História O segredo de Jimin - Capítulo 13


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Jikook, Jimin!top, Jungkookbottom!, Namjin, O Segredo De Henri
Visualizações 37
Palavras 2.090
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Lemon, LGBT, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi biscoitinhos, boa noite meus anjos!
Espero que não tenha nenhum erro ortográfico, dessa vez eu revisei.
Boa leitura!♡

Capítulo 13 - Dylan e mais trabalho


A vantagem de preparar o seminário com o Jimin é poder andar de carro, não preciso pegar o ônibus, fui tirado de meus pensamentos com o Dylan me chamando.



— Heyyy.... Jeon? — o mestre cuca só se for, ai Jesus, quem que é agora? Eu me virei e dei de cara com o Dylan, ele estava sem graça mas ele quer me dizer uma coisa, vejo isso apenas pelo seu olhar, balancei a cabeça mostrando um sinal positivo, de que ele podia continuar a falar. — Então... é que.... bom... isso, obrigado por agora há pouco. — o Jimin observa tudo sem falar nada. — Se você e os seus amigos não tivessem feito nada, eu ia ter apanhado pra caralho, e eu realmente não tinha feito nada dessa vez.


— Que isso, Dylan. Não foi nada demais, a gente não ia deixá-lo te machucar. — o Dylan parecia estar sinceramente agradecido, ele se virou para o Jimin.


— E cara.... Desculpa pela última vez, a gente só queria rir um pouco com os brother, mas mandamos mal. — pelo menos ele assumiu, assim mostra que ele tem sentimentos, e que ele não é igual ao Enzo, o Jimin disse um "imagina" e deu um leve sorriso. — Então.... Bom... Até mais. — entramos no carro rapidamente, o Jimin ficou como uma estátua, imóvel no carro, ele me parecia um pouco pensativo, finalmente ele virou pra mim, com uma pergunta.


— Como que você faz isso? — Hmmm, ele está falando de quê pra ser exato? 


— O quê? Do que você está falando? — às vezes ou eu acho que eu sou sonso demais, ou o Jimin não faz as perguntas direito.


— Esse cara, o Dylan, até me pediu desculpas por ter me agredido no corredor, justo ele que se acha, veio todo mansinho só por sua causa! — eu dei um sorriso, ele parece que está com ciúmes e se estiver, que fofo.



— Ele só queria agradecer. — eu disse desviando o meu olhar do de Jimin, eu iria ficar todo vermelho.


— Você veio ajudá-lo, sendo que há algumas semanas vocês quase saíram na briga. — hmm, essa conversa já está ficando um pouco chata.


— E daí? Onde você ta querendo chegar? — não queria ser grosso, mas acho que fui um pouco.


— Ele te agradeceu hoje, mas quem te garante que ele não vai se virar contra você um dia? Você não acha um tanto estranho? — bem, ele pode estar até certo, mas me parece um pouco que ele está mesmo com ciúmes. 


— Eu não sei de nada, não fico questionando. Eu dou um voto de confiança e pronto. — eu suspirei e ele ia abrir a boca pra dizer um mas quando eu interrompi. — Eu acho que você desconfia muito das pessoas.


— Já eu acho que você é muito ingênuo. - deixei escapar um risinho e murmurei um "talvez". — Você tem consciência que vai acabar se dando mal? Você é muito bonzinho com todo mundo.


— Eu não me importo com isso. — o Jimin parecia um tanto surpreso. — Eu já me dei mal várias vezes, você sabe. — joguei uma indireta no ar e ele perguntou se isso não me serviu de lição. — Pelo jeito, não! Eu prefiro mil vezes confiar nas pessoas, assim eu posso viver coisas mais fortes e interessantes, enquanto que se eu desconfiar de tudo e de todos, eu não vou ter essa oportunidade. Se você não se arriscar, com toda certeza, nada vai acontecer! Nem as experiências ruins, nem as boas e eu acho isso triste.


— Então você prefere dar um voto de confiança mesmo correndo o risco de se decepcionar ou de ser enganado depois? — eu ri para ele e suspirei logo em seguida.


— Você entendeu direitinho. — depois dessa conversa o caminho todo para minha casa foi em silêncio. — Pai, mãe, cheguei!! 


