História O Senhor Arrogante (kim Taehyung) - Capítulo 50


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Imagine Bts, Imagine Kim Taehyung, Imagine V, Kim Taehyung
Visualizações 205
Palavras 3.606
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Festa, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa noite! Espero que gostem do capítulo. Boa leitura e me desculpem se houver qualquer erro. 😘😘
Gente vai aparecer uma Roberta ai na fic é a mãe da s/n 😊😘

Capítulo 50 - Surpresa e nascimento de Jinwook


Fanfic / Fanfiction O Senhor Arrogante (kim Taehyung) - Capítulo 50 - Surpresa e nascimento de Jinwook

ANTERIORMENTE

S/N-Me viro para o mesmo que sorri com malícia pramim. Bom ja que me sinto incomodada da forma que você quer,posso lhe satisfazer de outra forma,dito mordendo meu lábio inferior e olho com malícia para o mesmo.

Tae- Hum vai usar essa sua boca para me mautratar?

S/N-Só se você quiser!

QUASE QUATRO MESES DEPOIS....


               ////////////****//////////

S/N-Os meses passaram tão rápido que ultimamente só espero meu pequeno para nascer,ao olhar-me no espelho percebo o quão minha barriga está baixa e falta uma semana para completar os nove meses,me sinto tão feliz que mal posso esperar para ver o rosto do meu filho!
Me direciono a cozinha e vejo que Meilyn prepara um delicioso bolo gelado de chocolate. Hum isso parece tão bom! Exclamo sentindo minha boca salivar.

Meilyn-É melhor comer antes que você baba encima desse bolo. Dito em tom brincalhão e a mesma sorri.

S/N-Ai Meilyn não me faça rir muito senão é capaz que o Jinwook nasce aqui na cozinha!

Meilyn-Ai s/n eu sei que você e o Tae vão fazer um parto natural aqui na casa, mas não diz isso porque eu não sei lhe dar com partos.

S/N-Ainda tem uma semana para isso! Hahaha. Tae esta tão louco para isso acontecer que ele esta tendo insônia, as vezes eu me levanto para ir ao banheiro ele ja fica acordado e pergunta se eu estou sentindo dor.

Meilyn-Esse sim vai ser um appa babão! Hoje de manhã antes de ir para a empresa ele estava todo animado. Me disse que voutaria mais cedo.

S/N-Nem vi a hora que ele saiu.

Meilyn-E os preparativos para o parto?

S/N-Já esta tudo certo. Ontem ja falei com a médica e ela me disse para ligar para ela nas datas prováveis para o nascimento. Dito sorrindo. Mas ultimamente sinto os sinais,fica me dando uma dores fracas e fica saindo algumas coisas estranhas de dentro demim.

Meilyn-Como assim?

S/N-Saindo uns líquidos e fico com vontade de ir ao banheiro constantemente.

Meilyn-Realmente são sinais mesmo! Bom tenho que ir para casa. Dito colocando a outra metade do bolo na geladeira. Tae não deve demorar falta pouco para as dezenove horas.

S/N- Então tá. Boa noite e até amanhã. Dito e logo a mesma vai. Termino o bolo e sinto vontade de comer mais e me levanto para pegar mais um pedaço. Resolvo ir para a sala e assistir enquanto como. Ligo a tv e me acomodo no estofado,ouço um barulho de carro na garagem e deduzo ser Tae que chegou,permaneço da mesma forma pois agora minha barriga pesa e me dificulta um pouco de andar. Ouço passos indo até a cozinha e logo se dorecionando onde estou revelando meu amado com cara de cançado. Oi amor, como foi la na empresa?

Tae-Cansativo e estressante,a respondo e logo selo nossos lábios. E o nosso pequeno?

S/N-Esta bem e dando sinais que quer nascer.

Tae-Meu Deus s/n,você não me fala nada?! Esta sentindo dor? Vou ligar para a médica.

