História O sol e a lua - o mundo creepypasta - Capítulo 32


Postado
Categorias Lendas Urbanas
Personagens Personagens Originais
Tags Creepypastas, Slenderman, Terror
Visualizações 7
Palavras 516
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Festa, Ficção, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Canibalismo, Linguagem Imprópria, Suicídio, Tortura
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir culturas, crenças, tradições ou costumes.

Capítulo 32 - The war part 2 (Salomão)


(Salomão)

Eu - e que comece essa bagaça!

Denominado um guerreiro que após lutar contra creepypastas e matar o diabo. Agora tem de lidar com essas coisas. Entre anjos e demônios eu estava, já não pronunciava palavra alguma, somente minha espada falava por mim. Sangue era derramado no céu eu eu sabia que hora ou outra ía chover sangue. Miguel tinha muitos planos. Tomar posse do céu, ressuscitar o diabo. Mas faltava algo, tinha Alguma coisa de que nós não sabíamos. Abaddon se aproximou de mim no meio da batalha, mas por enquanto não tinha intenção de me atacar.

Abaddon - veja só, um anjo dos primórdios, o que faz aqui Chernobyl ?

Eu - Chernobyl ? Não sabia quei eu sou uma cidade russa e radioativa. E também não sou um anjo.

Abaddon - é sim, vejo no seu olho, e você pode não estar lembrado mas vejo de quem é essa sua reencarnação. Na sua vida passada você conviveu com a Luara, você era um anjo. Teve uma visão com a bomba de radiação que quase devastou o planeta, você se chamava Chernobyl, você e a Luara salvaram o mundo.

Eu - não tem como, isso é impossível!

Abaddon - sua história será revelada, tudo no seu tempo.

Então ele tentou né atacar.

Eu - svletto ciralla barakta niktu.

Então a casca do Abaddon virou pó, seu espírito voou para longe.

Abaixo de nós vi Miguel e Luara, num golpe certeiro ele arrancou novamente as asas dela. Pulei e o afastei dela com um chute. Luara estava desmaiada no chão, iria sobreviver. Parti para cima de Miguel, a cada instante minha rapidez ficava maior, acertei vários golpes em sua barriga e suas costelas. Ela já estava sangrando. De joelhos ao chão esperando apenas pelo golpe final.

Miguel - acha que acabou Chernobyl ?

Eu - mais um com essa história de Chernobyl. Eu sei muito bem que seu lance não é apenas dominar o céu e ressuscitar o capeta. Se te matarmos alguma irá talvez conseguir tudo que você já tentou. Me diga oque é!

Então ele retirou um livro da armadura. Abriu em uma página onde havia um espectro negro desenhado.

Miguel - pryeto meriesto vorto matti.

Após isso o silêncio tomou conta e consegui ouvir 5 gritos.

Miguel - o Dormo chegou, ele ressuscitará o diabo, ele acaba de ser invocado, 5 almas e ele virá para a terra sobe uma chuva de sangue, e veja só!! Ele conseguiu as 5 almas. Nada mais pode impedi-lo. Seu mundo está condenado. 

Em seguida ele me deu uma rasteira e tocou em minha testa. Não sei o que houve mas pude me lembrar de todo o meu passado. Abaddon estava certo. Em seguida Miguel pulou do céu e voou enquanto eu me abismava com todo o meu passado na minha antiga reencarnação. O céu se abriu e começou a chover sangue. Luara acordou e ficou observando o céu sangrar.

Está chegando a batalha decisiva, Miguel ainda está livre por um descuido meu, tem um demônio que está fazendo chover sangue e que está prestes a ressuscitar o diabo. Hora da Luara, o amigo dela, a Estrela e eu enfrentarmos essa batalha sozinhos.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...