1. Spirit Fanfics >
  2. O segredo de Bipper (Yaoi) >
  3. O casamento

História O segredo de Bipper (Yaoi) - Capítulo 18


Escrita por:


Notas do Autor


Oii, mais uma vez, desculpem pela demora! 😢😫

Capítulo 18 - O casamento


Fanfic / Fanfiction O segredo de Bipper (Yaoi) - Capítulo 18 - O casamento

P.O.V. Dipper Pines 

 

    A música alta começa a tocar e logo todos se levantam. Não haviam muitas pessoas, Dipper Gleeful e o Will são de outra dimensão. Então, de certa forma, não haviam muitas pessoas para convidar. Assim que a música se alinhou, a porta se abriu revelando Will, com um blazer preto, uma camisa social azul e uma gravata também preta por baixo. Ele sorria enquanto caminhava em direção ao altar ao lado de Bill que insistiu em levá-lo até o altar, já que ele era a pessoa mais próxima a um parente para Will.  

 

 

    Assim que Bill chegou ao altar, entregou Will ao Gleeful e caminhou de volta para o meu lado. O Gleeful vestia um paletó preto com uma camisa social também azul e uma gravata preta. Assim foi iniciada a cerimônia de casamento de Will e Dipper. Tudo estava incrivelmente perfeito, a cerimônia, a festa, a decoração, tudo. Foi um dia incrível e no fim, como a cerimônia havia sido realizada em um local um pouco longe de casa, eu e Bill decidimos passar a noite em um hotel da região. 

 

 

— Esse é o nosso quarto? — Pensei alto enquanto destrancava a porta do quarto.  

 

    Entramos e eu tranquei a porta do quarto, deixando a chave ali mesmo. Quando me virei para onde Bill estava, fui surpreendido por um abraço e um beijo carinhoso de Bill. 

 

— Você sabe que eu faria qualquer coisa por você, não sabe? — Bill perguntou apoiando sua cabeça no meu ombro com um sorriso fraco no rosto.  

 

    Eu fiquei realmente surpreso com Bill, não é nem um pouco comum ele demonstrar os seus sentimentos dessa forma. E eu fico muito feliz sabendo que Bill confia em mim e me ama ao ponto de baixar sua guarda perante mim e falar essas coisas. Sem nem mesmo perceber, eu estava relembrando todas as minhas memórias com Bill e por um vacilo... Deixei as lágrimas escaparem enquanto sorria. Eu nunca me imaginaria em um romance com Bill Cipher, muito menos que eu estaria tão feliz ao seu lado ou que ele me amaria tão intensa e verdadeiramente.  

 

— E-Ei! —Bill chamou minha atenção de forma nervosa — o que houve? — Ele perguntou ainda em choque.  

 

    Não consegui responder nada, apenas o abracei novamente ainda mais e continuamos naquela mesma posição, eu realmente não sei por quanto tempo, mas eu não queria sair dali nunca mais. Depois de bastante tempo assim, segurei os braços de Bill, que apenas me observava e o levei comigo até o banheiro do Hotel. 

 

    Tirei nossas roupas e liguei o chuveiro, logo me jogando na água e puxando Bill junto.  

 

— Já está tarde para molhar o cabelo, não? — Bill perguntou com uma fraca expressão de sono. 

 

— Agora você vai me dizer que sente sono? — Perguntei sorrindo debochado para Bill que apenas fez uma careta engraçada.  

 

    Terminamos o banho em pouco tempo, vestimos roupas confortáveis e deitamos na cama. 

 

— Dipper! — Bill me chamou enquanto me envolvia em seus braços.  

 

— Sim? — respondi em tom de pergunta.  

 

— Você quer dar uma escapada comigo? — Bill perguntou.  

 

— Como assim? — Pergunto curioso.  

 

— Lembra daquela tarde que nós passamos em Gravity Falls? — Perguntou com um sorriso sincero.  

 

— Como eu poderia esquecer? — Perguntei sorrindo com as lembranças do dia.  

 

— Por que nós não passamos mais alguns dias assim? Podemos sumir por uma semana ou duas, não? — Bill perguntou de forma simplista.  

 

— Não. — Respondi ainda mais simplista e percebi a expressão chocada de Bill.  

 

— Por que? — Bill perguntou.  

 

— Eu não quero reprovar por faltas e você supostamente, como meu vice-diretor, não deveria me encorajar a faltar aulas. — Respondi com ar de superioridade.  

 

— Eu não estou te encorajando, estou apenas sugerindo... — Bill falou em um tom inocente.  

 

— Essa semana não, mas daqui alguns dias tem um feriado e nós poderíamos usar ele ao nosso favor! — Falei no mesmo tom de Bill e logo começamos a rir.  

 

— Eu te amo, Pine tree! — Bill falou e eu pude sentir a sua respiração no meu pescoço.  

 

— Eu também te amo Bill! — Respondi sorrindo.  

 

    Bill estralou os dedos fazendo a luz apagar, então eu me virei para ele, sem me soltar do seu abraço e depositei um único selinho nos seus lábios antes de fechar os olhos e relaxar completamente. Acabei por adormecer ali.  


Notas Finais


Continua...
Obrigado por lerem até aqui, isso é muito importante para mim! ^w^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...