1. Spirit Fanfics >
  2. O rei LOBO (ABO-VKOOK-JIHOPE)2TPRD >
  3. A presença de um amigo

História O rei LOBO (ABO-VKOOK-JIHOPE)2TPRD - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


Gente olá tudo bom eu estou aqui com mais um capítulo dessa fic e espero que gostem muito.
Leião e deixem suas opiniões sobre ela.
Aliás iniciei uma nova fic A alcateia de um LOBO por favor dêem amor a ela e compartilhem com taekookas que vcs conhecem.

Capítulo 4 - A presença de um amigo


Fanfic / Fanfiction O rei LOBO (ABO-VKOOK-JIHOPE)2TPRD - Capítulo 4 - A presença de um amigo


Hoseok saio para sua jornada à procura de pistas e de alguma resposta e a cada caminho percorrido mais angustiado ficava,  tudo que mais queria era Seokjin de volta e o medo de falhar era inevitável.

Essa não era a primeira vez que no castelo recebiam notícias sobre o Kim e obviamente a grande maioria delas eram verificadas e comprovadas que não tinham de valentia alguma, isso com toda certeza atrasou a busca de encontrar o príncipe mas não podiam dar bandeira até porque não sabiam o que poderia ser falso ou verdadeiro tudo era possível no meio disso tudo.

A única coisa que o Jung sabia era que um ômega com as mesmas descrições do príncipe foi visto em Bovierlun e o informante era um grande amigo do Min e as probabilidades eram boas, a rota que os sequestradores fizeram era para o Sul além dos reino de Univerlun que davam para os vilarejos de Bovierlun e Burlun esses vilarejos no começo tinham cido feitos por pessoas refugiadas de países distantes, com o tempo foi crescendo e várias outras famílias foram viver lá, mas atualmente são lugares esquecidos pelo tempo ninguém sabe o verdadeiro motivo á muitas histórias porém nada concreto. 



Hyn estava por perto e por ser beta ainda não havia sido notado por Hoseok os dois entraram na grande floresta na fronteira do Sul e tudo podia acontecer, muitos bandidos gostavam de fazer emboscadas para viajantes nesses caminhos.

Andaram por horas e ao anoitecer acamparam, nenhum dos dois pregaram os olhos com a cabeça cheia e o que mais pensavam era no ômega seus corações se apertavam ao imaginar que tipo de coisas o mesmo poderia ter passado ou então estar passando e a vontade de o encontrar o quanto antes sê fez presente, três dias de viagem e finalmente chegaram a cidade, Hyn resovel fazer sua própria investigação vendo que Hoseok poderia o perceber por perto caso o seguisse pelo vilarejo.

O lugar era completamente descuidado tinha mal cheiro muitas pessoas pelas ruas, suas vestes eram maltrapilhas, pareiam não ter uma boa estabilidade financeira logo na entrada do lugar várias barracas de mercadorias estavam postas muitas das coisas que estavam postas eram peixes e ao ver o estado que estavam os dois rapazes duvidaram de que os mesmos estariam apropriados para o consumo, vários vendedores os puxavam para ver os produtos outros apenas os olhavam com desconfiança, mulheres semi nuas os olhavam sensualmente usando de seus seios fartos para tentar fazê-los entrar em casas de aparências duvidosas.

Crianças completamente sujas e magras seguravam nas saias de suas mães os olhando com olhos opacos possivelmente com fome pareciam não terem comido nada á muito tempo, Hyn que estava com um bocado de pão deu a algumas crianças e uma delas estava distante das outras o viu sozinho sentado naquele chão solitário o mesmo parecia  com medo porém a fome foi o suficiente para que pegasse o pão mesmo com as pequenas mãos trêmulas. 

-- Tudo bem não vou te machucar -- sorriu.

 Mesmo receoso o pequeno sorriso amarelo da criança foi o suficiente para Hyungsoo ver o quão agradecido o mesmo estava.