S/N-Calma amor! Dito olhando para o mesmo que fica como louco procurando seu celular. É um modo de falar,não estou entrando em trabalho de parto ainda. Senta aqui do meu lado,chamo pelo mesmo que logo se senta. Come um pedaço de bolo,toma. Dito colocado um pedaço na boca do mesmo,que me fita e logo começa a rir. Que foi?

Tae- Estou imaginando o dia que o nosso pequeno for nascer. Vou pirar,olha só como estou tremendo! Dito mostrando minhas mãos trêmulas para a mesma.

S/N-Awn amor,que fofo você! Espero que não desmaie no dia que o nosso bebê nascer.Dito e o mesmo me afaga em seus braços nos acomodando no estofado.

Tae-Não se preocupe,estarei a seu lado firme e forte. Assim espero.

S/N-Eu ganho e você que sofre?! Isso esta errado. Dito brincalhona.

Tae-Sorrio com a piada da mesma e resolvo ir tomar um banho. Você já tomou banho? A mesma assente. Porque não me esperou?

S/N-Estava muito calor amor. Mas se quiser tomo novamente com você agora! Dito olhando para o mesmo que já esta de pé a minha frente.

Tae-Então vamos! Ajudo s/n a se levantar e andamos em direção ao quarto,ao chegar no cômodo retiro minhas roupas e percebo o olhar da mesma sobre mim.

S/N-Ai que saudade de cavalgar nesse homem lindo a minha frente. Me perco em devaneios Vendo o mesmo nú e logo sinto uma fisgada em meu ponto sensível.

Tae-Que foi amor? Indago para a mesma que parece perdida em devaneios.

S/N-Nada! Desperto-me e peço para o mesmo desabotoar meu vestido e assim ele faz,retiro toda minha roupa e o mesmo fica me olhando tambem.

Tae-Você está tão linda grávida meu amor! Seus seios estão tão grandes e isso me deixa escitado,dito pegando nos mesmos.

S/N-Você gosta deles assim? Questiono e o mesmo assente mordendo os lábios. Pena que quem vai desfrutar é só o bebê.

Tae-Isso é uma injustiça! Dito passando a língua em seus mamilos os deixando rijos. Então quero desfrutar deles agora! Dito cessando o ato e os aperto.

S/N- Como você consegue ficar escitado me vendo dessa forma? Questiono olhando sua ereção.

Tae-Como assim? Questiono confuso.

S/N-Barriguda e inchada!

Tae-Nossa você sabe realmente fazer um cara brochar! Indago frustrado e retiro minhas mãos de seus seios. Me apaixonei foi por você e não pelo seu corpo s/n. Ultimamente você esta muito paranóica,o que tem haver eu ficar escitado com você grávida?! Aish,cinceramente.

S/N-Fico calada observando o mesmo se auterar com o meu comentário idiota e ele logo entra no banheiro. Merda! Exclamo baixo e vou atrás do mesmo que esta debaixo do chuveiro deixando a água descer por todo seu corpo nú e me sinto uma inútil por não satisfaze-lo da forma que ele quer. Termino de entrar no banheiro e o mesmo me olha sério e continua seu banho,começo a me ensaboar e sem me esperar Tae termina seu banho e sai se enrolando na toalha,sinto meus olhos lacrimejando e seguro o choro. Termino meu banho e saio do banheiro. Vejo que Tae esta se arrumando para sair e me assusto com sua atitude. Onde vai?

Tae-Vou jantar fora!

S/N-E porque isso agora?! Vai se encontrar com alguém por acaso? Alguém que vai te dar o que eu não estou podendo no momento? Você não me ama mais! Você esta me traindo Tae?

Tae-Nossa quanta pergunta! Ja falei para você deixar de ser paranóica s/n. Ela não vai me dar nada e sim vou jantar com uma garota,gosto muito dela e o nome dela é s/n.

S/N-Seu bobo! Exclamo frustrada e logo o mesmo pega em meu rosto com suas grandes mãos e me beija com um selar demorado. Você não esta chateado comigo? Questiono quando o mesmo cessa o ato.

