História O Risco de Amar - Capítulo 21


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Incesto, Romantico
Visualizações 29
Palavras 1.382
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Agora meus pessoinhas
Agora que fica interessante (espero eu)
Boa leitura :3
Não se acostumem hein eh só hoje capítulozinho extra hihi

Capítulo 21 - Tragédia Parte-3 Reencontro


Voltando de uma vez...

Mike

Depois de um tempo, Finalmente cheguei em casa,desci do carro e paguei o taxista,respirei fundo e toquei a campainha...

Era uma mistura de sentimentos rever minha irmã/namorada,mas enfim...sabe quando você se sente meio que arrependido ou muito magoado?pois então é isso,mas bom não custa tentar.

Passou uns 5 minutos,e logo veio alguém abrir a porta,e quando ela se abriu,eu pude ver, aquela menina outra vez.Sim,era a Jully que tinha me atendido.

Jully:Minha mãe não está em ca...

-Oi maninha...

Jully:Mike?

Eu pude ver nitidamente sua expressão de surpresa,o quão ela não acreditava que era eu,dava para ver em seus olhos

-Aham...Faz um tempo já,não é?

Jully:Sim...

-Eu quero me desculpar...

Jully:Não precisa se desculpar Mike,eu que errei, só fiquei muito irritada e triste por saber que você sabia da doença de meu pai,e não contou para mim,sendo que depois ele morreu

-O Jhonny morreu?eu...sinto muito

Jully:Tudo bem,já estou melhor quanto a isso

-Bom... então...estamos de boa?

Jully:Aham...

-Ta tudo bem?

Jully:Deixa pra lá, tenho boas notícias,eu acabei ficando grávida e tive uma minininha

-É eu sei,fico feliz por isso,nem acredito que sou pai 

Jully:Ela igualzinha a você

-Bom,pelo menos se for igual eu,vai ser gatona haha

Jully: Huhum, Bobão...pode entrar

Entrei em casa,já que fazia um tempo desde que não voltei,mas era bom estar em casa novamente

Jully:Vou levar suas coisas até lá em cima, aproveita e vem ver ela

-Tudo bem

Subimos as escadas,e fomos até um quarto extra que possuía em casa,e lá estava um lindo berço,com uma minininha muito linda dormindo nela,eu estava tão feliz em vê-la, não pensei duas vezes,e fiz um carinho no rostinho dela.

Era tão linda, perfeitinha Igual ela não havia, é tão pequena,mas garanto que serei o melhor pai.

Jully:Ela é Linda né?

-Sem dúvida

Jully: é sua filha Mike...

-Fico feliz de estar de volta

Jully: É eu também...

Sai do quarto dela, onde ela estava dormindo e,fui até meu quarto que estava do mesmo jeito.

-Ta do mesmo jeito (disse para mim mesmo)

De repente eu percebi a Jully em meu quarto, fechando a porta do mesmo.

-Você não parece feliz em me ver,sinto seu tom triste quando diz as palavras

Jully: Aprendeu a falar bonito desde então?

-Jully, Você realmente sentiu minha falta?

Jully: Passei todo esse tempo,me culpando e com saudade de você Mike,Meu amor por você ainda é o mesmo,não mudou nada, eu estou feliz em te ver sim,mas eu fico triste por eu mesma ter espantado você para longe

-Jully,Eu tambem senti sua falta,acha que não me culpava tambem por eu estar errado tambem?Mas...

Jully:Mas?

-Eu quero você (me aproximo dela)eu quero voltar a ser como antes,volta a ser minha, Jully,O meu amor

Jully:Eu volto sim

-Namora comigo?de novo haha

Jully:Sim,Meu amor

Nós nos abraçamos,e logo após demos um selinho um no outro,mas era muito bom estar com ela novamente.

Nos separamos depois de um longo tempo se abraçando

Jully: deve estar faminto neh, vamos até a cozinha

-Estou sim, vamos

Saímos do quarto e fomos até a cozinha,me encostei em um balcão que se encontrava lá,e ela foi procurar algo para nós comer

-A mãe tá em casa?

Jully:Tá não, ela só volta daqui uma semana

-Ah

Enquanto conversava ela teve que se abaixar um pouco para ver se havia algum tipo de comida fácil para comer,como por exemplo, quando eu era pequeno eu amava miojo,e ainda amo,faz mal pra saúde mas é bom,fazer o que!?haha

Jully:uuuh,Não to achando nada de bom,a mãe precisa fazer as compras 

-Eu não acho...

Jully: Por que diz isso?

-Esta me dando uma bela visão

Ela estava usando um short pequeno,junto com enorme moletom na parte de cima,que na verdade era meu moletom

Jully:Rum,Passou um bom tempo e você ainda continua Pervertido e safado né?

-Ahh,eu dou meu jeito

Ela acabou se levantando,e veio ao meu encontro logo depois

-Ahhh,Acabou?tava bom ver, perdi até a fome

Jully:Ou podia ficar com mais (ela sorri meio maliciosa)

-Vem cá vem...to com saudade

Ela veio perto de mim abraçando meu pescoço,e eu a sua cintura,mas não levou muito tempo para eu erguer-la,e ter ela em meus braços,me virei e coloquei ela no balcão da cozinha, enquanto tinha suas coxas acariciadas por mim.Mas estávamos envolvidos em um longo beijo de saudade e cheio de desejos.

-Maninha...

Disse ao meio dos beijo no pescoço que dava nela, minhas mãos passava por suas pernas e coxas, aproveitava para arranhar,e dava longos beijos em seu pescoço,e é claro algumas mordidas de leves.

