1. Spirit Fanfics >
  2. O som das flores. >
  3. Segunda Etapa: Flores.

História O som das flores. - Capítulo 2


Escrita por: Lord_Golden

Notas do Autor


Wattpad morreu. :(
Assim como tudo dentro de mim...

Boa leitura, docinhos! 🍬

Capítulo 2 - Segunda Etapa: Flores.


Fanfic / Fanfiction O som das flores. - Capítulo 2 - Segunda Etapa: Flores.


Na parte da tarde naquele mesmo dia, a mansão continuava quieta. Estavam de recuperação após a batalha contra um Lua Inferior, e estavam à um certo nível, exaustos - ainda -

Naquele momento, Zenitsu continuava a tossir pétalas discretamente dos outros, só tossia quando não estavam por perto. Isso o apavorava cada vez mais, jurava nem ter se aproximado de alguma árvore. 

— Gah! Isso é assustador! — Indagou o loiro, jogando mais ou menos 6 pétalas de cerejeira no lixo (Autor: Sim, tem lixo, nem sei se na era Taisho tinha, mas aqui tem! >:v). Estava no banheiro, tossindo as lindas pétalas rosadas, eram as suas favoritas... — Eu to cansado.. — Abaixou seu tom de voz, deslizando sobre a porta do banheiro e se sentando no chão, abraçou seus joelhos ao tirar outra mísera pétala de sua língua. — O que eu fiz para merecer isso?! — Abaixou sua cabeça em meio aos seus braços e permaneceu pensativo.

Já era quase hora da janta, Aoi estava preparando o alimento dos caçadores sem muita presa enquanto tinha de lidar com um certo cabeça de javali que o fizera companhia.

— Não toque, imbecil! — O chamou atenção ao dar o belo de um tapa na mão do indivíduo, recebendo uma cara feia como resposta.

— Como ousa agredir a mão de seu mestre!! — Já ía partir para cima se na não tivesse sido vítima de uma frigideira, estranhamente a garota parecia mais forte do que o próprio.. 

— Ei.. Que barulheira é essa? — Uma voz doce e cautelosa soou pelo local, mostrando a chegada de alguém. — Mhnn, este cheiro é maravilhoso! 

— Kamado, tire este porco imundo da minha cozinha! Mande-o tomar um banho pois está fedendo a carniça e isso poderá contaminar minha comida! — Gritou enfurecida, os pratos de uma cozinheira deverás sempre estar aperfeiçoados de acordo com a mesma, uma característica comum para pessoas perfeccionistas como a Kanzaki.

— Tudo bem, tenha calma, senhorita Aoi. Creio que pelo cheiro, deve estar delicioso! — Abriu um sorriso sincero enquanto arrastava o Hashibira inconsciente para fora da cozinha.

Após Inosuke acordar de seu transe - O que não durou nem 10 minutos -, o mesmo começou um escândalo quando soube que tivera de tomar banho, dando dores de cabeça à Tanjiro. O coitado tentava de todas as formas o mandar para o banheiro, mas não importa como, não conseguiria, pelo menos ainda não.



🏮;



O loiro abriu lentamente seus olhos, dando à expor suas pupilas douradas com um pouco de castanho, ergueu sua cabeça e ao "processar" onde estava, suspirou entristecido. Levantou-se do chão e apalpou suas vestimentas, sentiu uma leve pontada de dor no estômago, acreditou que realmente teria acordado mal. Saiu do banheiro como se nada tivesse acontecido e caminhou pela mansão, olhando porta por porta até chegar no quarto onde Nezuko, a irmã mais nova de Tanjiro, se encontrara dormindo, ou melhor dizendo, se recuperando.

Sem se importar com a regra de "VOCÊ ESTÁ PROIBIDO DE ENTRAR NESTE QUARTO ATÉ TER MATURIDADE E AGIR FORMAL PERTO DE UMA GAROTA!!" e abriu a porta, vendo uma bela mocinha deitada na cama, de olhos fechados e respirando profundamente.

— Que linda... Parece uma Adormecida sobre um encanto... — Sussurrou para si mesmo depois de a encarar por um bom tempo, se distraindo até demais.

— Pois bem, já disse que ela era a beldade da nossa cidade? — O loiro se assustou com tal voz e olhará para trás espantado com a aparição repentina, mal havia escutado seus passos de tão fixado que ficou no Kamado. — Oh, desculpe, não era minha intenção lhe assustar, imaginei já ter me escutado entrando. — O ruivo novamente formou aquele maldito sorriso vislumbroso que acelerava o coração de Zenitsu à mil por hora.

— Desde quando esteve aqui? — Perguntou levemente indignado.

— A pouco tempo, vim visitar minha irmã. e você? O que faz aqui? Não veio para gadea-la ou fazer safadezas com ela, certo?? — Retribuiu a pergunta com uma expressão discretamente desconfiada.

— N-não, não, dessa vez não. Eu queria conversar com ela, mesmo.. estando assim, sabe.

— Hahah, não recomendo que incomode-a! Ou então terei que tomar certas circunstâncias. — Tal piscou para o loiro em forma de ironia.

— Ha... Bom, eu- — Antes que pudesse terminar sua frase, sentiu um gosto azedo e quente no fundo de seu paladar, com isso acabou correndo para o banheiro por puro impulso, confundindo o ruivo com seu ato.

No local citado, se encontrara o Agatsuma vomitando um pouco de seu último almoço junto com alguns pares de flores inteiras, faltando apenas o caule verde. "Eu... Não to achando isso muito normal.." pensava com si próprio enquanto encarava a parede.

Zenitsu não conseguiu jantar pela dor insuportável que sentia em seu estômago naquela noite.


Notas Finais


Mil perdões pela demora desse capítulo, minhas idéias estão acabando, as vezes eu escrevo no colégio mas lá tem muito barulho para me concentrar (sem contar que minhas amigas ficam me puxando por todo o lado e acabo esquecendo o que eu ía escrever) e falta mais alguns obstáculos para a doença terminar junto com a fanfic.

Por que não tentam pensar no que vai acontecer no final? Há três opções para a doença acabar, shhh.

Aceito sugestões ;)
No Wattpad: https://www.wattpad.com/story/286022360?utm_source=android&utm_medium=link&utm_content=story_info&wp_page=story_details_button&wp_uname=ZenitsuAgatsuma03&wp_originator=l4xNbXgBe%2F1I4geDDyeQoV0Kpnfk90xPRl%2F94C2tI0kgoMvwah5ONZIrfnob4aVoRDiRTgHwas15rUHJNgRHYoz%2BBotkZIXXjCGcb8wsBua5rqC1PN9AE2ve3AoA46DS


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...