História O sobrenatural (Mark Tuan ) - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias 24K, Got7
Personagens BamBam, Changsun, Cory, Hongseob, Hui, Jackson, JB, Jeonguk, Jinhong, Jinyoung, Kisu, Mark, Personagens Originais, Youngjae, Yugyeom
Visualizações 401
Palavras 2.860
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Fantasia, Hentai, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - -○○1


Fanfic / Fanfiction O sobrenatural (Mark Tuan ) - Capítulo 1 - -○○1


Olá,meu nome é  (s/n),eu moro em um orfanato que fica ao sul de Seul.Sou simpática com as pessoas mais isso mudou um pouco depois que descobri que há seres místicos vivendo entre nós.


Como eu vim parar em um orfanato?Meus pais foram mortos por vampiros.Não sinto falta deles e nem de minha antiga vida.Meus pais nunca cuidaram de mim como sua filha,sempre me desprezavam.Eles já tentaram me matar muitas vezes enquanto eu dormia mais por sorte,sempre acordava e eles me batiam por isso. 

(........... ...........) 

(1)


Acordei e por incrível que pareça,eu estava com um humor otimo.Fiz minhas higiene matinais e fui em direção a cozinha encontrar as poucas amigas que eu tenho -as duas-.


Desci as escadas do orfanato e virei a esquerda indo em direção a cozinha.Entrei e encontrei todos comendo e conversando sobre coisas aleatórias.Minhas amigas notaram a minha presença e acenaram para mim me sentar com elas.


Andei em direção às duas e deu um abraço apertado nelas,uma de cada vez.Me dirigi até a mesa onde estava a comida e peguei um pedaço de bolo e uma fruta.Voltei a mesa de minhas amigas e me sentei ao lado delas.


Sook=Você está radiante,alguma novidade? -Perguntou ela e eu levei um pedaço do bolo até minha boca o mastigando e logo o engolindo.


-Só estou com um bom pressentimento. -Falo e elas se olham.


Lisa=Da última vez que isso aconteceu teve brigadeiro. -Falou ela passando a língua nos lábios lembrando do dia.


-Espero que seja isso! -Falei e nos rimos. 


Hyuna=Garotas! -Falou ela vulgo a diretora do orfanato chamando a nossa atenção. -Obrigada,hoje receberemos algumas pessoas interessadas em adotar uma de vocês. -Falou ela e Kim Na Na e sua amiga vulgo outra vadia Yang Mi começaram a cochichar mais foram repreendidos por hyuna que logo voltou a falar. -Eles viram a tarde e parece que eles só iram adotar uma de vocês e que já está quase completando maior idade. -Falou ela e eu olhei para minhas amigas.Faltava um pouco mais de um mês para eu completar maior idade.


Kim Na Na=Quem são eles? -Perguntou a garota mais oferecida do orfanato.Ouvi Lisa cochichar puta se referindo a Kim em nossos ouvidos.


Hyuna=São sete homens que tem entre vinte e vinte e seis anos.Eles trabalham em uma empresa muito renomada.Parece que são amigos de longa data e precisam de alguém para assumir a herança. -Quando ela falou a última palavra,as duas oferecidas começaram a falar entre si.Sinto pena de quem adotar elas.


(.....................)

(2)


Depois do café da manhã,eu fui em em direção ao meu quarto e peguei meu livro.Eu tenho esse livro do tempo que morava com meus...pais.


Fui para o jardim do orfanato e me encostei em uma sakura.Abri o livro onde eu havia parado de ler e comecei a me perder na leitura entrando e entendendo completamente a história. 


Li ao equivalente vinte páginas e logo ouço alguém me chamando.Marco a página que parei e logo olhou para a pessoa que me chamou e vejo hyuna acompanhada de um homem.Corri até ela logo fazendo uma breve reverência para hyuna. 


Hyuna=(s/n),esse é o senhor Tuan,Mark Tuan. -Falou ela olhando para o homem a sua esquerda.


