História O segredo da música - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Alexy, Ambre, Armin, Castiel, Charlotte, Li, Lysandre, Personagens Originais, Rosalya, Senhora Shermansky
Visualizações 6
Palavras 983
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá pessoas
Então eu fiz o melhor que pude, espero que gostem.

Eu tenho perguntas pra fazer pra vcs

➡ Querem que eu contue?
➡ Vocês estão gostando da fic?
➡ Vocês tem alguma ideia para a fic?

Bom essas são as minhas únicas perguntas
Beijos e boa leitura 😘

Capítulo 2 - Porão Parte 1


Pov's Castiel Colins

Eu acordei com o Dragon latindo. Me levantei pegando meu celular 'pra ver as horas, eram 4 a.m - por que esse cachorro 'tá latindo essas horas - pensei enquanto descia as escadas. Quando sai pela porta vi uma o que parecia ser uma garota de capuz preto sentada no meio fio com uma garrafa de refrigerante.

- Quem 'tá aí? - pergunto me aproximando mais dá pessoa.

- Sua mãe.

- O que você 'tá fazendo aqui garota? - perguntei reconhecendo a voz da ruiva

- Observando.

- Observando o que?

- Curioso você - disse se levantando e dando um último gole de seu refrigerante.

- Você devia 'tá em casa, sabia que é perigoso anda por aí sozinha? 

- Eu só não 'tava afim de fica em casa - disse se virando para mim e me olhando pela primeira vez em toda a nossa conversa - Sabia que se você fica sem blusa no frio pode pegar uma pneumonia? - disse. Eu tinha esquecido que 'tava sem blusa.

- E você se importa?

- Não, mas se você pegar uma pneumonia eu vou poder fala: eu te avisei - disse sorrindo vitoriosa me fazendo suspira.

- Vem, é perigoso aqui fora - disse entrando em casa

- Não precisa, eu vou fica aqui observando a rua.

- Se começa a chover eu não vou volta. - falo ouvindo um trovão. - tenho que coloca o Dragon 'pra dentro. - disse e chamei ele com um assobio.

Entrei em casa com o cachorro ouvindo mais um trovão e logo depois o som da chuva e da campainha.

-Posso entra? - perguntou a ruiva abraçando o corpo. 

Dei espaço 'pra ela que entrou e ficou olhando tudo que tinha na minha casa, não era muita coisa, afinal eu moro sozinho.

Pov's Marie Mackenzie

Eu acordei depois de um tempo com o som da porta da frente batendo, depois disso eu não consegui dormir, então, pulei a janela e fui dar uma volta pela rua. Parei em uma máquina de bebida e peguei um refrigerante, continuei andando até perceber que estava perdida - parabéns Marie - pensei enquanto parava em frente uma casa, quando um cachorro que começou a latir me assustando e quase deixando meu refrigerante cair, me sentei no meio fio e lá fiquei até o Castiel aparecer - nunca fiquei tão feliz em ver esse garoto

E foi assim que eu vim para na casa do Castiel, no memento eu estava sentada no seu sofá enrolada em um toalha.

- Como você veio para aqui? - perguntou agora vestindo uma blusa se sentando no sofa.

- Eu comecei a andar aí eu virei uma rua, depois outra e quando eu fui ver eu 'tava perdida.- expliquei suspirando no final.

- Você é mesmo parisiense? - disse levantando levemente as sobrancelhas, neguei com a cabeça.

- Eu sou inglesa, mas minha mãe era parisiense. - disse um pouco triste ao lembrar da minha mãe.

- Então tá explicado o sotaque britânico - disse soltando um riso fraco. Que sorriso bonito. Pensei sorrindo. - Como vai pra casa? - perguntou me tirando dos meu devaneios.

- Vou pegar um táxi - disse me levantando e indo até a porta parando noeio da caminho ao ver um guitarra como a minha perto da tv. - Você também toca? - perguntei me aproximando da guitarra.

- Também? Você toca? - perguntou se aproximando de mim. Droga e se ele descobrir que eu sou a Anne? Não. Calma Marie. Qualquer um pode tocar guitarra.

- S-Sim... Ma-Mas eu prefiro violino - respondi rindo de nervoso.

- É sua cara mesmo

- Como é que é?

- Ué você é toda nerd, componha com você - disse dando de ombros me fazendo cruzar os braços e levantar levemente as sobrancelhas.

- Eu não sou nerd, eu só sou mais inteligente que você.

- O que? - perguntou fazendo a mesma coisa que eu.

- É só que eu sou melhor que você em tudo, diria até que tenho mais pegada que você. - disse debochada.

- Você? Mais pegada que eu? - perguntou desacreditado.

- Olha Castiel, você tem essa fama de pegador, mas eu não acho que é isso tudo. - disse simples. - Olha eu tenho que ir, logo temos escola, então, tchau. - disse saindo da sua casa deixando um Castiel confuso.

Peguei um táxi para volta para casa, assim que cheguei em casa pulei a janela e esperei dar o horário de ir para a escola. 

Depois de um tempo eu peguei o meu celular para ver a hora, eram 6 a.m, estava na hora de me arrumar. Entrei no meu banheiro e tomei um banho quente, terminei meu banho e entrei no closet escolhendo uma roupa simples e meu óculos. Desci para tomar café na cozinha.

- Bom dia pai. - disse assim que vi o mesmo de avental fazendo panquecas.

- Bom dia querida. - disse colocando as panquecas em um prato e o suco na mesa - Sua moto chegou.

- Sério? - perguntei animada.

- Sim. Não se esqueça da entrevista na semana que vem - disse tirando seu avental e se sentando na bancada para comer junto comigo.

Depois de comer eu subi para o banheiro para escovar meus dentes e depois fui para a garagem pegar minha moto - que saudade do meu bebê.

Peguei a chave e o capacete colocando o mesmo depois de tirar meus óculos, eu não precisava deles, mas usava para não ser reconhecida. Assim que cheguei com minha moto na escola todos olharam para mim - não gosto de chama atenção.

- Menina você tem uma moto e nunca contou 'pra gente? - perguntou Rosa vindo em minha direção com Alexy.

- Ela só chegou hoje - disse dando de ombros.

Nós entramos na escola, Alexy foi com Rosa para o clube de costura e eu fui até meu armário. Mas entes que eu pudesse ir, alguém me puxou para uma escada que, provavelmente, dava no porão da escola.

- O que você está fazendo?

Continua...

" Eu sonhei com antes mesmo de te conhecer"






Notas Finais


Look: https://goo.gl/images/2vvuPW
Moto da Marie: https://goo.gl/images/HgdmrP

Você pisco e o capítulo acabou.
Gente ficou eu sei, mas eu tô meio que sem inspiração, fiz o melhor que pude, espero do fundo do meu coração que vocês estejam gostando.
Beijos e até o próximo capítulo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...