História O Sr. Kim - Fanfic BTS, Kim Taehyung. - Capítulo 35


Escrita por:

Postado
Categorias 30 Dias de Noite
Personagens Personagens Originais
Visualizações 144
Palavras 1.138
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Sorry a demora 😖

Capítulo 35 - Floricultura.


Fanfic / Fanfiction O Sr. Kim - Fanfic BTS, Kim Taehyung. - Capítulo 35 - Floricultura.

- Não fica nervosa, é só um engraçadinho fazendo uma piada com você. - Taehyung diz colocando-se na posição de corajoso, porém também estava um pouco nervoso. E também, quem não ficaria? Hacker's estão cada vez mais fortes hoje em dia! 

S/n sorri dando um beijo calmo no lado da boca do acastanhado, talvez seu amor fosse bem maior que qualquer coisa. Um amor recíproco para a mais nova era como tentar achar um alfinete no deserto, praticamente impossível. Mas do que adianta odiar todos os gatos se apenas um te arranhou? S/n abraça Taehyung na esperança de sentir-se mais segura e, com sucesso, o abraço do mesmo faz ela se sentir tão segura quanto qualquer coisa.

- Obrigada por me proteger, amor. - A mesma diz e Taehyung a aperta mais no abraço, sentindo o cheiro do perfume doce de S/n. 

- Sempre te protegerei, nunca irei deixar que façam algo de ruim pra você. E caso fizerem, eles irão pagar muito caro. - Taehyung diz extremamente sério, ele nunca foi de se apaixonar perdidamente por alguém; ao ponto de se sentir necessitado do toque e do meigo sorriso que ao meio se transforma em um sorriso de malícia de alguém. Para Taehyung, o amor assusta mas faz ele tão bem. 

Eles estavam com roupas combinando, suas roupas vintages e alianças de Van Gogh eram tão charmosas! Realmente um casal lindo para ser admirado. Como era o último dia deles no Havaí, - eles iriam partir à noite - resolveram aproveitar o máximo de restaurantes, praias, tudo que se pode ver; além de suas paixões pela fotografia! Já eram tantas fotos tiradas em suas câmeras.

Quebra de tempo~

- Ah qual é! Deixa eu ver! - Diz Taehyung tentando pegar a câmera das mãos de S/n. 

- Não Taehyung! Não! Ela tá muito feia! Olha a minha cara! - Diz S/n, finamente mostrando a foto para Taehyung.

- Linda e gostosa demais! Como que você não consegue ver isso? AI QUE MARAVILHOSA. MINHA PRINCESS GUCCI!! - Diz Taehyung olhando para a fotografia. 

1 dia depois... 

Já chegando em Seul, S/n e Taehyung se preparam para começar sua rotina habitual de trabalhos e logo, logo suas rotina de casados. Amanhã seria um longo dia de trabalho, porém juntos como uma equipe!

- O que poderíamos fazer na nossa próxima férias? - Pergunta Taehyung animado.

- Nem sei, só quero dormir pois amanhã temos que acordar cedo. - Ela diz sonolenta. 

- Tá vamos dormir, nem uma rapidinha você me dá né? - Diz Taehyung com um beicinho.

- Se eu te dou uma rapidinha você quer ficar por cinco horas diretas. Nem precisa de academia desse jeito. - A mesma ri, e Taehyung cora.

- Aishh. - Murmura Taehyung deitando-se na cama. - Quem mandou você ser tão gostosa ao ponto de eu querer te foder toda hora? - Pergunta parecendo necessitado do corpo de S/n.

- Ah... Amanhã eu faço uma surprezinha pra você, ok? Mas... Apenas amanhã. - Ela diz e Taehyung suspira. 

- Aish tá. Quero por dez horas seguidas... Tô nem aí se eu ficar exausto. - S/n arrelaga os olhos. 