Sentia sua mão em meu peitoral, arranhando minha barriga,mas não deixava de morder seu pescoço,logo em seguida fui erguendo o moletom dela e joguei para longe,ela usava um sutiã preto de renda,que deixa ela mais gostosa e irresistível ainda,sem mencionar seu batom roxo que deixava sua boca perfeita e tentadora.

Beijando seu pescoço, aproveitei para tirar minha camisa e jogar tambem,já que estava foda-se para qualquer coisa,só queria aquele momento,aposto que nem se quebrasse um copo eu ia ligar haha.

Voltamos a nos beijar, intensamente,era um beijo molhado e com saudade e desejo insessante,Fui até seu sutiã e consegui tira-lo mais ela ficava muito gata com o sutiã.Deixei seus seios a mostra,em um fui com minha boca até um de seus seios,chupando-o e logo depois lambendo,com minha destra apertava e brincava com o outro,deixei o bico preso em meus dentes,mas em seguida passei minha boca e minha língua por toda a região,podia ver que ela estava bem excitada.

Dei algumas mordidas naquele seio em que estava beijando,ela arranhava minhas costas,na qual já estava ardente mas ela insistia, segurei ela em meu colo e levei-a até a sala,que era Perto da cozinha,deixei-a em um dos sofás com cuidado e fui abrindo o zíper da minha calça.

Jully:Deixa que eu faço isso...

Ela veio até minha calça,e começou a tirar, aproveitava e acariciava meu membro,que já estava duro o Suficiente.Entao,sem perder tempo,ela tirou sua calcinha e eu a minha cueca que escondia um grande volume.Nao pensamos duas vezes,e ela deu uma pequena lubrificada em suas intimidades,mas antes disso pegou minha mão e passou por ela,eu aproveitei para masturbar-la.

Mas foi por pouco tempo,ela sentou em meu colo, encaixando  suas intimidades em meu membro,e logo começou a quicar lentamente,minhas mãos foram a sua cintura e a guiava,guiava para ela cavalgar,e ela fazia o mesmo em seguida, quando minhas mãos a guiava para ela quicar, então começou a ficar mais forte as sentadas que ela me dava,e eu estava muito excitado,aquilo deixava ela muito excitada,e eu também estava, enquanto ela sentava,eu Beijava seus lindos lábios perfeitos enquanto seus cabelos longos e loiros ficavam grudados em sua testa.

Não demorou muito tempo e estava quase me desfazendo,mas ela foi mais esperta, sentou em meu lado.

Jully:Faz isso por mim...e eu faço isso por você

Ela colocou minha mão em suas intimidades,e a dela foi em meu membro,e nós dois estávamos nos masturbando, quando senti sua lubrificaçao escorrer por meus dedos depois de muitos gemidos,mas também não demorou,e eu também atingi meu ápice,e me desfiz.

Jully:Uau...Foi... Muito...bom

-Foi...mesmo... você...gostou?

Jully:Sim...to até sem ar...haha

-Tambem haha...

Jully:Vamo tomar um banho,e dar um jeito nisso aqui haha

-É o jeito

Nós demos nossa último selinho,e fomos pegar nossas roupas,e subimos do jeito que nos encontravamos,e fomos tomar um banho juntos.

Depois do banho,me vesti e fui limpar a baguncinha,que fizemos, porque que né,mas convenhamos,eu sou um anjinho (Notas do autor:Mentira).

Fui para o meu quarto e liguei para minha mãe

-Mae?

Mãe:Oi filho, tudo bem?

-Tudo sim mãe,e com você?Ah,já estou em casa com a Jully e a Anna

Mãe:Que bom filho,mal posso esperar para chegar em casa e matar a saudade,vou fazer seu prato preferido

-Te amo mãe,mas espera,pensei que estivesse aqui

Mãe: Tambem te amo,Eu tive que resolver algumas coisas aqui, mais logo estarei em casa não se preucupe

-Ta bom mãe

Mãe:Vou desligar filho,Jajá tô voltando,cuida sua irmã,ah e se for fazer...as coisas use proteção

-TCHAAAAU MÃE

*desliga da ligação*

Minha mãe também né,tá falando umas bobagem que pelo amor...

Depois de desligar,me deitei e tentei dormir,mas a jully deitou comigo me abraçando por trás

Jully:Dorme bem meu amor, descansa viu

-Pode deixar,amo você

Jully: Tambem amo você

E acabamos dormindo...

Enquanto isso... (Justin)

Voltei pra casa correndo , chegando lá, entrei desesperado para que o Vicente não fizesse alguma merda,mano,a culpa é minha, porque dei a merda da arma pra aquele imbecil.

Agora ele vai matar a Jéssica,as vezes pode ser mentira,mas não duvido nada dele,ele provalmente vai fazer alguma coisa,eu sei disso, conheço bem ele,mas vou tentar impedir..

-Gente,pelo amor de Deus vamo sair dessa casa

Verônica: Por quê?fez merda é?

-O Vicente quer matar a Jéssica

Jéssica:Aí meu Deus,por que?

-Ele tá puto porque você trocou ele pelo o Mike,aliás cadê ele?

Verônica:Foi embora para a casa dele

Justin:Menos um,a gente precisa sair daqui,ele tá vindo pra cá

*A porta é arrombada*

Vicente: Olha quem tá de volta (diz ele apontando a arma pra Jéssica)

Verônica:NAO!!!!

-Para!!!

*ELE ATIRA*


Notas Finais


Huuuuuum o que será que aconteceu?
Espero que tenham gostado
Tenham uma boa semana meus pessoinhas:3
Até a próxima<3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...