-- Você está aqui sozinho? -- falou com a criança que não respondeu -- Sabe eu sou de bem longe -- sorriu tentando tranquilizar o mesmo que de repente ficou assustado -- Tudo bem eu não vou levar você ou algo do tipo só estava...

Parou o que dizia ao ver dois homens conversando á alguns metros de distância, já tinha visto um deles em algum lugar era bom em memorizar o rosto de pessoas mas não lembrava especificamente onde foi e tanto é que os homens que levaram Seokjin até hoje aparecem estar carimbados na sua mente, não viu o rosto dos mesmo mas os olhos nunca esqueceria. Bom quem sabe estava enganando pensou, mas uma curiosidade avassaladora o fazia querer seguir aquele homem e foi o que fez.



O Jung foi a procura do amigo de Yoongi para que pudecem conversar porém não o encontro onde ele disse que estaria ao invés disso conheceu uma senhora que estava com dificuldades para levar suas roupas que estavam amarradas em uma troxa de pano até uma cabana bem no final do vilarejo.

-- Me diga meu jovem o que veio fazer nesse lugar esquecido por Luna -- falou a senhora depois que chegaram na cabana a qual a mesma parecia morar e logo a senhora lhe aponta um banco para sentar e oferece um chá que foi aceito de bom grado pelo mesmo -- Acredito que não tenha vindo pelos omegas que seram vendidos amanhã -- pergunta com desconfiança e sobrancelhas arqueadas.

-- Como disse? -- perguntou com os olhos arregalados após sua fala que acreditou fielmente que havia ouvido errado.

-- Omegas jovem rapas -- falou sem expressões alguma -- O que mais um alfa como o senhor bem vestido faria em um lugar como este? Se veio para isso sinto muito mais não posso deixá-lo que continue em minha casa.

-- Mas é claro que não senhora -- disse exasperado com medo que a mulher o visse de forma errada -- Vim a procura de alguém.

-- Um ômega -- o mesmo apesar de não saber se podia confiar na mesma resolve dizer que a verdade ao menos metade dela afianal precisava de informações e ela parecia saber de alguma coisa.

-- Sim um ômega -- disse sem conseguir evitar a angústia que se fez presente em seu rosto ao falar sobre o fato -- A senhora sabe algo? Qualquer coisa que soubesse seria de tanta ajuda.

-- Você é de Univerlun estou certa? -- riu ao ver a cara de surpresa do mesmo.

-- Como sabe? 

-- Sou de Univerlun e vim pra cá quando soube que tinham grandes oportunidades para omegas e como o reino na época estava na escassez após a primeira guerra resolvi arriscar até porque eu tinha uma filha também ômega parecia a oportunidade perfeita -- disse triste -- E além do mais conheço o símbolo dessa espada em qualquer lugar.

-- Nossa eu não esperava por isso. Mas porque não voltou? O reino prosperou muito após a segunda guerra.

-- Eu não poderia rapaz eu preciso encontrar minha menina primeiro.

-- Sua filha? -- a mesma assentiu -- E o que houve?

-- Ela foi levada rapaz assim como vários outros Omegas para ser vendida a alfas com status sociais altíssimos que pagam preços elevados pelos mais lindos Omegas -- disse com lágrimas nos olhos lembrando da filha -- E provavelmente seu ômega já foi vendido também.

-- Não pode ser...

Hoseok paralisou não acreditando no que acabará de ouvir, vendas de Omegas? Bem de baixo do naris do Rei como isso não foi descoberto ainda? E o pior de tudo Seokjin não poderia em hipótese alguma ser vendido isso não pode estar acontecendo.


Notas Finais


É isso é como prometi manhã dia 20/05 sai outro capítulo espero que tenham gostado deixem suas opiniões sobre a fic.
Queria pedir para darem amor a minha nova fic "A alcateia de um lobo" vou deixar o link dela e da 1T dessa fic O rei LOBO.

1T:
https://www.spiritfanfiction.com/historia/o-rei-lobo-abo-vkook-16543743
Fic nova:
https://www.spiritfanfiction.com/historia/a-alcateia-de-um-lobo-vkook--taekook-abo-19290187


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...