- Haja pernas... - S/n ri. - Até amanhã, amor. Te amo. - 

- Te amo. -

Quebra de tempo~ 

Amanhece e ambos se encontram acordados com olhos inchados e sonolentos, querendo dormir agarrados apenas mais um pouco; porém as responsabilidades chamam! S/n saboreia a xícara de café enquanto observa Taehyung fechar os botões de sua elegante blusa; com os cabelos pretos bagunçados e olhos puxados acastanhados, seu sorriso quadrado à cada palavra proferida por S/n era uma ação rotineira e adorável do mesmo.

- Ainda tem café ou você bebeu tudo? - Pergunta Taehyung colocando sua xícara colorida encima da mesa na esperança de ter café para deixá-lo mais acordado para poder durar nesse longo dia! 

- Tem sim, amor. Não sou tão louca pelo café! - A mesma ri e Taehyung ainda espera pelo café, pegando o açúcar encima da mesa, juntamente com uma colher.

- Serve pra mim, por favor amor? Eu tenho que pegar minha mala e amarrar minha gravata ainda... - S/n serve o café, e Taehyung sobe as escadas de sua casa pegar sua mala. - Ahhhh droga de gravata! - Grita Taehyung no andar de cima. 

- Que foi, Tae? - Pergunta S/n, assustada com o grito do mesmo.

- Não consigo amarrar... Sou tão inútil assim? - Diz Taehyung descendo as escadas, com a gravata em seu pescoço, tentando amarrá-la.

- Não é inútil, amor. Não mesmo, é apenas uma gravata. - Ela diz rindo, indo na direção de seu marido, amarrando facilmente sua gravata. - Tome seu café, ainda temos que dirigir o carro até a igre... Empresa! - S/n fica confusa. - Eu já ia falar igreja! Como assim?! - Taehyung arregala os olhos.

- Nem eu sei, está ficando louca. - Taehyung diz rindo. - Será destino? - Diz Taehyung colocando a mão na boca, impedindo de ver seu sorriso.

- Sei lá... Bebe logo isso porque eu quero ir logo na empresa! Estou com saudade de todos! - Taehyung toma de uma vez a xícara, e logo segura a mão de S/n, indo em direção à garagem.

O caminho até a empresa foi de muitas risadas e sorrisos; S/n avista uma pequena floricultura pelo caminho, mesmo que eles não tenham parado para vê-la, a mesma consegui ver alguns detalhes da pequena venda de flores. As flores pareciam ter tons vivos e serem tão bem cuidadas, pareciam flores típicas de filmes românticos! Ela era atendida por uma senhora já de idade, ela pode vender flores para sobreviver, ou apenas como uma espécie de especialidade sua. A senhora expressava simpatia e esboçava em seu sorriso a mais pura euforia, Taehyung observa S/n que olhava admirada para o nada, então pensara que a menor estivesse mergulhada num pensamento que não deixava-a desprendida, parecia que a mesma estava afogada naquilo.

- S/n? No que tanto pensa? - Pergunta Taehyung colocando a mão em sua coxa. A mesma olha para Taehyung com um fraco porém gracioso sorriso sem mostrar os dentes. O mesmo fica confuso, porém pensa: "deve estar pensando em algo bom!" Então isso faz ele ficar menos preocupado. 

- Estava pensando numa floricultura na qual passamos, aquelas flores me deixaram felizes, não sei porquê. - Diz S/n, botando sua mão junta com a do mesmo.

- Ah... Nem vi a floricultura, desculpe amor. Estava ocupado dirigindo. - Ele diz com um ar triste, como se estivesse arrependido de não ter feito uma pequena atitude: virar a cabeça para ver a pequena lojinha de flores.

- Nada não... - S/n olha para frente - Olhe, já chegamos na empresa! Olha o Jimin e o Namjoon! Como estão felizes! Vamos chegar logo amor, quero vê-los! - S/n diz entusiasmada. 


Notas Finais


Quer conhecer mais essa louca aqui? Me segue no Instagram ae ^^ @maria._.kth


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...