História O sedutor de irmã - ChanBaek - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Jeon Jeongguk (Jungkook), Kai, Kim Taehyung (V), Lay, Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, Sehun, Suho, Xiumin
Tags Baekhyun, Baekyeol, Bts, Chanbaek, Chanyeol, Exo
Visualizações 29
Palavras 1.699
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Esporte, Festa, Ficção Adolescente, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hello Chanbaeknáticos (isso existe?) Então, segue ai com mais um capítulo de "O sedutor de irmã" Mas antes tenho que dizer duas coisinhas aqui...
Primeiro... Era para eu ter postado esse capítulo no final de semana passado, mas a minha internet havia atingido 100% (quem vive de crédito sabe o que eu estou falando) e infelizmente não consegui postar antes...

E segundo... Gente que capítulo é esse?? Sério eu super amei escrever ele e acho que vocês vão gostar! O capítulo esta bem...Como posso dizer? ... Quente! Mas não fervendo (ainda não)... É isso gente desculpem a demora do capítulo...

Sem mais delongas!
Boa leitura!

Capítulo 3 - Filho Da Puta...


Fanfic / Fanfiction O sedutor de irmã - ChanBaek - Capítulo 3 - Filho Da Puta...

Eu estou de cara... Só de pensar que, Park Chanyeol vai passar a noite aqui em casa, me fazia seriamente em pesquisar vários tipos de forcas diferente no google para escolher uma ideal para o meu pescocinho... E se não bastasse isso, minha mãe por achar que o namoro do casal ainda está muito recente, sugeriu a brilhante ideia de euzinho dividir o quarto com o orelhudo...

—Não sei se é uma boa ideia senhora Byun, eu não quero incomoda -lo. —Disse, logo depois de olhar para a minha cara de ódio, provavelmente percebeu que eu não estava gostando nada dessa ideia.

—Chanyeol, querido, não tem incomodo algum, não é mesmo Baekhyun —Disse mamãe serrando os dentes ao pronunciar meu nome, me olhando com um olhar Mortal.

Tem sim!!! Tem muito incomodo, vocês nem sabe se um cara é um estuprador e já querem joga-lo para cima de mim?? Qual é?

—Mas é claro que não. Incomodo algum Channye —Dei o sorriso mais falso que consegui, já vou logo avisando que se eu amanhecer morto amanhã, eu retornarei do inferno só para mandar as duas donzelas tomarem no rabicór.

—Se for incomodo para o BaekHyun, saiba que o meu quarto tem bastante espaço, não é mãe? —Se pronuncia may

Essa safada não perde uma oportunidade de dar para o orelhudo gostoso.

—Mas é claro que não, garota, perdeu o juízo? quer que eu arranque o seu útero?? Até parece que eu vou deixar você dar a buceta para ele kkkkkk—Riu irônica— na minha casa não minha filha!.

A senhora encrenca não perde uma oportunidade de fazer seus filhos pagarem micão na frente dos outros, eu hein,

Eu e Jimin rimos, mas logo paramos para não sermos alvo da senhora dengosa.

Depois do ocorrido a mesa estava entre completo silêncio, a não ser pelo barulho dos talheres e pratos, fora isso em absoluto silêncio...

—Aliás, Jimin, você poderia dormir aqui hoje, junto comigo e com Chanyeol no quarto, o que acha??

—Ah Baek..., Hoje não vai d... AAAI! Porquê você pisou no meu...AAAI!— Olho para ele com uma cara que diz" Isso é uma ordem! Demônio, melhor me obedecer."

—Certo Baek, hoje está perfeito para eu dormir aqui —Sorri sem graça me olhando disfarçadamente com uma cara de ódio.

(...)

O restante do almoço correu muito bem, os problemas retornaram quando a senhora Byun anunciou a hora da sobremesa.

—Muito bem pessoal, esta na hora da sobremesa, BaekHyun venha me ajudar com as coisas.

Eu??

—Eu??? A May está ai sem fazer nada, e eu estou conversando com Jimin...

—Eu não mandei a May me ajudar, eu mandei Você!

Que crueldade.

