester - estiquei a mão

-Oi sou Deanne Caruso - sorri
-Seja bem vinda - apontei com a cabeça - Pode entrar e escolher um quarto pra vocês dois
-Oh não, fico com ele na ala dos seguranças - neguei
-Rick além de meu segurança é meu amigo - ela torceu a boca - Ele pode ficar dentro da casa
-Tudo bem então
-MAMÃE VEM VER A PISCINA - escutei os gritos histéricos das meninas
-Licenças - ela acenou - Cadê as outras malas Leon?
-No seu quarto madame - arqueei a sobrancelha - Subindo a escada ultimo quarto lado esquerdo
-Meninas venham - chamei e uma Julie completamente molhada surgiu - O que foi isso?
-Ela não me escultou e caiu na piscina - Soraya sorriu - Espoleta
-Você é uma péssima irmã
-Ei - começou fazer cocegas - Sou a mais velha e você tem que me ouvir quando eu falar sua danadinha
-PA . PA . PARA PAPAI ME AJUDA - gritou rindo - JU AJUDA EU
-Eu não - bocejou - Mamãe estou com sono
-Vamos subir meninas - apontei pra Soraya - Juízo
-Senhora sabe que eu tenho - concordei - Boa noite mãe

Acordei ainda está escuro, tomei um banho percebendo que Soraya não dormiu comigo

Se o Gabriel ver vai surtar! De novo

Abro a porta e pra minha surpresa ela está com no meio da grande cama com Milly abraçada a ela, enquanto Julie e June estão quase sentadas de tanto travesseiro

-Bom dia - a voz rouca me assustou - Desculpe não foi minha intenção
-Bom dia Jayden
-Será que posso acordar a Sol?
-Pode só não acorde as meninas, está bem cedo ainda - pisquei saindo

Desci a escadas reparando nos detalhes e a casa é incrivelmente bem decorada

-Bom dia - me viro vendo uma moça chinesa - Sou a Mei sou a filha da caseira
-Bom dia Mei, sou Isabelly Whinchester
-Dona Mia falou bastante da senhora
-Espero que bem - ela concordou e uma idosa apareceu - Bom dia
-Bom dia senhorita, precisa de ajuda no café da manhã?
-Oh não, eu me viro bem
-Estaremos a disposição nossa casa é ao lado do vestiário da área de laser nos fundos da casa
-Claro - elas sairam e percebi a mulher babando e me virei vendo um Christian de pau duro e sem camisa sonolento - Deveria pelo menos esperar a ereção baixar pra sair do quarto
-Hãn? - finalmente abriu os olhos e sorriu olhando pro próprio pau - Ata
-Idiota - revirei os olhos
-Quer ajuda?
-Não - abri os armário tirando panelas e indo até a dispensa pegando ingrientes pra fazer o café

Panquecas, Ovos, Bacon, Salada de fruta, croissant, cortei frios e já iria pedir pro Christian ir atrás de pão mas a caseira já veio trazendo um grande saco

-Bom dia Bela Dama - falou galanteador e notei que ele trocou de roupa e pelo cabelo molhado tomou banho - Qual seu nome?
-Mei - sorriu corada
-Sou Christian - beijou o dorso da mão esquerda dela - Encantado
-Não perde tempo mano - Ryan entrou na cozinha com um notbook e celular em mãos - Bom dia Isabelly
-Dia Ryan
-Se incomoda se eu usar o balcão pra tomar café? Preciso fazer uns trabalhos aqui
-A vontade vou ver as crianças - parei - Aceita um café?
-Claro - o entreguei a xícara - Nossa isso está delicioso
-Jeitinho brasileiro - sorri e vi seus olhos percorrer meu corpo - Não seja imbecil - revirei os olhos

Esbarrei em um muro de concreto que se move e reconheci o perfume e seus dedos tocando minha cintura desnuda

-Bom dia minha Izzy
-Bo. Bom Di. Dia Leo
-Você fez tudo isso? - concordei - Deveria ter pedido ajuda
-Eu ofereci ajuda - Christian passou por nós risonho - Procurem um quarto
-Sujo falando do mal lavado né - ele gargalhou e tentei me afastar
-Do que estão falando? - seu olhar bravo o entregou

Ciúmes!

-Ele estava dando em cima da filha da caseira na maior cara de pau - dei de ombros - E agora nos mandou pro quarto
-Eu curto essa idéia - neguei me sentindo quente com seus lindos olhos azuis me encarando - Me dá uma chance minha flor
-Leo por favor
-Oi - Marta passa no nosso meio e aproveito pra sair quase correndo não antes de ouvir um "Porra Marta"

Obrigado Martinha, me salvou de cair na lábia do filho de puta gostoso duma figa!

Entrei no quarto e quase infartei com a visão de Soraya montada no colo de Jayden o deitando na minha cama

-Tsc, tsc, tsc pegos no pulo - falei fechando a porta e ambos pularam no susto - Imaginou se fosse seu pai Soso?
-Mãe quer me matar? - falou ofegante - Bom dia - me abraçou e percebi ela tremendo
-Bom dia crianças - analisei Jayden com uma puta ereção e...

Porra a calça dele está aberta! E ela está de vestido!

