História O teu sabor - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Beyond The Scene, Bts, Hentai, Imagine, Imagine Jimin, Jungkook, Maknae Line, Park Jimin, Romance
Visualizações 518
Palavras 2.230
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Ecchi, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo-Ai
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 8 - Body on me


Fanfic / Fanfiction O teu sabor - Capítulo 8 - Body on me

Desci correndo e procurei por minha amiga na balada, estava ao lado da May no bar. Droga com aquela May por perto não iria poder falar sobre as coisas que tinham acontecido. Mas ainda assim tinha que me juntar a elas. Olhei para cima e vi Jungkook e Jimin me olhando. Corri ainda mais rápido me chocando contra minha roommie no balcão do bar.

“Oiiiiiiiiii” Disse bem arrastado, parecendo mais bêbada do que estava, na real estava embriagada de tesão.

“Mano onde você estava?” Me perguntou

Eu falei com ela dando e não dando detalhes, queria contar, mas tinha medo de falar merda na frente da May e ela sair espalhando coisas. Lembro bem do caderno, estojo e máscara que ela tinha do BTS.

Talvez eu tenha sido rude demais ao fechar a visão dela uma hora, mas era necessário. A garota não ia com a minha cara e eu não ia com a dela, depois desse movimento meu ela foi embora e eu dei graças. Meu papo foi cortado quando um grupo de meninos desceu as escadas. Putaquepariucaralhomerda ele desdeu! Óbvio que ele ia descer! Preciso ir embora antes de cair na tentação de dar para ele naquele banheiro.

O olhar da minha amiga estava fixado no Jimin. Poxa amiga ele tá com uma menina, tenta o Taemin ri comigo mesma lembrando dos dois. Mas já era! O olhar dela era o mesmo de quando ela me contou com detalhes que tinha o encontrado em um fansign. Ela era fascinada, apaixonada, e agora que estava tão próxima podia tentar falar com ele. Jimin era um amor de pessoa, certeza que responderia ela numa boa. Mas ela estava paralisada. Ai preciso apresentar ela para ele outro dia, não hoje!

Jungkook me penetrou com o olhar intenso do outro lado do bar, já que ele não podia penetrar outra coisa... Ele tinha uma força no olhar que era difícil de vencer, nem desviei. Queria dizer para ele que o desejava, que o queria metendo com toda a força no meu interior, por mais que fosse doer, que queria saborear sua boa, seu corpo, seu gozo... Me assustava com os pensamentos que tinha, ele despertou em mim um lado completamente novo.

“Elena” ouvi me chamarem “Vamos até eles...”

“Não dá” amiga se eu ir para lá ele me come em cima do balcão do bar na frente de todo mundo “Sério, vou ter outra chance de te apresentar para eles, mas não me faz ir até lá agora não”

Implorei para ela ir embora comigo, não dava mais para ficar ali. Sei que foi difícil para ela ir, ainda mais com o Jimin tão pertinho, mas como era melhor pessoa do mundo me acompanhou. Me senti mal por ter mentido tanto, precisava da minha amiga, precisava conversar com ela.

Quando consegui sair da balada tinha dificuldade de respirar. Que efeito esse homem tinha em mim! Bebi a água que minha roommie me deu e tentou cuidar de mim. Era uma linda mesmo. A porta abriu e eu peguei a mão dela saindo disparada em direção a loja. Ela queria arrancar as informações, mas eu só ia conversar em casa, era muita coisa... Muito detalhe para falar...

Ficamos na rua e eu não conseguia parar de pensar no que tinha acontecido no banheiro. A porta da balada abriu e tremi, mas era apenas Tae e BamBam. Claro que minha amiga reparou na interação que o Tae teve comigo, mas tudo a seu tempo.

“TAE É ASSIM MESMO" ela gargalhou  "Ta íntima já, pode tratar de facilitar meu caminho até o Jimin" 
"Meu deus você só pensa no Jimin, o dia que você ver todo o grupo de amigos deles reunidos vai esquecer dele rapidinho" Limpei uma das mãos no vestido branco enquanto falava. Lembrei das mãos do Jungkook no meu vestido.
"Não vou esquecer até sentir a língua dele dançando pela minha boca" falou com uma voz maliciosa. Caralho era impossível não lembrar do que tinha acontecido.
Tae me chamou para subir de novo, mas não cara, vou para casa.

