História O Retorno (Interativa) - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias As Crônicas de Nárnia
Personagens Aslan, Caspian X, Personagens Originais
Tags Nárnia
Visualizações 102
Palavras 1.971
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Aventura, Fluffy, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Segundo capítulo, espero que tenha ficado legal.

Capítulo 2 - Ilhas solitárias


Fanfic / Fanfiction O Retorno (Interativa) - Capítulo 2 - Ilhas solitárias

Ela ficou de pé, olhando tudo em volta, e pelo que parecia tinha acabado de amanhecer, se pôs a andar quando ouviu trotes de cavalo se aproximando  e logo alguém gritou para ela em um tom ameaçador.

-Ei você, fique onde está!- Ela paralisou e logo o homem se aproximou galopando.-Diga quem é e oque faz nos domínios do rei Caspian X?
-Drinian!-Falou ela com um sorriso demonstrando satisfação em vê-lo.
-Senhorita (S/N), me perdoe não a tinha reconhecido.-O capitão se desculpou também abrindo um amigável sorriso para a jovem.
-Mudei tanto assim?-Perguntou em tom de brincadeira.
-Está perdida?
-Sim e....-Disse ela olhando para seus trajes.-Parece que já virou mania eu vir pra Nárnia em trajes menores.
-Venha comigo, vou levá-la até o castelo.- Drinian a ajudou a montar no cavalo e sairam galopando rumo ao castelo de Cair Paravel.

Logo eles estavam atravessando os portões do palácio, ela olhava o lugar e recordações tomavam sua mente, direcionou seus olhos para a varanda superior e lembrou que fora ali seu quase primeiro beijo com Caspian, o mesmo que foi arruinado por uma queima de fogos de artificio, assim que pararam no pátio principal Drinian desceu e ajudou a moça a fazer o mesmo.

-Obrigada, é incrível como nada mudou... quanto tempo se passou aqui desde a minha partida?
-Três anos exatamente desde a sua partida senhorita.-Respondeu ele segurando as rédeas do cavalo.
-Nossa três anos........ no meu mundo faz apenas um, como a crônologia é diferente não é mesmo?
- É verdade, é quase que impossivel de calcular, bom lamento não poder acompanhá-la mas preciso levar o cavalo devolta ao estábulo e cuidar de umas tarefas, mas creio que a senhorita ainda se lembre muito bem o caminho do palácio.-Drinian piscou para ela.
-Sim, obrigada.- (S/N) se pôs a andar pelo pátio, subiu dois lances de escadas que dariam na porta de entrada do castelo, e logo já estava dentro do palácio, realmente nada ali hávia mudado, caminhou pelo hall de entrada e avistou Kate.- Olá!
-(S/N)!- A mulher ficou mais do que surpresa ao ver a meiga garota diante dela.- Você voltou!-A bondosa criada não se conteve e a abraçou, a garota retribuiu com gosto o abraço.
-Kate, senti sua falta, e a de Telanie também e por falar nela.....-Antes que completasse a frase Kate se pôs a gritar a plenos pulmões.
-Telanie vem ver quem chegou!- Ela gritava fazendo sua fina voz reverberar pelas grossas paredes do lugar, e logo Telanie apareceu no final do corredor segurando uma colher de pau na mão.
-Kate pode me dizer porque todo este........ (S/N)!- Ela paralisou ao ver a moça.
-Telanie.- (S/N) caminhou até ela lhe dando um abraço apertado.
-Minha menina, você voltou.-A mulher passava as mãos pelos cabelos dela.
-Voltei, só não me pergunte como.-Sorriu agora olhando o rosto da amiga.
-Deixe eu olhar pra você.-Telanie se distânciou um pouco dela para a observar direito.- Está mais linda ainda, mas que roupa é está?-Ela fez uma careta.
-AH, é um biquini, é que eu estava na praia quando vim parar aqui., parece sina sempre que eu venho pra cá estou seminua.-Riu.
-Então é melhor você subir e se vestir antes de ver o rei.......
-Telanie eu vou sair, acho que não volto para o almoço.-Disse Caspian que dobrava um dos corredores porém também paralisou ao ver sua amada bem diante dele.
-Caspian.-(S/N) não conseguiu segurar o sorriso de emoção.
-(S/N).- E Caspian também, caminharam lentamente em direção um ao outro e se abraçaram matando as saudades, ele parecia mais alto agora, pensou ela, seus cabelos estavam mais compridos agora na altura dos ombros e ele hávia adotado uma barba por fazer que lhe fazia parecer mais velho, e também mais charmoso.
-Você mudou.-Disse ela assim que se separaram e puderam se olhar melhor.
-Você não, continua exatamente do mesmo jeito que me lembro.-Sorriu ele emocionado, sonhou tanto em reencontrá-la, só Aslam mesmo para fazer algo assim, sentia que se morresse naquele momento morreria feliz.
-Isso não é verdade.-Disse ela colocando os cabelos para a frente de modo que eles ficaram sobre os seios dela.- Cortei meus cabelos.- Caspian sorriu ainda mais pegando num cacho dos cabelos dela e o deixando escorregar por entre seus dedos.
-Está ainda mais linda.
-Lamento atrapalhar o reencontro dos dois, mas (S/N) precisa se vestir.-Telanie lembrou.
-Verdade.- A garota concordou, Caspian a olhou de cima a baixo , (S/N) vestia um tipo de sutiã, num tom rosa forte, e uma espécie de saia mais curta e transparente, seus olhos correram para as pernas dela, seu corpo estava levemente bronzeado.

