História O Reencontro - Capítulo 19


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amor, Família, Gorda, Plus Size, Reencontro, Romance, Suspense, Tatuados
Visualizações 2
Palavras 4.729
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Mistério, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Olá bebês da Miih

Espero que gostem

Boa leitura

Capítulo 19 - Capítulo 18


Fanfic / Fanfiction O Reencontro - Capítulo 19 - Capítulo 18

Isabelly Whinchester 


Com ajuda de Marta fiz o almoço enquanto Soraya e Jayden ficaram na piscina com as meninas

As gargalhada delas é ouvida de longe, já espiei e Jayden está ensinando elas nadar como incentivo ele finge ser um tubarão

-Ele leva jeito com crianças - Marta fala e concordo 
-Eu vou infartar - virei semicerrando os olhos - Aquele moleque está agarrando Soraya com aquele pedaços de pano qur ela chama de biquini 
-Você queria uma burca? - Marta gargalhou abraçando seu pescoço - Não seja ridículo Gabriel
-Ela é uma criança Isabelly 
-Uma adolescente Noah - revirei os olhos - É paixão caramba deixa ela
-Isso é errado e se esse fulano partir o coração dela?
-Você é pessimista baby - Marta falou 
-Não sou - mordiscou o pescoço dela e bufei
-Procurem um quarto vocês dois
-Iremos fazer isso agora mesmo - Noah puxou ela e sairam as pressas da cozinha 

Comecei colocar a mesa e vi o casal quebra tudo aparecer e reprimi a risada pois de madrugada todos ouviram os gemidos da Lorena mais suas broncas como

"Eu não deveria estar excitada por você"


"Mais rápido pois estou com raiva de você, quero duro e forte"


"Seu mastro me enlouquece filho da puta"


"Eu te odeio tanto que te amo"


-Porque está rindo igual uma retardada? - Semicerrei os olhos abrindo um sorriso malicioso 
-De você e sua indecisão - dei de ombros
-Awn Fredo, mais rápido - Caitlin entrou na sala de jantar
-Vai seu filho da puta, me fode direito - Christian sorriu 
-Oh você está muito apertada - Ryan imitou Alfredo
-Awn duro e forte - Ryan voltou falar
-Não esquece a porra da camisinha Fredo, seu cavalo andaluz - Christian gargalhou
-Parem estão constrangendo minha esposa - Alfredo reprimi o sorriso 
-Vocês são um bando de invejosos - Loren fala sorrindo - Isso é inveja porque estamos transando e vocês não 
-Tenho até dó da pequena Mia - Charles falou 
-Relaxem ela estava com a Cait - Alfredo falou 
-Viu só como sou uma excelente dinda - piscou 
-O que vamos fazer de noite?
-Podemos fazer um jantar aqui na casa ou sair pra cidade - dei de ombros 
-Ai você ficaria as próximas horas na cozinha de novo
-Eu tenho Marta me ajudando - dei de ombros - Gosto de cozinhar 
-Está muito gostoso - apontou - O que seria isso?
-Escondidinho - todos começaram se servir após a avaliação de Charles 
-Porra isso está muito bom 
-Cadê as meninas?
-Tomando banho com Soraya
-Deixem pras crianças seus gulosos - Loren falou ao ver Christian e Ryan encher o prato 
-Eu fiz uma travessa pra elas - pisquei - Coloquei mais queijo na delas 
-Injusto - falou de boca cheia
-Relaxa Ryan, tem mais no forno 
-Obrigado Deus pela vida dessa mulher - Christian ergueu as mãos e corei abaixando a cabeça

O almoço rolou entre conversar aleatórias e comentários sobre me darem folga das meninas e neguei dizendo que não me importava ficar com elas

