1. Spirit Fanfics >
  2. O senhor das Bestas >
  3. Humano, tu te condenas

História O senhor das Bestas - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


É uma obra que eu já estava preparando antes de... né

Capítulo 1 - Humano, tu te condenas


A 14 anos atrás, 2 bebês nasceram ambos possuíam cabelos verdes-esmeralda, um era Menino e outro Menina. (O Izuku é alguns minutos mais velho)

 

Hisashi: Nasceram!- Chora o homem de felicidade.

 

Médico: Qual vai ser os nomes senhora Inko?

 

Izuku: Izumi e Izuku Midoryia. 

 

(Gui: Olha a Izumi basicamente é o Izuku Fem)

 

Hisashi: Adorei! (TheMFW)

 

*Após 14 anos*

 

Izuku Midoryia:

 

Altura: 1,75

 

Olhos/Cabelo: Ambos mesma cor (Verde-Esmeralda)

 

Personalidade: Frio.

 

Individualidade: Quirkless

 

Izumi Midoryia:

 

Altura: 1,66 

 

Olhos/Cabelo: Ambos mesma cor (Verde-Esmeralda) 

 

Personalidade: (Fachada) Sádica e raivosa. (Verdadeira) Alegre, envergonhada/Tímida e carinhosa.

 

Individualidade: Fios de chamas. (Da a capacidadee do usuário manipular livremente fios que possuem chamas, aparentam ser linhas vermelhas, mas estão em chamas altas ou baixas.)

 

Izuku: Para Izumi. Está doendo- Fala o garoto com algumas queimaduras em sua pele, e com os olhos mortos.

 

Izumi: Se você não grita não tem graça! Grite Nii-san - A garota lança alguns fios com chamas, que se enrolam em ambos os ante-braços de Izuku e queimam - Não tem mais graça fazer isso, você não sente mais dor! Já sei. Se mata Nii-san quem sabe você reencarna aí eu ouço seus gritos de novo! - Fala sorrindo

 

Izuku:- Izuku faz uma coisa que não faz a anos, arregala seus olhos, ele pega a sua bolsa se levanta de sua cadeira e saí da sala - Adeus!

 

Izumi: Katsuki, porque a gente tem que fazer isso?!

 

Katsuki: A gente tem que mostrar para o Deku que ele não pode ser um herói - Se aproxima de Izumi e beija sua bochecha - Apenas aguarde e ele vai desistir meu bem!

 

Izumi: T-t-tá bom!

 

(Gui: Como vc6 ja sabem, ela faz "Bullying" com ele nas aulas e em casa, MAAS, essa historia possuí incesto então) 

 

*Com Izuku*

 

Izuku estava andando sem rumo, pela cidade andando apenas com sua bolsa, e seguindo um caminho sem perceber.

 

Izuku: Acho que eu tenho que desistir de ser um Herói.

 

Um bicho aparece e avança em Izuku, tentando o atacar, e o mesmo desvia levando de raspão um arranhão em sua barriga, o bicho tenta atacar Izuku novamente e crava o chifre (É um cervo) na perna do esverdeado. E Izuku que já não sentia dor, quebra o chifre dando uma cotovelada e apunhala o cervo em sua garganta o matando aos poucos e espirrando sangue nas roupas e mãos de Izuku. Izuku continua andando pelo bosque, até um caverna, seguindo sem rumo seu caminho, até esbarrar em uma coisa, levanta sua cabeça e olha para 4 seres.

 

????: Quem és tu?

 

Izuku: Izuku Midoryia, estou apenas andando sem rumo.

 

????: Humano você está fazendo o que com esse sangue de cervo em seu corpo?

 

Izuku: Eu matei um.

 

????: Por que mataria um?

 

Izuku: "Vou mentir, vai que eu morro logo" Porque eu quis. 

 

????: Humano, tu te condenas, com essa lábia com essas mãos ensanguentadas, sua raça será exterminada.

 

Izuku: "Isso" É o que ah não? Mas antes digam-me quem são as Criaturas?