Olhei para ele e me assustei derrubando meu livro de minhas mãos.Fui ajuntar o livro mais um par de mãos os ajuntou para mim,levantei-me do chão junto a ele tentando não parecer uma garota esquisita e medrosa.


Sr Mark=O sobrenatural. -Falou ele olhando para o livro. -Acredita nessas coisas? -Perguntou ele olhando bem fundo em meus olhos me fazendo gelar completamente.Olhei para hyuna e a mesma negou o que me fez abaixar a cabeça.


-Não...eu não acredito. -Falei calma logo levantando minha cabeça vendo um sorriso na face de hyuna. -Achei a capa e o título...interessantes. -Falei balançando meu corpo para frente e para trás.


Sr Mark=Não julgue um livro pela capa,as aparências enganam. -Falou ele ruspito e um grande arrepio percorreu minha espinha.Uma enorme sensação de perigo percorreu minha mente mais eu não sai de minha posição e nem deixei aparente.


Xx=Mark? -Se pronunciou um homem de madeixas loiras e corpo que parecia ser bem definido que estava sendo seguido por outros cinco homens. -Já escolheu uma? -Pergunta ele me olhando mais logo olhando para Mark que concordou.


Hyuna=Ótimo. -Falou ela batendo uma palma chamando a atenção de nós oito. -(s/n),por favor,chame todas as garotas para a sala. -Falou ela e eu fiz uma breve reverência logo me dirigi a procura das garotas mais sentia o olhar deles sobre mim.


Adentrei a cozinha do orfanato e encontrei todas lá conversando.


-Garotas! -Falei um pouco alto chamando a atenção de todas. -Hyuna Falou para todas nós irmos para a sala,parece que eles já escolheram uma de nós. -Falei e todas foram correndo para a sala.


Me dirigi até a sala e vi hyuna e os sete garotos.Todas as garotas estavam babando por eles mais eu não via o porque disso.


Hyuna=Garotas!Eles escolheram uma de vocês. -Falou ela gesticulando com as mãos.


Nessa hora,uma enorme vontade de andar até eles se fez presente.Eu abaixei minha cabeça e me aproximei deles.Levantei minha cabeça e ele olhou para hyuna que logo concordou.


Ele estendeu sua mão e ela estava meu livro.No momento em que minhas mãos tocaram o livro,um forte arrepio percorreu meu corpo me fazendo arrepiar e ficar com um pouco de medo.


-Obrigada. -Falei finalmente pegando o livro de suas mãos e fazendo uma breve reverência para ele.


Hyuna=Parabéns garota! -Falou ela colocando sua mão esquerda em meu ombro direito. -Arrume rápido suas coisas,eles estavam aqui na sala lhe esperando. -Falou ela simplista sorrindo depois.


Eu subi para o quarto onde dormia com as garotas sendo seguida por lisa e Sook além de meu livro em mãos.


Lisa=Você vai mesmo embora? -Perguntou  ela segurando as lágrimas assim como sook.


-Eu vou sim. -Falei abraçando as duas. -Mais tenho a sensação que nos veremos novamente. -Falei e me separei das duas voltando a arrumar minhas malas que na verdade eram poucas roupas.


Segurei minha mochila com as roupas e o livro em mãos e desci as escadas encontrando somente os sete homens ali.


Xx=Deixa que eu te ajudo. -Falou um garoto alto de cabelos pretos cortados em um quase formato tigela.


-Obrigada. -Falei e ele pegou minha mochila.Coloquei o livro contra meu corpo e o apertei.


Sr Mark=Quando chegarmos,faremos as apresentações. -Falou ele frio sem olhar em meu rosto.Ele abri a porta de entrada do orfanato e logo saiu por ela e e meu campo de visão.


Xx=Vamos senhorita... -Falou ele educado esperando que eu fala-se meu nome.Ele possuía madeixas pretas.


-(s/n),por favor,me chame só pelo meu nome. -Falei e ele concordou logo saindo pela porta do orfanato seguido dos outros cinco e eu.