-Mamãe - Milly correu pra mim e engoli seco olhando pro Charles - Papai olha fiquei com marquinha - mostrou o biquini 
-Ficou mais linda ainda - beijou a testa dela - Experimenta isso aqui - colocou um pouco na boca dela 
-Didinho papai - lambeu os lábios - Mamãe eu quero - deu pulinhos
-Mamãe - June entrou chorando na cozinha e na hora larguei meu prato correndo até ela
-O que aconteceu? Me fala 
-A Julie me empurrou e me bateu dizendo que sou burra 
-Julie Groove Beckham - a repreendi
-Ela é uma tonta, fica dizendo que você vai namorar o papai - cruzou os braços - Mas eu ouvi a Tia Loren falar com a tia Cait
-Ouviu o que? 
-Que o papai fez mal pra você e você não quer saber do papai porque ele fez dodoi no seu coração e na sua alma - engoli seco
-MAMAE E PAPAI TEM QUE FICA JUNTINHO - grito June - Você não sabe de nada - ficou vermelha e foi em cima de Julie e não tive reação 
-MENINAS - me assustei com grito - DE CASTIGO AGORA ATÉ O FINAL DAS FÉRIAS 
-Leon você....
-Não - me olhou - Não tire minha autoridade na frente delas Izzy
-Está certo me desculpe - mordi a boca  
-Ficarão de castigo sentadas no quarto pensando

As duas começaram chorando chamando por mim e não aguentei sai da cozinha

-Ei - senti sua presença me acompanhar - Izzy
-Leon eu preciso de um tempo, me derrete ver elas chorarem
-Elas estão erradas em brigar aos tapas - concordei - Pequena - seu toque em meu rosto me arrepiou - Olha pra mim - neguei - Por favor 
-O que você quer?
-Você nunca vai me dar uma chance?
-Eu nunca falei isso
-Preciso saber se posso continuar lutando por nós 
-Eu realmente não sei - desviei mas fui segurada - Me solta 
-Termina seu almoço - senti sua respiração em minha nuca - Depois você foge pra onde quiser 
-Eu na...
-Sim, você sempre foge quando o assunto é nós dois
-Leo... - sussurrei sentindo sua ereção acima da minha bunda
-Droga essa porra de vestido transparente com esse maiô decotado não está me ajudando - olhei pra ele através do espelho a nossa frente 
-Não podemos - ele deixou um beijo molhado em meu pescoço, mordiscou meu lóbulo 
-Eu te amo não esqueça disso - falando isso saiu praticamente correndo escadas acima

-Uau - me assustei colocando a mão no coração 
-Caralho Lorena 
-Que calor não - arqueei a sobrancelha - Esse clima quente entre vocês 
-É inevitável quando os dois se amam ainda 
-Como que é? 
-Eu ainda o amo mesmo depois de tudo
-Está bem com isso?
-Estou - dei de ombros 
-Pode contar comigo pra tudo ok? Não sou a Mia mas... Sou sua amiga - concordei e voltamos pra cozinha enquanto ela colocou a pequena Mia no peito

Ajudei as meninas almoçarem e após liberei Soraya ir passear com Jayden que pegou um dos carros da casa

Quando Gabriel e Marta reapareceram eu ja estava na metade do jantar e ambos sorriram como hienas

Resultado de boas horas de sexo - pensei

Recusei ajuda de Marta, mas aceitei a compania deles já que resolveram de última hora trocarem presentes

Pedi pra Soraya comprar meu presente afinal tirei ninguém menos que Alfredo e como estamos em Par contando com a pequena Mia deu certinho

O casal transante sairam as pressas para comprar os presentes e entreguei os nomes pra eles

Leon levou as meninas com eles e agora finalmente estou sozinha nessa enorme mansão

É tão estranho ficar sem elas, já acostumei com a gritaria, brigas e o monte de perguntas que fazem

A árvore já estava montada na grande sala e só arrumei a sala de jantar novamente com as louças de jantar e taças

Resolvi me arrumar logo já que terminei tudo e já deixei as coisas no forno para aquecer

