1. Spirit Fanfics >
  2. O swing >
  3. Dra.Portillo

História O swing - Capítulo 2


Escrita por:


Capítulo 2 - Dra.Portillo


Fanfic / Fanfiction O swing - Capítulo 2 - Dra.Portillo

Nova orleans a cidade dos prazeres noturno.

Meu dia estava como todos os outras a rotina do trabalho,passava os mais tempo no hospital do que em casa,depois que me separei decidir que ia me dedicar a minha carreira e as pessoas que precisavam de mim,minha vida resumia a trabalho e casa e o máximo que eu fazia era uma taça de vinho a noite e cama evitada as badalações e comemorações vim da minha cidade no México porque tive uma desilusão amorosa meu único amor me trocou pela minha melhor amiga e achei melhor tenta a vida em outra cidade e hoje estou aqui por 5 anos longe de casa e família.

Mas fiz a minha aqui casa e tenho pessoas que me ajuda a superar o meu passado e meu trabalho era tudo pra mim,se não fosse o diretor do hospital que tinha o prazer de me enlouquecer.

- Ele não mandou,todos os materiais e só temos poucas peças.

- Ele quer me enlouquece e porque ele não vem pessoalmente falar comigo,que ódio.

Meus dias se resumia sempre nas minhas brigas com ele,o hospital tinha 2 donos 1 era o diretor do hospital e o outro controlava a finança mais nunca apareceu, nunca veio a uma reunião sempre mandava

e-mail e recados e todos dizem que ele colocou câmera pelo hospital inteiro assim sabia de tudo e ele me irritava e eu fazia gestos obcenos pra ele que raiva eu queria falar um monte pra ele e não adiantava falar com o diretor porque sempre dizia as mesma coisas vou ver com ele,mão de vaca

mas você deve estar se perguntando porque não pede demissão,já pedir 2 vezes e acabei voltando atrás eles me convecem e acabo ficando.

- Dra.Portillo vai começar a reunião e aguarde que vem bomba ele vai te provoca mais ainda.

- Por que não vem pessoalmente na reunião,fica só ouvindo palhaço,deve ta nos filmando porque sabe de todos os meus passos tarado.

- Ele está te ouvindo Doutora.E não esquece que termos a despedida de solteiro amanhã.

- Maite eu já vou ser madrinha do seu casamento,me livra desta e ainda swing que merda e esta?

- Doutora e uma balada escura aonde tem muita putaria,homens e mulheres pelados e se quiser da uma trepada pode.

- Sério! Como eu uma médica conhecida na cidade vou em lugar deste imagina se durmo com o meu paciente.

- E que seja bem gato o paciente,vai me dizer que nunca teve uma fantasia com paciente bem gostoso.

- Não acredito nisto Maite e muito safada,eu não transo a 4 anos,e nem quero.

- Vai precisar de uma furadeira pra tira seu lacre,que horror!

- Olha pra cima ele tá te vigiando,e não fala assim da minha tigresa então me manda o endereço do lugar e vou pensar.

Quando cheguei na reunião já estava lá o interfone pelo qual ele falava as merdas dele deve ser um velho careca e gordo,que ódio tenho dele.

- Não sei nem pra que me chamou ele nunca aceita as minhas idéias e ainda não me manda as peças que peço preciso ir.

Sai da sala estava cansada e ainda tinha uma cirurgia pra fazer e quando cheguei no elevador eu estava irritada.

- Velho filha da puta,não deve ne ver o pinto a barriga não deixa.

Definitivamente eu estava precisando de sexo porque tudo me irritava e só de pensar no velho eu já estava irritada.

Quando cheguei em casa fui ver do que se tratava este lugar que eu ia na despedida de solteiro,fui ver so tinha orgias e tinha que ser neste aonde e só putaria,depois de tomar minha taça de vinho dormi embaixo de dois coberturas tava muito frio e voltei ao hospital pela manhã dia cansativo ia ter várias cirurgias.

- Maitê você e louca aquele lugar que escolheu e só putaria,o que vai fazer lá na sua despedida?

- Transar com alguém que não seja meu marido por anos,preciso de novidades pra aguenta os anos de papai e mamãe.

- Mentira que tô ouvindo isto ,Velho safado deve ter ouvido isto que merda.

- O pinto não sobe mais esqueceu

velho demais pra gozar.

Eramos loucas que ele ouvir estamos feitas,mas não deve porque ainda não fui mandada embora e olha que falamos a anos mal dele,o odiamos e isto é no fim de tarde eu estava descansado e ela chegou correndo,eu mal tomei meu café.

- Doutora vamos juntas daqui,e já separei nossa roupa vamos lá ver... Tô nervosa.

- Vou só um pouco e depois vou pra casa,estes lugares não é pra mim... E nem vou ficar com ninguém .

As minhas vontades e mais sonhos eróticos vem toda a noite,quero dormi e acorda no paraíso dos seus braços e do seu peito,como quero ser sua e te amar todas as noites..



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...