História O seu sangue é o melhor - Capítulo 13


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Drama Básico, Otpzao, Perigo, Romance, Taekook, Vkook
Visualizações 23
Palavras 2.786
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fantasia, Ficção Adolescente, Lemon, LGBT, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oh quem voltoooou, pra sacanagem rsrs Literalmente

Capítulo 13 - Thirteen


Pov´s Taehyung 


JK-Por que não?!- Resmungou fazendo um pequeno bico, eu não podia faltar, Jimin disse que levaria  híbridos amigos antigos do meu irmão até lá e tinha que fazer algumas perguntas 


Tae-Jimin pediu muito para que fossemos e, eles suspeitariam mais ainda se não fossemos huh?- Subi qualquer argumento a ele para que fosse aceito e que Jungkook viesse comigo de boa vontade 


JK-...... Tá- Resmungou mais por fim e comemorei dando um selinho rápido em seus lábios, subi na moto e Jungkook subiu atrás de mim, abraçou minha cintura algum tempo depois e pude sentir seu capacete apoiado nas minhas costas, dirigi até a festa com cautela, a noite ficava cada vez mais escura e eu apreciava tudo aquilo, as poucas estrelas e o monte de luzes de espalhavam-se pelos bairros da cidade com cores chamativas para convidar as pessoas para as baladas, lanchonetes e tudo mais. Depois de longos minutos parei em frente uma casa iluminada apenas por luzes coloridas de festa e música alta 


Tae-Vai ser divertido- Convenci enquanto via a cara emburrada do moreno ao que eu guardava os capacetes dentro da moto 


JK-Divertido é eu deitado vendo série- Resmungou mais 


Tae-Jungkook, vamos- Tentou segurar o sorriso ao que passei meu braço por seu pescoço lhe roubando um selinho mas não conseguiu 


JK-Tá merda!- Neguei com a cabeça rindo fraco ao que caminhavamos para dentro 


Tae-Cuidado com a boca- Entramos e já vimos um monte de pessoas dançando num canto, pessoas conversando em outras, algumas fumando narguilé e outros cigarros, bebendo e muitas se beijando na escada, algumas mais do que isso e olha que a noite estava no começo 


JK-COFCOF- Jungkook fingiu tossir quando encontramos Jimin aos beijos com o tal Taemin, os mesmos olharam para gente com preguiça

 
JM-Ah vocês vieram!!! Hoseok e Yoongi estão na cozinha- Voltou a se atracar com o menino que pegou na bunda do outro o levando escada a cima em seguida 


Tae-Eles... São rápidos- Disse para quebrar o desconforto em que Jungkook ficou 


JK-Eles estão bebados, com toda certeza- Caminhamos lentamente até a cozinha que julgamos ser o local de onde todas as pessoas saiam e entravam com copos 


Tae-Essa é a intenção das festas- Respondi em sua orelha pois a música tinha mudado para uma eletrônica mais alto que a anterior, Kook deu um pequeno suspiro me fazendo rir o que o levou a outro 


JK-O que você quer beber?- Disse olhando a enorme caixa cheia de gelo e bebidas a frente do mesmo 


Tae-Esses sucos com certeza estão cheios de vodka Jungkook- Disse ao que vi ele pegar uma caixa de suco de uva 


JK-Eu sei, você quer?- Abriu e foi colocando em um copo, aceitei e ele colocou em outro. Peguei em sua mão livre e o puxei pela cozinha para que pudessemos procurar Yoongi e Hoseok


Tae-Acho que eles não estão aqui não- Continuamos andar pela cozinha 


JK-Ah esquece, vamos ficar só nós dois- Passei meu braço por seu pescoço de novo e caminhamos até a "pista de dança", no caso onde a música estava mais alta e a maioria das pessoas dançavam,  eu via os híbridos passarem e precisava conversar com eles mais não podia fazer isso junto do Kook... 