E resolvi colocar um vestido lilás decotado e deixei meus cachos bem armados, fiz uma make básica, coloquei um salto branco e finalizei com perfume (look de cima ☝)

Desci para desligar os fornos e ouvi vozes no corredor e ao chegar os presentes todos embaixo da árvore percebi que todos já estão na casa

Com auxílio das luvas comecei colocar os refratários na mesa e fui até adega pegar três garrafas de vinho e um de espumante para virada do ano

Aos poucos fui ouvindo vozes na sala e a animação das crianças em saber de quem era os presentes maiores

-Puta que pariu - me virei e me deparei com Leon perfeitamente vestido numa calça jeans escura, camisa social azul com os primeiros botões abertos, sapatos social , seu inseparável rolex no pulso direito e aquele olhar sério que me deixa molhada 



-Você está muito mais linda, perfeita e perdão o termo deliciosamente gostosa
-Obrigado - sorri - Você está muito lindo também 
-Quer ajuda com algo? - neguei retirando as luvas - Certeza?
-Sim - tentei controlar a respiração 
-Porque está reprimindo as coxas pequena Izzy? - seu hálito de menta misturado com whisky me amoleceu - Diga-me precisa de ajuda?
-Não - falei mais firme
-Ok - ele plantou um beijo abaixo do meu ouvido direito - Notei essa sua tatuagem - engoli seco - virou - Também fiz suas iniciais dentro de um coração partido
-Quando você fez? - olhei confirmando sua tatuagem 
-Fiz ainda no Canadá - deu de ombros - Eu vi a sua e resolvi eternizar nossa ligação
-Obrigado por isso
-Eu te amo Izzy - tocou meus lábios - Sinto tanta falta do seus beijos

Fechei os olhos sentindo seus braços abraçarem minha cintura e seus lábios encostou levemente nos meus até que um pigarro nos afastou e ofegante olhei pra porta vendo meu pai e Van nos olhar

Ele ta puto! Ela ta rindo

-Boa noite - revirei os olhos - Isso é jeito de receber seu pai?
-Isso é jeito de chegar?
-Oh me desculpe atrapalhar você cometer o mesmo erro pela segunda vez 
-Dean - Van o repreendeu
-Eu sei o que faço da minha vida - bufei mas o abracei e logo cumprimentando Van e seu barrigão - Como está esse garotão?
-Pesado - sorriu - Estou ansiosa 
-Está próximo né? 
-Mais algumas semanas 
-Que bom que vieram 
-Seus tios estão na sala - concordei vendo os dois sairem
-Ignora meu pai ta bom 
-Ele só quer te proteger - torceu a boca - Eu não tiro a razão dele
-Vamos?
-Claro - suspirou me analisando como se conseguisse ver minha alma - Essa noite vai ser uma tortura - se aproximou novamente - Te ver gostosa tão perto e não poder te tocar - beijou novamente minha tatuagem e saiu na minha frente

Como ele faz isso? Me deixa aqui toda melada e finge que acabou de me fazer gozar somente com sussurros

Preciso trocar de calcinha, porra!

Cumprimentei meus tios e primos com seus respectivos companheiros e arqueei a sobrancelha por tio Sam ter trazido alguém tão nova com ele, essa garota deve ter pelo menos a metade da sua idade ou seja uns vinte e dois anos

Não me levem a mal, mas ele nunca se importou por festas e por estar reunido a família, sempre foi mulherengo e festeiro mais com bebedeira. Quase nunca está presente e se ele está aqui alguma merda ele deve ter feito

-Ficamos sabendo da brincadeira e trouxemos presentes também e tiramos os nomes entre nós mesmos - concordei com Jenna
-Iremos jantar primeiro? - Van questionou - Estou cheia de fome não é facil enfrentar dezesseis horas de vôo 
-Claro, podemos jantar primeiro - todos concordaram e vi tio Sam bobo com a pequena Mia nos braços