A moça subia até seu quarto acompanhada por Telanie, e notou que nada ali mudou também, tudo continuava do mesmo jeito que ela hávia deixado, até seu celular sobre a cômoda.
-Meu celular.-Disse ela pegando o aparelho e apertando um botão que não ligou.
-Eu acho que estragou.-Telanie se pronúnciou.
-Não, só deve ter acabado a bateria.-Ela falou largando ele devolta sobre o criado mudo.-Vou me trocar.- Ela seguiu para uma espécie de closet e alguns minutos depois voltou vestindo uma calça preta extremamente colada ao corpo, uma blusa rosada  com um corset de fivela preto abaixo do busto e um bolero azul de manga comprida e com detalhes em dourado e nos pés botas de cano alto e com um salto fino, se olhou no espelho e sorriu.-Bonita roupa.
-Na esperança que você um dia voltasse, o rei Caspian mandou fazer novos trajes, este é pra montar, mas também tem vestidos, sapatos e diversos acessórios.-Contou a criada.
-Você não faz idéia do quanto é bom estar de volta, eu me sinto mais em casa aqui do que na Inglaterra.-Confessou.
-E todos nós sentimos muito a sua falta, sobre todos o rei Caspian, quando ele voltou sozinho a três anos e nos contou que você hávia partido ficamos tão tristes.-(S/N) sorriu para a amiga, enquanto estava em Londres sonhava com o dia que poderia retornar a Nárnia e encontrar todas aquelas pessoas que háviam se tornado sua segunda família.
-Você falou que esta roupa é para montar.... sendo assim acho que vou dar um passeio.-Falou piscando para Telanie e deixando o quarto, andou pelo longo corredor da ala dos quartos e  saiu rumo ao pátio lá chegando encontrou Caspian se preparando para sair com Destro que já estava devidamente selado.

-Vai sair?-Perguntou ela.
-Sim, vou até a praia e de lá irei para as ilhas solitárias.-Contou ele.
-Aé? Então eu vou com você!-Disse ela, Caspian ficou a olhando ela parecia estar mais decidida do que antes, algo nela hávia mudado, não era mais uma frágil e indefesa menina, agora era uma mulher, uma linda, e sedutora mulher.
-Pode ser perigoso.-Avisou ele.
-Mesmo assim eu irei., Driniam por favor me traga uma espada.-Pediu ela, o homem esboçou um sorriso e saiu para pegar a espada para ela.
-Desde quando você sabe manejar uma espada?-Caspian perguntou sorrindo incrédulo.
-Quando voltei a Londres, praticamente obriguei meu pai a me colocar numa aula de esgrima, me encantei pelo uso de espadas e queria me aperfeiçoar mais, é claro que uma espada de esgrima não é tão pesada quanto uma real mas.... acho que consigo me defender sem problemas.- Driniam voltou com a espada numa bainha e entregou a moça que puxou a arma e a girou na mão, Caspian sorriu.
-É você parece ter adquirido uma certa habilidade.- Ele viu ela guardar a espada devolta na bainha e a tomou da mão dela a colocando em sua cintura.-Tudo bem, você pode vir comigo,mas tem que me obedecer combinado?
-Combinado majestade.-Disse bem humorada.

Eles montaram em seus cavalos e cavalgaram até a praia, lá chegando desceram e caminharam até o navio ancorado na costa, a moça ficou boquiaberta com a imponência da embarcação.

