1. Spirit Fanfics >
  2. O Trote >
  3. Joyce

História O Trote - Capítulo 5


Escrita por:


Capítulo 5 - Joyce


Sala de casa; 17:48

A sala está cheia de mulheres amigas de mamãe.

Entre elas minha amiga em comum, Joyce, mas eu a chamo de Joy.

– Joy? Você veio! – a abraço.

– E eu deixaria de conhecer sua casa? A gente precisa colocar o papo em dia.

Ela tem vinte e quatro anos. Ela conversa sobre tudo comigo, eu nunca escondi nada dela e eu confio que ela não conte pra minha mãe.

– Mas e aí JK, como anda sua vida? – Joy pergunta olhando pra trás conferindo se minha mãe não está ouvindo.

– Tá bem no geral, me mudei de escola a dois dias né.

– Ah!! – ela da gritinhos histéricos– Agora me conte como foi!

– Eu me dei bem no começo, fiz tudo certo, lanchei sozinho, fiz o que qualquer pessoa nova faria, né?

– Aí meu Deus, o que aconteceu? – Joy tira a mão do queixo e a abaixa.

– Na saída, teve o trote, mais uma vez.

– O quê???

– Pois é! Mas eu não apanhei, nem perdi bens materiais!

– Como foi?

– Eu dei uma joelhada no rapaz e ele sangrou!

– Jeon Jungkook, você fez isso? – me repreendeu

– Fiz... – abaixei a cabeça

– Foi incrível não é?

– Foi!

Ela da uma risada.

– Não se mete em encrenca, tá?

– Vou tentar.

– Parece que dessa vez a mudança é definitiva, é verdade?

– A outra também era pra ser.

– Ah, mas não importa por que pra onde você for, eu vou te visitar!

– E seu marido?

– Ah o Jacob? – concordo com a cabeça – Me divorciei! Ele queria ter um filho legítimo e estava me tratando absurdamente mal por não poder dar um filho a ele. 

– Ele encostou em você?

– Não.

– Se eu fosse maior de idade eu casava com você! – brinco.

– Eu te espero! – ela ri.

– E as namoradinhas?

– Acho que é namoradinhes!

– Espera... – olha pro chão – pronome neutro?

– Pois é.

– Você é bi?

– Sou!

– E seus pais sabem?

– Nem podem sonhar!

– Ah, que pena!

– Mas eu estou bem, eles não precisam saber.

– Como você soube?

– Pouco antes de vir pra essa escola, eu beijei um garoto na última confraternização da sala. Era verdade e desafio, eu gostei, eu gostei de verdade.

– Quando você beijou uma garota, foi assim?

– Foi só um beijo, foi como sempre acontece. Mas quando foi um garoto...

– Um garoto o que, filho? – minha mãe senta no sofá.

– Ele tá contando do primeiro dia dele na escola! – Joy responde por mim.

– Estou contando do trote, quando eu fiz o garoto sangrar!

– Ah, entrou em briga mais uma vez?

– Eu já contei, mãe!

– Bom, dá uma licençinha que eu vou falar com sua tia! – minha mãe tinha costume de chamar de irmã as suas amigas mais próximas.

Eu saio da sala e vou até meu quarto.


Notas Finais


:3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...