Iniciamos o jantar e os homens entrou no assunto trabalho, mulheres sobre o mundo da moda e crianças, os jovens ficaram falando sobre faculdade e assunto deles

Eu? Fiquei isolada com as crianças só comentando e me certicando delas não sujarem as roupas

Alfredo mantem sua câmera nas mãos tirando fotos a todo momento desde manhã

-Mamãe? - sai do transe vendo os olhinhos azuis me fitar 
-Hum?
-Vai ter sobremesa?
-Vai sim - pisquei 
-Blingandeiro?
-Brigadeiro meu amor - concordei - Isso mesmo 
-Ebaa - todos nos olhou fazendo elas abaixarem a cabeça 
-Tem bolo? - Milly falou 
-Fiz também e ele também tem brigadeiro 
-Huuum - June falou timida - Mamãe tem sorvete de morango?
-Tem meu amor, também tem de flocos e de Menta com chocolate 
-Obrigado mamãe - fui abraçada e todos ainda nos olham
-Continuem e nos ignorem - Leon não tirou os olhos do meu decote e mexi um pouco arrumando o fazendo engasgar

Confesso fiz de propósito

-Cara você ta bem? - Ryan bateu freneticamente em suas costas 
-Sim só... - tomou o vinho - Estou bem - me fuzilou e pisquei pra ele

Peguei sobremesa pras meninas e Soraya, Jayden nos acompanharam e deixei as sobremesa no balcão da cozinha enquanto comemos aqui mesmo

-Mãe
-Huum - olhei pra ela 
-Está muito bonita - sorri - Pra quem se arrumou tanto em?
-Pra mim?
-Em nenhum momento pensou no Le?
-Le? Que intimidade é essa dona Soraya? 
-Ei - apontou - Apelido de amigos - deu de ombros - Futuramente seremos família 
-Não, não pensei nele mas... 
-Mas?
-Ele gostou do resultado e já veio pra cima 
-Rolou beijo?
-Seu avô chegou 
-Nossa meu vô é um pé no saco viu
-Deixa ele - pisquei - Vai lá curtir seu garoto 
-Olha a cara dele não entendendo nada 
-Tadinho sua malvada - ela acenou - Nos espera na sala e sem muitos amassos - ela saiu pela porta dos fundos
-Vamos meninas? Terminaram? 
-Sim - pularam e lavei nossa louça suja e deixei escorrendo

Às onze em ponto todos estamos na sala conversando e June já está bocejando

-Vamos começar? As meninas estão ficando com sono e quero coloca - las na cama logo
-Então cada um pega seu presente - Marta falou e assim fizeram 
-June começa - anunciei percebendo ela cochilando já

-Eu peguei uma pessoa muito especial pra mim - sorriu corando - Essa pessoa me ama muitão, diz que sou a única princesa dele - todos sorri - Meu paidrinho Ryan - Ela da uns passos abraçando ele e já se encosta no colo dele que levanta com ela no colo
-Obrigado princesa - beijou a bochecha rosada dela que logo fechou os olhos - Bom, eu tirei o nome de alguém que amo encher o saco, irrito muito e por muitas vezes me agride - todos riram alto - Eu tenho um carinho especial por essa pessoa, nos conhecemos desde a infância e esteve presente em muitas fases da minha vida
-Nossa que suspense para falar que é o Leon - Cait revirou oa olhos
-Shh calada - mostrou a língua - Tirei você Martinha - ele entregou o presente e se abraçaram
-Obrigado Ryan... Bom eu tirei uma pessoa incrível que conheci recentemente e já tem um lugarzinho dentro do meu coração - todos olham pro Gabriel - Eu tirei a Lorena 
-Ah - sorriu abraçando Marta - Você também tem um lugarzinho aqui - piscou - Bom eu tirei a pessoa mais calma, linda e maravilhosa dessa casa - sorriu - Millyzinha 
-Sério tia - abriu um sorrisão pelo tamanho do presente e Charles ajudou ela pegar - Obrigado tia - respirou e sussurrou no ouvido de Charles

Ela esqueceu quem tirou!

