História O sequestro - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts
Visualizações 52
Palavras 1.818
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Famí­lia, Mistério, Policial, Romance e Novela, Survival, Suspense, Violência
Avisos: Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oie. Pessoal✌
Como prometido hoje trouxe mais um CAP
Eu amei escrever esse CAP 🙈💗
Espero que gostem 😙
Boa leitura📖

Capítulo 11 - Nós confiamos você


Fanfic / Fanfiction O sequestro - Capítulo 11 - Nós confiamos você

     [...]

Richard que esta em minha frente abre a porta, e da espaço para eu passar primeiro, depois que eu passo e vem atrás de mim e logo em seguida os capangas dele fechando a porta.

-Sente- se- ele fala e eu começo a estranhar, essa formalidade toda- Bem... Anne você sabe o verdadeiro motivo para você estar aqui com o BTS ?- ele pergunta mas eu nego com a cabeça. Lógico que eu sei, mas prefiro me fazer de desentendida- Então naquele dia no concurso de talentos que estava você e a Mary, vocês foram muito bem e...

 -Vai direto ao ponto- o interrompo e ele continua com aquele cara de sério

 - Então né eu quero fazer você virar uma estrela, mas para isso você precisa se aperfeiçoar, e que professores melhores que o Bts...- ele fala e eu sinto uma raiva me consumir então o interrompo

-EU PERDI UMA PESSOA QUE ERA ESPECIAL, DORMI NA RUA, PASSEI NESSECIDADE  E AINDA VIM PARAR EM UM FIM DE MUNDO COMO ESSE, O QUE VOCÊ ACHA QUE EU SOU? EU NÃO SOU UM OBJETO E EU NÃO VOU FAZER O QUE VOCÊ QUER- falo me levantando e com a voz alterada. Ele sem mudar aquela expressão se levanta e me olha e depois da um suspiro

-Você vai fazer o que eu quero e ainda pode dizer "olá" para seu colegas de grupo- fala ele calmo se aproximando de Jack e Peter e eu olho indignada- esses dois vão formar um grupo junto com você...-o interrompo mais uma vez.

 - Eu não quero fazer isso!- Gritei agora estou com muita raiva- Por que não me deixa em paz?! Vá fazer alguma coisa de importante e deixa de ser inútil!-Grito tudo o que eu tinha pra falar, até sinto um tapa sendo dispensado em meu rosto,  o barulho do ato se ecoou pelo local e eu quase me desequilibrei mas consegui ficar em pé, mas do nada Richard, se aproxima e segura pelo cabelo me fazendo contorcer um pouco por causa da dor.

    -Se eu fosse você pensava  duas vezes antes de falar qualquer coisa pra mim, não duvide que eu sei aonde sua querida família mora, eu sei exatamente onde ela mora. Se eu quiser em menos de 24h sua família deixa de existir, então se comporta, desculpe Anne, não queria chegar a esse ponto mas você me obriga a falar essas coisas, e não estou longe de fazer, me irrita mais um pouco e eu cumpro com o que eu falo- ele fala cochichando em meu ouviu. Ele solta meu cabelo- John tira ela da minha frente.- ele ordena e John afirma...

Sou tirada daquele quarto, onde me seguram pelos braços, Meu cabelo esta quase todo em meu rosto, então não dá para perceber que estava chorando. Sim eu estou chorando, não Quero ficar aqui, não quero trabalhar para ele, e eu não sei o que pode acontecer comigo, mas também não quero que minha família seja machucada... Quer saber?  Sábado eu vou fugir ou seja daqui a um dia, eu quero ver quem vai me impedir...

Saio dos meus pensamentos quando John abre a porta e me empurra, eu me desequilibro e caio de joelho no chão. John fecha a porta atrás de mim.

 - Você esta bem?- perguntou Hoseok na frente de mim só que agachado. Eu limpei meu rosto que estava cheio de lágrimas, não quero que eles vejam que estou chorando, tiro meu cabelo de frente do rosto e eles me olham com um olhar de preocupação- O que aconteceu?- Hoseok continuou a me perguntar, mas eu não quero responder, só quero ficar sozinha, e terminar de planejar minha fuga.

- Só me deixem em paz-falo me levantando e indo para a minha cama. Tiro a minha bolsa do esconderijo, abro ela e percebo que meu caderno não estava lá... Mas como?! -Cadê meu caderno?- pergunto olhando para eles até ver meu caderno de cima da mesa. Desço da beliche e pego o caderno- Quem mandou vocês pegarem o caderno?

- Você ia fugir e deixar a gente aqui?- perguntou Jimin, não só ele mas os outros pareciam chateados

-Bem... Eu não ia, eu vou!-eu falo mas me bateu um sentimento de culpa- Eu preciso sair daqui, ele quer me obrigar a trabalhar para ele como cantora, e eu não quero nada disso, eu só quero viver em paz, com a minha família, mas se deixar nem minha família esta segura nessa história...- falo com a cabeça baixa

-E a gente como é que ficamos-Pergunta Jin

-Eles não vão fazer nada com vocês, lembra eles precisam do dinheiro do resgate- falo para acalmar eles

- É mas, eles vão usar esse dinheiro para a "Sua carreira" e se não tem você, não tem carreira- fala Suga... Ta ficando dificiu

-Eles vão guardar até me achar de novo...- falo atentando convence-los

-Por que é tão egoista?- Taehyung me perguntou e aquilo foi como se fosse balas me atirando, pode não ter parecido, mas me machucou ouvido aquilo sair da boca dele, por incrível que pareça eu estou me importando com o que eles estão pensando... Droga...