—Deixa senhora Byun, eu te ajudo.

Agora pronto, o orelhudo vai dar uma de bom genro agora, mereço.

—muita Gentileza sua Channye. Obrigada

Ambos levantaram -se da mesa e foram buscar as sobremesa na geladeira, ao retornarem com os pratos ...mais estresse para mim!.

—Ta vendo Baekhyun, você poderia ser tão gentil quanto o Park.

Agora pronto.Deu para me comparar com ele. Porque não o Adota e me abandona no lixo?

Apenas reviro os olhos e me sirvo com o pudim, o bolo, a gelatina, o pavê, e o Mussi de maracujá, isso mesmo tudo de uma vez, pegar um de cada vez da muito trabalho... Melhor juntar tudo logo, de qualquer forma vai para o mesmo lugar.

(...)

Sábado 16:00hrs

Mais tarde, quando o almoço já havia acabado, e o orelhudo se ofereceu para lavar a louça me deixando puto porquê mas uma vez fui comparado com ele, mais de boa, ele vai me pagar, ô se vai... A lista só está acumulando essas palhaçadas desse poste ai...

Pouco tempo depois Jimin foi para a sua casa, ele precisou sair e ajudar seus pais a limpar e fechar a sorveteria na qual eram donos, ele voltaria mais tarde para passar a noite aqui como combinamos...

Mas voltando...

Se não bastasse tudo que passei no dia de hoje com esse poste... Minha mãe resolveu ir ao mercado e levar apenas a minha irmã, o que resulta em Baekhyun e Chanyeol sozinhos em casa...

—Senhora Byun, eu faço questão de ir e ajuda-las a carregar as compras...

Eu ouvia tudo jogado no sofá e procurando algum canal que prestasse nessa merda de TV, como era sábado não passava nada de legal.

—Não precisa querido, voltaremos de Taxi não ah com o que se preucupar...

Incrível como a minha mãe consegue ser doce e gentil com esse embuste, e totalmente grossa e cavala comigo... Mereço.

—Tem certeza?

Diga que não tem certeza, diga que não tem certeza, diga que não tem certeza!!!

—Tenho querido. — Droga! —Fique aqui e faça companhia para BaekHyun, ok?

—Já que não tem outra alternativa— sorriu educadamente.

Que audacioso, minha maravilhosa companhia foi rejeitada indiretamente.

—BaekHyun!, May e eu estamos indo ao mercado, Para de assistir e de atenção para o Channye!! ouviu?!

—Humrrum!.

—BAEKHYUN!?

—Aah Ooi!! —Pulo do sofá por conta do susto. —Eu já ouvi mãe, há parei de assistir !!!—Desligo a TV rapidamente.

—Ótimo, vamos May.—Diz indo em direção a porta.

—Até daqui a pouco amor —May da um beijo em Chanyeol, dois, três...

Aish, chega!

—Anda logo menina! Se não eu te faço carregar todas as compras nas costas e ainda faço você empurrar o Taxi.

—Ai já to indo mãe, último beijinho amor...

E assim as duas se vão me deixando sozinho em casa com o embuste.

.

.

.

"Mas BaekHyun, você nem conhece o garoto e já o odeia assim? "

Aish, não é que eu o odeie, mas sim que, minhas fantasias e paranoias me fizeram achar que ele é tudo isso que eu desprezo.

Mas é claro que eu vou tentar ao máximo simpatizar e conhece-lo melhor...

—Então, Baek, quer dizer, se eu puder te chamar assim sem você me fuzilar com os olhos.

Ele percebeu, Palmas para o poste.

—Claro que pode, e , querido, eu não te fuzilo com o olhar...

Kkkkk mentira.

—Não é o que parece, você me olha com desprezo desde que cheguei aqui...

Fico calado e ele continua

—Baekhyun, se pensa que vou roubar sua irmã de ti, não se engane, eu a amo muito e não vou impedir ela de te amar e de ficar perto de você.

—Como você sabe que é isso?

—May me contou... E sabe de uma coisa? Eu não imaginava que você era tão orgulhoso e egoísta dessa forma.

Como é?

—Como é?