— Oi meu amor, como foi o seu dia? — meu pai que estava lendo jornal, se levantou e foi até mim, eu acho ele muito fofo, o nome dele é Henrique. — Olá, você deve ser o Jimin, entre por favor.


— Boa noite, senhor. — eles dão um aperto de mão, e eu sorrio. 


— Aqui em casa de novo?? — o Louis disse me fazendo rir e fazendo o Jimin também rir baixinho.


— Eu também estou feliz em te ver, Louis. — o Jimin disse todo pimposo, como ele é fofo, devo estar babando agora por ele.


— Merda! Ele sabe o meu nome. — meu maninho revirou os olhos e cruzou os braços.


— Louis! Pare de ser desagradável, por favor. — meu pai aumentou o tom de voz com ele, puta merda, o Louis não tem jeito.


— Você é muito besta mesmo, não consegue ser "normal" pelo menos uma vez? — passei as mãos em meus cabelos e mexi em meus brincos por nervosismo.


— Mas.... Eu não vou com a cara dele, não me desce, saca? — o Louis se aproximou do Jimin. — Não basta só pedir desculpas, meu caro. — após dizer isso, ele saiu da sala e se entocou na caverna que ele chama de quarto, com a música no último volume.


— Vem, vamos estudar no meu quarto. — chamei o Jimin, já indo para o corredor. 


— É.... ahan.... Vocês dois no seu quarto? — olha só, desconfiando do próprio filho dele, mas que calúnia.


— Ahan, pai. A gente não vai rolar pelado na cama, só vamos fazer uma parte do nosso seminário e eu preciso do meu computador que está no meu quarto. — o Jimin me segue meio sem graça, assim que eu saí da sala, decidi soltar mais uma só para irritar o meu pai. — Jimin, eu estou te esperando embaixo dos lençóis! — ri mentalmente, se ao menos eu pudesse ver a cara do meu pai nesse momento, o Jimin que não sabe mesmo pregar uma boa piadinha, se vira na mesma hora, com os olhos arregalados, ele ficou olhando para o meu pai do outro lado do corredor.


— Não.... mas... n-não.... que... é isso... q-que... JungKook?! — o Jimin tentou falar algo, o que foi falho, ouvi meu pai gritando meu nome e soltei um risinho. — Você ficou louco, é? Seu pai quase me matou com o olhar.


— Aaah Jimin, você acha mesmo que ele iria fazer algo com você? — revirei os olhos me jogando em minha cama. 


— É.... Não foi a sua mão que ele apertou, então deu pra entender muito bem o recado que ele quis me passar. — ele massageava a mão enquanto falava, hehe, o meu pai deve ter tentando assustá-lo apertando a mão com força.


— Eu vi que ele estava muito preocupado sem razão. Eu só quis fazer uma pequena brincadeirinha com ele, aliás, ele está acostumado. Meu pai deve saber que eu não vou fazer nada com você. — me espreguicei olhando para o Jimin, o mesmo soltou um "como assim?" — É.... bom... nós não estamos juntos, está na cara.


— Então o seu pai não precisa se preocupar só por que nós não estamos juntos? — o garoto a minha frente colocou uma das mãos no seu bolso.


— Por quê? Você eatá planejando fazer alguma coisa em especial comigo? — o meu coração disparou dentro do meu peito, acho que eu vou ter um ataque cardíaco.


— Não necessariamente. — ele nem parecia pertubado com o meu comentário. — Mas por que seu pai não poderia pensar ao contrário? — eu não sabia aonde ele queria chegar, mas senti que ia acabar mal.



— Ele já encontrou alguns namorados que eu tive. — Jeon, Jeon, Jeon, cala essa boca, você está prestes a falar mais que a boca mais uma vez, o Jimin murmurou um "e?" que deu para escutar perfeitamente. — E o quê? O que você está querendo saber?


— Eu não sei, você que tem que me falar. — puta merda, como ele me irrita. — E o que eles tinham? Esses caras que o seu pai conheceu?


— Eles eram super bonitos.... Bem populares! Eles não eram como você. Pronto! Você está contente? Era isso que você queria escutar? — parabéns, Jeon! Falou merda, uma grande e esplêndida, MERDA, ele soltou um "sim". Porra, ele ficou chateado. — É... Jimin... Não era isso que eu queria dizer.