Segui eles até três lindos carros luxuosos parados na frente do orfanato.Uma expressão de surpresa se fez presente em meu rosto.Eles entraram nos carros eu fiquei ali parada segurando o livro contra o meu corpo apertando o mesmo.


Xx=Vem comigo na frente. -Falou um de madeixas morenas.


Caminhei até o carro eu entrei,fechei a porta entrei coloquei o sinto de segurança.Outros dois entraram na parte de trás e logo o carro foi ligado.


(..............)

(3)


No carro um silêncio pairava.Um sentimento de perigo,medo e mudança me afroirava.Espero que seja só impressão minha.


Nós ainda estávamos no carro.Olhei para todos e eles pareciam concentrados no que faziam,os de trás olhavam pela janela de seu lado e o da frente estava concentrado na estrada e com o carro a nossa frente que deveria ser do senhor Mark.A pessoa que dirigia ligou o rádio do carro,acho que ele percebeu o clima de tédio presente no carro.


No rádio, uma música macabra e assustadora tocava.Eu tentava não prestar atenção mais era como se algo abrisse meus ouvidos e me obrigasse a encarar o rádio.


"Nossos corpos estão juntos"

"Você não respira e nem sente nada"

"Meus dentes se afundam em seu pescoço"

"O chão está coberto pelo seu sangue"

"Meus lábios e seu incrível pescoço também"

"Você será a próxima.Corra,torne isso mais interessante para mim"

"Apenas cansei dessa brincadeira,você será a proxima"

"Não durma,não saia,não se tranque"

"Eu te acharei mesmo"



Quando a música acabou,a imagem do senhor Mark veio em minha mente.Seus olhos estavam vazios e com um tonalidade forte de vermelho sangue.Logo a imagem de um homem se transformando em lobo se fez presente em minha mente.Era algo macabro.Seus dentes eram extremamente afiados e estavam cobertos por sangue que insistia em escorrer por sua boca até o chão onde havia uma pequena possa de sangue.


Xx=(s/n),chegamos! -Falou a pessoa que digitar me tirando de meus pensamentos.


O homem que me ajudou com a bolsa me entregou a mesma e foi junto com todos para dentro da casa deixando-me sozinha ali fora junto com o garoto de cabelos negros que agora usava um óculos preto que combinava perfeitamente com ele e também o deixava mais atraente aos olhos de qualquer garota.


Xx=Eu sou o jinyoung e sou amigo de longa data do Mark. -Falou ele descendo seu olhar até minhas que seguravam o livro. -Posso ver? -Pergunta ele estendendo a mão direita.Estendi minha mão e ele segurou o livro.O mais velho observou cada detalhe da capa e até mesmo a página em que eu havia parado. -Você acredita?- Perguntou ele se referindo ao tema do livro.


-E-Eu...não sei se acredito. -Menti. -Acho lobos algo incrível. -Falei gesticulando com as mãos. -Parece algo tão...inacreditávelmente incrível se é que isso existe. -Falei sorrindo e recebi uma expressão incrédula dele fazendo meu sorriso sumir aos poucos.


Jinyoung=Acha mesmo que um ser que mata tudo e todos que encontra,que tem um instinto selvagem e que não confia em ninguém quando está transformado algo incrível? -Falou ele com um ton de voz alto que se percebia nitidamente que ele estava irritado. 


"Se eu contasse a verdade,você riria igual a todos"-Pensei.


Ele me olhou de uma forma como se tivesse acabado de ler meus pensamentos.Ele me entregou o livro e caminhou até a porta parando na frente dela e se virando para mim como se fala-se para mim andar logo.


Corri até ele fazendo ele soltar um riso soprado logo abrindo a porta fazendo com que todos nos olhassem me deixando extremamente desconfortável.Segurava o livro com minhas duas mãos bem rente ao meu corpo e minha mochila se encontrava em minhas costas.


Xx=Seu quarto é o segundo subindo as escadas e virando a direita. -Falou o loiro sem me olhar.