Esse ser veio da puta que lhe pariu, lá do seu finzinho de mundo para chegar na minha cidade,na minha casa, comwr a minha comida, tranzar com a minha irmã, chegar na minha frente e me chamar de orgulhoso e egoísta??? Ta pedindo para levar um golpe de facada, num ta??

—Calma! Não vá fazer barraco hein! —Deboxou colocando suas mãos de leve em meus ombros seguido de um sorriso idiota.

—Filho de uma puta... Susurrei enquanto fazia cara de nojo de sua atitude.

Sabe, quando eu era criança na faixa de uns 8 ou 9 anos, chamar uma pessoa de "Filho da puta" Era pedir para levar um murro na cara, mas Chanyeol não fez isso, ele Simplesmente ficou sério de uma hora para a outra.

O seu semblante mudou completamente. O rosto de deboxe que estava em minha frente cessou completamente me dando um Chanyeol com um olhar distante e lágrimas nos olhos. Como se lembrasse de algo.

—Chanyeol? — Ele apenas se virou-se para trás não permitindo que eu visse o seu semblante. — Foi alguma coisa que eu disse?.

—Não Baekhyun, fique tranquilo —Ditou sério com sua voz grossa.

Fiquei com um pouco de medo ,adimito, eu sabia que tinha falado bosta e que ele estava mentindo e não era para eu ficar tranquilo...

De repente Chanyeol avança contra mim com muita força. E sem reação, sou prensado contra a parede batendo as costas e perdendo o ar. Chanyeol forçava o meu corpo contra o seu, nossas respirações estavam ofegantes, estávamos muito próximos e era possível sentir o ar gelado de seus suspiros em minha bochecha, eu sentia até um certo volume no pé da barriga, eu hein.

—C-Chanyeol? — Gaguejei imóvel, e não vou mentir, eu estava apavorado...

—Escuta aqui Byun —Disse sussurrando em meu ouvido com sua voz grave e trêmula por conta do quase choro...me causando arrepios. —Eu acho que você não sabe da minha história, e também não conhece a minha mãe e não sabe nada sobre ela, portanto ...—Pausou por um momento—Me xingue do que você quiser... Mas não ouse falar da minha mãe!. —Senti sua força sendo diminuída e a pressão que havia em meu corpo sumiu, ele me soltou e simplesmente se virou e foi andando em direção as escadas. Mas antes ele se virou me fitando ali parado assustado. E se aproximou novamente, dessa vez, bem perto do meu ouvido:

—Oh Baekhyun, não posso deixar de notar o olhar de desejo que você tem sobre mim...— Os pelos de meu corpo se arrepiaram no mesmo instante.

—O-o qu... —Fui cortado por uns selar de lábios que me deixou sem reação. O toque de nossas bocas era algo que me fez ficar desesperado, senti meu coração bater mais forte enquanto ele grudava nossos corpos, não vou mentir, aquilo estava muito bom... Era difícil resistir e lembrar que ele era namorado da minha irmã... Mas é impossível não querer ir adiante com isso, resistir a esse homem não é uma tarefa fácil acredite. Perdi totalmente a noção.

Pedi passagem com a língua, eu precisava completar aquilo, meu corpo pedia por mais... Mesmo que fosse me arrepender depois, mas naquele momento era o que mais importava para mim... Mas logo quando abri a boca para um beijo mais intenço ele se afasta com um sorriso no canto da boca...

—Isso tudo foi eu que causei Byun? —Diz me apalpando pela bunda e prensando seu membro ao meu, sentia sua ereção, assim como ele sentia a minha. E logo ele me solta e anda devagar em direção da escadas, e as sobe sem pressa alguma, sorrindo sedutoramente...

Agora ele sabia da minha possível "quedinha pelo namorado da minha irmã"

O que será que ele pretende??

Ele subiu deixando um Baekhyun confuso e totalmente frustrado para trás...



Continua... 


Notas Finais


É isso ChanBaeknáticos (adorei esse nomezinho)

Muito obrigado por ler essa fic que eu estou amando escrever...

Beijo e abraço! Até a proxima!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...