História O sabor do amor - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias Hora de Aventura
Personagens Beemo "BMO", Cake, Finn, Fionna, Jake, Marceline, Marshall Lee, Princesa Jujuba, Principe Chiclete
Tags Gay, Romance, Shounen, Yaoi
Visualizações 24
Palavras 577
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Festa, Hentai, LGBT, Magia, Mistério, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Pansexualidade, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


❤️Olá, dessa vez o capítulo será curto, estou meio enrolado com a facul, enfim, boa leitura🖤

Capítulo 11 - Doce calmaria


Fanfic / Fanfiction O sabor do amor - Capítulo 11 - Doce calmaria

Depois de uma semana dos acontecimentos tudo voltou a ser como antes, tudo menos o meu relacionamento com o Chiclete, estávamos casa vez mais apaixonados. Marcy e Jujuba pareciam mais juntas tambem porém elas escondiam bem, eu não sou bom ator e eu estava decidido em pedir o Chiclete em namoro mas não sabia como. 

— Marshall, acorde, vamos— Escuto a voz do Chiclete me chamando

Eu passei a semana toda no castelo com o Chiclete usando a desculpa de que queria protegê-lo, mesmo sabendo que ele consegue se proteger sozinho, mas no fundo eu realmente queria protegê-lo.

— O... Ooi — digo bocejando

Quando olho diretamente para ele percebo que ele está com uma bandeja na mão cheia de bolinhos vermelhos 

— Bom dia dorminhoco, trouxe café da manhã — Ele diz se sentando do meu lado e colocando a bandeja no meu colo — Espero que goste, eu mesmo que fiz 

— Uaaau 😳 — digo assim que mordo um — Estão iguais a você 😏 — Encaro ele com um sorriso de lado — Docinho e gostoso — e logo depois sinto uma mão batendo na minha cabeça — Aaai

— Babaca u.u — percebo que seu rosto está vermelho — Você vai comer ou não ? — sorrio e como os bolinhos

Depois que o Chiclete sai eu penso em algum jeito de pedi ele em namoro, mas não sou bom com isso, que raiva. Me lembro que ele queria conhecer o mundo, seria legal em mostrar terras novas, isso seria tipo um encontro. Decido, vou atrás dele para ver se ele aceita sair para um encontro.

Sigo o seu cheiro doce que me leva diretamente a sala do trono, ele estava conversando com o mordomo menta e se assustar ao me ver 

— Gum Gum — chego dando um aperto na bochecha dele 

— O que sua mente está planejando? —Ele me encara fechando os olhos 

— Quer sair para um encontro? — minha pergunta o deixa com uma expressão chocada e envergonhada

— É... Não sei... N-nunca me convidaram para um encontro — Ele abaixa a cabeça

— Tudo bem Gum Gum! — Levanto a cabeça dele com a mão sem seu queixo — Vou cuidar bem de você 

— S-seu bobo — Ele faz cada de raiva mas vermelho de vergonha — okay u.u, vou tirar essa tarde de folga, assim poderei ir para qualquer lugar— sua voz saiu frágil e ansiosa 

— Te pego de tarde então 😏 — Sorri baixinho 

                            ❤️🖤

Finalmente fui para casa e dei uma ajeitada no visual, me preparei para o encontro, coloquei minha jaqueta de couro e por baixo uma regata branca, minha calça jeans rasgada e meu all-start vermelho de sempre, para completar o look coloquei nas costas meu baixo. Não tinha pensando em como pedir ele em namoro, espero que não passar vergonha, arrumo uma sexta de piquenique cheia de guloseimas .

Antes que eu possa sair, ouço um barulho familiar no meu quarto. Chamado lá me deparo com algumas letras na parede e uma chama escrendo outras. A chama era azul, eu conhecia bem o dono dela, meu pai, o rei da Noitosfera. A mensagem dizia "Quero falar com vocês". Ignorei, não tinha tempo para algo tão demoníaco e inútil como ele. 

Sai de casa assim que o sol se foi, estou ansioso e com medo do que vai acontecer. Quero mostrar um lugar lindo para o Chiclete, um lugar que conheço a décadas e finalmente pedi ele em namoro.




Notas Finais


❤️Capítulo curto infelizmente, prometo que não será sempre assim, espero que tenham gostado, arigatou🖤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...