Eu apenas concordei e abaixei minha cabeça logo subindo as escadas e sentindo o olhar de todos sobre mim enquanto isso.Segui o que o loiro Falou e me assustei com os corredores.


Os corredores eram em tons de preto,cinza escuro e vermelho sangue.Em todo o enorme corredor havia apenas três lâmpadas que com a escuridão pareciam estar flutuando mais não estavam.As luzes balançavam e as vezes pescavam indicando que a qualquer hora parariam de funcionar.Havia também três janelas que estavam cobertas por longas curtinhas goro sãs vermelhas sangue.


Perdida em meus pensamentos eu escuto uma voz ecoar em minha mente apenas uma vez mais foi nitidamente clara.


"Devia ter te deixado morrer naquele orfanato"


Minha cabeça latejava e eu dava lentos passos segos para trás pela dor que parecia aumentar a cada segundo. 


"Você sabe de mais sobre nós,fique longe,LONGE!"


O homem gritava essa palavra repetidamente em minha cabeça fazendo a dor aumentar consideravelmente.Meus passos se tornaram incertos.Senti que bati em algo e me virei com minhas mãos ainda postas sobre minha cabeça na tentativa falha de amenizar a dor.Vi um garoto que aparentava ser muito magro,ele me olhava em meus olhos profundamente me fazendo esquecer um pouco da dor que sentia.


Minha cabeça ficou completamente vazia e eu só não...tive contato com o chão porque ele me segurou colocando minha cabeça apoiada em seu peito me carregando como uma noiva depois do casamento.Ele andou assim até o quarto onde o garoto loiro havia falando.Meu corpo ficou leve e meus olhos se fecharam sem a minha permissão.


***Pv. (s/n) off***


***Pv. Bambam on***


Ela desmaiou!Mark e Jae pegaram pesado dessa vez com o susto.Eles terão que me ouvir.Deitei a garota em sua cama e a cobrir com uma manta cinza escuro e sai do quarto fechando a porta atrás de mim.


Desci as escadas correndo e encontrando todos na cozinha rindo dela.Uma raiva cresceu em mim o que quase me fez transformar.


-Ela desmaiou. -Falei apertando os punhos.


Jinyoung=Ela está melhor? -Perguntou ele olhando para seu livro sem nem ao menos me olhar.


-Não sei! -Falei erguendo meu ton de voz indo para cima de Jae. -Porque fez isso com ela? -Falei encostando ele na parede e o erguendo pela gola da camisa social.


Jae=Ela merecia. -Fala ele convencido.Eu iria dar um soco nele mais Jinyoung me interrompe.


Jinyoung=Quando chegamos,eu perguntei a ela se ela acreditava no que nós somos. -Fala ele fazendo suspense.


Yug=Fala logo. -Falou ele sem paciência repreendendo o mais velho.


Jinyoung=Ela falou que não acreditava em nós mais pensou algo diferente disso.Ela pensou..."Se eu te contar você riria de mim como todos". -Falou ele e Jae logo sobre as escadas praticamente correndo indo em direção ao quarto da garota.


***Pv. Bambam off***


***Pv. Jae on***


Subi as escadas praticamente correndo em direção ao quarto que agora é da garota e vi ela agora dormindo.Me aproximei dela e toquei seus cabelos "Tudo o que sabe sobre seres sobrenaturais será transferido para minha mente" .Fiz um "G" em suspensão testa logo saindo do quarto fechando a porta atrás de mim.Voltei para a cozinha recebendo olhares curiosos de todos.


-Tudo o que ela sabe ela irá me mostrar e para ela será um sonho. -Falei me sentando na cadeira assim como todos.Eu consigo repetir,sentir e ver o que eu quero saber de pessoas.Posso fazer alguém ver e pensar o que eu quero mais se é em grandes quantidades eu fico fraco.


Minha visão se escureceu,está funcionando.Ela tinha aproximadamente sete anos de idade e estava procurando os pais estavam uma pequena casa que chuto ser dela e dos seus pais.


