História O som da loucura - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts Yoonmin
Visualizações 9
Palavras 828
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Mistério, Slash
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 3 - Expectativas


"atendi o pedido dos meus pais, de não falar com estranhos e até hoje não me esculto."

Era quarta-feira atarde e lá estava ele, no parque como prometeu. Enquanto espera sua companhia lia um livro de sua temática favorita, música. Estáva totalmente envolvido pela história de um violinista com algum tipo de doença rara e pelo amor que ele sentia por uma garota que não pertencia ao seu mundo.

- literatura espanhola?

Tomou um susto com a voz que quebrou sua concentração. Imediatamente fechou o livro é olhou para o dono dela.

- é um bom livro.....bom dia- ele falou começando uma análise do livro que lia, vomitando as palavras. - na verdade é interessante o fato de um romance muito antigo ainda ser empregado nos dias de hoje, pelo que sei, esse livro é muito utilizado em escolas para tratar assuntos como superação e respeito com àqueles diferentes de nós, visto que a garota no livro é uma moradora de rua, que rouba os vestidos formais de outras mulheres apenas para comparecer aos concertos do.......

-bom dia.- interrompeu levantando a mão como um pedido para que paresse- eu ainda não terminei de ler, então....

-claro.... Desculpe- ele parecia um pouco sem graça.

Ele não se importava em mentir, já leu àquele livro incontáveis vezes, era seu preferido, mas não pode resistir a deixá-lo envergonhado.

-tudo bem- sorriu- vamos jogar?

-claro, mais hoje eu não vou perder!

Sorriam com o comentário e iniciaram o jogo. Jogaram duas partidas, com um intervalo de uma hora e meia entre o início delas. E ambas foram vencidas por yoongi.

Dessa vez a mensagem que separou suas vidas foi para ele.

-desculpe doutor, tenho que ir....- sorriu lhe olhando demoradamente.

-não precisa se desculpar- sorriu de volta- nos vemos amanhã?

-claro, estarei aqui- ele piscou, se levantando e saindo.

Ao chegar na unidade foi recebido por  um sermão de taehyung e uma repreenção do professor, tendo que ficar até depois das aulas de novo..... Mais valia o "sacrifício".

[...]

Duas semanas de encontros foram o bastante para yoongi conhecer o jeito  desastrado "doutor", e para taehyung desconfiar de suas saídas ainda mais regulares.

-certo, desembuche.

-kim taehyung, o que queres dizer com isso?- sua voz era divertida, combinando com o sorriso bobo em seu rosto.

-pode parar de enrolar e fazer gracinhas.

Ambos se divertiram com o rumo da conversa e estavam conscientes de que yoongi iria falar uma hora ou outra, eram confidentes desde que o moreno chegou na universidade, não seria diferente com o caso " o desconhecido atraente do parque".

-qual o nome dele - taehyung insistiu.

Eles estavam na sala esperando a chegada do professor. Yoongi estava arrumando alguns livros em sua mochila e taehyung se encontrava apoiado na mesa, o silêncio não demorou a ser quebrado.

-eu não sei....-ele respondeu curvando seu corpo até deitar a cabeça na mesma, parecendo desapontado- eu o chamo de doutor.

-ele e médico?

-eu acho que não... Ele é muito atrapalhado pra isso- riu.

-então ele é doutor em quê?

-pelas minhas observações, eu acho que em matemática, ciência ou alguma das "psi"...- respondeu concordando consigo mesma.

-ele te disse?- perguntou sentando na cadeira ao lado.

-não

-o..que?- taehyung estava perdido Naquela conversa.

-ele e muito bom em xadrez, matemática.- respondia pensando no que falava- possuí conhecimentos muitos variados, em relação a ciência, e também parece muito bom em saber o que os outros pensam, psicologia, psiquiatria e tals...-ele pareceu pensar um pouco- Ah! ele também carrega consigo uma arma toda segunda, quarta e sexta, ele é muito estranho pra ser mafioso, então não sei com que tudo isso se encaixa...

-nem eu- ele parece pensar um pouco sorrindo com àquela situação, que realmente era estranha. Mas como ele é ?

-lindo....- respondeu baixo, corando um pouco.

Taehyung franziu o cenho, como se pedisse para ser mais específico, estranhando a vermelhidão alheia.

-ok,ok- yoongi compreendeu o pedido mudo-ele é lindo, olhos negros, cabelos rosa....ele e muito estranho.

-rosa?

-SIM ALGUM PROBLEMA?

taehyung riu a com o ato do garoto pálido ao seu lado- não... nenhum.

Yoongi estreitou os olhos e continuo de onde parou- ele é estranho- riu junto do companheiro.

-como "estranho"?

- quando ele pensa sua coordenação motora diminui drasticamente, ele fala rápido, muito rápido, sabe muito sobre muito, e do nada fala algo sobre um fato que não tem nada haver com a conversa....ele é gentil, fofo, meigo e sempre se coloca no lugar dos outros.-suspirou olhando pra cima.

-esta apaixonado?

-não, nem cogito essa ideia.

-que "ideia"?

A voz contratou e ambos se assustaram ao mesmo tempo que yoongi pensava "salvo pelo gongo" e "o que eu respondo".

-fez as atividades?- respondeu em desespero com a primeira desculpa que arranjou.

-como assim?- hoseok se exaltou- tinha atividades?, Eu queria falar com vocês!!! E as atividades desse professor são enormes.

O olhar entristecido do ruivo fez as dois rirem por dentro, como este acreditava no que yoongi falava?.

-como eu disse: não cogito essa ideia- disse olhando diretamente para taehyung.

Hoseok estáva estranhado a troca de olhares, mais sabia que os dois se entendiam como de costume, Pois sempre parecia que um podia ler a mente do outro. Era uma conexão estranha... Até demais, estranha até para os estranhos.








Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...