Tae-Guk? Eu vou falar com um antigo amigo meu, tudo bem?- Disse em seu ouvido ao que ele só confirmou com a cabeça e encheu seu copo de novo de algo que não era mais suco, o liquido era vermelho agora e eu não quis saber do que se tratava 


Fui até alguns híbridos que estavam em grupo na área mais iluminada da casa, eles conversavam calmamente


XM-O pequeno doido Kim? Nossa, você cresceu- Me olhava de cima a baixo com uma expressão de malicia, oxi esse irmão do Jimin é doido mesmo. Sério


Tae-Xiumin seu idoso, já não pedi para não me chamar assim?- Se levantou do meio de uma híbrida de jaguar e de um híbrido tigre


XM-Deixe-me te apresentar os que você não teve a chance de conhecer, Sunny- apontou para a mesma que estava do seu lado -Meu Chen- Apontou agora pro garoto que estava ao seu lado que rugiu para ele mordendo os lábios depois, acho que namoram - Yoona, Hansol, Tiffany e Frank- Um grupo interessante já que cada híbrido é de uma espécie 


Tae-Oi, perdeu seu ciúmes de jimin?- Me virei para Xiumin que me olhou com deboche 


XM-Não, nem o meu de você. Quem é aquele garoto?- Revirei os olhos 


Tae-Seu rídiculo, não tente fazer nada com ele. Não vou deixar me tirar as coisas como fazia quando eramos crianças- Fez um biquinho e logo riu 


XM-Eu já expliquei que fazia isso porque amava ver seu biquinho de choro e o nariz vermelho- Revirei de novo meus olhos 


Tae-Eu te odeio muito- Resmunguei e ele riu 


XM-Você me ama Taehyung. mas vai direto ao ponto- Sentou-se de volta no lugar de antes passando um braço pelo tal Chen


Tae-Minseok você nunca foi muito paciente não é?- Debochei de volta 


XM-Não me chame pelo nome, ninguém pode saber. E fala logo, eu tenho planos para mais tarde- Olhou para o garoto ao seu lado com malicia e o mesmo retribuiu 


Tae-Eu não precisava dos detalhes intencionais de vocês, enfim. O que vocês sabem sobre a antiga mafia 'Venenusion"?- Era o nome que eu sabia da quadrilha do meu pai, um nome horrível que foi inventado por eles mesmos, se havia mudado eu não sabia porém, julguei que não assim que Xiumin engasgou com o que bebia e todos os outros arregalaram os olhos -O que foi?- 


XM-Antiga? Eles não são antigos Taehyung, eles estão em todo lugar da Coreia. Por que está procurando saber disso ainda? Já lhe contei que seu pai faleceu e não comanda mais aquilo, por que ainda está nisso?- Me olhou preocupado 


Tae-Sabe que o meu irmão conviveu no meio daqueles monstros, eu o quero de volta. Você tem algum palpite se ele ainda está vivo ou se ainda está com eles? Ou do que possa ter acontecido com ele?- Ele suspirou e deixou com que o outro falasse por si 


CN-Seu irmão é o amigo de infância do Xiu certo?- Assenti -Não se tem notícias dele, nunca tem nada sobre os venenus em lugar nenhum então é mais difícil ainda, o que posso te dizer que sei sobre eles é que o antigo Chefe sempre teve um sucessor preparado para substitui-lo, ele é conhecido por todo mundo como "Favorito" e é ele quem comanda agora, uma vez, meses depois de que o seu pai foi morto, Min tentou achar o seu irmão de novo e acabamos recebendo uma faca cheia de sangue na porta de casa, o bilhete deixava claro para que se afastasse ou o sangue seria o  dele. Foi o último contato com os Venenusion que deixei Xiuminnie ter, desculpe- Abraçou o outro que apenas me olhava com os olhos tristes 


Tae-Oh... Eu sinto muito Xiu, que bom que não aconteceu nada a você. Desculpe incomoda-los com isso!- 


CN-Está tudo bem, eu já ouvi o que aconteceu com você e a sua família antes então entendo- 


Tae-Se importa de me dizer só mais uma coisa?- Negou -Sabe onde eles estão em Daegu?-


CN-Estão em muitos lugares aqui então nunca dá pra saber em qual eles estão ficando no momento- Agradeci e conversei com eles sobre coisas legais, para quebrar o clima ruim. Me despedi e fui a procura de Jungkook. Andei no meio das pessoas e revirei meus olhos mais pesadamente ao ver uma garota em cima de Jungkook tentando o beijar enquanto ele morria de vergonha 


JK-Moça é sério, eu tenho namorado, eu não quero- Ele falava ao que comprimia seus lábios e  tentava afastar a garota com cuidado, ela com todo certeza estava chapada 


??-Cadê ele em? Você já disse isso um monte de vezes mas ele não apareceu, é só uma transa rápida caralho, vamos- Puxava a camisa do outro que ficou vermelho como pimenta a frase da moça que por mais que saíssem toda errada e falhada conseguiu ser entendida por mim e pelo visto por ele também 