 

Fafnir: Sou Fafnir o Dragão da mitologia Nórdica 

 

Cerberus: Cerberus, o cão de 3 cabeças filho de Tifão.

 

Fenrir: Me chamo Fenrir, o Lobo gigante, pai de Skoll e Hati.

 

Hydra: Sou a Hydra, o lendário monstro da Mitologia grega.

 

Izuku: Interessante, pelo menos vou morrer vendo Criaturas Lendárias.

 

Cerberus: Por que não treme perante nossa presença?

 

Izuku: Eu já perdi o medo de tudo, a única coisa que me assusta, é eu sobreviver nessa terra de merda.

 

Fafnir: Qual é seu motivo para não querer mais andar por essas terras?

 

Izuku: Bem… Eu vivo em mundo onde 80% da população mundial possui poderes, individualidades como chamam, eu faço parte dos 20%, que não possuem, aí eu virei motivo de chacota, sofro bullying até da minha própria irmã, bem chato. Não posso falar o negócio de 1 ano atrás - Ele pensa alto.

 

Fenrir: O que aconteceu a 1 ano atrás?

 

Izuku: Eu já não tenho mais nada a perder :P. Eu me declarei para minha irmã.

 

Cerberus: Ah tá.

 

Hydra: Bem básico.

 

Fenrir: Singelo.

 

Fafnir: Que segredo ein.

 

Izuku: E é assim, não vão me julgar?

 

Cerberus: Meu antigo mestre namorou a própria sobrinha! Uma irmã não é nada.

 

Outros 3: Faz sentido.

 

Fafnir: Mas sua irmã não fazia bullying com você?

 

Izuku: Sei lá porra - Ele se senta em uma pedra próxima - Ela vivia fazendo bullying, mas eu ainda assim queria a proteger. Proteger de tudo de ruim, e eu quero estar para sempre ao lado dela.

 

Fenrir: Tem certeza que não confundiu vontade de proteger, com estar apaixonado?

 

Izuku: Absoluta. Mas bem, eu vou sair daqui e andar sem rumo até um penhasco.

 

Fafnir: Espere garoto, temos uma proposta.

 

Izuku: Qual seria Fafnir?

 

Hydra: Entendi o que ele quis dizer. Faça um contrato conosco.

 

Izuku: Como meus amigos?

 

Fenrir: Precisamos de um Mestre para sairmos daqui.

 

Cerberus: Eu e Fenrir possuíamos Mestres, e ambos nos colocaram aqui dentro. E Hydra e Fenrir foram selados. Nhea.

 

Izuku: Pode pá. Okay, eu quero que vocês sejam livres, isso é o que um herói pode fazer. Como jo mio faz isso?

 

Hydra: Pegue um pouco de sangue daquele cervo que você matou.

 

Izuku: Okay - Ele sai correndo e depois de 10 minutos volta com a carcaça, em suas costas - E agora?

 

Fafnir: Faça essas runas - Ele desenha runas com sua garra "ᚲᛟᚾᛏᚱᚨᛏᛟ" - Desenhe um círculo simétrico, e faça essas runas nele.

 

Izuku: - Izuku obedece e faz dois círculos no chão - E agora?

 

Fafnir: Agora precisa de nosso sangue - Ele corta na palma, e pinga no círculo. - Fenrir.

 

Fenrir:- Faz o mesmo e pinga no outro círculo. - Faça o mesmo.

 

Izuku: Okay- Izuku corta a palma de sua mão e pinga nos círculos, que começam a brilhar - Está feito?

 

Fenrir: Sim.

 

Izuku: Agora como eu faço com o Cerberus e o Hydra?

 

Cerberus: Fácil, basta nos domar.

 

Izuku: Como merdas eu faço isso?

 

Hydra: Processo sanguíneo. 

 

Izuku:- Izuku corta a ponta de seu dedo indicador direito, e passa na cabeça de Cerberus e no peito do Hydra - Pronto. E agora?

 

Hydra: Nós podemos sair, e obedecer aos seus comandos.

 

Izuku: Entendi. Vamos saindo então. 

 

Cerberus: Certo Midoryia.

 

Izuku: Mudança brusca de comportamento hehe.