"Você sabe que eu queria subir" falou me empurrando para o lado
"Eu sei, mas já disse que vai ter outro dia, não quero ir lá hoje" Me levantei e pedi um táxi.
"Quero só ver… Porque você não quer voltar para lá?" Perguntou se levantando também

Mano era mega óbvio porque! Que saco!
"Você não é tão burra assim" respondi colocando o celular na bolsa "porque você acha?"
"Quero ouvir da sua boca e com detalhes porque minha imaginação é bem fértil" deu risada
"Eu vou contar, mas não garanto detalhes... Eu tbm não guardo as coisas tão minuciosamente na minha cabeça..." Olha eu mentindo de novo, porque tinha essa mania de agir como se não me importasse com coisas que eu me importava muito. Era vergonha?
O táxi chegou e fomos para casa. Em meu celular tinha apenas uma mensagem que eu não conseguia responder.

 
De: GoldenLoser
Mensagem: Não faz isso, me retorna quando der/quiser
 

Pendi o celular para o lado para que minha amiga lesse a mensagem que ela tanto queria.
"Não vai responder?" Perguntou calmamente

"Não... Agora não... Não sei" bati uma mão na cabeça frustrada e com raiva de mim mesma.
"Acho que você devia ligar para ele amanhã... Se aconteceu o que eu acho que aconteceu você não pode fugir dele assim" ela disse
"Como assim o que eu acho que aconteceu?" Ela achava que eu tinha transado com ele "o que acha que aconteceu?"
"Não tô dizendo que eu sei o que aconteceu entre vocês no andar de cima, mas tá na cara que você fugiu dele correndo e não falou nada... Também fica claro que ele desceu por causa disso" Sim amiga você estava certa, deitei minha cabeça no ombro dela "outras pessoas viram o que rolou... Entre vocês... Antes de você sair correndo?" 
"Jimin viu" E nos recomendou um motel lá perto
"Huuum" murmurou
"Eu não transei com ele! Se está pensando isso esquece" falei antes que ela imaginasse isso e depois se frustrasse com o que de fato aconteceu

"Não pensei isso" deu risada "acho difícil você deixar alguém te deflorar na balada" 
Como essa vaca me conhecia bem, não ia mesmo. Mas o tom dela me irritou, eu não transei, mas foi por pouco
"Quem disse que seria isso?" falei com um bico
"Ah! Achei que fosse, você não fala nada..." Ela comentou antes de voltar a atenção para o celular.

No meu celular tinha uma mensagem de um número desconhecido.

Mensagem: Você vai falar com ele de novo né? P.S: É o Jimin

“Sim, assim que der” repondi

Respondi com um pouco de vergonha do Jimin saber do que houve, mas lógico que ele ia saber, os dois eram carne e unha.

Quando chegamos em casa eu fui correndo para o chuveiro. Minha calcinha estava um nojo de tão molhada. Entrei no chuveiro deixando a água lavar todo o suor. Meu shampoo não tinha o cheiro que eu queria, desejei tomar banho em outro banheiro e lembrei do Jungkook no roupão.

Desci um dedo até meu clitóris e comecei a massagear buscando sentir o mesmo prazer que ele tinha me dado, mas não ia rolar. Desisti por fim apenas tomando meu banho e colocando uma camisola qualquer.

Cheguei na cozinha e me deparei com ela sentada me esperando com duas xícaras de chá.

"Senta aí e começa" disse

Contei tudo para ela. Que escutou fazendo caras e bocas. Ficou bem chateada que eu menti, mas tentou deixar de lado focando apenas nas coisas boas que tinham acontecido.

“Elena você sempre vai poder falar comigo sobre qualquer coisa. A gente é irmã” Disse segurando minha mão “Não tenha vergonha, esses sentimentos são naturais e ele é muito atraente” Parecia uma mãe “Se você quer, não tem nada de errado em fazer, se a gente viver a vida com medo não faz nada” Com essa última frase ela suspirou chateada, imaginei que não valia apenas para mim.

“Eu sei disso... Só estou surpresa... Nunca senti isso tão forte e eu mal conheço ele né” bebi as gotas finais do chá e percebi que o dia estava amanhecendo com uma chuva fraca.

“Mal conhece é forma de dizer, de novo se você quer faça, tomando cuidado claro” fiz uma careta com o comentário dela “Mas faz! E assim... a menina com o Jimin era bonita?” Perguntou bebendo o chá e tentando soar despreocupada

“Amiga não importa se ela era bonita para mim, é para ele, vou te apresentar, mas não foca nele! Tem outros... Por exemplo... O tae é gatão vai”

“É..” ela murmurou e percebi que não adiantava falar, ela era gamada no Jimin

“Você não vai desistir né?” falei pegando pegando um saco de doce na dispensa

“Não é isso... É que ele é diferente...” Faleu mordendo o lábios inferior “Você já sentiu uma urgência de ter alguém, de forma que parece que seu corpo aquece só com a memória dele, a voz, tudo de deixa louca..”