-Obrigado papai - pegou a sacola - Eu gosto muito da pessoa que tirei, ele é legal e me dá bastante docinho - tampou a boca rindo - Tio Chris - eles dois se abraçaram 
-Obrigado pequena - piscou - Bom eu peguei a pessoa mais irritante, encrenqueira e barulhenta dessa sala - todos riram - Vem cá Julie - ela pulou animada - Espero que você goste tá, qualquer coisa iremos trocar amanhã 
-Obrigado tio Chris - sorriu sapeca - Bom, eu tirei uma pessoa que amo muito, que é muito legal mas tá tristinho - todos olhamos pro Charles no canto dele - Meu paidrinho Chaz - ele sorriu e ela sussurrou algo em seu ouvido que fez ele chorar - eu te amo
-Bom, eu tirei alguém que eu amo muito, com motivos que só cabe a nós não estamos juntos hoje e mesmo casado com Mia por tantos anos continuei amando essa mulher - todos arregalaramos olhos - Pra quem realmente nos conhecia sabia que Ela abriu mão de mim por saber que Mia não viveria muito e por isso eu a amo tanto - ele segurou a mão de Cait - Eu tirei essa mulher maravilhosa 
-Obrigado - Cait chorosa acabou dando um selinho nele - Não me levem a mal por esse selinho - nos analisou - O último pedido da Mia pra mim foi ser feliz com o homem que eu amo e sabendo que ele ainda me ama, temos uma chance de finalmente sermos felizes - as lágrimas transbordou - Mia era minha melhor amiga e eu sabia que ela estava morrendo bem antes de qualquer um aqui, acompanhei ela nos momentos mais difíceis desde o início da nossa amizade, ela sempre me disse que era grata por mim ter deixado Charles na noite em que ele teve que escolher entre nos duas, eu sabia que ela estava muito doente na época e me sentiria a pior pessoa sabendo que ele me escolheria - fungou- Nosso elo sempre foi muito forte e Mia sabendo disso deixou a bênção dela para nós - ela segurou a mão dele - Eu sei que está ferido e vivendo o luto, mas eu estou disposta a te esperar para começarmos do zero o que foi deixado a anos atrás 
-Wow isso foi intenso - Jenna falou e todos concordaram a grande maioria surpresos e emocionados
-Caitlin quem você tirou? - Lorena falou 
-A dorminhoca - sorriu deixando um beijinho em June que está apagada nos braços de Ryan - Então quem vai?
-Bom, vou por minha filha - Lorena sorriu - Ela tirou a Deanne, pouco que conversamos esses dois dias você me pareceu ser uma ótima pessoa
-Obrigado - sorriu corada - Eu não conheço a todos mais pelo que vi da pessoa é muito  extrovertido, ciumento e um pouco paranóico  - sorriu - Gabriel - todos cairam na risada
-Desculpem passar essa impressão mas eu sou ciumento mesmo e ... - suspirou - Eu tirei o Ricardo - eles deram um aperto de mão
-Eu tirei uma fofurinha dorminhoca - estendeu o presente pra Lorena - Espero que gostem
-Obrigado - sorriu
-Quem vai? 
-Eu - Sorriu Alfredo - Bom, a pessoa que tirei é um irmão pra mim, mesmo de longe sempre mantemos contato e isso agradeço sempre - sorriu - Leon - os dois se abraçaram - Obrigado por tudo cara e espero que goste - concordou 
-Bom eu tirei a mulher mais bonita dessa sala, inteligente e que amo muito e estou reconquistando ela aos pouco - sorriu - Minha Izzy - sorri nervosa pela atenção - Eu te amo Izzy - sussurrou ao me abraçar 
-Bom, eu tirei uma pessoa orgulhosa, cabeça duro e teimoso que só faz merda - todos olharam Alfredo - Alfredo
-Me definiu bem - concordei me sentando 
-Acho que vocês dois deve trocar presentes - Lorena falou empolgada 
-Então tá - eles sorriram e deu um selinho
-Seria melhor sem o selinho Soraya - resmungou Gabriel 
-Ryan você pode colocar June na cama? - pedi me levantando com Milly nos braços 
-Deixa eu levo - Charles pegou ela 
-Eu levo o pequeno furacão - Christian saiu e enquanto isso o restante trocou seus presente