   - Meninos vai ser muito dificiu eu tirar vocês sete daqui, por que eu sempre me virei sozinha- nessa hora me lembrei da Mary- Alem disso lembra da última vez que fui tentar fugi com outra pessoa? Hum? Vocês Lembram da Mary? Ela era uma das pessoa que eu mais confiava- Meus olhos começaram a lacrimejar- e a única coisa que deu foi ela me dedurar

-Nós não somos como a Mary...- falou Rap Monster ponto a mão em meu ombro. Olho para ele deixando uma teimosa lágrima cair dos meus olhos.

- Me desculpem, não consigo confiar em mais ninguem- falo dando as costa para eles, vou até a beliche subo a mesma, abro meu caderno e começo a ler o que esta escrito, leio a minha tática para a fuga e não consigo parar de pensar no que aconteceria se eu fugisse e eles ficassem aqui... Será que Richard continuaria escondendo eles até me achar ?Será que se a policia viesse até aqui, Richard os deixariam de reféns? Ou pior fugiria para algum lugar em que eu não pudesse localiza-los? Ai que raiva, por que estou me importando? Mas e se eu ajudasse eles? Não! Eles iriam me passar a perna e eu ia voltar pra cá... Esta decidido, sabado eu vou fugir sozinha...


     


                [...]


      


Fiquei ali lendo as informações do dia a dia dos três capangas o dia inteiro, quer dizer só até os sequestradores aparecer para deixa a refeição para nós, mas nem desci para comer, assim que eles saiam do quarto eu ja voltava para recalcular toda minha fulga.

           Continuei lendo o caderno e percebi que sábado um deles vai levar aquelas roupas suja que eles tem no quarto da limpeza e os outros dois fazem a ronda... Melhor que quarta-feira...


          E os meninos? Sinceramente eu não sei, não tive coragem de olhar na cara deles, mas suponho que eles devem estar chateados, principalmente o... Taehyung... Não sei por que mas acho que ele esta mais do que todos...



                 [...]



  Já era de noite e as luzes ja havia se apagado, pela primeira vez fiquei quase o dia inteiro sem falar com os meninos, acho que quando cheguei aqui com eles, eu conversei mais, muito mais do que hoje... Eu me sinto uma pessoa com a consciência pesada, eu queria muito ajuda-los, mas parece que o meu trauma em relação a confiança supera tudo...

Essa noite o quarto esta mais iluminado... Hoje é noite de lua cheia... Sento na cama e olho para os meninos da parte de cima, cada um esta dormindo, principalmente Rap Monster que ronca que é uma beleza.

 Dou um sorriso por causa dos meus pensamentes e me levanto, desço da beliche e olho para cada um que esta deitado na parte de baixo e vejo que  também estam dormindo, parecem anjinhos, principalmente Jimin com esse rostinho fofo, hum, quem vê pensa que é verdade, esses anjinhos...

  Dou mais um sorriso e saio dali, vou para a janela, sento no parapeito dela e começo a olhar a Lua... Lua, a minha única amiga agora,  sabe por que? Ela é única que esta me ilumina em meio a esse breu todo. Nossa, Sentada aqui na janela me lembrei do...

-Anne?- alguém me chama, mas essa voz não me é estranha. Olho para o mesmo e o vejo aquele em que estava pensando de pé e me olhando.

-Suga?- falo e ele da um sorrisinho de lado, ele se aproxima e senta ao meu lado- O que faz acordado?- perguntei e ele me olha

    -Estou sem sono- eu o olhei com as sobrancelhas juntas

  - Mas você não é o que mais dorme?-perguntei e ele me deu um sorriso sem mostrar os dentes- Quando eu passei do seu lado você parecia dormir...

          -Pra você ver-olhou pra janela e depois para mim, ele parecia ter ficado sem graça com o meu comentário - como eu esta sem sono fiquei com os olhos fechados esperando o sono vir, mas escutei você saindo de sua beliche, e vi quando estava vindo pra cá,  então resolvi fazer companhia- ele falou e eu abaixe a cabeça

-Pensei que vocês estavam chateados comigo- Olho para ele e ele da um sorriso em meio a um suspiro.

-Na verdade não, nós entendemos o que você passou, e que seria dificiu fugir nós oito ao mesmo tempo...- ele fala e eu olho para a janela

 -Mas também não deixa de ser egoísmo meu...-Falo sem olhar para ele

  -Não fique assim, Taehyung disse isso, mas foi da boca pra fora, nós sabemos que você quer sair daqui e conseguir rever sua família- ele fala colocando a mão em meu ombro

 - Por que faz isso Suga?- pergunto e ele pareceu não entender- Por que tenta ser meu amigo, tenta me ajudar  enquanto eu, só penso em mim mesma, me mostro uma pessoa chata e brava- eu falo e ele sorri

  - Eu sei que você não é assim, sei que você é boa- ele fala e dou um suspiro- por isso eu tenho uma coisa pra te falar

 - O que?- eu falo e ele segura minha mão

Ele respira fundo -Se você quer fugir, vá, não se preocupe com a gente, vá até a policia e nos ajude a sair daqui também, nós sabemos que você consegue, quando sairmos daqui, do mesmo jeito que voce nos ajudou a sair daqui acredite ou não nós vamos te ajudar a encontrar e levar até sua família.

 Olho para ele não acreditando no que acabou de me dizer- Sério?! - ele confirma coma a cabeça e vejo a sinceridade em seus olhos, sem pensar duas vezes, eu chego perto dele eu dou um abraço bem apertado e começo a chorar... - Nós confiamos em você, para  nos tirar daqui- ele fala em meu ouvido

      


 - Eu vou sair daqui... Mas com vocês junto comigo...


Notas Finais


Eita
o que vai acontecer agora?
Eles vão mesmo fugir? 🏃

O que vocês acharam ?
Me contem please 🙏🙏🙏

Desculpem os erros 😁
Bjs 😙💗


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...