História O sonho da realidade - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amigos, Guerra, Jornada, Monstros, Sonho
Visualizações 5
Palavras 832
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Fantasia, Ficção, Magia, Romance e Novela, Shounen, Universo Alternativo

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Um dos mistérios desse universo são as lendas, se uma lenda existe, é porque alguém já acreditou ou mesmo a viu, mas como normalmente elas parecem absurdas, são deixadas de lado e caem no esquecimento.

Capítulo 6 - Almas



Então, quando aquela poeira escura finalmente se dissipa no ar, Kaeru está caído no chão e a mulher não tem nenhum arranhão.
     __Kaeru! Você está bem? Me responda! - grita Marco, preocupado com seu amigo
     __Não se preocupe, ele ficará bem após um bom descanço, seu corpo está fraco por liberar tanto poder de uma vez só sem nenhum controle, vamos levá-lo aos quartos.
     __Espero que sim... (Kaeru, por favor, fique bem mesmo) Então... aquilo que é magia?
     __Isso mesmo, aquilo era magia de fogo, tenho certeza que ele tem um grande potêncial... Além disso, eu esqueci de me apresentar, meu nome é Karen, e o seu?
     __Meu nome é Marco - neste momento, uma expressão de tristeza tomou conta do rosto de Marco.
     __Você parece triste, o que há de errado? 
     __É que não sei como direi a ele que nós perdemos, não quero vê-lo triste.
     __Se é assim, quando ele acordar diga que eu tenho uma coisa a dizer para vocês dois, estarei esperando na arena.
Após algumas horas, Kaeru finalmente acordou, ainda meio tonto, perguntou a Marco:
     __Marco... Nós ganhamos?
     __Não Kaeru, nós não conseguimos...
     __Entendo... Que pena, talvez na próxima não é.
     __Sim, talvez na próxima... Vamos à arena novamente, a Karen me disse que queria falar algo a nós dois.
Kaeru se apoia em Marco conseguir andar, e os dois vão até a arena falar com Karen.
     __Finalmente acordou Kaeru, você tem sorte de ter um amigo tão bondoso.
     __Hahah, o Marco é meu melhor amigo, nos conhecemos à anos.
     __Que bom, agora sobre o treinamento, vocês sabem que eu disse que apenas iria treiná-los se me derrotassem em uma batalha, certo?
     __Sim, e nós acabamos perdendo...
     __Mas não fiquem tristes, eu estava apenas vendo se vocês estavam determinados a fazer isso mesmo, eu não posso recusar como discipulos jovens tão bondosos e com um objetivo tão nobre como vocês, eu irei lapidá-los até que se tornem jóias preciosas - Então a expressão de tristeza de ambos mudou rapidamente para uma de felicidade, Kaeru e Marco agora podiam aprender magia, esse já é um grande passo para seus objetivos - Venham os dois! Antes do treinamento precisamos confirmar uma coisa.
Ambos animados, seguem Karen até uma grande biblioteca, onde ela pega um livro extremamente grosso e o coloca em cima de uma mesa.
     __Não se preocupem, eu não sou louca, melhor dizendo, não sou louca o suficiente para faze-los ler este livro inteiro, o que nos interessa é apenas a parte das almas.
     __Almas? Como assim? - Pergunta Marco, curioso como uma criança que acaba de descobrir algo.
     __Cada humano ou monstro possúi uma alma, é ela que possibilita você de usar uma magia, todas as almas podem usar o teletransporte, mas apenas em curtas distâncias, como eu estava fazendo na arena mais cedo. Existem três tipos de alma, a neutra, que não pode usar nenhum elemento, ela é a mais comum entre as pessoas, também há a alma unipolar, que pode usar apenas um elemento, é um pouco dificil de se encontrar alguém com uma alma unipolar, mas não impossível, e há a alma bipolar, que pode usar dois elementos, ela é extremamente rara e quem a possúi normalmente tem um grande poder.
     __E como saberemos qual tipo de alma nós temos?
     __Está aqui no livro, eu nunca decoro as falas do ritual por isso tenho que sempre vir relembrá-las, acho que estou ficando velha... Bom, vocês tem que ficar sentados no chão na posição de meditação, e repetir s seguintes palavras: "Patet animam corpus exterius ostendere ad me fortes", após isso, esvazie sua mente e relaxe, assim poderei ver qual tipo de alma vocês tem, e quais elementos podem usar.
     __Ei, eu posso ver esse livro antes de fazermos o ritual?
     __Claro, mas não demore muito, por favor.
     __Certo.
Marco então pegou o livro, e começou a ler a parte que falava das almas, até encontrar uma página que dizia sobre uma lenda, uma pessoa com uma alma que podia controlar três elementos, essa pessoa foi quem salvou milhões de vidas à mais de dez mil anos atrás, seu nome era Luka, e sua alma era chamada de "Alma heroica", ou "Alma do heroi", e que ninguém na historia deste universo havia nascido com uma alma igual a dele.
     __Ei, Kaeru, olhe isso, imagine só se tivermos uma alma como essa, se a Karen disse que a alma bipolar já era forte, imagine essa então.
     __Legal, pena que é apenas uma lenda, isso seria bem útil para nós.
     __Sim, que pena que é apenas uma lenda.
Karen então chama os dois para fazer o ritual:
     __Garotos! Venham fazer o ritual logo.
     __Sim!
     __Estamos indo!
Kaeru e Marco se sentam no meio do salão, aquela seria a hora de descobrir qual o tipo de suas almas.
     __Preparados? repitam comigo, patet animam corpus exterius ostendere ad me fortes.
     __Corpus exterius ostendere ad me fortes - repetem os dois.
Então suas almas  de ambos se revelam para Karen...
 


Notas Finais


Muito obrigado se você leu até aqui!
Favorite se gostou!
Me desculpem quaisquer erros cometidos.
E até a próxima!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...