Deixei o meu ao lado do celular no balcão e comecei lavar a louça da jantar e depois guardarei o resto da comida

E logo escutei risadas e a contagem de geral o estouro do espumante e alguém me abraçar por trás

-Feliz ano novo minha Izzy 
-Feliz ano novo Leo - sorri e ele me ajudou guardar as coisas - Você foi ver as meninas?
-Fui sim, estão dormindo como pedra - concordei
-E como ficará a escola delas? Afinal ficaremos um mês aqui 
-Acho que não, elas precisam voltar a escola na próxima semana
-Entendi - mordi o lábio 
-Você vai mesmo voltar pro Brasil? 
-Por enquanto não afinal teremos o lançamento certo
-Sim teremos 
-Ficarei por mais um tempo
-Deveria ficar pra sempre
-Pra sempre é muito tempo 
-Não acho - me agarrou - Pra mim ainda seria pouco
-Acho que vou descansar - me desfiz do seu aperto - Boa noite Leo
-Bom descanso Izzy - beijou minha testa - Espero que goste do presente - peguei juntamente com celular
-Acredito que iria sim - sorri saindo as pressas

Porquê ele ainda consegue me fazer amolecer tão rápido?

Passei pelo corredor e os gemidos são ouvidos por toda parte, notei minha porta fechada e sorri

Entrei pelo quarto das meninas e as três estão abraçadas no meio da cama, entrei no closet pegando uma muda de roupa e fui tomar meu banho

Relaxei com a água caindo por meu corpo de olhos fechados senti seus carinhos e logo abri assustada

Merda! Pareceu tão real

Sai do banho me aconchegando na cama das meninas e fechando a porta pra evitar constrangimento e falatório por Soraya e Jayden estarem sozinhos no quarto ao lado

Acordei assustada e suando, olhei em volta e suspirei percebendo que foi só mais um pesadelo

Droga! Tudo que não preciso é voltar a ter pesadelos

Coloquei minha pantufas e desço atrás de comer algo e me assusto com Van sentada com Tio Misha rindo baixinho no balcão da cozinha

-Que assalto é esse - os dois sorriu pra mim
-Sem sono? - tio Misha me abraça 
-Pesadelo - ele franziu o cenho - Com o acidente da mamãe 
-Oh querida - evito olhar pra eles pois sei que vou desabar