— Eu sei, mas você disse. — ele tirou a mão do bolso e passou na suas madeixas loiras.


— É verdade, você é o oposto total dos caras que eu trouxe aqui em casa. — eu me sentei na cama, já que eu estava jogado na mesma e o Jimin continuou de pé. Será que ele está mesmo chateado? — o Juhyan e o Myeon eram bem parecidos. Do tipo "Olhem para mim! Eu tenho muitos amigos! Eu sou tão lindo e engraçado!". Temos que admitir que você não é do tipo de está sempre rodeado por um bando de amigos. — eu não sei mais o que fazer para me redimir, é verdade que o Jimin não faz mesmo o meu estivo. Mas... mas o que mesmo?


— Isso quer dizer que eu ainda posso ser "bonito" e "engraçado"? — ele deu uma lambida entre os lábios e jogou um sorrisinho de lado, ele conseguiu me provocar, eu olhei fundo nos seus olhos.


— Parece que sim. — é a primeira vez que eu vi o Jimin reagir dessa forma, verdade que eu não fui muito sutil ao insinuar que ele não era "bonito" o suficiente para ser o meu namorado.


— Vamos começar? — ele foi para o meu lado e tirou o laptop da mochila. — Eu comecei a escrevar algumas coisas baseado no que já fizemos juntos, você quer ler? — balancei a cabeça positivamente, ele me passou o laptop e eu li. Legal, ele já adiantou bem o trabalho, ele escreve bem de verdade, parece até um jornalista.


— Você tem certeza que não copiou e colocou da internet? — ele riu.


— Não, eu segui bem o nosso acordo: Nada de copiar e colar, nós temos que escrever tudo. — ele balançou a cabeça com um sorriso no rosto.


— Parece muito de um profissional mesmo. — nós estavamos juntinhos, estava me sentindo aconchegado. 


— Muito obrigado, eu fico lisonjeado. — eu liguei o computador assim que acabei a leitura e virei para ele.


— O que você gostaria de fazer mais tarde, na sua vida? Você tem alguma idéia de uma profissão? — o Jimin passou novamente as mãos nos cabelos, ele sorriu um pouco sem graça.


— Eu gostaria de escrever. — ele desviava o olhar toda vez que se encontrava com o meu, eu gostava de quando estavamos com o Taehyung e a Jasmine, mas só eu e ele, parecia que as coisas faziam mais sentido.


— Parece que é a primeira vez que você diz isso. — ele disse que só tinha falado para mim isso. — Então quer dizer que isso é um privilégio só meu? — ele soltou uma gargalhada.


— Você pode dizer que sim. — ele me disse isso sorrindo, eu quero saber mais, muito mais sobre ele. 


— Você quer escrever o que exatamente? — me aproximei ainda mais do loirinho ao meu lado.


— Romances, ficção científica, eu iria adorar. — mordi meu lábio, quero saber ainda mais e mais.


— Isso é adorável. Você já escreveu algo? — estalei os dedos em minha mão e suspirei. 


— Sim. Mas ninguém nunca leu. — oh, como eu gostaria de ler um de seus livros, ele escreve muito bem, com certeza o conteúdo do livro também deve ser muito bom. 


— Ah.... Eu já ia te perguntar se um dia eu poderia ler um dos seus romances. 


— Talvez.... Quem sabe? Mas, por enquanto, eu não me acho bom o suficiente para mostrar nada. — enquanto Jimin falava, eu o observava, os lábios dele eram muito carnudos. 


— Se você continuar pensando desse jeito, você nunca será bom o suficiente e nunca vai acontecer nada. Você tem que arriscar, eu quero ser o seu primeiro leitor. — ele sorriu para mim, o Jimin tem um jeito de me olhar, eu não sei o porquê, mas deixa meu coração acelerado, nós voltamos a fazer o trabalho, cada um no seu computador, cada um fazendo a sua respectiva função.

Notas Finais


O JungKook fez merda hoje, hein.
Mas o que vocês acharam?
Eu espero que vocês tenham gostado.

Link do trailer: https://youtu.be/z3ioc458UTQ

Link do grupo do whatsapp: https://chat.whatsapp.com/H3sclVF7pwV38UFGyXyDor

Amo vocês e um bom final de semana!♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...