“Não, desconheço” Falei com ironia e nós duas rimos

“Você está louca pelo Jungkook a 3 dias eu tô assim a uns 4 anos” ela gargalhou pegando um doce também “Desde que eu o vi no teaser do debut do grupo, nem vou falar do MV de No More Dream que senão...”

“Mas essa é a questão... Você é fã dele, precisa enxergar ele como pessoa entende?”

“Eu não gosto dele apenas pelo corpo, é a personalidade, o jeitinho, a voz quando ele fala... É muita coisa Elena” falou na defensiva “Eu enxergo ele como pessoa”

“Beleza, só cuidado” falei de boca cheia “Para não se machucar”

“Cuidado você com esses doces” ela disse revirando os olhos “Vai ficar diabética”

“Você comeu também” falei engolindo os doces

“Comi um, você comeu uns 10” ela se levantou e colocou a xícara na pia “Boa noite Ellie” Ela disse meu apelido ao dar beijo na minha testa e sorrindo

Também fui dormir estava exausta, amanhã eu ligaria para ele.

Ouvi batidas na porta que me acordaram

“Elena você vai no curso?”

“Que curso mano, vou dormir!” Gritei de volta

“Vou sair com a May depois, volto mais tarde beleza? Beijão” depois dela falar isso ouvi seus passos se distanciarem e a porta fechar.

Peguei meu celular e tinha uma mensagem do Jimin. Era uma foto conjunta dos meninos. Taemin estava grudado no Jimin, esses dois eram o máximo. Jungkook estava com o BamBam e o Tae. Me senti mal demais por deixar ele ontem sem falar nada.

Disquei seu número e liguei, se bem que ele podia estar dormindo, dois dias virado. Mas ele atendeu em meio a risos, ainda com uma zona no fundo.

“Oi fujona” me saudou

“Oii” falei fraco “Desculpa por ontem...”

“Por hoje né?” ele deu risada

“Por hoje” estava tentando ter uma conversa mais séria, mas ele estava se divertindo “Você está com seus amigos, eu ligo depois”

“Elena” ele disse e aos poucos a bagunça do outro lado diminuiu “Não precisa se desculpar, o que rolou foi bom demais... Só queria ter rolado mais”

“Também queria, só que não queria lá...” falei amaciando o travesseiro “Uma cama seria bom né?”

“Você é mais tradicional?” Perguntou malicioso “Ou é algo... especial?” falou um pouco mais sério

“É mais pelo conforto e também nojinho” Não queria que ele soubesse que eu era virgem “Vai saber o que já tinha acontecido naquele banheiro”

Ele deu risada do meu comentário

“Você não parecia desconfortável” falou com a voz rouca “Mas seu desejo é uma ordem, foda que a minha casa vai ser uma zona esses dias, não acho que se sentiria confortável” ele falou a última palavra com bastante zombaria

 “A minha ta um silêncio mortal” falei isso e ele ficou uns segundos quieto antes de responder

“Qual seu apartamento?”

“104” respondi

“Beleza” ele disse e desligou

Como assim? Ele iria vir para cá agora? Daqui a uma hora? Duas? Preciso de respostas, mas quando liguei de novo ele não atendeu. Era de proposito por ter fugido ontem. Deixei ele sem saber quando iria me ver de novo e ele estava dando o troco. Ele podia aparecer ali a qualquer momento.  

Será que ao menos tinha dormido um pouco? Fiquei jogada na cama com preguiça demais para me arrumar. Que adiantaria passar maquiagem?

Com ele longe em vez de calor senti medo. Um frio na barriga de fazer aquilo, mas como minha amiga dizia, se você quer faz.

Me levantei e fui até a cozinha pegando um pacote de salgadinho e sentando no sofá. O dia estava muito nublado e com chuvisco.

Coloquei meus fones e deixei tocando uma playlist aleatória enquanto observava a água cair cada vez mais forte.

Começou a tocar Body on me da Rita Ora e Chris Brown e suspirei com a música.

I just wanna feel your body on me

Heyo, heyo, if you want it then you got it, hold me

No more, no more wasting time

We can, we can go all night

Não sei exatamente quanto tempo passou, mas ouvi a campainha e levantei para atender.

Ao abrir a porta o vi todo molhado. Jungkook usava uma roupa diferente, camiseta larga cinza, calça jeans preta e tênis.

Não tive nem tempo de falar oi, ele me ergueu pegando no colo e fechando a porta com a perna.


Notas Finais


Espero que tenham curtido :D


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...