JK-Eu não quero, eu já disse que namoro- Segurou os pulsos da menina para longe de si se desencostando da parede e virando para sair dali e a deixar para trás, aproveitei para abraçar sua cintura e me posicionar ao seu lado fazendo-o soltar a garota 


Tae-Prazer namorado dele, tchau- O puxei para outro canto e o mesmo me arrastou para a cozinha enquanto ouvia a moça gritar que aceitava um menage, gargalhei enquanto Jungkook bebeu alguma coisa de um copo que estava em sua mão agora 


JK-Muito obrigado- Pegou outra bebida da caixa enorme e a virou 


Tae-Só fiz o certo, eu não te beijaria se tivesse beijado aquela garota- Ri e o puxei para perto encostando seu copo no meu 


JK-Então já que não beijei ela, porque você ainda não está me beijando?- Acho que a bebida começava a fazer efeito nele já que sua fala saiu sem vergonha alguma e agarrou minha blusa em seguida, não tinha nenhum dos nossos amigos nessa festa e se tivesse estariam bebados de mais para se lembrar, Jimin estava transando agora provavelmente e não achamos nem Yoongi nem Hoseok então eu só aceitei o convite 


Tae-Você quer?- Provoquei, era um momento em que a malicia tinha subido nele e eu tinha que aproveita-la, não me respondeu. Apenas me beijou, o gosto de álcool estava forte na sua boca e aproveitei-o, chupando seus lábios enquanto suas mãos puxavam ainda mais minha blusa 


JK-Vamos pra algum lugar- O que o mesmo disse tinha saído de forma engraçada já que ele ria enquanto falava e me puxava pela blusa para algum lugar que nem ele mesmo sabia, tinha um corredor na cozinha que dava para uma outra cozinha não tinha ninguém ali além de dois caras se beijando, fiquei completamente surpreso ao que vi Yoongi em cima de uma pia apalpando a bunda de Hoseok que estava entre suas pernas apertando o local, os dois se beijavam com vontade e eu fiquei sem reação,até Jungkook dar uma mordida no meu lábio, ele realmente ficava bem soltinho bebado. Decidi beber também. Puxei-o de volta para o lugar das bebidas e virei 4 doses de Rustoff em alguns minutos o efeito veio  logo, já que eu bebia enquanto apertava a cintura de Jungkook e o beijava com pouca delicadeza, eu parei assim que tive minha primeira risada do nada, não podia ficar bebado! 


JK-Você é muito cheiroso- Jungkook fungou meu pescoço e senti sua língua passar por ele me dando um leve arrepio de novo

  
Tae-E você é muito gostoso- Sussurrei em seu ouvido pela música e pelo clima sexual que tomava nós dois que estavamos numa bolha entre nós mesmo a algum tempo já 


JK-Por que não vamos para casa? Ficar sozinhos, só eu e você- Falava rindo de forma sujestiva enquanto me dava selinhos curtos e leves mordidas na boca 


Tae-Não posso dirigir- Falei lentamente formulando as palavras, tomei água que estava na caixa controlando a bebida 


JK-Pra onde o Jimin foi? -Fez um bico muito fofo que me fez rir 


Tae- Lá pra cima- Demorei a responder 


JK-É pra lá que a gente vai- Jungkook me agarrou pela cintura e pelo ombro me puxando para um rumo que nem ele sabia onde enquanto me beijava, fomos esbarrando em um monte de gente até chegar ao pé da escada, ele se virou e foi subindo-a olhando para mim, eu não sei exatamente o que sussurava no ouvido dele mas sei que ele ria e mordia o próprio lábio e ria malicioso quando apertava sua cintura, eu ria com ele e qualquer um que visse de fora acharia que estavamos contando piadas um ao outro, cambaleando até o fim das escadas e pisando nos pés uns do outro, subimos chegando lá em cima seguimos por um corredor que estava vazio, a única movimentação eram pessoas indo e vindo por ele e gemidos que viam dos quartos, Kook ria enquanto nós beijavamos empurrando um ao outro contra as paredes e derrubando quadros 


Tae-Machucou?- Perguntei quando estavamos quase no fim do corredor e vi pelo menos 5 quadros jogados no chão 


