História O Sentido de Amar - (Uma história Jikook) - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


*Essa é minha nova história Jikook. Resolvi apagar a outra pois não estava gostando do resultado. Mas espero que gostem dessa nova história.
*Boa Leitura meus amores ♥️😘

Capítulo 1 - O Sentido de Amar (Uma história Jikook)- CP. 1


Fanfic / Fanfiction O Sentido de Amar - (Uma história Jikook) - Capítulo 1 - O Sentido de Amar (Uma história Jikook)- CP. 1

CP. 1 --> Apresentações- Part. 1

(Jimim)

Olá me chamo Park Jimim e tenho 21 anos. Atualmente curso uma faculdade de medicina, eu pretendo ser um grande cirurgião e salvar muitas vidas. Desde pequeno sonho em dar uma esperança á aqueles que um dia perdeu seu sorriso por conta de uma doença. Na verdade não tenho muitas memórias boas de minha infância, já que passei a maioria dela em uma cama de hospital doente. Eu era uma criança muito frágil, e vivia no hospital, cada vez uma doença diferente. Quando tinha 5 anos de idade comecei a sentir  umas dores esquisitas, e então minha mãe levou-me pra consultar. O médico me dianosticou com câncer. Minha mãe me levou em vários consultórios, passei por várias Emodiálices, passei por várias cirurgias até que todas as células cancerígenas fossem retiradas do meu corpo, nessa época tinha meus 15 anos e pude voltar á escola. Eu era o aluno mais esforçado da sala, porque tinha o meu Sonho de um dia ser um grande médico, como todos aqueles que já passei pela minha vida. Por gostar de estudar sofria Bullying, não só por isso mais também pela minha aparência e voz. Eu tinha voz fina, usava óculos "fundo de garrafa", era baixinho, gordinho, e só usava roupas maiores que eu, porque tinha vergonha do meu corpo. Todo dia chegava roxo em casa, ou com um machucado. Minha mãe se preocupava com migo, sempre cuidava dos meus ferimentos, e insistia ir na escola para conversar com esses garotos que me batiam, mas quando ela ia eles me batiam mais ainda. Eles me davam a "surra" e riam de mim, eu ia pro banheiro e chorava, isso era rotina, acontecia todo dia. Certa vez eles me bateram tão forte que minhas vistas escureceram, e eu caí no chão, ou ouvia todos rirem, ninguém me ajudava, até que sinto alguém se aproximar de mim e me levantar, eu não enxergava nada, apenas ouvia as pessoas rindo, e sentia alguém me carregando, eu estava com medo, não sabia quem era, e nem sabia o que queria, mas eu não tinha forças pra me mover. Essa pessoa me levou até um lugar que parecia ser o banheiro e me colocou sentado em um banco. Essa pessoa lavou as mãos e limpou os meus ferimentos, e estava me perguntando se eu estava bem, eu não conseguia respondê-lo, apenas ficava parado, tentando responder. Pelas suas mãos senti que era um menino, e aparentemente não muito maior que eu. Aos poucos fui me recuperando, e voltado minha visão. Quando estava melhor e recuperei toda minha visão vi uma das melhores coisas em que vi em toda minha vida. O menino era um pouco maior que eu, tinha a pele bem branquinha, seus cabelos eram negros e se repartiram em sua testa, sua boca era fina porém era tão vermelhar quanto um morango maduro, seus olhos eram negros e me passavam a sensação de paz, ele tinha uma inocência em seu olhos que fizeram eu ficar de boca aberta com sua incrível beleza. O mesmo vi o mesmo com a mão em meu rosto no local em que se encontrava um corte perguntando se eu já estava melhor. Eu respondi

JM: S-sim... Obrigado... É-éh... Qual é seu nome ?


??- Me chamo Jeon Jungkook, mas me chama apenas de Jungkook... (Diz sorrindo) (Puta que pariu que sorriso é aquele? Porra me destruiu só com um sorriso... Não tenho culpa de ser tão perfeito aquele seu sorriso fofo de coelhinho)


JM: (Digo gaguejando, tropeçando nas palavras) O-Obrigado Jungkook por t-ter me ajudado... (Dou um sorriso)


JK: Foi nada... O que você fez pra eles de baterem da quela forma?   

JM: Eu não fiz nada, eu apenas apanho por se gordo, feio, baixinho, e tenho uma voz extremamente fina e irritante. Eu entendo eles, nem eu gosto de mim mesmo... (Digo superando)

JK: Eu não acho, você pode até se sentir feio, mas eu não acho... Na verdade você é lindo, não tem o porquê você se odiar. Eu sei que mal nos conhecemos, mas acredito que você seja um cara legal, e não merece passar por isso.


JM: O-Obrigado de novo Jungkook, mas....

(Interrompido)


JK: Nada de Mas senhor Park Jimim. Você é lindo sim, e merece se valorizar.


JM: C-Como v-você sabe do meu nome? (Faz cara de assustado)


JK: E-Eu estudo na mesma sala que você... (Diz assustado e gagejando)

JM: Eu não tinha te notado antes.

JK: É que faz três dias que eu estou aqui...