 

Fenrir: Deita nas costas do Fafnir, você vai voando.

 

Izuku: Okay - Izuku sobe na asa de Fafnir eles saem da caverna, os outros 3 somem virando pequenas luzes, e sendo absorvidas por Izuku - Eles podem sair a qualquer momento?

 

Fafnir: Sim, eles podem sair tanto quanto voluntáriamente ou involuntariamente. Onde fica sua casa Midoryia?

 

Izuku: Me chame de Izuku. É mais fácil. E fica na ×××××× ×××××× ××××××× ××××××

 

Fafnir: Okay Izuki.

 

Izuku: Me conte do seu passado Fafnir.

 

Fafnir: Ah muitas eras, eu era um anão, filho de um Rei, que tinha 2 irmãos, um morreu, ai meu pai recebeu um tesouro, eu e meu outro irmão lutamos pelo ouro, e eu consegui ficar com todo ele, e uma maldição para mim foi lançada, que é me tornar um dragão. E agora eu sou uma das criaturas mais poderosas das mitologias.

 

Izuku: Bem resumida essa história. - Fala Izuku se olhando para as nuvens passando rapidamente diante de seus olhos - Um anão virou um dragão… Interessante.

 

Fafnir: Chegamos.

 

Izuku: Vamos ficar voando um pouco, eu ainda quero saber sobre os seus poderes.

 

Fafnir: Bem, é muito simples. Minhas escamas são indestrutiveis, minha pele é imperfuravel e eu posso lançar raios e fogo da minha boca, tenho força, vigor e defesa sobre-humana. 

 

Izuku: Entendi. Eu sou um "evocador"?

 

Fafnir: Sim, mas ja que você fez um contrato de sangue com 4 criaturas mitológicas, você perdeu sua humanidade.

 

Izuku: Por que?

 

Fafnir: A partir do momento em que você fez o contrato de sangue, o meu sangue junto do de Fenrir, se juntou ao seu, igual ao de Cerberus e ao de Hydra, entregando totalmente sua humanidade. E ficando com uma força extra.

 

Izuku: Entendi, quer dizer que eu já posso dizer uma frase que eu guardei a um tempo. Já podemos voltar.

 

Fafnir: Certo Izuku. - Ele volta ao chão, vendo sua irmã sendo empurrada pela parede por Katsuki - Que merda é essa?

 

Katsuki: Vamos logo Izumi, estou esperando desde o início do namoro.

 

Izumi: Não Katsuki, eu já disse que só depois. "Eu preciso guardar isso para alguém que eu queira" 

 

Katsuki: Não!! Eu já estou esperando desde ano passado, desde que você deu bolo naquele merda!!

 

Izumi: Não Katsuki, eu não quero agora.

 

Katsuki: Mas você vai do mesmo jeito!! - Quando Katsuki ia dar um tapa em Izumi a mão dele é segurada. - Quem é merda!! - Quando olha para trás vê Izuku com uma sombra em seus olhos, mas com as íris brilhando em um verde-esmeralda, muito forte.

 

Izuku: Humanos são deploráveis. (Gui: Foi uma referência) - Ele puxa o braço de Katsuki para traz fazendo-o voar um pouco para trás - Cerberus, Fenrir, venham a mim. - Os dois aparecem - Ataquem.

 

Os dois caninos avançam em Katsuki que foge com as explosões, mas ainda é perseguido.

 

Izumi: EU TÔ TERMINANDO COM VOCÊ BAKUGOU!!

 

Katsuki: AH SUA VAD-- Izuku pula e da uma canelada na boca do Explosivo fazendo-o cair no chão.

 

Izuku: Podem levar.

 

Cerberus: Hehe!!

 

Izuku: Não matem, apenas deixem, muito… muito machucado!

 

Fenrir: Certo!

 

Os dois levam Katsuki para baixo de uma ponte e começam a morder muito Katsuki, deixando sangrando bastante, quase a beira da morte.

 

Izuku: Está bem Izumi?!!

 

Izumi: Por que me salvou?

