História O Renascimento de Um Dragão - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias High School DxD
Personagens Issei Hyoudou
Visualizações 144
Palavras 1.198
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishoujo, Bishounen, Comédia, Crossover, Esporte, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Policial, Romance e Novela, Sobrenatural, Universo Alternativo
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Necrofilia, Nudez, Self Inserction, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 5 - Que Dia...


Capítulo 5: Que dia...

 

Um dia na sala do clube Issei estava deprimido e fazendo círculos no chão deixando todos preocupados com o jovem. Fuyuki então foi até o seu amado e perguntou:

 

"O que houve Issei-kun?"

 

Issei -deprimido-: Hoje foi o dia em que eu me tornei um pervertido Fuyuki-chan.

 

Sparda: Como?

 

Issei -deprimido-: Eu estava triste pois sentia que tinha esquecido de alguma coisa quando conheci aquele velho maldito...

 

Murayama: Está tão deprimido que não consegue ter Flash Back's?

 

Issei -deprimido-: Sim...

 

Kiba: O Red está sempre escrevendo "deprimido" antes das falas dele.

 

Kinkiba -lendo uma revista de fofocas-: Bem isso é tudo culpa do seu pai Fuyuki-chan. -todos olham para ela- Esqueceram que no capítulo anterior a Tiamat disse que por culpa do feitiço de quinta do Azazel-san que Issei lembrou desse velho tarado, e do que ele mostrou por tanto tempo?

 

Murayama: Sim... -uma aura escura a cobre- Por culpa dele e seu descuido meu primo se tornou um pervertido! Imaginem se ao invés de um pervertido o Issei tivesse se encontrado com um suicida? Teria sido tão ruim!

 

Fuyuki: O Tou-chan merece uma lição para aprender a deixar de ser descuidado. -todos ouvem sons do lado de fora- Ei, o que é isso?

 

Eles saíram, Koneko estava arrastando Issei, e viram um velho mostrando fotos de mulheres nuas a crianças de ambos os sexos. Issei piscou ao notar o velho antes de rugir furioso e correr na direção dele assustando todos. E Ddraig gritou:

 

"Foi aquele velho que o corrompeu! Parem ele ou Issei irá matá-lo!"

 

Na mente de Issei só o ódio prevalecia naquele momento. Por culpa das palhaçadas descuidadas de Azazel ele se tornou um pervertido. Por culpa daquele velho desgraçado que o corrompeu ele perdeu seu melhor amigo, o relacionamento com a sua prima mais querida e quase não podê ficar com sua amada Fuyuki.

 

O Sekiryuutei correu até ele destroçando as fotos e o material pervertido que ele tinha antes de tentar quebrá-lo mas foi contido por Kiba, Murayama e Koneko que estavam assustados com a violência. Fuyuki então o tocou fazendo-o se acalmar e notando que, para a sua satisfação, o velho mijara nas calças. Ele então chutou as bolas do velho e todos estremeceram ao ouvir o barulho de algo quebrando.

 

Ele olhou para as crianças que o encaravam antes de perguntar as crianças quantas delas amavam seus pais e mães. Todas responderam que "sim" obviamente e então Issei disse que as fotos do velho eram algo que eles só deveriam aprender quando fossem mais velhos, e se aprendessem antes seus pais ficariam chateados. Antes que elas pudessem perguntar o porquê Issei usou um pouco de hipnose para fazê-las esquecer do que viram, e irem brincar em outro lugar.

 

Uma hora mais tarde eles estavam no instituto Grigori planejando como ensinar uma lição a Azazel quando o mesmo surgiu sorrindo DEMAIS deixando todos desconfiados, com aquela aproximação rápida dele na direção de Issei. Antes que o acastanhado pudesse socá-lo Azazel o agarrou e o jogou dentro de uma cápsula assustando a todos. Issei gritou dentro da cápsula furioso:

 

"Azazel seu pervertido cretino! O que diabos está fazendo?"

 

Azazel: Uma experiência! -liga a máquina- E para resultados serem obtidos... Sacrifícios devem ser feitos!

 

Kinkiba -suspirando-: Diz a pessoa que não quer ser sacrificada...

 

A cápsula explodiu para o desespero de todos, menos Azazel, que acabou sendo socada na face por Fuyuki de todas as pessoas. Ela então gritou com ele furiosa:

 

"Se o Issei-kun morrer eu nunca vou te perdoar tou-san!"