JM: Ah Verdade! Me lembrei de você... Você é o garoto que as meninas ficaram comentando.

JK: Comentado ?

JM: Sim... Elas estavam falando que você é muito gato e elas estavam competindo pra ver quem ficaria com você primeiro... Aquelas meninas só vão atrás dos meninos mais bonitos, e você é um deles... Olha só ele arrasando corações! (Sorrio para ele)

JK: (Sorri meio tímido) Eu Realmente não sei o que dizer.... Eu.... Realmente não sei. (Sorri tímido olhando em meus olhos e logo desvia olhar)


Eu apenas dou um sorriso tímido, e ficamos nos encarando por um tempo num silêncio constrangedor, até que ouvimos o sinal. Jungkook me ajuda a levantar do banco, e nós vamos pra sala.


Q.D.T.


O sinal bateu para irmos pro recreio, eu estava guardando minhas coisas até que sinto uma mão me tocar pelo ombro, eu olhei pra trás e vi Jungkook sorrindo pra mim dizendo


JK: Jimim posso ficar com você? Por favor não tenho com quem andar... (Faz cara de triste)


JM: Claro, porque não poderia! (Sorrio, tirando um sorriso perfeito do mesmo que estava triste e num passe já estava animado com o fato que estaria na presença de Jimim)


Então nos dois fomos para o refeitório. Nós sentamos em uma mesa, e ficamos conversando sobre a aula e rindo de coisas aleatórias, ver Jungkook sorrindo me fazia feliz,e fazia eu junto dele, ele me gerava um sentimento que nunca senti antes, era diferente, quando eu estava perto dele nada mais me importava, apenas sua companhia me agradava, não me importava com os olhares nos julgando, ele me prendia em seu olhar, fazendo que eu não tirasse os olhos dele, seu sorriso me levava para outro mundo, um mondo só meu e dele... Aqueles sentimentos foram crescendo a cada dia, que nem nossa amizade.


Fazia exatos 2 messes que Jungkook e eu nos conhecemos, desde então ele se tornou o meu melhor amigo, e o meu amor secreto. Desde que conheci-lo mudei muito, principalmente a minha aparência, pra começar eu emagreci fazendo atividades físicas com o mesmo e tenho uma dieta mas equilibrada, troquei meus óculos por lentes, eu me arrisquei e pintei meu cabelo de loiro, e acabei amando o resultado. Com essa minha nova aparência não sofria mais bullying, além de ter mudado e não deixar mais motivos deles me "zuarem" Jungkook sempre estava do meu lado me protegendo. Cada mudança que eu tive foi por causa dele, a cada mudança lá estava ele, me apoiando em tudo, quando eu perguntava se eu estava bonito ele sempre dizia: "Você é lindo de qualquer jeito Jimim-Ssi". Essas palavras me motivam cada vez mais, me fazia me apaixonar cada vez mais por ele.

Passaram-se 5 messes desde minhas mudanças. Estavamos no final do ano, eu e Jungkook estávamos planejando nossas férias. Algo me incomodava em Jungkook, ele parecia cabisbaixo quando eu falava de ir em sua casa nas férias, e sempre me dava a desculpa que não estaria em casa nesse dia. De tanto ele dar desculpas eu parei de implorar, ele estava todo dia em minha casa. Minha mãe considerava ele de casa, ele fazia tudo lá, mas eu não entendia o porquê ele não queria que eu fosse em sua casa. Um certo dia perdi a noção do perigo e perguntei

JM: Você é o meu melhor amigo... Porque você não me conta porque eu não posso ir na sua casa mais você pode vir na minha?

Jungkook respira e me conta tudo o que tava acontecendo

JK: Meu pai ele é alcoólatra... Recentemente ele perdeu o seu emprego por conta que a empresa faliu. Agora ele está em casa bebendo na frente da televisão, fedendo como um porco, e tentando agredir minha mãe... Ontem foi a quarta vez que eu impedi que ele levantasse a mão para minha mãe só nessa semana. Eu estou preocupado em  deixar essa cidade, em deixar você... Cada segundo do seu lado conta pra mim... Eu não quero te deixar... Jimim... Você é muito mais que o meu melhor amigo, você é a pessoa que eu sempre esperei, a pessoa que eu sonhei por toda minha vida... Eu te amo e eu vou fazer de tudo pra não te deixar. (Diz com lágrimas nos olhos se aproximando de mim, e foi devagar até minha boca, selando nossos lábios, então eu puxei-lo para um beijo, eu pedi passagem da língua, logo o mesmo cedeu, nós nos beijavamos com carinho, não era apenas um beijo, era "O BEIJO" que eu sempre sonhei, que eu sempre esperei. Passaram-se alguns minutos e nós nos soltamos sem ar. Nós ficamos nos encarando por um tempo até que digo num tom baixo


JM: Jungkook Eu Te Amo! (Sorrio)


JK: Jimim-Ssi eu te amo muito! (Sorri e sela os nossos lábios)

  

Continua ??


Notas Finais


*Espero que gostem dessa nova história.
*Obgada por lerem


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...