Essas datas sempre me deixam abalada e emotiva

-Isabelly? 
-Hum... - viro - Que foi Gabriel 
-Não encontro Soraya em lugar nenhum - meu coração falha uma batida
-Ela está no meu quarto com Jayden 
-Não está - meu coração acelera
-Já ligou pra ela?
-Ela não está na casa e o celular dela esta na cabeceira - puxa os cabelos - Ela está de castigo até os cem anos
-CALA A BOCA - gritei - Castigo uma ova, ela deve estar em algum lugar da casa, ela jamais sairia sem minha permissão ou avisar 
-Falei que esse garoto é má influência pra ela
-Você olhou todos os cômodos
-Sim
-Certeza Gabriel? - meu corpo está tremendo 
-Olhei porra os quartos, na sala e a piscina 
-ESSE CARALHO DE CASA NÃO TEM SOMENTE ESSES CÔMODOS - o empurrei - Você quer estragar nosso iniciou de ano brigando de novo? O que vai fazer agora? Matar o garoto? Manda- lo em coma pro hospital? 
-Eu disse não havia necessidade pra tudo isso - ouvi a voz sonolenta de Marta
-Você está passando dos limites Gabriel - apontei - Você está agindo com imaturidade sendo que você é pai porra, você sempre foi o melhor amigo da sua filha, mesmo sendo ausente por viajar muito ela sempre te contava tudo e sabe que você afastou muito ela depois do seu showzinho porque ela teve o primeiro beijo dela - revirei os olhos - Ela está crescendo ok? Logo ela estará indo pra faculdade, sendo feliz seja com Jayden ou qualquer garoto bom que aparecer na vida dela
-EU NÃO QUERO ISSO PRA ELA
-VOCÊ DEVERIA DAR GRAÇAS A DEUS POR ELA NÃO SER QUEBRADA COMO EU SOU - ele recuou - Ela tem uma vida boa, tem a sorte de ser respeitada e sofreu preconceito uma vez na vida, todos a respeitam na escola e ela está vivendo uma paixão de verão ou férias e daí?  Se ela tiver o coração quebrado ou magoado somos os pais dela, temos o dever de estar lá por ela - pausei ofegante - Você deveria ser o espelho masculino dela, mas você sabe muito bem que as referências dela são meus seguranças, meu pai e tios - ele baixou a cabeça - Melhor parar de ter esses surtos infantis e agir como homem, como pai e reconquistar sua filha ou vai acabar perdendo o resto da confiança e amor que ela tem por você 
-Mãe? - ela entrou sonolenta na cozinha - Acordei com seus gritos 
-Onde vocês estavam? - Tio Misha falou
-No cinema da casa, pedi permissão ao Charles e ele autorizou ficarmos lá - nos olhou - Mas acabamos dormindo lá 
-Viu - Neguei irritada - Idiota, tanto show pra nada
-Podemos ficar lá mãe? 
-Sim bebê - beijei sua testa e ela saiu - Tem ainda? - virei
-Oh sim - me sentei comendo bolo com Tio Misha e Van ignorando a existência de Gabriel

Marta o deixou sozinho no momento em que ele se alterou comigo, aposto uma greve de sexo e travesseiro no sofá

Gabriel tem passado do limite de ciúmes sem fundamentos, entendo que pai sempre tem ciúmes maior com filhos do sexo feminino, o que acho idiota afinal mulheres também tem direito de curtir sua vida livremente e como bem entende

Mulher não se torna uma vadia por beijar vários homens ou até mesmo transar na primeira noite!

Porquê um homem pode pegar várias ele é o Foda e pra mulher ela é uma vagabunda ou puta?

Graças a Deus meu pai tinha ciúmes mas me deu liberdade de escolha, me dava conselhos e infelizmente tudo que aconteceu o deixou apreensivo e super protetor

Mesmo depois de tantos anos ele ainda é desconfiado com qualquer homem que me relaciono, vive com medo de minhas crises ou sofrimentos do passado voltarem como antes

Não tiro a razão dele pois foi ele quem presenciou a filha definhar na depressão, ter crises e sempre ter que viajar as pressas por minhas tentativas falhas de tirar minha vida

Tudo melhorou quando Soraya apareceu em minha vida, eu criei responsabilidade e equilíbrio pra seguir em frente deixando o passado lá atrás

Quando tive a idéia da adoção Gabriel amou pois ele já estava na crise dos vinte e cinco e queria muito um filho, entramos com o processo de adoção e demorou dois anos para sair, mas viviamos indo visita - lá, reformamos o quarto onde ela dividia com mais três meninas no orfanato, fazíamos doações e ajudavamos em alimentação até que resolvi comprar o orfanato e melhorar a situação de administração do local

Unindo com Amor - passou a ser o orfanato mais bem conhecido no Brasil, montei uma escola no terreno, contratei os melhores professores até mesmo de idiomas, dança, luta e diversos outras opções pra ocupar o tempo dos pequenos, brinquedoteca, biblioteca, passeios e excursões e claro um modo de incluir os órfãos mais velhos no mercado de trabalho como menor aprendiz

