História O Segredo Do Anjo - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Visualizações 16
Palavras 1.027
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Magia, Mistério, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Antes de tudo, queria agradecer às pessoas que tiveram paciência de ler o primeiro capítulo, e espero que gostem ainda mais deste novo.

Capítulo 2 - Primeiro dia na terra


Fanfic / Fanfiction O Segredo Do Anjo - Capítulo 2 - Primeiro dia na terra


A porta se abre lentamente e a garota consegue ver uma senhora, que aparentava ter uns 50 anos, do outro lado
- Algum problema, senhorita? -pergunta a mesma que estava do outro lado da porta usando um vestido longo e vermelho, com os cabelos presos em um coque apertado
- E-eu sou a nova moradora daqui... Yui... -responde a garota, encarando o chão e tentando não manter contato visual com a suposta dona da mansão
- Pois bem... estávamos esperando por você... -a senhora abre um pouco mais a porta e estica mão fazendo um gesto para que a moça entrasse- Seu quarto fica no segundo andar
- C-certo... -Yui entra timidamente na gigantesca mansão e vai lentamente subindo as escadas até chegar no segundo andar
“E agora? Devem ter uns 100 quarto aqui! E se eu entrar no errado??” Pensa a moça enquanto anda por um corredor largo e com varias portas de casa um dos lados
“Ok... espero que seja aqui...” 
Yui respira fundo e abre a porta do primeiro quarto que vê pela frente, pondo a cabeça dentro para dar uma espiadinha
“Acho que é esse... está vazio e aparentemente ninguém entrou aqui antes de mim”
A garota entra e põe suas malas no chão ao lado da cama. Depois disso, a mesma de deita na cama contemplando o teto 
“É aqui que eu viverei a partir de agora...” a mesma sorri e depois de um breve momento se levanta 
- Certo! Não é hora de dormir! -diz a garota para si mesma indo em direção à porta do quarto 
“Bom... eu ainda tenho muito o que explorar!”
A garota sai da mansão em passos rápidos sem nem olhar para o que estava à sua volta 
-
-
Depois de alguns minutos, a mesma chega no centro da cidade, um lugar cheio de pessoas e lojas, algo que era incomum para ela.  Andando pelas ruas, sem rumo, Yui se depara com um beco escuro, o qual fica encarando até conseguir enxergar uma silhueta... que estava correndo em sua direção
Antes mesmo de ter qualquer reação, a garota já estava no chão, e sem entender nada, a mesma olha pra cima e vê um garoto alto, cujos cabelos castanhos cobriam um pouco dos seus olhos azuis 
- OLHA POR ONDE VOCÊ ANDA, GAROTA!! -grita o mesmo num tom rude e extremamente ignorante 
- D-desculpa.... -fala Yui timidamente
- Ok...só vê se não entra mais no meu caminho! -o garoto estende a mão direita e dá uma leve olhada para o lado 
- Obri...gada.... -diz a garota enquanto estica a mão para segurar a mão do rapaz 
- Tanto faz... -responde o mesmo, ajudando Yui a se levantar
Após se levantar, a mesma começa a encara-lo percebendo que o garoto possuía uma câmera fotográfica pendurada em seu pescoço 
- Qual o... seu nome? -pergunta tentando puxar algum assunto... e talvez fazer um novo amigo 
- Não é da sua conta! -responde o rapaz sendo curto e grosso 
- D-desculpa novamente... 
- Tanto faz... -após essa breve resposta, o garoto sai andando com as mãos nos bolsos da calça 
“Caramba... será que todas as pessoas daqui são assim?” Pensa a garota ainda constrangida com o que acabara de passar 
“De qualquer forma... é melhor voltar... já está quase escurecendo e eu não quero chegar muito tarde...” a moça volta a andar até a mansão
Quando chega, ao invés de entrar, a mesma se dirige ao jardim que ficava atrás do casarão 
“Não sabia que tinha este tipo de lugar aqui...” pensa a mesma se sentando debaixo de uma árvore 
“Poxa... hoje foi um dia exaustivo...”
-
-
Seu descanso logo é interrompido por uma voz já conhecida 
- QUEM FOI QUE BOTOU ESSAS MALAS NO MEU QUARTO???? 
“Caramba... acho que estão falando das minhas malas...” 
A garota logo se levanta se vai correndo para o interior da mansão. Ao entrar na sala, a mesma se depara com o mesmo garoto que havia visto minutos antes
- FOI VOCÊ, NÃO FOI??? -diz o mesmo com um olhar intimidante encarando a mesma que acabara de entrar 
- D-desculpa... achei que estava desocupado... -fala a garota completamente envergonhada pelo ocorrido 
- TRATE DE TIRAR AQUELAS COISAS DO MEU QUARTO AGORA!!! -ordena o garoto 
- J-já estou indo... -Yui começa a andar em direção às escadas, mas antes mesmo de pisar no primeiro degrau, ouve a voz da senhora 
- Ikito! Você não deve criar confusões desse jeito! Então ou você ajuda a nova hóspede, ou pode ir arrumar as suas malas e ir embora agora mesmo! -diz a senhora num tom arrogante 
- Humpf... tanto faz... -resmunga o garoto, cujo o nome aparentemente seria Ikito
O mesmo vai andando até Yui com um olhar completamente raivoso 
- Não espere que eu arrume tudo pra você! -diz o garoto
- Tudo bem... -responde Yui ainda subindo as escadas até o segundo andar 
Ao chegar no quarto de Ikito, o mesmo abre a porta deixando um espaço para Yui entrar primeiro 
- Desculpa... -fala a garota num tom baixo antes de entrar pra pegar as malas 
- Hum... -resmunga o rapaz ainda segurando a porta 
Depois de pegar todas as malas, Yui sai do quarto em direção ao corredor, mas logo depois se vira para Ikito 
- Bom... você poderia me dizer qual é o meu quarto? -pergunta a garota, esperando não ser nocauteada com palavras novamente 
- A última porta à direita... -responde o garoto tentando ser um mais breve possível
- Obrigada... e... pode me chamar de Yui... -fala a garota antes de se virar para voltar a andar pelos corredores
-
-
Após achar seu quarto, Yui entra desejando mais que tudo para que não seja engano novamente 
“Ok... se não for esse eu durmo na sala!” Pensa a mesma antes de abrir a porta e dar uma espiadinha 
- Acho que é esse mesmo -fala a garota para si mesma já entrando e pondo suas coisas no quarto 
“Que dia...” pensa a garota suspirando e já caindo exausta na cama 
- Espero que amanhã... -antes de terminar a frase, a mesma já estava dormindo em um sono profundo...
 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...