-Seja bem vinda ao Peregrino da Alvorada, o melhor navio da marinha de Nárnia.-Disse Caspian sorrindo para ela.
-Que incrivel!- Foi tudo oque disse antes de entrar no navio

Já abordo, (S/N) estava parada no deck, admirando o belo e cristalino mar oriental quando ele parou ao seu lado, estava simplesmente lindo, os cabelos agora metade presos para trás, e usava uma camisa roxa com alguns botões abertos.

-Acho que é hora de ter isto devolta.-Disse ele pegando o anel do bolso.
-Não acredito que você guardou ele.-Disse ela surpresa ao ver seu anel.
-Claro que guardei.- Respondeu Caspian pegando a mão dela e colocando devagar o anel em seu dedo.
-Obrigada.
-Sabe... todo esse tempo eu ficava pensando se talvez você não teria conhecido algum homem no seu mundo e.....
-Não, depois de você nenhum outro.-Completou ela.- Mas e você já encontrou uma rainha pra você nestes três anos?- Perguntou temendo a resposta, Caspian sorriu tímido.
-Não, nenhuma se compara a você.- Foi o bastante para que os olhos da dama brilhassem extasiados.
-Pensei que fosse morrer de tanta saudade.- Disse ela olhando nos belos olhos dele, Caspian lhe beijou a mão como costumava a fazer, mas a moça foi mais atrevida do que antes retirando sua mão das dele.- Não, eu prefiro desse jeito- Falou ela colocando a mão na nuca do homem e lhe tomando os lábios em um beijo quente, Caspian enlaçou sua fina cintura com os braços enquanto o vento marítimo soprava contra eles fazendo seus cabelos balançarem, logo o navio chegou ao porto das ilhas solitárias, Caspian desceu e ajudou a amada a descer também, junto a eles estavam Driniam, Tavlos, Ripchip e alguns outros soldados que se prontificaram em acompanhá-los eles caminharam cuidadosamente pelo porto, Caspian segurava uma besta em uma das mãos e com a outra segurava firme a mão de (S/N).

-Ainda não me disse oquê viemos fazer aqui.-Disse ela.
-Viemos resgatar alguém, um dos sete lordes de telmar. -Explicou ele.- Eles foram banidos por meu tio assim que assumiu o trono, eram os melhores amigos do meu pai e eu prometi que os encontraria.
-Então pode contar comigo....  é claro que eu vou te ajudar.- Neste instante Caspian virou para ela e colocou uma das mãos na face da moça fitando profundamente seus olhos verdes.
-Se a situação se complicar lá dentro eu quero que você volte para o navio o mais rápido que puder.....
-E deixar você no meio do fogo cruzado?- Perguntou ela incrédula.- Nem pensar!
-Me prometa agora!
-Mas Caspian.....
-(S/N) eu morro se acontecer algo com você lá dentro.- O coração da moça quase saiu pela boca nesta hora.
-Ok, se isso te deixa mais tranqüilo.....então eu prometo.-Disse a garota contra sua vontade, Caspian lhe beijou a testa e seguiram rumo a uma espécie de torre abandonada.
-Ripchip fique aqui fora com os homens de Driniam e protejam o lugar, nós vamos entrar, se não voltarmos em uma hora mande nos procurar.-Disse Caspian.
-Sim majestade.-O ratinho concordou, Caspian, (S/N) e mais dois soldados entraram no local aparentemente abandonado, ali todo cuidado era pouco pois nãos sábiam oque encontrariam.
-Onde estão os habitantes daqui?-(S/N) questionou curiosa.
-É oque vamos descobrir.-Caspian respondeu.

Já dentro da torre abandonada, tudo ali estava em total silêncio o único barulho que se ouvia eram dos pássaros lá fora e do salto da bota de (S/N) quando ela caminhava, eles olhavam para todos os lados a procura de algo, quando a voz suave da moça despertou a atenção do rei.

-Caspian vem ver isto.- O rei caminhou até a garota e olhou oque ela lhe mostrava, um caderno com várias anotações.- Oque acha que é? Pra mim parece um tipo de....lista de preços.
-Mercadores de escravos.-Concluiu ele.
-Em Nárnia?-Ela parecia não acreditar, foi quando ouviram um barulho suspeito fazendo todos ficarem alertas, e logo o lugar foi tomado por homens armados com espadas, Caspian se pôs a frente de (S/N) apontando sua besta para um dos homens suspeitos enquanto a garota puxou sua espada da bainha já pronta para se defender.


Notas Finais


Opa a ação vai começar, se gostarem comentem e nos vemos na próxima semana.
Bjs a todos!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...