História O Ruivo Do Apartamento Logo a Frente || JiKook - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Jikook, Jimin!uke, Jimin/passivo, Jungkook!seme, Jungkook/ativo, Kookmin, Namjin, Taegi, Taeyoonseok, Vhope, Yoonseok
Visualizações 277
Palavras 697
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 12 - Não chore, garotinho pt.2 (Parte final)


Fanfic / Fanfiction O Ruivo Do Apartamento Logo a Frente || JiKook - Capítulo 12 - Não chore, garotinho pt.2 (Parte final)

•∆•Capítulo Anterior•∆•

O Park, ainda meio assustado, observou o jovem pegando várias caixinhas de remédios sem nem mesmo olhar o nome de cada uma, ele estava apenas enchendo as mãos e braços com todas aquelas caixas. O que ele pretendia com tudo aquilo? Assim que o garoto loiro chegou mais perto e jogou todas as caixas em cima do balcão, Jimin pareceu o reconhecer. Lembrava que Jungkook havia mostrado uma foto do garoto, dizendo que este era seu melhor amigo.

— Taehyung?

•∆•Capítulo Atual•∆•

O loiro olhou rapidamente para o ruivo a sua frente enquanto tentava ao máximo conter seus soluços. Um lado de seu rosto estava bem avermelhado, parecia ter levado um tapa.

— V-você me c-conhece?

— Digamos que sim... Mas hey, qual o motivo de tantos remédios? Não está pensando em se matar, não é?

O mais novo olhou para baixo ignorando o fato de que aquele provável desconhecido o conhecia.

— E-eu acho que eu não faria falta. — Soluçou. — Eu só sirvo para ser usado, humilhado. As pessoas me vêem apenas comomoaçmeu rodtoe papel amassado. — Se abriu para o outro jovem com tanta facilidade que surpreendeu até a si mesmo. O Park ouvia tudo calmamente, analisando o Kim que ainda se derramava em lágrimas grossas.

Jimin infelizmente sabia muito bem como era a sensação de ser usado, sabia como era depois de tudo ser jogado fora como um copo quebrado e em todos esses momentos ele estava sozinho e apenas queria um abraço vindo com palavras de conforto. Então, fez com Tae exatamente o que ele queria que fizessem consigo antigamente. O abraçou.

— Você quer me contar o que houve?

O mais alto olhou para baixo, pensando se realmente deveria confiar em um desconhecido. Mas só o que conseguiu fazer foi relembrar de todo o acontecimento. Relembrar do que o deixou neste estado.


•∆•FlashBack On•∆•

Meus lábios se moviam aos de Yoongi com total calma, eu conseguia sentir seu gosto doce sendo passado para a minha boca aos poucos. Ele não queria parar aquilo. Sempre que o ar nos faltava e nos separávamos não passava nem 10 segundos para voltarmos áquele ósculo. Por um momento ouvi o barulho de chaves ao lado de fora da porta, eu me assustei e quis parar ao lembrar de Hoseok. O que ele acharia disso? Provavelmente não gostaria nem um pouco. Tentei me afastar de Yoongi naquele momento mas o mais velho não desgrudava seus lábios dos meus por nada e assim que a porta foi aberta o garoto mais baixo me empurrou com uma força que realmente me surpreendeu. E Hoseok tinha visto o acontecimento.

— SEU NOJENTO! COMO PÔDE ME BEIJAR A FORÇA? — O garoto pálido gritou e quando olhei em seu rosto pude ver que o mesmo se derramava em lágrimas.

— O-o q-que... Eu n-não... — Não consegui nem terminar de falar ao ouvir um grito por meu nome atrás de mim.

— O QUE VOCÊ FEZ? — Hoseok logo apareceu em minhs frente. — O QUE DEU EM VOCÊ?

O mais alto estava completamente vermelho de raiva e eu completamente assustado. Por quê Yoongi estava fazendo isso? Eu não entendo...

— Hobi! Ele praticamente me agarrou a força, eu só queria que ele ficasse assistindo algum filme comigo... Não imaginei que isso aconteceria. — O loiro soluçava de tanto chorar. Como ele pôde fazer isso? Por quê ele está fingindo? Por quê?

— EU CONFIEI EM VOCÊ, KIM TAEHYUNG! — Hoseok parecia que ia explodir. — EU NUNCA MAIS QUERO TE VER NA MINHA FRENTE SEU DESGRAÇADO!

Só pude realmente entender a total gravidade do momento ao sentir o lado direito de meu rosto arder completamente. Hoseok havia me dado um tapa. Foi tão forte que meu rosto praticamente foi para o lado assim como um pouco de meu corpo. Aquilo estava doendo muito, mas com certeza não mais que o meu coração partido.

•∆•FlashBack Off•∆•


— N-não... Eu não quero falar sobre isso... — Soluçou baixinho.

— Shh, vai ficar tudo bem. — O Park apertou o mais novo em seus braços que não demorou a se derramar em lágrimas novamente. Ele jamais imaginou que Yoongi seria capaz de jogar tão sujo. Jamais imaginou que ele brincaria e feriria completamente seus sentimentos apenas para o ter longe de Hoseok.


Notas Finais


Quem quer matar o Yoongi grita "EEU" :')


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...