Tae- Não sei ficar chateado com você amor. Vou esperar o tempo certo para fazermos amor e você não precisa ficar paranóica é a única que eu desejo. Dito e a mesma sorrir.

S/N-Achei que fosse me largar aqui!

Tae-Jamais. Agora vai la se arrumar que hoje quero sair com minha futura esposa,omma do meu filho.

S/N-Tambem appa do meu filho vou me vestir. Dito sorrindo para o mesmo que calça seus sapatos... Termino de me arrumar e saio do closet me sentindo incegura,pois ja faz um bom tempo que não saio com o mesmo para nenhum lugar. Como estou? Questiono olhando para o mesmo que continua lindo como sempre.

Tae-Simplesmente maravilhosa amor!

                                      (...)

Tae-Quis fazer uma surpresa para minha mulher e a trouxe no mesmo restaurante que pedi a pedi para se casar comigo. S/N ainda incrédula olha pramim com um sorriso ao qual me desmonta, pois nunca amei alguém tanto na minha vida como ela. Chegamos no térreo do local como na primeira vez e nos acomodamos em uma mesa posta para dois e logo somos atentedidos e fazemos nossos pedidos.

S/N-Nem acredito que você me trouxe aqui novamente,dito sentindo meus olhos lacrimejarem. Esta como o dia em que me trouxe,só que a diferença é que tinha só nossa mesa aqui na primeira vez.

Tae- Queria relembrar o momento que tivemos aqui. Esquece essas mesas,quero curtir cada segundo com você e tem mais uma coisa! Tenho uma surpresa para você. Acho que vai gostar!

S/N-Ai meu Deus estou curiosa agora.

Tae-Espere ai que vou buscar. Saio do local e desço até a recepção encontrando com a mãe de s/n,Megan,Junhie,Bianca e Jessy. Boa noite! Gente s/n vai ter um ataque quando ver vocês la em cima.

Megan-Ela não desconfiou de nada?!

Tae-Acho que não,ela achou meio estranho as mesas a mais lá em cima,mas tratei logo de mudar de assunto.

Roberta-Espero que com o susto ela não ganhe meu neto aqui! Dito brincalhona.

Tae-Não me fale uma coisa dessas porque eu não estou preparado para essa situação. Vamos porque estou ansioso.

Bianca-Ain vamos logo! Dito empolgada.

.........

S/N-Nossa porque ele demora tanto. Dito olhando para a saida do térreo que da acesso a recepção. Sinto meu pequeno se mecher precionando meu estômago e logo sinto asia. Nossa Jinwook a omma esta sentindo asia,deve esta muito apertado ai para você agora não é mesmo meu filho? Questiono alisando minha barriga. Olho para o cardápio verificando algumas sobremesas e logo ouço vozes e ao olhar na direção vejo Tae e minhas amigas que sorriem parecendo tapar alguém, em meus olhos se formam lágrimas ao ver minha mãe depois de quase nove meses,me levanto chorando e me direciono até a mesma que me abraça forte.

Roberta-Meu Deus como sua barriga esta enorme! Estava com tanta saudades de você meu anjo.

S/N-Eu também mãe. Como a senhora está? Questiono feliz.

Roberta-Estou muito bem e anciosa para o nascimento do Jinwook. Respondo sorrindo.

S/N-Ai gente vocês ainda vão me matar do coração! Dito abraçando minhas amigas.

Bianca- A ideia toda foi do seu futuro marido. Ele pediu o telefone da sua mãe,armou a surpresa e pagou um hotel para ela ficar.

S/N- Ai amor,não sei como te agradecer. Te amo tanto. Dito beijando o mesmo que parece receoso por estarem nos olhando.

Tae-Tabem te amo muito. Dito olhando para a mesma e meio receoso com sua omma pego em sua face e a beijo novamente sem me hesitar.

