1. Spirit Fanfics >
  2. O seu sorriso (Namkook); >
  3. Único;

História O seu sorriso (Namkook); - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Amor platónico por este shipp.
Se cuidem por causa do Coronavírus. Saúde em primeiro lugar.
Espero que gostem!
Boa Leitura! (*˘︶˘*).。*♡

Capítulo 1 - Único;


Fanfic / Fanfiction O seu sorriso (Namkook); - Capítulo 1 - Único;

NamJoon-hyung, não chore.

Eu acariciava calmamente os seus cabelos macios e que tinham a fragrância do seu shampoo cítrico, esse mesmo shampoo que você usa desde que nos conhecemos.

Estávamos na sacada do meu pequeno e para além de simples apartamento, observando o céu pintado de roxo pelo pôr do sol e que já era possível ver algumas estrelas. Aquele não era propriamente o cenário que tinha imaginado para nós num fim de tarde. Queria ver você no meu sofá assistindo uma bobeira qualquer na televisão, enquanto eu, longe de ser um cozinheiro, no mínimo, mediano, preparava o nosso jantar com todos os meus melhores produtos, ou seja, toda a comida instantânea. Afinal o que conta é o carinho com que preparamos.

ㅡ Porquê que ele me deixou? Eu devia saber que não era suficiente, Kookie.

E aquele era o motivo de "nós" não ser um "nós dois". Você namorava. Namorava, já que o Senhor Perfeição, ou melhor, Kim SeokJin te deixou por um garoto com melhor "aparência", que se encaixasse nos padrões coreanos. Um tal de Kim TaeHyung, eu acho.

As memórias da sua felicidade ao me contar do vosso amor... Meu Deus, o seu sorriso tão puro, tão lindo, quase que esculpido pelos deuses com extrema precisão.

。.゚ ۝ .゚。

ㅡ JeongGuk, estou tão feliz! Tenho de te contar algo!

Você se encostou no armário ao lado, enquanto eu pegava o caderno da minha próxima aula. O seu sorriso não abandonava o seu rosto por nada. Ficava feliz em ver você assim e o meu coração também; batia mais rápido como se tivesse acabado de correr toda a maratona da beleza desse sorriso. Alguns olhares curiosos se focaram em nós atrás de uma nova fofoca para correr a boca de toda a escola.

ㅡ Eu tenho de contar algo a você também...

Não sabia onde tinha ido buscar toda aquela coragem, mas sabia que aquele era o momento. Eu ia confessar que te amo. Que queria ser seu namorado. Te dar carinho. Amor. Cuidar de você. Fazer você feliz.

ㅡ Contamos até três. Um, dois...

Contei mentalmente. Era óbvio que eu deixar você falar primeiro. Queria saber o que te alegrava. Você soltou tudo como uma bomba, que destruiu o meu coração.

ㅡ O Jin me pediu em namoro e eu aceitei!

Não soube que fazer. Você estava apenas namorando o cara mais bonito, desejado, mas também o mais rodado. Kim SeokJin devia já ter experimentado o beijo, o corpo e o psicológico de todos os alunos e, segundo rumores, alguns professores. Queria dar na sua cabeça de como aquele namoro ia dar errado, mas ainda não tinha digerido a notícia.

ㅡ O que me queria contar, Kookie?

ㅡ Eu já li o livro que me emprestou.

Era mentira. Tinha iniciado apenas o primeiro capítulo e não tinha me entusiasmado como esperava, mas também já devia se esperar de alguém que não é um leitor assíduo. Não sabia o que doía mais o meu coração ou mentir para você.

。.゚ ۝ .゚。

Infelizmente, o seu namoro durou apenas alguns meses. Durante esse tempo, também eu tentei colocar rumo à minha vida amorosa. Saí com imensos caras. Foi divertido e fiz muitas amizades inclusive, mas tudo voltava para você e para o seu sorriso, a sua personalidade, o seu corpo.

Você não sabe como me doeu ver você mal podendo caminhar na escola. Sabia o que significava e cheguei a sonhar com o toque das minhas mãos e meus lábios por todo o seu corpo, mas não devia.

ㅡ Como é que você ainda me aguenta? Eu devia saber da fama dele.

Sim, você devia, mas ele é como o significado de príncipe. Bonito, boa lábia, quando se dá conta, está preso nele e na sua cama, e se dá mal no final, pois final feliz só em conto de fadas. Ele consegue tudo o que deseja. Ele nos afastou. Me colocou numa posição de lixo. Era visto com nojo por todos na escola. Ele criou uma vida paralela à minha verdadeira vida, onde eu era o vilão. Você foi se afastando. Entendo a repulsa; eu próprio me odiava.

ㅡ Ainda me pergunto como você está sozinho, JeongGuk. Você é lindo, talentoso, educado, um verdadeiro cavaleiro sem cavalo.

Soltei uma gargalhada fraca. Mais parecia que você estava bêbado em toda essa tristeza. E aí, o meu coração voltou a bater mais forte e a sensação daquele dia voltou, mas, agora, seria o tudo ou nada.

ㅡ Nam, se lembra do dia que você me falou do vosso namoro?- as suas sobrancelhas se juntaram, naquele vício seu quando tinha uma dúvida. Tentei ganhar força outra vez e olhei para o céu.- Eu nunca li o seu livro. Para ser mais preciso, o livro anda perdido no meu quarto. Eu ia me confessar. Pedir você em namoro.

Sorri para você tristemente. Os seus olhos espantados e ainda vermelhos do choro. Do pânico e tristeza que entrou como um tornado em minha casa, agora, restava espanto. Me afastei da sacada. Já era noite. Não sei quanto tempo estivemos ali, mas compensou estar perto de você. Derrotado, me sentei no sofá.

ㅡ Você me ama? Desde quando?

O seu olhar ainda divagava pela grande Seul iluminada. Digno de um quadro. Desde quando? Talvez desde que coloquei os olhos no seu sorriso, você me encarou de volta e sorriu tímido. Eu desviei olhar envergonhado e as bochechas coradas. Desde que descobri que você era um bicho de biblioteca. Que você era inteligente, tímido, fofo e todas essas boas qualidades do ser maravilhoso chamado Kim NamJoon.

ㅡ Há muito, hyung.

Você veio até mim. Se sentou a meu lado e suspirou. Pegou no meu queixo e juntou os nossos lábios. O meu coração explodiu, porém no bom sentido.

ㅡ Eu quero tentar. Eu quero ser seu namorado, Kookie.

Sorrimos cúmplices e nos beijámos mais intensamente. As minhas mãos subiram pela sua cintura fina. A sua pele quente colidiu com as minhas mãos frias. Você é tão perfeito. Como é que pode haver alguém como você? Nos separamos e você se abrigou na curvatura do meu pescoço.

ㅡ Eu sei que deve ser difícil para você sair de uma relação assim, mas eu vou fazer valer a pena. Eu te amo muito, Namjoon.

ㅡ Obrigado, Kookie. Também te amo.

Continuei com o carinho nos seus cabelos até você adormecer. Um ar frio provinha da sacada. Deitei você no sofá e fechei a porta da sacada, vendo o quão bonito Seul era. Não tão bonito como o seu sorriso  com covinhas que adorna seu rosto até quando dorme.

Boa noite, meu amor...


Notas Finais


Ok... Não é a minha melhor história, mas eu quis postar.
Se eu criasse um canal de YouTube, vocês iriam apoiar? Seria um canal onde ia publicar vídeos sobre K-Pop como Opiniões impopulares do K-Pop, dar a minha opinião sobre comebacks...
Beijos e até outra história! (ʃƪ^3^)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...