 

Azazel: Não se preocupem... -eles então viram Issei sair com as roupas rasgadas dos restos da cápsula- Ele não morreu. -pensa- Infelizmente...

 

Ddraig: Azazel seu idiota! Você pretendia o quê com essa porcaria?

 

Issei -rosnando-: Minha vontade de te bater cresce a cada minuto! -percebe algo importante- Ei por que sinto o cheio de Motohama e Matsuda por aqui?

 

Azazel: Isso? É que eu testei a máquina com eles primeiro.

 

Kinkiba -suando frio-: E para quê ela serve?

 

Azazel -confuso-: Por que essas caras?

 

Kiba: Azazel-sensei nós sabemos muito bem que você é um cientista maluco...

 

Koneko: Ontem você nos mostrou sua coleção de carros e equipamentos do 007...

 

Fuyuki: Sem contar a frota de carros de Transformers...

 

Sparda: E as cópias de exterminadores do futuro parecidas com Akeno para tentar exterminar o Issei...

 

Nisso todos lembraram com gotas quando Azazel decidiu mostrar suas "maravilhosas" invenções para eles ontem. Issei e Sparda não ficaram felizes de serem atacados por ciborgues futuristas dos vários filmes da série "Exterminador do Futuro" que eram programados para matar o primeiros, e confundiram o segundo com o mesmo. Os "Transformers" eram baseados nos filmes, desenhos e animes dos ditos cujos além de terem personalidades também.

 

Além disso ele também havia mostrado o relógio lazer que James Bond usara nos filmes além de vários de seus carros. Desde o carro submarino ao carro com metralhadoras nos faróis. Uma das "exterminadoras" conseguiu fugir da destruição dizendo:

 

"I back."

 

Azazel: Vocês são muito chatos! Mas se querem mesmo saber isso é uma maquina de clonagem. Eu clonei os amigos pervertidos do Issei e queria fazer isso com ele também porém a máquina chegou ao limite.

 

Murayama: E quantos clones daqueles tarados você fez?

 

Azazel: Cento e cinquenta de cada um.

 

Issei: VOCÊ FEZ CINQUENTA CLONES DAQUELES PERVERTIDOS?! E ONDE ELES ESTÃO?!

 

Azazel -despreocupado-: Creio que estão circulando pela Academia Kuoh. Eu não sei como mas eles podem usar o Dress Break como você. Deve ser porque coloquei um fio de cabelo seu na máquina.

 

Todos arregalaram os olhos antes de correrem para Kuoh e viram uma cena que os deixou descrentes. Vários clones dos amigos de Issei usando o Dress Break de direita para a esquerda. Sparda rapidamente colocou selos nas meninas para voltar o feitiço contra os feiticeiros caso usassem nelas.

 

Issei observava aquilo sentindo nojo de si mesmo por ter criado aquela técnica nojenta. O pensamento que ele usou aquilo em Asia e em algumas mulheres da nobreza de Raiser o deprimia. Ele agradecia a Sparda por ter feito aquele contra selo fazendo-o ficar nu contra Irina e Yura ele mereceu toda a humilhação que levou.

 

Eles então passaram o dia, com a ajuda do Conselho Estudantil e o resto do Clube de Ocultimo menos Rias, a capturar os clones dos pervertidos, convocando roupas e apagando as memórias das garotas. Algo que foi cômico foi quando eles "pescaram" os clones usando as revistas e DVD's pornô de Azazel, para o desespero do mesmo.

 

Eles eram semelhantes ao "Kage Bushin" de "Naruto" pois desapareciam após tomar danos razoáveis. No final do dia só haviam restado os Matsuda e Motohama originais que levaram uma surra gigantesca de todas as jovens de Kuoh, pois todas sentiram vontade de bater neles "por algum motivo". Azazel claro foi castigado por ter feito tantos clones dos pervertidos acabando por ser espancado por sua namorada Akeno, Baraquiel, Shemhazai, Sparda e Issei.

 

Como castigo adicional Fuyuki queimou todas as revistas, DVD's e qualquer material pornográfico que seu "papai malvado" tivesse para o desespero do mesmo que chorou pateticamente, enquanto todos assistiam comendo pipocas. Foi apenas mais um dia "agitado" em Kuoh.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...