Roberta-Espero que esse amor dure para a vida toda! Dito olhando para o casal a minha frente e o rapaz cessa o ato sorrindo sem jeito.

Tae-Se depender demim durará para todo o sempre. Vamos nos acomodar então. Queira me acompanhar sogra! Indago enlaçando meu braço no da mesma e a levo até a mesa que antes estava separada e agora estão juntas com a nossa.

Roberta-Que perfeito cavalheiro você é. Dito sorrindo e o mesmo enrubrece sua face e vai buscar minha filha que está tão linda com essa barriga. Ambos caminham de mãos dadas até onde estamos e logo se acomodam. Estou tão feliz de poder estar aqui na Coréia é tudo tão lindo!

S/N-Quem sabe a senhora não conhece um coreano por ai mãe!

Roberta-S/N! Dito a repreendendo e todos sorriem com minha reação.

Megan-Olha que eu conheço uns que são bem lindos para a idade deles. Hahah

Roberta- Não estou bem assim. Meu foco agora é meu netinho lindo que vai nascer e por falar nisso cade seus pais Taehyung?

Tae-Eles moram em Daegu,não deram para vir. Minto para a mesma.sinto que não é o momento de contar a real história que meus meus pais são separados,sinto a mão de s/n sobre a minha e faço um sinal para a mesma demonstrando que estou bem. Os pedidos chegam e logo começamos a degustar dos "pratos" servidos a nós.

S/N-Amor porque não chamou os meninos?

Tae-Eu falei com eles,porém acharam melhor sua mãe e suas amigas no jantar de hoje. Eles vão amanhã la em casa para almoçarmos todos juntos.

S/N-Hum,entendi. Amei a surpresa! Dito baixinho para o mesmo.

Tae-Faço tudo para te ver sorrindo assim.

S/N- Te amo!

OITO DIAS DEPOIS....

S/N-Manhã de sábado e eu acordo sentindo contração,olho para o lado e Tae dorme serenamente, as dores são fracas mas é um sinal de alerta pramim. Me levanto e vou ao banheiro e vejo que em minha calçinha a um líquido mucoso com rajadas de sangue e me assusto um pouco,porém ja fui alertada que isso aconteceria,a dor passa e eu faço minhas higienes matinais,ainda de roupão desço a escada e vou para a cozinha comer algo,sinto a dor mais uma vez com mais intensidade e minha barriga se contrai novamente,paro de comer minha torrada e retorno para o quarto,a dor se torna mais intensa e minha barriga se contrai outra vez. Amor!

Tae-Que foi? Questiono ainda sonolento vendo a mesma segurar sua barriga.

S/N-Nosso pequeno quer nascer! Indago sentindo muita dor. Chame a médica.

Tae-Calma amor senta ai vou ligar agora,de forma apreçada ligo para médica que me diz esta a caminho e pede para que eu encha a banheira, já que s/n optou por parto natural. Encerro a ligação e corro para o banheiro para encher a banheira como a médica mandou, sorrio como um bobo por saber que enfim irei ver o rosto do meu filho,porém minhas mãos tremem de nervoso por não saber o que fazer nesse momento,retorno para o quarto e s/n respira ofegante por causa das contrações fortes que sente,me sento a seu lado e acaricio sua cabeça e seguro sua mão.

S/N-Tae vai la avizar minha mãe por favor.

Tae-Mas e se o bebê nascer?!

S/N-A bolça nem estorou ainda amor,sorrio mínimo pois a dor se torna itença a cada quinze minutos. Tae sai se hesitando um pouco para chamar minha mãe e ambos voltam em menos de cinco minutos.

Roberta-Como esta a contração filha?

S/N-Esta a cada quinze minutos. Ai como doe! Esta mais forte agora.

Tae-Quer que eu faça algo amor? Questiono segurando sua mão.

S/N-So fique aqui comigo! Dito tentando controlar minha respiração. Ouvimos o interfone e minha mãe desce apressada.

Tae-Esta doendo muito amor?