 

Izuku: Porque você é minha irmã. E a garota por quem eu… Você já sabe. *Assovio* - Luzes aparecem e entram e Izuku. - O que ele fez com você?

 

Izumi: Nada de mais, só ficou perguntando quando… Você também sabe.

 

Izuku: Entendi. - Ele a abraça - Tente ficar o mais longe de gente da laia dele, por favor!

 

Izumi: Okay! Nii-san.

 

Izuku: Bem. A nossa casa é logo aqui em cima não?

 

Izumi: Izuku.

 

Izuku: O que foi Nee-chan?

 

Izumi: Eu queria pedir desculpa por esse 10 anos de Bullying. E por ter te negado a 1 ano atrás.

 

Izuku: Acho que você já tinha consciência que incesto é errado.

 

Izumi: Não, é que eu… Bem, não queria ter te negado. Eu queria aceitar, mas tem 2 motivos de eu não ter te aceitado.

 

Izuku: Eu sinceramente não gostaria de ouvi-los.

 

Izumi: Não… Deixe-me falar. O primeiro motivo foi: Eu pensava que era mentira. E o segundo: O Katsuki te ameaçou quando ele me pwdiu em namoro.

 

*Flash Back, 1 ano atrás*

 

Katsuki: Ai Izumi, namora comigo. Se não o Deku vai sofrer bastante.

 

Izumi: N-não, para quê envolver ele?

 

Katsuki: Simples. Eu vi wle se declarando para a garota que eu gosto, então ou me aceita ou eu transformo a vida dele em um inferno… Mas do que já é!

 

Izumi: O-o-okay!

 

*Flash Back off*

 

Izuku: Entendi. Então a parada do incesto fica de boa?

 

Izumi: S-si-si-sim!

 

Izuku: Então vem cá. - Izuku a puxa próxima a seu rosto - Aceita namorar comigo Izumi?

 

Izumi: Sim!

 

Izuku: Falou com bastante convicção Hehe. - Fala com um sorriso, e cada vez mais se aproximando dos lábios de Izumi.

 

Inko: Os dois podem continuar mais tarde. Agora entrem e vão tomar um banho.

 

Hisashi: Pega. - Ele tira 200 reais do bolso e entrega a Inko. - Mas a Inko ta certa, vão tomar um banho. 

 

Izuku: E vocês aceitam assim?

 

Inko: Era mais óbvio que tudo.

 

Hisashi: Eu e a Inko estavamos apostando, se você não começasse a namorar ela até fazer 15 anos eu dava 200 para ela.

 

Izumi: *Corada* E-e-eu vou para o banheiro!! - Ela sai correndo.

 

Izuku: Hehehe. Obrigado Oto-san Oka-san.

 

Hisashi: Não precisa, mas ae tiver mais alguma coisa a apostar estamos disponíveis - Leva um pescotapa.

 

Inko: Não se preucupe, nós iamos apoiar suas escolhas juntos da de Izumi. Não Husashi??!

 

Hisashi: I-isso, nós vamos apoiar. Vamos entrando.

 

*Time Skip, 15 minutos*

 

Izumi: Onii-san, ja pode ir tomar banho.

 

Izuku: Zap!

 

Hisashi: A não! Por que tanto zap?

 

Izuku: Teilhe trouxa! - Ha uma cartada na testa do Hisashi.

 

Inko: HAHAHA, otários! Bati!!

 

Izuku: Fui o segundo!

 

Hisashi: Perdi… De novo.

 

Izuku: Vou tomar banho. - Izuku se levanta vai no seu quarto, pega uma toalha e vai tomar banho.

 

*Time Skip, 10 minutos*

 

Izuku sai do banheiro.

 

Inko: Izuku, eu e o Hisashi vamos sair.

 

Hisashi: Vamos pegar o dinheiro das apostas. 

 

Inko: - Se aproxima de Izuku - Aproveite o tempo com sua irmã.

 

Izuku: Hai.

 

Inko: Tchau, fiquem com Deus. Oyasuminasai.

 

Hisashi: Oyasuminasai.

 

Izuku/Izumi: Oyasuminasai Oto-san, Oka-san.

