História O sonho da realidade - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amigos, Guerra, Jornada, Monstros, Sonho
Visualizações 35
Palavras 686
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Fantasia, Ficção, Magia, Romance e Novela, Shounen, Universo Alternativo

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Um sonho? Ou uma visão de um futuro próximo?
Não sabemos direito, afinal há ainda muitos mistérios que rodeiam esse universo, mistérios que talvez nunca sejam descobertos, ou que já foram, mas que parecem tão absurdos que são cobertos pela dúvida

Capítulo 1 - Apenas um sonho



  _Acorde...

  _Acorde... E me ajude... 

 

    __Uh, é você mãe? Me deixe dormir mais um pouco, por favor!   -   Grita Kaeru, em seu primeiro dia de aula.

     __Então você já acordou, pois bem, venha logo tomar seu café e se arrume logo para ir à escola! Como pode um garoto na sua idade ter tanta preguiça?

     __Ok, ok, já estou indo... (Pelo menos vou voltar a estudar, já estou com saudade da escola)

Após se arrumar, Kaeru vai à escola e depois de longas férias, finalmente reencontra seu melhor amigo, Marco.

     __Haha, como vai você Marco? Não nos vemos há tanto tempo.

     __Vou bem, viajei muito nessas férias, e finalmente consegui aquele jogo que eu tanto queria, que tal jogarmos hoje na minha casa depois da aula?

   __Claro! Estou ansioso para começar sua sequência de derrotas.

     __Você está confiante demais para alguém que irá perder todas as partidas!

     __Ei, Marco, você já pensou como seria se os sonhos invadissem a vida real? Hoje eu tive um sonho estranho, e fiquei pensando nisso.

     __Nunca imaginei como seria, mas acho que se isso acontecesse estaria mais para um pesadelo, quão doido foi seu sonho para te fazer pensar tanto?

     __Eu sonhei que estava indo para casa, quando uma mulher com cabelos longos apareceu e me jogou em direção á uma luz forte, não sabia o que emitia aquela luz, mas quando me dei conta estava em um lugar totalmente diferente...

     __Ok... Doido é pouco para seu sonho, se isso se tornasse realidade eu não sairia mais do meu quarto ha ha ha! Mas é claro que isso nunca acontecerá.

     __Pois é, nunca acontecerá

E então as horas foram passando, o final do dia chegou junto ao final da aula, Kaeru e Marco estavam indo para casa, quando uma mulher com cabelos longos surge atrás deles, ela tem uma aparência assustadora.

     __Me... Ajudem... Garotos

Assustados com a mulher que apareceu de repente, eles começam a correr, mas ambos tropeçam e caem logo à frente, mas Kaeru, mesmo com medo, conseguiu criar coragem em seu peito,  levantou e gritou com a mulher:

     __Q-quem é você!? Saia de perto de nós! (Caramba, isso não pode estar acontecendo, ela é igualzinha a mulher do meu sonho)

     __Não tenha medo garoto... Apenas, me ajude, me tire daqui...

Como um truque de mágica, em um piscar de olhos, a mulher sumiu, Marco e Kaeru continuaram seus caminhos para casa com muito cuidado, eles estavam assustados, cancelaram os jogos para não voltar ainda mais tarde para casa.

     __Ka-Kaeru, aquela mulher, é como a do seu sonho né? Por favor, me diga que era só uma pegadinha.

     __Não Marco, não era uma pegadinha, eu também não consigo acreditar nisso.

     __Então nós temos que contar isso aos nossos pais, e se ela aparecer denovo e acontecer o mesmo que em seu sonho? 

     __Sim... Mas não acho que irão acreditar em nós.

     __Eles tem que acreditar.

Finalmente chegando na casa de Marco, os garotos não perderam tempo e foram logo contar o que havia acontecido para a mãe de Marco, e como o esperado, ela não acreditou nos garotos, rindo da "imaginação fértil" deles.

     __Mas mãe! É verdade! Nós temos certeza que vimos, por favor, acredite em nós!

     __Meu filho, coisas desse tipo existem apenas em sonhos, não se preocupe, e se acontecer algo, eu estarei aqui para te ajudar.

As palavras de uma mãe, por mais simples que sejam, sempre são capazes de acalmar o coração agitado de seu filho, assim aconteceu com Marco, que se acalmou com tão poucas palavras, já Kaeru continuou seu caminho para casa, ainda com medo, ele não podia aceitar que aquilo era apenas um fruto de sua imaginação

Já perto de casa, Kaeru passa em frente à um beco sem saída, há uma luz em seu final, ele está com medo, mas sua curiosidade de jovem o impede de ignorar aquilo, então ele se aproxima, e quanto mais perto ele chega da luz, mais forte ela parece ficar, até que quando ele chega perto o suficiente para ver o que estava fazendo aquilo, tudo se apaga e ele acorda em seu quarto...


Notas Finais


Muito obrigado por ler até aqui!
Favorite se você gostou.
Até a próxima!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...