S/N-Sim. Respondo apertando a mão do mesmo,pois a contração é intensa agora. Ahhhhh! Gemir de dor sentindo a contração se itensificar.

Tae- Quer deitar? O que eu faço amor? Questiono tenso e a mesma só aperta minha mão com força. A porta do quarto é aberta e a médica pede para que a mesma se deite para fazer o toque,me lembro da banheira e corro para o banheiro,desligo torneira pois a água estava quase transbordando,sou chamado pela médica e saio apressado do banheiro.

Medic.-Pai agora é a hora! Vem você vai ajudar sua mulher,se puder retire sua camisa e coloque uma bermuda sem ser jeans,dito e logo o mesmo se dirige ao que deduzo ser o closet. A senhora deve ser a mãe da garota?

Roberta-Sim sou eu.

Medic.-Pegue um top por favor.

S/N-Mãe tem um naquela gaveta.

Roberta-Corro apressada e pego o top,s/n veste o top e retira sua calcinha,ficando nua da cintura para baixo, meu genro chega trajado como a médica lhe pediu e faz o que ela pede enquanto eu observo atenta, porque esse é um momento único dos dois.

Tae-S/N geme de dor e eu procuro me concentrar em ajudar da melhor forma possível, a mesma fica de joelho sobre a cama enquanto eu fico por trás com meus braços envolta de seu corpo fazendo um movemineto circular com nosso corpo juntos,assim como a médica me pediu,após alguns minutos nessa posição s/n parece não aguentar mais e percebo que a dor esta mais intença que antes, cessamos o ato e a médica faz o toque novamente.

Medic.- Vamos andar um pouquinho s/n? Para acelerar o processo?

S/N-Assinto que sim e Tae me ajuda a se levantar,o mesmo parece muito concentrado no que faz e anda comigo de um lado para o outro,as contrações aumentam sem intervalo algum, sinto algo estranho em minha intimidade e um líquido escorre por minhas pernas,a médica diz que a bolça estourou e agora o processo será mais rápido para nascer. As dores almentam com itencidade e Tae fica louco e ansioso para ver nosso bebê,mas um toque é feito e a médica diz que estou entrando em trabalho de parto.

Medic.-Vem vamos para a banheira.

S/N-Chego no banheiro e entro na banheira cheia de água com temperatura mediana,fico agachada sentindo muita dor. Tae se senta a meu lado,porém pelo lado de fora da banheira segurando minha mão e acariciando minha cabeça,minha mãe observa da porta atenta me olhando com ternura. Faço força a cada contração enquanto Tae se mantém firme a meu lado.

Medc.-Vamos s/n já estou vendo a cabeça do bebê. Força! A mesma faz o que eu peço enquanto seu parceiro se mantém ao lado dando todo o apoio possível.

S/N- A contração para e eu respiro recuperando minhas forças,minha mão que antes segurava a de Tae agora vai para minha barriga,respiro fundo e logo sinto a contração novamente, minha mão retorna a segurar a de Tae enquanto a outra seguro na borda da banheira e faço força novamente, minha médica observa atenta com as mãos preparadas para receber nosso filho,faço a última força que há em mim e logo sinto nosso pequeno saindo,de forma rápida ele é pego e colocado sob meu peito com o cordão umbilical "ligado" a mim,o pequeno Jinwook chora,enquanto eu e Tae acariciamos o mesmo que parece se tranquilizar com nossas caricias. Tae olha fascinado para nosso filho e eu observo o mesmo e vejo que lágrimas de felicidade percorrem por sua face,sorrio para Tae que sela nossos labios e diz me amar. Se parece com você amor! Dito olhando o pequeno rostinho que se afaga em meu peito.Uma espécie de pregador é posta no cordão umbilical e logo a médica da a tesoura para que Tae possa cortar e assim ele faz,nosso filho é enrolado em im tecido fino e entregue a Tae que parece hipnotizado. Os devidos cuidados são feitos a mim enquanto a médica termina de retirar o resto da bolça que há em meu ventre.