Calma Isabelly não surta! Ela é responsável, jamais agiria pela emoção e também é decidida

Engoli seco e olhei pro garoto que está com lábios inchados e seu rosto vermelho igual pimenta

-Desculpa Senh.... - neguei acenando pros dois sentarem
-Se eu não tivesse chegado provavelmente vocês dois teriam transado - puxei o ar - Por Deus todo poderoso, se vocês dois querem fazer isso não vou proibir ou gritar mesmo que esteja entrando em parafuso - parei respirando fundo - Mas por tudo que é mais sagrado, não deixem de usar a merda da camisinha e você não iluda minha filha, se você ver que isso - apontei - Não vai passar de um lance de final de ano avise ela pois não vou aguentar minha menina chorando arrependida por ter perdido a virgindade com um babaca
-Mãe - ela apertou as mãos
-Desculoa filha mas tenho que falar
-Tudo bem - mordeu o lábio olhando pro Jayden
-Senhora - arqueei a sobrancelha - Desculpe Isabelly eu e a Soraya estamos juntos a dez dias - cruzei os braços - Ela me disse que vão ficar em Nova York pelo próximo ano e...
-Como? Fica em Nova York?
-É - olhei pra ela que aperta tanto seus dedos que estão brancos - Sou três anos vai velho que ela e já estou no primeiro ano da faculdade e... Não importa eu gosto dela e quer tentar sabe
-Tentar transar com ela ou um relacionamento? - falei seria
-Os dois, mas... Merda eu quero namorar sua filha - se levantou arrumando a calça - Eu tenho as melhores intenções e foi a amor a primeira vista - segurei o riso com seu nervosismo - Sol eu realmente quero fazer dar certo e o que sinto ao te ver e ouvir sua voz não sei explicar - fez ela levantar e me sentei analisando a situação - Como você mesma disse, já sou um homem com responsabilidades e você é uma adolescente doce, meiga, inteligente e tão madura pra sua idade, eu não vejo uma menina e sim um puta mulherão que amaria poder chamar de minha namorada
-Jayden.... - ela me olhou e fechou os olhos recebendo o carinho dele em sua bochecha
-Terei que voltar em alguns dias pois tenho faculdade e trabalho - ela concordou - Mais prometo que nos encontraremos quando voltar a NY
-Ai credo gente - me meti - Ainda tem uma semana Jayden?
-Sim senhora - revirei os olhos
-Vão tomar café e... - entrei na frente deles - Vamos fazer um combinado entre nos três - concordaram - Esse quarto liga ao quarto ao lado certo?
-Sim
-Quando quiserem privacidade, tranquem as duas portas e deixe a do quarto das meninas aberta pois pelo delas consigo acessar meu closet tranquilamente ok?
-Ok - Jayden beijou a testa dela
-Podem ir e quero falar com você rapidinho filha
-Vou deixar vocês a sós - ele saiu fechando a porta
-Você tem certeza? - falei receiosa - Tipo quer mesmo perder a virgindade com ele?
-Não sei, naquele momento pareceu certo e estou certa que se acontecer não irei me arrepender ele estava sendo carinhoso
-Ai porque você teve que crescer mesmo?
-Porquê Deus quis assim
-As meninas vamos acorda - las
- Vamos - abri a porta vendo a porta aberta e nada delas na cama - Acho que estamos atrasadas

Descemos de mãos dadas e nos sentamos

-Bom dia amiga - beijei a bochecha da Cait
-Bom - sussurrou
-Lore - ela sorriu largo e vi o chupao no pescoço - Você viu aquele chupão?
-Vi, ela disse que fez ele de escravo sexual essa madrugada - cochichou - Ainda por cima deixou ele todo arranhado e de pau duro - segurei o riso
-Maluquinha
-Papai Leon - Julie chamou a atenção de todos
-Oi Princesa - sorriu
-Eu posso usar camisinha - os homens esgasgaram de olhos arregalos e somente Christian está gargalhando com Cait
-Da . Da . On. Onde . Vo. Você tirou isso?
-Ouvi a mamãe falando pra mana Soso usar camisinha com o  Tio Jayden - fechei os olhos

Merda!

Marta bati desesperadamente nas costas de Gabriel que está vermelho tossindo me fuzilando

-QUE PORRA É ESSA ISABELLY? - gritou
-Ah ele falou palavrão - Milly tampou os ouvidos e as gêmeas Tambem - Vai por dinheiro do cofrinho cinco dólis
-Dolares amor - Charles sorri fraquinho - Ele vai pagar depois
-Não, não agora - estendeu a mão - Mamãe morreu mais eu não - todos olhamos pra ela - Vamo Tio Gab
-Desculpa Gatinha o tio não ta com a carteira
-Ele vai pagar juros - June falou toda corada pela timidez
-Isso mesmo, cem dólares - Julie sorriu largo - Porque falou palavrão e gritou a mamãe
-Sabia que é feio gritar mulher tio Gab - June olha pra ele
-Fudeu mano
-Ah - Milly apontou
-Eu pago - Ryan deu a nota pra cada uma - Perdão minhas princesas
-Tenho que pagar pra cada uma?
-Uhum - concordamos e ele me fuzilou e dei de ombros
-Não se esqueça Noah Gabriel longe da minha filha e do namorado dela
-Ok general

Porra! Tenho que tomar cuidado ao falar as coisas perto dessas meninas.

Jurava que essas pestinhas estavam dormindo...

Ah que saber, to nem aí. Fui criada por um pai liberal que nunca me impediu de tomar decisões em relação minha vida amorosa

Só tenho que tomar cuidado com ela pra ele não sofrer



NÃO ESQUEÇAM
DEIXAR SEU VOTO
SEU COMENTÁRIO
AJUDA MUITO ❤❤❤

🌻🌻🌻🌻🌻🌻🌻🌻🌻🌻


Tenho grupo no WhatsApp caso tenha interesse em participar para interagir, dar idéias e receber spoiler e informações 

Link abaixo



Notas Finais


Grupo WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/LXCJjb94VGfBM016Sx73MR

Perfil Wattpad: Miih-Historias

O que estão achando???


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...