1. Spirit Fanfics >
  2. O sentimento ruim chamado ciúmes >
  3. Eyes blue like Atlantic

História O sentimento ruim chamado ciúmes - Capítulo 10


Escrita por:


Notas do Autor


𝓑𝓸𝓪 𝓵𝓮𝓲𝓽𝓾𝓻𝓪
𝙱𝚘𝚊 𝚕𝚎𝚒𝚝𝚞𝚛𝚊
𝘽𝙤𝙖 𝙡𝙚𝙞𝙩𝙪𝙧𝙖
𝕭𝖔𝖆 𝖑𝖊𝖎𝖙𝖚𝖗𝖆
𝘉𝘰𝘢 𝘭𝘦𝘪𝘵𝘶𝘳𝘢
𝔅𝔬𝔞 𝔩𝔢𝔦𝔱𝔲𝔯𝔞
𝐁𝐨𝐚 𝐥𝐞𝐢𝐭𝐮𝐫𝐚
Boa leitura

Capítulo 10 - Eyes blue like Atlantic


Fanfic / Fanfiction O sentimento ruim chamado ciúmes - Capítulo 10 - Eyes blue like Atlantic

O dia já havia começado péssimo para o trio dos iludidos, as gargantas dos três doiam - principalmente a de Kageyama - em algum momento da noite Yamaguchi quase vomitara por segurar tanto os soluços, Kageyama teve que levá-lo no banheiro e viu Kuroo saindo do banheiro. Resumindo, foi uma desgraça.

Um inferno, na real. 

Mesmo depois de Asahi os darem remédios para dor de gargantas dos rapazes - já que o mesmo é um amor de pessoa e ficou preocupado com as caras de acabados dos três - elas ainda estavam acabadas. 

– Que inferno, minha garganta ta fudida – Tadashi disse enquanto viravava o copo cheio de água. 

– Aconteceu alguma coisa? – Kei perguntou, se sentando ao lado de Tadashi. 

– Eu quase vomitei ontem a noite, eu tive que segurar – Tremeu apenas de lembrar da grande vontade de vomitar, agradeceu aos deuses que Kageyama estava acordado - também chateado já que ele estava acordado pelo girassóis - riu fraco – mas eu sai do quarto e fui pro banheiro. 

– Oya, oya, do que estão falando? – O moreno mais alto apareceu junto de Tobio que estava limpando a boca com um lenço, Tadashi escondeu sua tristeza. 

– Sobre ontem, sabe, quando eu quase vomitei – Yamaguchi falou, Kuroo riu e se sentou do outro lado da mesa junto do - até então quieto - Kageyama. 

– Ah sim, o Asahi-san disse que se você passasse mal poderia ir falar com ele enquanto Tanaka distrai o Noya. 

– O Corvo apaixonado é ciumento, que esperado – Tsukishima falou olhando Nishinoya todo baitola por Azumane que comia e conversava com o baixinho rebelde. 

– Me lembrou um corvo loiro, ele é bem alto, sempre ta acompanhado de um garoto com sardas, sabe? 

– Eu já entendi, seu babaca – Apontou o garfo em direção de Tetsurou que levantou suas mãos em rendição. 

– Yamaguchi, parece que vai ter que se ajoelhar para aliviar o estresse do Tsukishima – Tobio disse rindo enquanto comia sua comida, Tadashi corou ainda mais. – oh, desculpe, deve ter feito você se lembrar daquela vez. 

K 9 – T 2

– Você chupou o Kageyama?! – O moreno se levantou, gritando tal frase para toda a cantina. Tobio o puxou de volta para seu lugar. 

– Vamos, Yamaguchi – Se levantou, puxando Tadashi – você vai ter que fazer mais do que deixar seus joelhos roxos de tanto me chupar. 

Claro, Yamaguchi estava tendo um susto interno enquanto a dupla de morenos se entre olhavam rindo. 

– Somos péssimos amigos – Kuroo disse, colocando seu braço em volta do pescoço de Kageyama – gostei. 

– Você pode ter gostado – Riu, apontando para um Bokuto extremamente irritado – mas ele não, e ele também – apontou para Kenma que estava olhando os dois há um bom tempo – Se olhar matasse, eu já estaria cremado. 

– Eu achei que ele estava mais feliz com a praga laranja. 

– Não fale assim do Hinata – Tomou um pouco de seu leite – ele ainda é o garoto que eu gosto. 