-Omma?Appa?  -Falava ela com medo me fazendo repetir tudo.


Ela andou até o quarto deles mais não encontrou nada.Ela ouviu um barulho do que parecia ser uma panela caindo e foi em direção a cozinha encontrando um rastro de sangue que levava até o jardim atrás da casa.


Ela estava com medo,olhava para trás a todo momento.Caminhou ate a porta de vidro que ligava a pequena cozinha até o jardim e olhou através dela.Viu sua omma agonizando de dor e seu appa já se encontrava sem vida completamente ensanguentado.


Ela olhou para sua omma e a mesma percebeu sua presença e mexeu a boca falando para ela fugir para longe mais ela não ouviu.


Ela caminhou até a cozinha e pegou uma faça de cortar carne e abriu a porta com tudo fazendo o vampiro se assustar e sair de cima da omma dela que se encontrava sem vida.


Ela com lágrimas nos olhos segurou a faça de cortar carne com sua mão mais forte e deu três passos para frente ficando a dois metros do vampiro.Ela estava com lágrimas nos olhos mais não deixava nenhuma cair.Antes dela levantar a faça o vampiro pegou ela e a colocou em seu ombro com muita facilidade pois ela era uma criança de sete anos.


Ele correu com ela para bem longe da casa de seus pais e colocou ela no chão na frente de um orfanato.Ele tirou a faça da mão da garota que se encontrava encantada pelo vampiro.Ele se abaixou na altura dela e olhou profundamente em seus olhos logo se aproximando seus seu pescoço o que fez a garota se arrepiar mais ele não a mordeu,ele apenas abraçou a garota e como estava de noite,tocou a campainha do orfanato e sumiu da vista da garota.


Xx=Oi pequena!Está perdida? -Uma voz suave se fez presente.


-M-eu-us p-pai-is mo-orrer-ram-m. -Falava ela chorando muito logo sendo abraçada pela mulher do orfanato. 


Xx=Sabe quem vez isso? -Pergunta a mulher e a garota concorda.


-Vampiros. -A garota responde confiante assustando a mulher.


Xx=Vamos,entre,esta frio e você precisa tomar um banho e descansar.Meu nome é hyuna. -Fala a mulher levando a garotinha para dentro do orfanato.


Antes de entrar no orfanato a garota deu uma última olhada para onde o vampiro foi e viu dois pares de olhos vermelhos bem ao longe.


Ela entrou no orfanato e foi levada até um quarto bem pequeno com apenas uma cama de solteiro e uma janela. 


Hyuna=Amanhã eu arrumarei um lugar no quarto para você junto com as garotas.Boa noite. -Fala a mais velha dando um beijo no topo da cabeça da mais nova fechando a porta após sair do quarto.


A garota se deitou na cama e ficou observando a janela que era bem na frente da cama.Ela viu uma sombra entrando no quarto e ficando bem na frente do pé da cama.A garota se sentou na cama ainda coberta pela manta e encarou a sombra a sua frente.Ela conseguiu ver nitidamente o rosto dele...não podia ser...jinhong.Ele avançou nela.


Minha visão voltou ao normal e eu escutei um grito.Ela havia acordado do que para ela era um pesadelo.Eu subi as escadas correndo sem ligar para as perguntas deles.


Abri a porta do quarto dela e vi ela sentada na cama encolhida chorando baixinho.Ela notou minha presença e levou um pequeno susto.


-Calma...vai ficar tudo bem. -Falei me aproximando dela e a abraçando.Eu não sou um vampiro, posso fazer isso tranquilo.


Ficamos um tempo assim até eu sentir que ela pegou no sono novamente.Deitei ela na cama e a cobri novamente.Sai do quarto fechando a porta atrás de mim e voltei para a cozinha vendo todos com expressões curiosoas,espantadas e confusas.


Como irei contar isso a eles?







Notas Finais


Espero que gostem e avisando mais uma vez.

Essa fic terá capítulos com quase 2000 ou mais palavras então irá demorar mais do que as outras.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...