 

Inko e Hisashi saem, e Izuku vai se trocar, colocando uma camisa, escrita "Camisa" no meio, e um short. Izumi estava com uma camisa branca, um casaco preto com bordas laranjas, um shortinho preto e meias pretas com a broda laranja e 3 pontinhos laranjas (Notas). Os dois ficaram sentados lado a lado no sofá, com um silêncio desconfortável entre ambos.

 

Izumi: Eeennntããão, por que tinha aquele lobo e o cachorro de 3 cabeças com você?

 

Izuku: São umas criaturas mitológicas que eu fiz contrato.

 

Izumi: Entendiii!

 

Izuku: Quer sei lá… Assistir uma série?

 

Izumi: Coloca ai Shadow Hunters.

 

Izuku: Cruzes! 

 

Izumi: Que foi? Não gosta?

 

Izuku: Não, eu evito ao máximo, vamo 1assistir Trailer Park.

 

Izumi: Nheaa! Vamo assistir Pick Blinders.

 

Izuku: De novo? Que tal… Reassitir The Big Bang Theory?

 

Izumi: Okay.

 

Izuku: Okay, do primeiro episódio!

 

*Time Skip, 1 hora*

 

Izuku e Izumi foram se aproximando mais, Izumi deita no ombro de Izuku, que deita sua cabeça na da esverdeada e Izuku pega pelo queixo de Izumi, os lábios dos dois de encontram, as línguas de ambos concendem espaços umas as outras e exploram as bocas.

 

Inko: Tadaimaaaaa… Eu vou deixar os dois se divertindo.

 

Izumi: M-m-m-m-m-mã-mã-mãe!!!

 

Izuku: Poxa mãe ;-;

 

Izumi: ONII-SAN!!!!

 

Izuku: Que foi? - Fala fazendo ombrinho.

 

Hisashi: Vocês podem continuar com isso lá nos seus quartos. Precisaremos da sala.

 

Izumi/Izuku: Pra que?

 

Hisashi: Chamamos a Mitsuki, o Masaru, o Kyoutoko e a Mika para jogarem dominó aqui.

 

Izuku: Foram as pessoas da aposta?

 

Mitsuki: Exatamente. A propósito, você viu o Katsuki? Que eu saiba ele era namorado da Izumi.

 

Izuku: Deixe-me explicar. *Uma explicação depois, tirando a parte do Cerberus e do Fenrir* Básico do básico.

 

Mitsuki: Mas que filho da pu-- Izuki tampa a boca de Mitsuki

 

Izuku: Não cometa essa gafe.

 

Mitsuki: Mas cade ele?

 

Izuku: *-* *Assovio* - Fenrir aparece com Katsuki cheio de mordidas no corpo com sangue seco nas areas da mordida - Ta ai…

 

Mitsuki: Hummm, interessante. 

 

Kyoutoko: Caraca!!

 

Hisashi: Podem ir para o seu quarto.

 

Izumi: H-h-hai!

 

Izuku: Como assim "Seu"?

 

Izumi: N-n-não preci--

 

Inko: Ela já estava planejando te pedir em namoro e terminar com o Katsuki, ai preparamos um quarto para os dois.

 

Izumi: DROGA OKA-SAN!!

 

Izuku: He he he he he.

 

Izumi: ONII-SAN!! - Izumi começa a bater fraquinho no braço de Izuku.

 

Izuku: Vamos para o quarto. Coloca o Semi-Cadáver no meu antigo quarto.

 

Fenrir: Okay Midoryia.

 

Izuku: Vamos para o quarto. - Ele pega pela cintura de Izumi e começa, andar para o quarto e chegam abrindo a porta  a fechando e se jogabdo na cama ficando Izuku emcima de Izumi, e se aproximando seus lábios e se beijando calmamente, mordendo o lábio um do outro, e sussurrando "As parada aí" e foram dormir… Abraçados.


 

E assim acaba o primeiro cap de Senhor das Bestas.














































 


Notas Finais


Roupa da Izumi/Coisa mais fofa já existente
https://images.app.goo.gl/CePYCp6vcEL8gNBT8


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...