História O Rei das Rosas - Harry Styles - Capítulo 15


Escrita por:

Postado
Categorias One Direction
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Personagens Originais, Zayn Malik
Tags Harry Styles, One Direction
Visualizações 38
Palavras 1.046
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ecchi, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Harem, Hentai, Literatura Feminina, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 15 - Fifteen


Fanfic / Fanfiction O Rei das Rosas - Harry Styles - Capítulo 15 - Fifteen

Lyanna

*antes*

Me irrito com o pintor contratado para reformar um quarto bem grande no castelo. Ele fez tudo errado e o carpinteiro real ainda não tinha entregado nenhum dos itens pedidos. Apresso o passo para chegar na cozinha. Ficar grávida significa comer o equivalente a um batalhão inteiro.

- Bom dia, Tabatha! - comprimento a cozinheira do castelo.

- Minha rainha, veio pedir um segundo café da manhã, certo? - ela diz sorrindo.

- Culpada. - digo levantando as mãos.

- Prepararei algo agora mesmo, majestade!

...

Josie vem carregando uma bandeja de prata com um pedaço de bolo e chá em cima. Ela não diz uma palavra, apenas deixa a bandeja em minha frente e começa a encarar seus próprios pés.

- E o açúcar? - eu pergunto.

- Ah, sim. Desculpe. - ela volta para a cozinha e aparece com um pequeno pote em mãos. - aqui está.

Parece que ela realmente estava disposta a me deixar em paz e entender o seu lugar. O chá me aquece por dentro e faz com que eu esqueça da temperatura lá fora. Os jardins e campos do castelo estavam cobertos de neve e justamente nessa época Harry inventa de começar a caçar ao lado de Lorde Payne. Parece que ele estava tentando convencê-lo a aceitar a proposta de casamento a todo custo. Me pergunto o que Melissa acha disso tudo. Ela não pareceu gostar muito de Liam...

- Posso me retirar majestade? - Josie pergunta de uma forma estranha.

- Sim, claro. Pode ir.

- O rei pediu para que a chamasse para uma reunião. Não precisa se arrumar. Termine seu chá... É bom para a gestação.

E saiu. Pela janela consigo ver uma carruagem e o standart dos Darren. Já até sei do que se trata a reunião. Quando chego na sala do trono, Liam estava parado do lado esquerdo de Harry, enquanto Lorde Darren e Melissa se encontravam a sua frente. Harry se levantou e sorriu para mim.

- Majestade. - Os outros três disseram em coro.

- Você cresceu muito, alteza. - O pai de Melissa começou. Nunca gostei muito dele. Ou ele de mim. - Acho que posso começar já que se encontra presente. Eu quero uma resposta. Agora.

- Entenda, Lorde Payne ainda não se decidiu sobre a proposta.

Liam não estava muito confortável com aquela situação. Ele nem mesmo parecia estar ali, pois seus olhos estavam fixados em Melissa o tempo todo. Parecia ponderar se valia a pena casar-se com ela. Já minha amiga de infância não parecia feliz com nada daquilo.

- Eu não tenho voz nessa discussão, certo? - Ela começou a dizer.

- Melissa, em casa, já falei. - Samson Derenn disse em tom de voz ameaçador. Harry fingiu limpar a garganta para amenizar o clima.

- Chamei Lyanna aqui pois vocês a conhecem desde muito nova, estou certo? - Lorde Darren concordou. - Se é a adaptação de sua filha que o preocupa meu caro senhor, posso dizer que minha rainha é a prova viva da grande hospitalidade do Norte.

- Como? Essa daqui se adaptaria até mesmo em um puteiro qualquer. Estou preocupado com o meu dote! Quero uma resposta. Agora!

Liam desceu a pequena escada em fúria. Ele ficou a centímetros de lorde Darren e colocou a mão sobre o cabo de espada.

- Sugiro que segure sua língua e tenha mais respeito por sua filha, senhor. E também sugiro que pare de me exigir alguma coisa. Você não manda aqui.

- Liam, pare. - Harry disse em tom de alerta.

- Ah, o grande espada negra! Já escutei de sua fama, e acredite quando digo que eu o respeito. Mas tenho dúvidas a quitar.

- Uma semana. Terá sua resposta depois disso.

- Cinco dias. E nada mais. Com sua licença majestade? - Harry respondeu que sim e o homem começou a sair. - Melissa! Vá a seus aposentos, agora! Partiremos amanhã.

Com um olhar enfurecido, o Lorde Darren começou a praticamente arrastar Melissa para fora segurando em seu braço. A garota me olha em desespero e eu instantaneamente seguro sua mão.

- Lorde Samson? Gostaria de desfrutar da companhia de Melissa um pouco mais. - digo forçando um sorriso. Minha amiga olha para o pai e para mim várias vezes.

- Não. Ela está cansada. - ele rosna.

- Tenho certeza de que se esquecerá do cansaço. Eu quero sua companhia, sim? - digo dando ênfase na palavra quero.

- Certo. - ele solta a menina que suspira aliviada. - Como quiser, "Majestade".

...

- Obrigada por aquilo mais cedo. - Melissa diz caminhando ao meu lado. - me livrou de uma bela surra.

- Salvou minha vida! Serei eternamente grata. - eu digo sorrindo. - E então, o que você me diz sobre Lorde Liam?

Ela brincava com sua xícara de chá e mexia em uma mecha de cabelo. Seus olhos azuis me olham com deboche e reviram para a esquerda.

- Se meu pai quer me vender, ele não irá achar oferta melhor... E se Lorde Payne recusar, ele vai me bater por ser "insuficiente".

Desde criança, eu sei que Melissa sofre diversas agressões na mão do pai. Tenho pena dela, já que, talvez por ser uma menina e não um filho homem, Lorde Darren sempre a tratou com desdém. A mãe de Melissa era uma ótima pessoa, infelizmente morreu antes de seu tempo.

- Não é tão ruim certo? Digo, Lorde Payne é...

- Lindo? Pode até ser. Mas ainda assim é um bruto.

- Ele pensou que você era um ladrão. - digo sorrindo. E ela revira os olhos.

- Tanto faz! Eu só nã...

A voz de Melissa se torna distante, como se tivesse debaixo da água. Sinto tudo a minha volta girar. Melissa coloca a mão em meu rosto e diz alguma coisa sobre palidez... Sinto algo escorrer por minhas pernas e meu vestido branco ganha uma coloração vermelha viva.

- Me...meli... - tento me levantar mas uma forte dor me atinge e faz com que eu fique de joelhos.

- GUARDAS! GUARDAS, CHAMEM O REI! AGORA!

E a última coisa que eu ouvi antes de apagar foram passos apressados na minha direção. E antes da escuridão tomar conta de meus olhos, Josie aparece em minha visão periférica. Ela estava sorrindo.


Notas Finais


Capítulo não revisado

Tarda mas não falha galera uma hora ou outra eu posto kkk ❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...