De princípio Gabriel estava empolgado e feliz por ser pai, mas percebi que ele foi desanimando ao perceber que crianças dá trabalho e suga nosso tempo, ele sempre gostou de viajar e por ser o gerente de confiança do meu pai viajava constantemente

Com isso, ele foi se afastando e tendo menos tempo pra mim e Soraya, até que terminamos após quase seis anos juntos e fui morar sozinha com Soraya

Recusei morar numa mansão enorme e comprei minha cobertura onde moravamos até hoje, ajudei bastante financeiramente na mudança de tecnologia para ter acesso restrito ao meu apartamento e com isso mudei do prédio inteiro, a notícia se espalhou e acabou que o condomínio inteiro quis o mesmo sistema de segurança

Então negociei com o dono do condomínio e viramos sócios... Desde os meus treze anos tenho visão de empreendedorismo, hoje tenho minha própria empresa de segurança, parecia com restaurantes, condomínios, meu orfanato e minhas doações de caridade

E ainda administro a rede de hotéis da família!

-Isa? - sai do transe - Tudo bem?
Hãn? 
-Ficou parada fuzilando o armário por uns vinte minutos calada e bem seria - Van me analisou preocupada 
-Ah me desculpe - sorri - Só estava pensando em como Gabriel mudou - tio Misha concordou - Esse é sua pior versão de todas que ele já teve 
-Sinto muito
-Eu também sinto, ele vai perder a nossa filha se continuar assim 
-As vezes ele aprenderá... - neguei
-Ela não vai mais querer vínculos e jamais forçaria uma aproximação ou ela falar com ele 
-Entendi - tio Misha ajudou ela - Vou voltar dormir 
-Vai lá - meu tio me abraçou e desabei em seus braços 
-Shhhh.... Tudo bem passarinho
-Eu estou tão confusa tio 
-Eu sei, você o ama 
-Quê? 
-Leon - respirei fundo
-Amo - ele sorriu 
-Deveria tentar sabe - apertou minha mão - Nota se ele mudou mesmo, deixa o passado lá - apontou pra longe - Construa uma nova história, eu sei que ele tem grande culpa por tudo que passou, mas...
-Hoje somos adultos e podemos viver algo novo e bom...
-Sim querida - acariciou meu rosto - Notei a troca de olhar entre vocês a noite inteira - mordi o lábio - Ele está arrependido 
-Eu sei tio 
-A decisão do seu futuro está em suas mãos, deixa o amor entrar - cutucou meu peito do lado do coração - Chega de viver sozinha ou de amores vazios, chegou seu momento de viver e montar sua própria história, sua família

Sorri o vendo sair me deixando ali pensativa, Leon tem se mostrado diferente nesse tempo que estamos próximos, ele é um pai excelente as vezes severo demais, mas....

Temos paixão e desejo demais, um fogo que se acende facilmente quando estamos sozinhos e muito próximos

Ainda fico molhada só em lembrar de quando o peguei se masturbando na sua sala na empresa e depois no banho

Nossos quase beijos, seu toque me amolece, sua respiração tão próxima, seus olhares sérios nunca tiveram tanto efeito em mim como tem agora

Somos adultos e podemos lidar com isso! Vou dar tempo ao tempo.

Seja o que Deus quiser....


NÃO ESQUEÇAM 
DEIXAR SEU VOTO
SEU COMENTÁRIO
AJUDA MUITO ❤❤❤

🌻🌻🌻🌻🌻🌻🌻🌻🌻🌻


Tenho grupo no WhatsApp caso tenha interesse em participar para interagir, dar idéias e receber spoiler e informações 

Link abaixo 


Notas Finais


Grupo WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/LXCJjb94VGfBM016Sx73MR

Perfil Wattpad: Miih-Historias

O que estão achando???


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...