JK-Não, mas me machuca por favor- Pediu com manha e de um jeito infantil enquanto seus braço passavam pelo meu pescoço e eu ri, um casal que não pude reconhecer quem saiu da porta ao lado da parede em que eu estava sendo prensado por Jungkook, eles arrumavam suas roupas e uma pessoa chorava enquanto gritava desculpas para outra que bufava e andava cambaleante pelo corredor, pisaram nos quadros e até rasgaram uns 2 deles, observei somente pelo fato de que no momento em que comecei a olhar o que acontecia,  Kook mordeu meu pescoço puxando meu cabelo da nuca, dei espaço para que fizesse o que quisesse, gemi baixo quando seus dentes puxaram a pele que foi sugada em seguida, mordia enquanto chupava e eu fechei meus olhos aproveitando a sensação, fez esse ato duas vezes e tenho certeza que vão ficar roxos mas se eu ligo? Puf, não! -Isso é bom- Riu mais ainda depois me fazendo rir junto, abri a porta daquele quarto torcendo para não ter ninguém nele, assim que consegui ver tudo ali tranquei a porta e voltei minhas mãos para o quadril do outro, o apertando ao que beijava meu pescoço e dava leves mordidas, ri nasalmente 


Tae-Você gostou do meu pescoço então?- Andamos do mesmo jeito até a cama onde ia o deitar delicadamente, mas ele foi mais rápido e me sentou nela com tudo sentando em cima de mim  


JK-Eu gosto de tudo em você Taehy- Puxei o quadril de Jungkook para cima para que o corpo estivesse grudado ao meu, o que talvez não tenha sido uma ideia ruim já que a bunda dele se arrastou em cima do meu membro o que o fez repetir o ato várias vezes por si só enquanto nos beijavamos loucamente, desci minhas mãos para suas nádegas ao que desceu sua boca de volta pro meu pescoço, apertei quando os dentes puxaram minha pele e apertei mais ainda quando chupou de novo, subi minhas mãos da bunda até a barra da blusa alisando seu quadril no processo, tirei a peça de roupa quando terminou seu terceiro chupão, agora era a minha vez. Tive que chupa-lo longe de veias, já que ele poderia se lembrar da noite e se se lembrasse dos meus dentes ou de mim chupando seu sangue eu teria problemas, suas clavículas muito marcadas na pele foram o meu alvo, chupei ambas com vontade deixando marcas vermelhas e algumas arroxeadas, revezando entre chupar o local e beija-lo, sua mão já estava em baixo da minha blusa e arranhava minhas costas enquanto a outra agarrava meus fios de cabelo, gemidos baixos, estalos, suspiros e arfadas eram tudo que se ouvia pelo quarto além da música do andar de baixo que ainda invadia o local 


Tirei minha blusa também, o que deu brecha para que Jungkook me mordesse de novo no pescoço, seu quadril ainda movimentava esfregando sua bunda em cima do meu membro que já estava duro dentro da calça assim como o dele, apertei o local assim que o moreno começou seu 4 chupão no meu pescoço. Esperei que acabasse como quisesse e interrompi o seu 5º puxando seu rosto para que pudesse beija-lo, um beijo necessitado e desajeitado, as línguas passavam uma na outra com pressa enquanto os lábios se encaixavam e se puxavam uns nos outros. Segurei as pernas alheias com força separando o beijo, o outro não deixou que o colocasse na cama empurrando os meus ombros me fazendo deitar e deitando seu tronco em cima do meu, arrastei o corpo pra cima até que estivesse entre os travesseiros. Jungkook tinha a cabeça no meu ombro e fazia leves carinhos na minha nuca, carinhos esses que foram sessando rápidos enquanto eu arrumava a gente entre os travesseiros 


Tae-Jungkook?- Chami ao que ele estava parado e a respiração tinha pesado -Me diz por favor que você não dormiu agora!- Resmunguei, não era sério. Não podia ser, bem no meio do négocio!!! Não! A gente não ia transar!!! Mas pelo menos poderiamos continuar nós pegando daquela forma, pra mim tava otimo -Ah Jungkookkie, eu não acredito!- Resmunguei mais e comecei a rir batendo sono em mim também -Que merda Kookkie!- Abracei o corpo dele que estava totalmente sobre o meu e dei um beijo leve sobre seus cabelos, fechei os olhos com um riso na cara por causa da situação em que ficamos, eu que eu fiquei né e lembro de ter sussurrado antes de apagar -Boa noite coelhinho levado-  
 


Notas Finais


Achou que ia ter lemon hoje né? Ainda não!!!!


Bjssss na nuca <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...