.......

Tae-Enquanto s/n recebe os devidos cuidados,fico com meu filho no colo e observo seu pequeno rosto e não me contenho em chorar de felicidade por saber que o amor que tenho por s/n se transformou em um ser tão pequeno e frágil no qual eu amo incondicionalmente. Seus cabelos negros ainda poucos,seus olhos fechados pela claridade que está a sua volta e suas pequenas mãos me deixam estático com o quão perfeito meu pequeno é pramim. Te amo meu filho! O appa vai lhe entregar para a vovó lhe dar um banho gostoso. Me direciono até a omma de s/n e entrego o bebê para seus devidos cuidados,como pesar,dar banho etc. Vou até s/n que já saiu da banheira e a ajudo a andar até o chuveiro para que possa tomar banho. Obrigado amor. Dito e a mesma me olha confusa. Obrigado por da a luz ao nosso filho. Dito com a voz embargada.

S/N-Awnt amor,eu quem devo agradecer por ser esse homem maravilhoso! Tenho certeza que será um appa perfeito para nosso filho. Te amo! Após dizer tais palavras o mesmo me olha com seus olhos lacrimejando e um sorriso forçado é execultado pelo mesmo.

Tae-Nunca poderia imaginar que seria tão feliz a seu lado! Te amo muito. Quero ter essa experiência de vida maravilhosa a seu lado,pelo resto de minha vida. Dito tais palavras e s/n chora assim como eu,nossos lábios se aproximam e um beijo calmo é executado por nós,o choro de Jinwook ecoa pelo banheiro e cessamos o ato sorrindo do som fofo que se forma com o choro do bebê. É melhor você se apressar amor,ele deve esta com fome!

S/N- Tae diz tais palavras e eu me apresso, termino o banho com a ajuda do mesmo,me visto com uma roupa confortável e começo a amamentar meu pequeno que parece faminto. A médica ja foi embora e minha mãe saiu deixando somente eu Tae e o bebê no quarto.

Tae-Quer comer alguma coisa amor?

S/N-Agora não. Vou amamentar primeiro,se quiser pode ir tomar café,já são quase dez horas e você não comeu nada.

Tae-Então eu desço e peço Meilyn para lhe preparar algo.

S/N-Tabom então. O mesmo sai e eu fico olhando o pequeno rostinho do nosso filho e um amor intenso se aflora dentro demim mais do que ja estava. Uma experiência única ao qual obtive ao lado de minha mãe e o homem que amo. Acaricio a cabeça do meu filho enquanto o mesmo suga o leite que à em meu peito com uma certa força que incomoda um pouco,mas é suportável. Ai meu amor,você esta com fome? Questiono com a voz manhoda e sorrio para o mesmo que nem se importa e continua se alimentando. Uns minutos se passam e o bebê agora dorme tranquilo a meu lado,Tae chega com o café da manhã para me dar e eu recebo,pois estou faminta agora.

Tae-Vou colocar ele no berço! Dito pegando o meu filho e levando para o quarto dele. Chego no quarto e o coloco no berço,fecho as cortinas para diminuir a claridade e observo meu pequeno dormir serenamente. Retorno para meu quarto e espero s/n terminar de comer. Conversamos assuntos aleatórios e rimos quando ela toca no assunto de eu não ter desmaiado,fico meio sem jeito com a piada dita por ela mas adimito que seria engraçado.

S/N-Hum,estava tudo muito bom amor. Você olha nosso filho? Acho que vou dormir um pouco. Dito selando nossos lábios.

Tae-Pode ficar tranquila. S/N se deita e eu saio do quarto. Ouço meu celular tocar e vejo ser Hobi com a alegria contagiante dele dizendo que esta sabendo da notícia e que virá com os meninos para ver o bebê,digo que esta tudo bem e me preparo para a guerra quando tocarem no assunto padrinho...


Notas Finais


O que acharam? Tae appa babão 😊 comentem adoro!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...