– Foda-se? Ele também é o mesmo cara que te faz vomitar flores. Eu quase perdi o Akaashi por causa disso, eu tive que quebrar minha promessa de não contar ao Bokuto para que ele não morresse. 

– Questões diferentes, Kuroo. – Tobio falou mexendo em seu celular, se sentiu culpado por estar fazendo seu amigo se sentir assim. 

– Ele chegou! Eu posso chutar ele agora? – Apontou para Hinata alegremente. 

– Não, ainda estamos em público, talvez num lugar mais privado – Kuroo levantou os braços animado, parecia uma criança animada por algo idiota, o lembrava um pouco Oikawa, a questão que aquele “algo idiota” era Iwaizumi, o ace do time deles. 

– Hey, hey, hey! – Apontou para os dois morenos – Kuroo e o ladrão de melhores amigos! 

– Bom dia para você também – Tetsurou e Tobio falaram para Bokuto ao mesmo tempo. 

– AKAASHI! ELES TAMBÉM FALAM JUNTOS! – Akaashi revirou os olhos, puxando o namorado para longe dos dois. 

– Sinto muito por atrapalhar o casal – Kageyama se engasgou no leite, Kuroo se engasgou na saliva, o silêncio reinou naquela mesa por alguns segundos antes deles começarem a rir muito. 

– Ele acha que a gente é um casal! Eles acham que a gente é um casal! 

– Ai caralho, minha barriga – O moreno menor limpou uma lágrima de seu olho – casal. Essa foi de fude, cleytin. 

– Já dizia Paçoca, se é engraçado, eu tenho que rir. 

Kenma não gostava deles próximos. .

.・。.・゜✭・.・。.・゜✭・.・。.・゜✭・.・。.・゜✭・

– OE, LEVANTADOR DA KARASUNO! – Suga e Kageyama se viraram olhando Bokuto confusos – O de cabelo preto! – Apontou para Kageyama, o qual se sentiu em perigo e protegeu a barriga, sabia que se levasse um soco ali, iria vomitar flores pra caralho, nem fudendo, nem que seja isso salve a humanidade de kpopper kid. – Sinto muito, Tobio-san! 

– Pelo o que? 

– Akaashi disse que você está namorando Kuroo – Kageyama segurou o riso – eu não sabia, me perdoe! 

– T-tudo bem – Disse com dificuldade, já que estava segurando muito seu riso, Bokuto se alegrou já que seu pedido de desculpas foi aceito e saiu correndo de volta para Akaashi como um filhote feliz depois de receber carinho. 

– Casal, namorando – O mais alto entre os dois morenos falou, Kageyama começou a rir muito, estava quase chorando. Quando foi a última vez que isso aconteceu? Não conseguia manter sua carranca de sempre. 

Yamaguchi sorriu vendo Kageyama se acabando na risada. Ficou feliz sabendo que seu amigo estava bem mesmo com flores nascendo por dentro de seu corpo. Tobio não tinha tanto tempo se não quisesse fazer a cirurgia, queria ver ele se divertir como nunca então, estaria satisfeito até então. 

Voltando no nosso foco principal agora. 

– A gente parece que namora? – Kageyama se apoiou no amigo, colocando a mão na frente da boca, apenas para se previnir claro. 

– Talvez? Sei lá, por você ser meu encosto – Kuroo colocou a mão no peito ofendido. 

– É isso que eu sou para você? Um encosto? – Fingiu chorar, os dois não percebiam o quão próximo.

– Eu não sei. A única coisa que eu acho agora é que você vai me beijar de tão próximo – Kuroo se afastou tão rápido quanto se aproximou, seu rosto queimando em vermelho que seu uniforme de vôlei teria inveja. 

– Bro, eu sou uma piada para você? – O moreno menor pensou em abrir a boca – Não responda! – Kageyama riu, voltando para seu posto assim que o intervalo acabou. 

Kuroo não iria fazer isso, jamais, gostava de Kenma como sempre, sua paixão sempre foi Kenma, não é? Mesmo que Kenma tenha o ignorado e passado mais tempo com Hinata do que com qualquer um, ele ainda era seu melhor amigo e paixão. Ele não iria beijar Kageyama Tobio







Iria? 




Notas Finais


KSNSKANNFKANSKSAJAN

Eu to acabando com os shipps de vocês, manokkkkkkkkk


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...