1. Spirit Fanfics >
  2. O Ritual >
  3. Garoto misterioso

História O Ritual - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Boa leitura!

Capítulo 2 - Garoto misterioso


O cenário a minha volta se distorceu como em uma lente fotográfica de olho-de-peixe e eu saí do pátio do colégio e fui levada até a mata aberta já distante dos suspeitos e de sua reunião. Segurada por braços fortes, de alguma forma o meu raptor voava, mas não poderia ser um bruxo, só um bastante experiente saberia voar, devia ser outra coisa.

Sua mão ainda tapava minha boca, sufocando meus protestos, enquanto eu tentava em vão me soltar, remexendo e interferindo no vôo, quando finalmente ele me soltou e pousou da forma mais tosca no gramado. É realmente se tratava de um amador. Ele não tinha nem elevado muitos metros do chão.

– Me solta! – exclamei o afastando de mim, que insistia em agarrar o meu braço.

Mesmo na escuridão, pude vê-lo com clareza, um rapaz alto, muito bonito e provavelmente da minha idade (eu estou quase fazendo 16), estava agasalhado de leve, porém não tinha estilo nenhum no jeito de se vestir. O que me chamou a atenção foi seu cabelo, uma cascata de cachos de uma beleza natural.

– Devia me agradecer, está me devendo uma.

– Não estou te devendo nada. – o olhei com certa desconfiança – o que estava fazendo lá?

– Eu te pergunto o mesmo. Sabe quem eram aquelas pessoas?

– Não, mas pareciam bruxos. O que eles queriam?

– Não sei, mas não deve ser nada bom. – ele disse em sua voz grave, e deu um passo a frente de súbito, e sem pensar estendi as mãos já canalizando a energia, mas por algum motivo não consegui encontrá-la.

– Fique... Longe.

– Você faz muitas perguntas. – seu rosto estava mais perto do meu, eu conseguia enxergar seus olhos, um escuro como a noite, e o outro de um verde claro e hipnotizante - Eu tenho que ir.

– Espere, eu não sei o seu nome!

– É Wendy.

– Wendy? – deixei uma risada escapar sem querer – mas é nome de menina. – seu rosto se fechou em uma carranca séria me encarando.

– E a sua graça qual é?

– Meu nome é Becky.

– Becky? E já fumei um beck uma vez. – ele me olhou simulando um cigarro com um gesto; eu retribuí com um carão.

– Engraçadinho.

– Bye bye Becky! – Wendy sorriu e deu uma piscadela debochada antes de decolar novamente, deixando uma poeira sacana para trás, e fazendo dúvidas brotarem na minha mente como “se ele não é um bruxo o que ele é?” e “será que ele se importa de eu ser a filha do diretor?”.

Droga, eu estava pensando como uma menininha lesada.


Notas Finais


comentem, favoritem, divulguem por favor!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...